Home » Internet » Twitter pretende introduzir botão “comprar” em mensagens

Twitter pretende introduzir botão “comprar” em mensagens

Twitter prepara introdução de um botão “comprar” em tweets, permitindo aquisição de produtos sem sair da rede social; recurso pode aparecer até o fim do ano

5 anos atrás

twitter-buy-button

Está chegando o momento em que as redes sociais evoluirão para plataformas completas, permitindo que você não só visualize um produto mas também realize compras dentro dela, sem ter que sair da sua timeline para isso. O Facebook já está ensaiando introduzir sua própria moeda virtual, e o Twitter também está em vias de implementar um botão “comprar” nas mensagens.

Embora as propostas sejam bem distintas, a intenção é a mesma: cortar os atravessadores ao máximo e passar a realizar operações financeiras de forma independente. A aposta de Zuckerberg é mais elaborada: introduzir uma carteira virtual e uma moeda própria do Facebook (que não é verde), que está em fase de negociações para que ela possa valer em breve por toda a Europa. Diferente do Twitter, Zuck quer fazer do Facebook uma instituição financeira, enquanto a rede do passarinho azul só quer facilitar a vida do usuário (e ganhar uns trocados, claro).

De acordo com a previsão do Twitter, até o fim do ano começarão a ser veiculadas mensagens de empresas que trarão o botão “comprar” em mensagens com seus produtos, recurso esse que será gerido e implementado pela Stripe, uma startup de pagamentos online. A ideia é que ao clicar no botão, o usuário preencha seus dados de cartão de crédito e endereço (e outras, dependendo do serviço ou produto) e a operação seja concluída ali mesmo, sem a necessidade do usuário ter que sair do  Twitter. Segundo as fontes, como o prazo de implementação é curto as empresas interessadas devem começar a trabalhar imediatamente com a Stripe, a fim de preparar o sistema a tempo. E claro, a princípio não quer dizer que a startup será a única a operar com o Twitter, mas inicialmente é a que vai trabalhar de modo a manter a interface de compra dentro da rede social.

Era um tanto inevitável. Estamos cada vez mais integrados às redes sociais, portanto contar com uma funcionalidade que é poder comprar coisas nelas era uma evolução natural. Diferente do Facebook, que quer atuar como uma carteira e que não inspira muita confiança, a abordagem do Twitter em permitir apenas a operação de compra pode ser muito mais atraente para a maioria dos usuários.

Fonte: r/c.

relacionados


Comentários