Home » Hardware e periféricos » Sério, alguém puxe o freio da Sony Mobile!

Sério, alguém puxe o freio da Sony Mobile!

Sony Mobile dá indícios de que vai apresentar um novo smartphone de ponta na CES 2016, apenas quatro meses após o lançamento do Xperia Z5

4 anos atrás

xperia-z5

A Sony Mobile está descontrolada. A divisão de smartphones, a grande responsável pelos péssimos resultados da companhia japonesa porque sangra descontroladamente não consegue conter seu ímpeto de soltar mais e mais modelos no mercado, não ligando para o prazo curto de atualização de seus dispositivos.

Se você achou o espaço de cinco meses entre o Xperia Z3+ e o Z5 ridículo, saiba que a empresa já prepara o terreno para o lançamento de um novo aparelho em janeiro, durante a CES 2016 e apenas QUATRO MESES após o modelo anterior.

A Sony começou a despachar convites para imprensa marcando a data e horário de sua conferência durante a edição 2016 da Consumer Electronics Show. A empresa vai anunciar uma série de novos dispositivos no dia 5 de janeiro, uma terça-feira às 23 horas, horário brasileiro de verão.

O convite já deixa claro sobre o que a Sony irá falar durante o evento: PlayStation VR, áudio, TV, fotografia, Internet das Coisas e surpreendentemente, telefonia celular. A imagem mostra um membro da família Xperia Z de costas (provavelmente o Z5 ou sua versão vitaminada), dando a entender que a linha será novamente atualizada.

sony-ces-2016

O problema com isso: quando o Xperia Z2 foi introduzido apenas seis meses após o lançamento original muita gente achou estranho os japoneses tentarem emular o timing da Samsung, até porque a empresa coreana possui dois dispositivos distintos que promove como tops de linha, as linhas Galaxy S e Note. A Sony só possui um produto, e matar um aparelho em tão pouco tempo (que já não é barato) não parecia ser a decisão mais inteligente.

Só que a Sony Mobile não deu bola. O Z3 chegou ao mercado novamente após seis meses do lançamento do Z2. O Z3+ (Z4 no Japão) teve um delay maior de sete meses mas a linha Z5 chutou o balde, chegando apenas cinco meses depois. Um dos motivos para apressar as coisas seria a fim de contornar os problemas com o Snapdragon 810. Não que fizesse diferença, a linha Z5 possui o mesmo chip embora esquente menos.

O senso comum diz que a Sony não seria louca de apresentar um novo Xperia Z, sendo aventado pela mídia como “Xperia Z5 Ultra” há algum tempo já durante a CES 2016, mas o Galaxy S7 será tradicionalmente lançado durante a MWC em Barcelona no fim de fevereiro, quase dois meses depois. Os convites para o Samsung Unpacked 2016 á foram enviados aos veículos de imprensa. Pode ser que a Sony Mobile esteja planejando dar um passo à frente da rival, apresentando um novo top de linha um mês antes e tentar ganhar uma certa vantagem, mesmo que isso signifique alienar todos os que investiram no Z5.

O que o tal Z5 Ultra traria? Basicamente tudo o que vimos nos seus irmãos menores: display LCD IPS, câmera principal de 23 megapixels com sensor Exmor RS de 1/2,3″ e abertura f/2,0, câmera frontal de 5 MP, botão liga/desliga com leitor biométrico, armazenamento interno de até 32 GB (expansível via micro-SD até 200 GB), redes 4G/LTE, suporte a Quick Charging 2.0. As diferenças seriam o display de 6,44 polegadas com resolução 4K (644 ppi), que o colocaria na categoria de foblet, 4 GB de RAM, bateria de 4.000 mAh e o SoC Snapdragon 820, a fim de se livrar de vez do fantasma do 810. O Android obviamente será o 6.0 Marshmallow.

Rumores anteriores apontavam para a possibilidade do Z5 Ultra aparecer somente na MWC, mas o convite para a CES dá a entender que os planos foram adiantados. A questão que fica é: a Sony vai promove-lo como o irmão maior da linha Z5 ou vai queimar os aparelhos de quatro meses de idade, posicionando-o como seu novo carro-chefe? Vendo o histórico não duvidaria da segunda opção.

Fonte: Phone Arena.

relacionados


Comentários