Home » Fotografia » Lily — um drone para chamar de seu

Lily — um drone para chamar de seu

Lily é o drone que promete ser seu fiel companheiro para fotografar e filmar as suas atividades.

5 anos atrás

E os drones estão invadindo o mundo. Embora ainda não existam regras claras para utilizar esse pequeno brinquedo (alguns não tão pequenos assim) na maior parte dos países do mundo, a moda pegou e muitos estão loucos para ter um. Outra coisa que as pessoas descobriram é que drones e fotografia são duas coisas que combinam muito bem. Afinal de contas, nem todo mundo tem grana para fretar um avião para fazer umas fotos aéreas. O problema é que são equipamentos caros e necessitam de um certo treinamento para serem manuseados. Ou não.

Drone_Lily

Apostando no desenvolvimento da tecnologia, e no desejo das pessoas de serem o centro das atenções, está chegando ao mercado a Lily, um drone (que na verdade é uma câmera voadora) que promete ser o companheiro ideal para quem gosta de registrar suas atividades e que não possui nenhum controle complicado para ser utilizado. A promessa aqui é simples: em vez de um controle, o drone possui uma unidade GPS que deve ficar com o seu controlador (em um suporte de pulso ou mesmo no bolso).

O drone vai identificar esse controlador e vai segui-lo (ou ficar a frente), mantendo o seu usuário sempre no centro das fotos ou da filmagem. Muito interessante para quem pratica algum esporte radical ou qualquer atividade que necessite de movimento.

Drone_Lily_2

A Lily possui uma câmera fotográfica com 12 megapixels de resolução máxima e pode gravar vídeos em Full HD com 1080p com taxa de 60 frames por segundo ou 720p com taxa de 120 frames por segundo. Através da central de controle você pode escolher se a Lily vai fotografar ou filmar o momento, além de decidir que está na hora do equipamento voltar para você e pousar. Tanto o controlador quanto o drone são vedados contra água, o que permite a utilização em esportes aquáticos. Infelizmente, cada carga de bateria permite a utilização por apenas 20 minutos. O vídeo ao final do texto mostra um pouco das funcionalidades e possibilidades de uso do equipamento.

Eu fiquei animado com o brinquedo. Claro que o fato de não possuir controles mais precisos pode ser um problema em locais com construções, mas para esportes na natureza e em locais abertos parece ser uma boa pedida. A Lily deve chegar ao mercado americano apenas no começo de 2016 com preço de US$ 999,00. Mas, o equipamento já se encontra em pré-venda no site do fabricante e quem comprar agora vai levar o equipamento por US$ 499,00. Destaque para o design simpático do brinquedo.

Introducing the Lily Camera

Fonte: DIY Photography.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários