Games
Games
Digital Drops Blog de Brinquedo

Um jogo pode ser indie se tem o apoio de uma gigante?

Por em 30 de janeiro de 2012

dori_dar_30.01.12

A distribuição digital possibilitou que os jogos independentes fossem amplamente divulgados e como na maioria das vezes esses títulos são produzidos por pequenas equipes a custos relativamente baixos, novamente tornou-se possível a experimentação na indústria, com vários jogos conceitos surgindo em lojas virtuais.

Encontrar jogos indies no Steam é bastante comum e até a Microsoft criou uma seção dedicada a eles na Xbox Live, que por sinal vive sendo alvo de críticas devido a pouca visibilidade e uma adição feita nos últimos dias deverá deixar ainda mais indignados aqueles que tentam vender seus jogos (em sua maioria bem ruinzinhos) por lá.

Disponibilizado na Xbox Live Indie Games por US$ 5, Dark Reign: Redux é um remake de um jogo de estratégia em tempo real lançado para o PC em 1997 e que apesar de ter suporte a uma resolução maior, widescreen e multiplayer online para até oito pessoas, chamou a atenção por supostamente ter sido posto à vena pela Activision, já que aquele é um canal voltado para os indies.

A produtora logo se defendeu alegando que o jogo foi publicado pela sua desenvolvedora, a Magnetar Games e que o nome da Activision só aparece por lá por eles serem os donos da marca e por terem entrado em um acordo com os fãs que criaram essa nova versão, o que não impediu que alguns game tester da gigante assegurassem sua qualidade.

Ou seja, será que a Act não contratou outra empresa para recriar um dos seus jogos e assim vendê-lo de uma maneira em que os lucros podem ser maiores? Acho pouco provável, até porque acredito que eles poderiam obter resultados melhores se lançassem o game normalmente, mas de qualquer forma, esta pode ter sido uma maneira deles perceberem se o mercado tem interesse um uma continuação de grande porte (além de ganhar uns trocado também, claro).

[via Joystiq]

emMicrosoft Museu

Remake de Jak and Daxter está chegando e terá mais de 100 troféus

Por em 27 de janeiro de 2012

dori_jak_24.01.12

Digam o que quiserem aqueles que não gostam dos relançamentos em alta definição da Sony, mas sou muito “grato” a empresa e algumas desenvolvedoras por permitir que eu possa jogar versões melhoradas de alguns dos melhores títulos do Playstation 2 que não tive oportunidade na época e em breve poderei fazer isso com a trilogia Jak and Dexter.

A versão remasterizada da criação da Naughty Dog começará a ser vendida nos Estados Unidos no dia 7 de fevereiro por US$ 39,99 e além de contar com suporte a 3D estereoscópico em 720p, ele ainda terá mais de 100 troféus para serem desbloqueados e como estamos falando de três jogos, a diversão estará garantida por um bom tempo.

Essa será ainda uma ótima oportunidade de muitos de nós conhecermos um pouco mais do trabalho dos responsáveis pela série Uncharted e como de uns tempos para cá voltei a me interessar por jogos de aventura, principalmente os que permitem alguma exploração, por tudo isso acho que esse Jak and Daxter Collection pode ser um ótimo investimento.

[via Playstation Blog]

emMuseu Sony

SNK está desenvolvendo versão portátil do Neo Geo

Por em 25 de janeiro de 2012

Durante a primeira metade da década de 90 não existia uma pessoa que jogasse nos fliperamas e não desejasse ter em casa um Neo Geo. Aquele videogame poderoso (e caríssimo) conseguia gerar imagens muito mais bonitas que as de um Mega Drive ou Super Nintendo e como os seus componentes eram os mesmos das máquinas da SNK, os jogos para ele eram idênticos aos disponíveis nos arcades. Infelizmente muitos de nós não pudemos realizar o sonho de ter aquele console, mas em breve essa falha poderá ser corrigida, ou quase isso.

Apesar de ainda não ter sido anunciado oficialmente, a SNK Playmore irá lançar em breve um portátil que virá com 20* dos seus clássicos pré-instalados. O aparelho terá uma tela de 4,3”, 2GB de memória interna e espaço para a utilização de cartão SD. Além disso o Neo-Geo Keitai (ou Neo-Geo Portable) ainda contará com saída para aúdio e vídeo, fones de ouvido e como pode ser visto nas imagens abaixo, terá um analógico e botões L1, L2, R1, R2 na parte de cima, que por sinal parecem bem ruins de serem acionados.

Como a SNK ainda não se pronunciou sobre o portátil, talvez o design sofra algumas alterações e o próprio nome seja modificado, mas a grande questão aqui está relacionada ao preço, que não foi divulgado. Se ele não for alto, parece uma opção interessante para os fãs e também gostaria de saber como poderemos jogar os outros títulos do console. Será que ele terá algo parecido com uma loja online?

dori_ati_25.01.12-3 dori_ati_25.01.12-2 dori_neo_25.01.12

continue lendo

emMuseu Portáteis

Good Old Games passará a vender Syndicate original

Por em 18 de janeiro de 2012

dori_syn_18.01.12

Quando a EA revelou que incumbiria a Starbreeze Studios de criar um novo capítulo para a série Syndicate e que este seria um jogo de tiro em primeira pessoa, vários fãs do original se revoltaram e se você foi um deles, saiba que um novo jogo feito no antigo estilo ainda não foi anunciado, mas ao menos será mais fácil jogarmos o game lançado em 1993.

