Games
Games
Digital Drops Blog de Brinquedo

Soul Calibur será lançado para o iPhone

Por em 17 de janeiro de 2012

dori_sc_16.01.12

Se você ainda não se cansou de jogar um dos melhores títulos do Dreamcast ou simplesmente procura um bom jogo de luta para o seu iPhone, comemore, pois a Namco anunciou que irá lançar no dia 19 de janeiro o Soul Calibur para os dispositivos iOS.

Trazendo os 19 lutadores do original, o game ainda contará com os modos arcade, time attack, survival e extra survival, além de um museu e um onde poderemos treinar os golpes. Alguns desses modos ainda serão compatíveis com o Game Center, permitindo que a pontuação obtida seja enviado para um placar online.

Contudo, saiba que o jogo só rodará no iPhone 4/4S, iPad 2 e iPod Touch 4, mas infelizmente o valor não foi revelado e apesar de graficamente a versão parecer muito boa, minha curiosidade é saber como ficarão os controles na tela sensível ao toque. Alguém que tenha jogado o Street Fighter IV em um desses aparelhos pode dizer se a jogabilidade é precisa?

[via Eurogamer]

emCelulares Jogos Museu

Site elege os 100 melhores Adventures de todos os tempos

Por em 13 de janeiro de 2012

dori_grim_10.01.12

Uma das minhas maiores frustrações como gamer foi de só ter entrado para o mundo dos computadores muito tarde, lá pelo final da década de 90. Isso fez com que eu só tivesse um pequeno contato com um dos gêneros que passei a adorar, os Adventures. Talvez porque esses foram os primeiros jogos a massificar os bons enredos nos games ou simplesmente por gostar de quebra-cabeças, mas o fato é que mesmo sem ser um profundo conhecedor do estilo, adoro jogos assim.

Exatamente por ter vontade de conhecer mais sobre o gênero que gostaria de recomendar uma impressionante lista organizada pelo site Adveture Gamers. Nela encontramos títulos desde os primórdios até alguns mais recentes, como o Gemini Rue ou Heavy Rain, todos com suas devidas fichas e indicações de títulos semelhantes.

Só achei um pouco estranha a inclusão de jogos como a série Portal ou Silent Hill: Shattered Memories, que eu nunca consideraria um Adventure e tenho certeza que alguns reclamarão das posições de certos jogos, como o The Dig apenas em 92º ou o Full Throttle em 38º, mas acredito que isso não desqualifica o trabalho árduo que os caras tiveram para elaborar a lista, mesmo porque, na minha opinião o que vale é apresentá-los a novos jogadores.

O grande problema no entanto é encontrar grande parte desses jogos para comprarmos e é uma pena os detentores dos direitos desses títulos não os relançarem, o que achei que aconteceria depois que a LucasArts remasterizou o The Secret of Monkey Island.

continue lendo

emComputadores Museu

E o PS2 continua bem, obrigado!

Por em 13 de janeiro de 2012

dori_ps2_10.01.12

Em uma época em que grande parte dos jogadores estão querendo saber informações sobre a próxima geração, eis que a Sony revela que o Playstation 2 ainda está vendendo bastante, mesmo depois de mais de dez anos do seu lançamento.

A plataforma Playstation 2 continua com boas vendas, permanecendo com vendas robustas especialmente em países emergentes e regiões como o leste da Europa, Oriente Médio, sudeste da Ásia e na América do Sul, ultrapassando meio milhão de unidades mundialmente apenas no final do ano passado,” afirmou a fabricante através de um comunicado à imprensa.

Apesar de o console ter sido o primeiro a popularizar o conceito de central multimídia, podendo reproduzir filmes em DVD, não há dúvidas de que tamanho sucesso deva ser creditado principalmente à extensa biblioteca de jogos lançada para ele e se até lá pela metade do seu seu ciclo de vida o Super Nintendo era considerado por muitos como o melhor videogame já criado, hoje o PS2 no mínimo divide essa preferência com o aparelho de 16-bits da Nintendo.

Apesar de jogar no meu Playstation 2 muito menos do que gostaria, não consigo me imaginar sem ter um em casa e com tantos jogos bons nele que ainda preciso jogar, tenho certeza que se eu não tivesse migrado para a atual geração ainda encontraria muita diversão nesse fantástico console.

[via Kotaku]

emMuseu Sony

As 5 músicas de games que mais me marcaram

Por em 12 de janeiro de 2012

Por ser uma forma de entretenimento extremamente ligada à visão, muitas vezes os jogadores estão mais preocupados se um game tem gráficos capazes de levar os consoles ao limite e acabam esquecendo de um aspecto de extrema importância na criação da atmosfera dos jogos, a trilha sonora.

Pensando nisso, resolvi fazer uma listinha com algumas músicas que me lembrassem rapidamente dos seus respectivos jogos e não sei dizer ao certo se os cinco escolhidos são títulos antigos porque naquela época jogávamos por mais tempo, o que facilitava a impressão daquelas faixas no nosso cérebro, ou se o motivo foi porque a limitação técnica dos 8 e 16-bits obrigavam o compositor a ser mais criativo, mas seja como for, aposto como as músicas que citarei trarão boas lembranças a muita gente.

