Home » Mercado » Um smartphone mid-high por US$ 90?! China, claro

Um smartphone mid-high por US$ 90?! China, claro

Nanica chinesa UMi está em vias de apresentar o ROME, um smartphone mid-high com configurações decentes por apenas US$ 90

4 anos atrás

umi-rome-001

A China é um dos maiores mercados do Android no mundo, isso se não for de fato o maior. Embora o sistema esteja bem estabelecido por lá ele só chegou nesse patamar por conta do típico jeitinho chinês de pegar um produto conhecido, copiá-lo e lançar sua própria versão. A presença reduzida do Google no país (algo que a empresa está revertendo) ajudou na proliferação de inúmeras versões baseadas no robozinho, o que impulsionou grandes companhias como a Xiaomi de Hugo Barra, por exemplo.

Com tantos Androids no mercado a concorrência lá é feroz, e por causa disso os preços dos dispositivos, mesmo os mais avançados são extremamente competitivos por lá. Ainda assim surpreende a revelação de que a UMi, uma empresa até então relativamente desconhecida pretende colocar à venda um smartphone com 3 GB de RAM e processador octa-core por… 90 dólares.

Os informes começaram a pipocar há alguns dias através de sites que teriam recebido um press release da fabricante e ainda não há nada confirmado, mas o pouco que já foi apurado aponta para um aparelho bem decente: o UMi ROME seria equipado com o MT6753 da MediaTek, um SoC octa-core de 64 bits com clock de 1,3 GHz e GPU Mali T-720, não exatamente um chip top de linha mas também não faria feio. O display seria um AMOLED de 5,5 polegadas com resolução HD (267 ppi), generosos 3 GB de RAM, 16 GB de espaço interno (nada foi dito sobre suporte a Micro-SD), câmera principal de 13 megapixels com sensor IMX164 da Sony e Flash de LED duplo, câmera selfie de 2,1 MP, bateria de 2.500 mAh e Android 5.1 Lollipop.

umi-rome-002

Assim, sob todos os aspectos o UMi ROME seria um aparelho intermediário para top, mas o preço sugerido de US$ 90 mostra o quanto o mercado chinês é competitivo, além dos esforços das companhias locais para transformar os smartphones em commodities cada vez mais acessíveis.

Impossível? Nem tanto, pouco tempo atrás a mesma empresa lançou o Iron Pro, um aparelho com display melhor e bateria mais potente (o SoC e a RAM eram os mesmos do ROME) por apenas US$ 179 e em 2014 tivemos o Zero, um top por US$ 229. A UMi promete que o aparelho será lançado no próximo mês.

Fonte: Phone Arena.

relacionados


Comentários