Home » Destaques » Casa Branca aceita que programadores se vistam como programadores

Casa Branca aceita que programadores se vistam como programadores

Mikey Dickerson, responsável por consertar o HealthCare, apresenta um vídeo onde mostra que programadores agora podem vir à Casa Branca vestidos com camisas de manga curta, sem gravata, igual gente normal.

4 anos atrás

NASAComputerRoom7090.NARA_

Houve uma época em que homens eram homens, computadores de macho tinham nomes másculos, como Colossus. Os programadores se vestiam como adultos, eram verdadeiros engenheiros de computação, seu status claro em seus ternos de corte fino, gravatas impecáveis e sapatos caros. Toda empresa tinha códigos de vestimenta. A IBM era famosa por suas normas rígidas, aclamadas pelos funcionários.

A Imensa Bola, como chamávamos carinhosamente nos Anos 80 era a meta de todo mundo. Só conhecer alguém que trabalhava na IBM fazia de você alguém especial. Era uma honra usar as máquinas de polir sapatos existentes no saguão da empresa aqui no Rio. Sim, a IBM era quase um culto, tinha até Hino da Empresa.

Com a chegada da contracultura dos Anos 70, Ken Thompson, Steve Jobs, David Lightman e outros empresas como a IBM se tornaram caretas. Os programadores passaram a ser valorizados pelo código que criavam, não pela marca de seus sapatos. Logo gente muito talentosa começou a andar de camiseta, algo ainda não assimilado pela cultura corporativa brasileira. Já vi um grupo de executivos engravatados em um evento para estudantes ser surpreendido com a chegada de um VP Mundial da empresa, vindo da matriz americana. O tal VP usava tênis, jeans e camiseta.

Nos EUA um dos últimos bastiões da caretice reinante era, claro, o Governo. Agora isso está mudando, com ajuda de um sujeito chamado Mikey Dickerson. Ex-Google, foi contratado pela Casa Branca para consertar a hagada que foi o HealthCare.gov, o site do programa de seguro-saúde de Obama. Algumas contas calculam em US$ 1 bilhão o projeto do site, e ele simplesmente não funcionava. Depois que Mikey entrou chutando bundas e botou os encostados pra correr, tudo voltou aos trilhos.

Ele conta em várias entrevistas que a primeira pergunta que todo mundo faz é se usa terno para ir trabalhar. Para desespero do pessoal que cresceu assistindo West Wing, não. Nesse vídeo de apresentação de Mike e do US Digital Service ele é visto andando com camisas de manga curta, sem gravata, igual gente normal.

Melhor ainda: durante uma reunião ele é elogiado por Obama, que comenta brincando como o grupo de experts em TI está perdendo seu mojo, “estão até andando de terno”. Mike responde que ele literalmente só está de paletó por causa do Presidente.

The White House — Introducing the U.S. Digital Service

Eu sei que o mundo trata melhor quem se veste bem, aprendi isso tanto n’O Pequeno Príncipe quanto com os comerciais da US Top, mas é preciso que as pessoas entendam: gente de TI é estranha, gente de TI vai virar 3 noites seguidas para resolver um problema, mas a kryptonita de todo bom hacker é a falta de lógica, e não há nada mais ilógico do que ter que usar gravata para abrir um PC e trocar um HD.

Até a Casa Branca já entendeu isso.


Leia mais sobre: , , .


relacionados


Comentários