Home » Mercado » Começa em “apenas” 4 mil reais: vaza o preço oficial do iPhone 6S no Brasil

Começa em “apenas” 4 mil reais: vaza o preço oficial do iPhone 6S no Brasil

Loja vaza o preço brasileiro do iPhone 6S antes mesmo do anúncio oficial da Apple Brasil. O preço do iPhone 6S mais básico começa em 3.999 reais, uma pechincha comparado ao Xperia Z5.

4 anos atrás

Laguna_Apple_iPhone_6S_Brazil

Inclusive o preço (crédito: Apple Brasil)

Anteontem, quarta-feira, a Sony Brasil teve a audácia de lançar o Xperia Z5 por 4.299 reais. Isso mesmo: a japonesa quis igualar à Samsung em matéria de preço brasileiro, alegando estar concorrendo no segmento topo de linha contra concorrentes como o Galaxy S6 Edge, cuja versão 32 GB atualmente custa US$ 699 nos Estados Unidos (desbloqueado, sem contrato).

O S6 Edge começou em tal patamar de preço (4.299) e hoje custa bem menos nas lojas, sendo vendido a R$ 2.900 ou pouco menos. Um preço relativamente justo tendo em vista a alta do dólar: com o S6 Edge a 2.900 reais o dólar Samsung portanto equivaleria a R$ 4,14.

Detalhe: a Sony só disponibiliza no país o Xperia Z5 normal, nada do modelo Compact ou Premium por enquanto. Como lá na civilização o preço dele é de US$ 669, podemos supor que o dólar Sony vale R$ 6,42. Quem a Sony pensa que é, a Apple?

Nem a Apple Brasil vai cobrar tão caro, pelo menos é o que o recente vazamento aponta.

Laguna_FNAC_iPhone_6S_Brazil_pricing

Preços do iPhone 6S em pré-venda (crédito: FNAC)

A Apple Brasil lançará o iPhone 6S no país próxima sexta-feira, dia 13 de novembro, através de venda online e em suas duas lojas físicas. Normalmente ela coloca um preço que lhe dê lucro. Sim, empresas visam o lucro e aqui no Brasil elas exageram mesmo!

No caso, a filial brasileira da Maçã de Cupertino ainda não disponibilizou os preços oficiais mas pelo menos uma loja o fez. De acordo com a FNAC e também pela Fast Shop, os preços dos novos iPhones vão de absurdos 3.999 reais para o iPhone 6S com 16 GB até o insano valor de R$ 4.899 para o iPhone 6S Plus com 128 GB.

Pior: como a Apple Brasil vai manter o preço inicial por muito tempo ou até aumentá-lo com o tempo, podemos supor que os preços mesmo nas outras lojas demorarão a baixar. Sim, hoje podemos ver o antigo e ultrapassado iPhone 6 por preços menos assustadores nas lojas, mas convenhamos que a Apple Brasil revende os aparelhos a tais lojas por um preço menos ruim e o varejo tende a vender pelo preço oficial para obter lucro. Isso, claro, se não houver encalhe.

Aliás, podemos dizer que o dólar Apple ficará entre não-tão-absurdos R$ 5,16 (iPhone 6S Plus com 128 GB) e preocupantes R$ 6,16 (iPhone 6S com 16 GB). Uma pena que o tio Laguna errou na previsão: o iPhone 6S que eu queria (64 GB) está 500 reais mais caro. Assim não dá.

Encalhe por encalhe, o Xperia Z5 vai vencer o iPhone 6S nesse quesito: até o final do ano prevejo o Xperia Z5 em “promoções” por volta dos 3.800 reais ou menos. Ainda muito caro e o aparelho em si não vale tudo isso graças ao software pesado da japonesa. Coitada da divisão mobile da Sony, a sangrar dinheiro com um Android mais customizado que o da Samsung. Depois o povo reclama da Apple.

Leia também:

relacionados


Comentários