O pessoal do Good Old Games anunciou que a partir de amanhã, dia 19 de janeiro, estará disponível em seu catálogo o título desenvolvido pela Bullfrog, o que significa que ele rodará mesmo nas versões mais recentes do Windows e ainda trará alguns extras, como o manual, algumas artes conceituais e imagens para serem usada como avatar, tudo isso por apenas US$ 5,99.

Como o meu contato com a série foi mínimo, esta será uma boa chance de conhecê-la e sobre a versão mais moderninha da franquia, a Electronic Arts avisou que no final deste mês a PSN e a Xbox Live receberão uma demo que nos permitirá jogar cooperativamente uma missão do novo Syndicate, que tem lançamento previsto para o dia 21 de fevereiro, para Xbox 360, Playstation 3 e PC.

[via Rock, Paper, Shotgun]

emComputadores Museu

Soul Calibur será lançado para o iPhone

Por em 17 de janeiro de 2012

dori_sc_16.01.12

Se você ainda não se cansou de jogar um dos melhores títulos do Dreamcast ou simplesmente procura um bom jogo de luta para o seu iPhone, comemore, pois a Namco anunciou que irá lançar no dia 19 de janeiro o Soul Calibur para os dispositivos iOS.

Trazendo os 19 lutadores do original, o game ainda contará com os modos arcade, time attack, survival e extra survival, além de um museu e um onde poderemos treinar os golpes. Alguns desses modos ainda serão compatíveis com o Game Center, permitindo que a pontuação obtida seja enviado para um placar online.

Contudo, saiba que o jogo só rodará no iPhone 4/4S, iPad 2 e iPod Touch 4, mas infelizmente o valor não foi revelado e apesar de graficamente a versão parecer muito boa, minha curiosidade é saber como ficarão os controles na tela sensível ao toque. Alguém que tenha jogado o Street Fighter IV em um desses aparelhos pode dizer se a jogabilidade é precisa?

[via Eurogamer]

emCelulares Jogos Museu

Site elege os 100 melhores Adventures de todos os tempos

Por em 13 de janeiro de 2012

dori_grim_10.01.12

Uma das minhas maiores frustrações como gamer foi de só ter entrado para o mundo dos computadores muito tarde, lá pelo final da década de 90. Isso fez com que eu só tivesse um pequeno contato com um dos gêneros que passei a adorar, os Adventures. Talvez porque esses foram os primeiros jogos a massificar os bons enredos nos games ou simplesmente por gostar de quebra-cabeças, mas o fato é que mesmo sem ser um profundo conhecedor do estilo, adoro jogos assim.

Exatamente por ter vontade de conhecer mais sobre o gênero que gostaria de recomendar uma impressionante lista organizada pelo site Adveture Gamers. Nela encontramos títulos desde os primórdios até alguns mais recentes, como o Gemini Rue ou Heavy Rain, todos com suas devidas fichas e indicações de títulos semelhantes.

Só achei um pouco estranha a inclusão de jogos como a série Portal ou Silent Hill: Shattered Memories, que eu nunca consideraria um Adventure e tenho certeza que alguns reclamarão das posições de certos jogos, como o The Dig apenas em 92º ou o Full Throttle em 38º, mas acredito que isso não desqualifica o trabalho árduo que os caras tiveram para elaborar a lista, mesmo porque, na minha opinião o que vale é apresentá-los a novos jogadores.

O grande problema no entanto é encontrar grande parte desses jogos para comprarmos e é uma pena os detentores dos direitos desses títulos não os relançarem, o que achei que aconteceria depois que a LucasArts remasterizou o The Secret of Monkey Island.

continue lendo

emComputadores Museu

E o PS2 continua bem, obrigado!

Por em 13 de janeiro de 2012

dori_ps2_10.01.12

Em uma época em que grande parte dos jogadores estão querendo saber informações sobre a próxima geração, eis que a Sony revela que o Playstation 2 ainda está vendendo bastante, mesmo depois de mais de dez anos do seu lançamento.

A plataforma Playstation 2 continua com boas vendas, permanecendo com vendas robustas especialmente em países emergentes e regiões como o leste da Europa, Oriente Médio, sudeste da Ásia e na América do Sul, ultrapassando meio milhão de unidades mundialmente apenas no final do ano passado,” afirmou a fabricante através de um comunicado à imprensa.

Apesar de o console ter sido o primeiro a popularizar o conceito de central multimídia, podendo reproduzir filmes em DVD, não há dúvidas de que tamanho sucesso deva ser creditado principalmente à extensa biblioteca de jogos lançada para ele e se até lá pela metade do seu seu ciclo de vida o Super Nintendo era considerado por muitos como o melhor videogame já criado, hoje o PS2 no mínimo divide essa preferência com o aparelho de 16-bits da Nintendo.

Apesar de jogar no meu Playstation 2 muito menos do que gostaria, não consigo me imaginar sem ter um em casa e com tantos jogos bons nele que ainda preciso jogar, tenho certeza que se eu não tivesse migrado para a atual geração ainda encontraria muita diversão nesse fantástico console.

[via Kotaku]

emMuseu Sony