Antes de irmos aos escolhidos, só quero mencionar que abaixo de cada imagem tem um player com a música escolhida e aproveito para dizer que meu intuito aqui não foi apontar qual música é melhor ou pior.  Sei também que muitos outros temas ficaram de fora, por isso peço que utilizem os comentário no final do post para dizer quais músicas mais lhes marcaram e fica o aviso, não me responsabilizo caso você fique assobiando essas obras-primas durante o resto do dia.

continue lendo

emCultura Gamer Museu

Os jogos que fizeram os leitores da Famitsu chorar

Por em 6 de janeiro de 2012

dori_ffx_02.01.12

Por mais que os games estejam se aproximando cada vez mais do cinema, poucos são aqueles que trazem situações capazes de tirar lágrimas dos jogadores e depois de pedir aos seus leitores que escolhessem as notícias mais relevantes de 2011, a Famitsu realizou uma votação onde o publico deveria dizer qual jogo lhe emocionou mais.

Na lista, que está após o break, podemos encontrar diversos capítulos da série Final Fantasy, o que não chega a ser uma grande surpresa e o décimo acabou sendo o mais citado. Também me chamaram a atenção a presença do Okami na terceira posição, mas como não cheguei a terminá-lo, não posso dizer o que comoveu tanta gente e outro detalhe curioso é que dois dos jogos que sempre são lembrados pela maioria quando tocamos nesse assunto, o FInal Fantasy VII e o Shadow of the Colossus, ficaram em posições bastante modestas, 8º e 20º, respectivamente.

Com o avanço da tecnologia e a criação mais realista de animações faciais, acredito que os criadores conseguirão passar sentimentos mais facilmente, porém, o principal motivo para nos emocionar sempre será uma boa história e por isso ainda penso que o aperfeiçoamento da narrativa é essencial para a mídia, afinal, quem nunca chorou lendo um bom livro?

continue lendo

emCultura Gamer Miscelâneas Museu

Acessório permite jogarmos games de Snes e Mega Drive no PC

Por em 6 de janeiro de 2012

Qualquer jogador que tenha passado pela época do Nintendinho ou do Super Nintendo sabe o que é um emulador e provavelmente já perdeu algumas horas jogando alguns clássicos em seus computadores. Embora seja uma prática considerada ilegal, baixar ROMs da internet gratuitamente é algo relativamente comum e muitos retrogamers possuem coleções inteiras de seus consoles favoritos guardadas no PC.

Mesmo assim, uma empresa alemã decidiu lançar o Retrode 2, esse acessório aí em baixo que, ao ser ligado no PC através da porta USB, nos permite jogar qualquer game de Super Nintendo ou Mega Drive, sem a necessidade de instalarmos drivers ou qualquer programa. Basta encaixar o cartucho, plugar o joystick de um dos consoles, e pronto.

O aparelhinho pode ser uma ótima opção para os mais puristas, que gostam de jogar com os controles originais e querem colecionar os cartuchos, mas sem ter que gastar com o console, porém, o seu valor não é dos mais acessíveis. Custando € 59, ainda teríamos que pagar mais € 10 de frete, o que daria cerca de R$ 165 e sem considerarmos os impostos.

Por este valor, acho que vale muito mais a pena comprar os consoles usados em sites de leilões, algo que fiz há alguns anos e do que não me arrependo. Se é pra ter a experiência mais próxima do original, então que seja no próprio videogame.

dori_ret_04.01.11

[via Engadget]

emMuseu Nintendo

Shenmue para celular é encerrado

Por em 5 de janeiro de 2012

dori_shen_03.01.12

Ser fã da série Shenmue não é algo fácil. Depois de Yu Suzuki ter conquistado alguns jogadores com seu “simulador de vida” e de termos nos decepcionado com a decisão da Sega de não dar continuidade à franquia, fomos surpreendidos com a notícia de que um novo capítulo estava em produção, mas que ele seria apenas um jogo social restrito ao público japonês.

O game contou com a direção do próprio Suzuki e embora estivesse previsto para ser lançado também nos computadores através do serviço Yahoo Mobage, isso nunca aconteceu e o título permaneceu exclusivo dos celulares, mas isso serviu para reacender a esperança de que o verdadeiro terceiro Shenmue ainda poderia surgir, caso o joguinho tivesse sucesso, mas não foi o que aconteceu e no último dia 26, pouco mais de um ano após o lançamento do Shenmue World, a desenvolvedora Ysnet comunicou através do site oficial do game o seu encerramento, tornando ainda mais difícil a aposta em um novo capítulo da franquia, ao menos por enquanto.

Apesar de ter conquistado boa parte das pessoas que o jogaram, sendo muito elogiado pela crítica e servindo de influência para muitas criações posteriores, o primeiro Shenmue pode ser considerado um grande fracasso comercial, tendo custado muito caro para ser desenvolvido e vendido poucas unidades, mas mesmo assim uma sequência foi lançada e ao que tudo indica, a série apenas permanecerá na memória daqueles que a jogaram.

De vez em quando tenho vontade de adquirir um Dreamcast só pra jogar essa obra de arte (mentira, não é só por isso), mas tenho medo de estragar a lembrança ao perceber que o jogo envelheceu mal, então acho que o jeito será colocar o Shenmue 2 no Xbox 360 e torcer para ele ser tão bom quanto o primeiro.

[via Andriasang]

emCelulares Museu