Home » Internet » Google sabe quase todas as senhas de redes Wi-Fi do mundo. Teoricamente, pelo menos

Google sabe quase todas as senhas de redes Wi-Fi do mundo. Teoricamente, pelo menos

Graças ao número de smartphones Android no mercado e função de backup meio escondida, Google teoricamente tem acesso a quase todas as senhas de redes Wi-Fi do mundo

6 anos atrás

google-logo

O Google disponibilizou uma série de facilidades para os usuários nos últimos tempos, e em tempos de PRISM, NSA e Snowden, o fato da empresa armazenar boa parte de nossos dados chega a ser bem preocupante.

Quem está na mira agora é o Android. Com cerca de 750 milhões de smartphones em todo o mundo (sem contar tablets) a quantidade de dados armazenados é bem grande. Considerando que todo mundo acessa redes Wi-Fi e aliado ao fato de que o SO permite armazená-las em seus servidores, não é exagero especular que a empresa tenha acesso a quase todas as senhas das redes do mundo, mas uma coisa é armazenar os dados, a outra é saber do que eles se tratam.

O problema é que até bem pouco tempo atrás a empresa sequer mencionava que as senhas eram armazenadas, e a opção para desativar o recurso de backup não é exibida claramente para o usuário. O Google tem em sua defesa que todos os dados armazenados são criptografados e não há acesso humano, é tudo automatizado (o que é um tanto óbvio, não há gente para administrar essa quantidade de dados). Entretanto a preocupação é de que basta um pedido do governo norte-americano para que essas informações sejam passadas à frente.

Claro, é possível desligar o recurso: no Android 4.2 entre em em Configurações, Fazer backup e redefinir e desmarque a opção Fazer backup. A partir daí vai de cada um, manter a praticidade e armazenar seus dados após a instalação de uma nova ROM no Android (o que sejamos sinceros, nem todo mundo faz) ou troca de dispositivo por outro mais novo, ou deixá-la desligada e manter a privacidade de seus dados, mas tendo de recuperá-los na mão nos casos mencionados acima.

E é bom lembrar, esse problema de privacidade não é exclusivo do Google.

Fonte: CW.

relacionados


Comentários