Home » Hardware » Steve Ballmer dá a entender que vai deixar a Microsoft em breve

Steve Ballmer dá a entender que vai deixar a Microsoft em breve

Ao que tudo indica Steve Ballmer pode se afastar em breve da Microsoft; influência do ex-CEO na empresa está diminuindo aos poucos

6 anos atrás

steve-ballmer-001

Ao que tudo indica a trajetória de Steve Ballmer na Microsoft está perto do fim. Embora ele tenha aberto mão do cargo de CEO e Satya Nadella tenha assumido seu lugar, tudo levava a crer que ele permaneceria no conselho da empresa ao lado de Bill Gates, que vai atuar mais ativamente no dia-a-dia da companhia que fundou como conselheiro de Nadella, ainda que seu foco atual é a Fundação Bill e Melinda Gates.

Só que como a gente já sabe, a relação entre Ballmer e o conselho não é das melhores. Pior, sua influência dentro da companhia a qual se dedicou por tanto tempo e defendeu com impressionante entusiasmos esta se esvanecendo. Em entrevista ao Wall Street Journal Ballmer deu a entender que ele pode se afastar da Microsoft completamente. Ele disse que não tem certeza sobre o futuro e agora, 34 anos depois de entrar na Microsoft está "tendo tempo" para fazer planos.

Caso ele realmente se afaste da Microsoft ele não ficará totalmente desamparado: ele é o segundo maior acionista individual da empresa com cerca de 8% de participação, o que lhe garantiu uma cadeira no conselho diretor. Ele só perde para Gates, mas como ele tem vendido cerca de 80 milhões de dólares e maços por ano, se continuar nesse ritmo Ballmer passará a ser o número um ainda em 2014.

Com 58 anos é de se esperar que Ballmer esteja mesmo pensando em uma merecida aposentadoria. Após anos demonstrando seu amor pela Microsoft de forma exacerbada chega a ser um tanto triste vê-lo se afastar, mas é bom lembrar que o relacionamento com o conselho da empresa deve tê-lo desgastado. Como Nadella agora é o responsável por descascar os abacaxis e com Gates por perto para mostrar a ele por onde ir, a influência de Ballmer com certeza diminuiu. Entretanto ele sairá com uma boa fatia da empresa e se livrará de uma série de dores de cabeça.

Fonte: CNet.

relacionados


Comentários