Games
Games
Digital Drops Blog de Brinquedo

Novo Neo Geo ganha preço e data de lançamento

Por em 13 de agosto de 2012

No início deste ano recebemos a bela notícia de que a SNK estava planejando a volta do NeoGeo, o que aconteceria na forma de um portátil que viria com 20 jogos instalados (a lista está no final o post). Aquela parecia uma ótima oportunidade de termos acesso a um belo videogame que custava o equivalente a rim quando foi lançado, mas para manter a tradição, saiba que o novo aparelho não será tão acessível quanto gostaríamos.

Batizado como NeoGeo X Gold, o portátil começará a ser vendido nos Estados Unidos no dia 6 de dezembro e o valor cobrado por ele será absurdos US$ 200, quantia que por lá nos permitiria adquirir um Wii, um 3DS ou um Xbox 360. Quem resolver investir a bagatela no aparelho levará ainda uma base para recarregá-lo que se parece com o console original, além de um imponente controle para deixar a jogatina mais parecida com a de um fliperama.

Mesmo podendo ser ligado a uma televisão através de um cabo HDMi ou o tradicional RCA, não parece ser um grande negócio pagar tão caro pelo videogame, principalmente porque pelo jeito não há como adicionar novos títulos à sua biblioteca. Se ele custasse metade do valor, mesmo que sem o joystick, e nos permitisse comprar novos jogos digitalmente, eu até me interessaria, mas nestas condições deixarei passar.

dori_neo_13.08.12

continue lendo

emMuseu Portáteis

JogoBox, um programa para quem ama games antigos

Por em 13 de agosto de 2012

dori_jogo_13.08.12

Acho que ninguém em sã consciência afirmaria que o PC não é uma excelente plataforma para games, inclusive nos permitindo jogarmos títulos bem antigos, ao contrário do que vemos com a mudança de gerações de consoles. Porém, nem sempre é muito fácil fazer funcionar aquele jogo originalmente criado para DOS ou versões mais antigas do Windows.

Para facilitar essa tarefa foram desenvolvidos programas como o DOSBox ou o ScummVM, mas se você não quer se preocupar com o que terá que configurar, gosta de jogos antigos e ainda por cima gratuitos, precisa conhecer um sistema de distribuição recém lançado, o JogoBox.

Funcionando de maneira semelhante ao Steam, após fazer a sua instalação você terá uma série de games a sua disposição, com a diferença de serem todos distribuídos gratuitamente e ao clicar em play no jogo escolhido, o download será feito e você já poderá se divertir, sem a necessidade de configurações.

No catálogo temos uma grande quantidade de jogos independentes, além de vários clássicos, como The Lost Viking, Lemmings e Command & Conquer: Red Alert. Os criadores utilizam o questionável conceito de abandonware para escolher quais títulos serão disponibilizados no programa e alegam terem obtido autorização de alguns desenvolvedores para utilizarem tais games, ou seja, é provável que muita coisa desapareça do JogoBox com o passar do tempo e as reclamações de alguns detentores dos direitos autorais.

De qualquer forma, é uma ideia interessante e pode conquistar admiradores, mas que acima de tudo, pode ajudar a manter viva a história do games.

[via Rock, Paper, Shotgun]

emComputadores Museu

Haunting Ground deverá ser relançado no PS3

Por em 26 de julho de 2012

Desenvolvido e lançado para o Playstation 2 pela Capcom em 2005, o survival horror Haunting Ground está próximo de aparecer no PS3, provavelmente através da PSN. A possibilidade surgiu depois de a ESRB, órgão responsável pela classificação etária nos Estados Unidos ter listado o título e a expectativa é de que o preço cobrado por ele seja US$ 10.

Dirigido por Kazuhiro Tsuchiya, que recentemente produziu o Asura’s Wrath, o game possui um estilo bastante parecido com o da série Clock Tower, onde controlamos uma garota que com a ajuda de seu cachorro tentará sobreviver em um assustador castelo, resolvendo quebra-cabeças e principalmente, se escondendo dos inimigos, já que ao contrário de um Resident Evil, aqui não temos um enorme arsenal à nossa disposição.

Talvez o Haunting Ground não estivesse na lista de relançamentos desejados pela maioria, mas ainda assim se trata de um título que possui suas qualidades e que pode divertir por algumas horas. Como se trata de um jogo não muito conhecido, esta será uma boa oportunidade de muitas pessoas terem acesso a ele e quem sabe, assim motivar a Capcom a criar uma continuação. Eu comprarei.

continue lendo

emMuseu Sony

Jet Set Radio está chegando ao Android e iOS

Por em 23 de julho de 2012

dori_jsrt_23.07.12

Tirando um ou outro caso, eu não vejo muito sentido no relançamento de clássicos para os smartphones e não digo isso por achar que eles não merecem tais “homenagens”, mas simplesmente por não me ver jogando muitos desses títulos em aparelhos que não possuem controles físicos.

Mas deixando minha opinião de lado, saiba que a Sega anunciou que um dos games mais elogiados do Dreamcast, o Jet Set Radio, será lançado com gráficos em alta definição para os dispositivos que utilizam Android ou iOS, portanto, em breve poderemos grafitar a colorida cidade do jogo enquanto andamos de patins e uma das poucas novidades prevista para esta versão é a possibilidade de usarmos fotos tiradas com a câmera do celular como grafite.

Por enquanto nenhuma data ou valor foi revelado, mas a expectativa é de que o game seja lançado ainda durante o nosso inverno, prazo dado anteriormente também para o remake em HD que chegará a PSN, Xbox Live e lojas de distribuição digital para PC.

Mesmo adorando o Dreamcast e já tendo sido dono de três desse console, só agora me dei conta de que nunca joguei Jet Set Radio, embora os seus gráficos em Cel shading sempre tenham me chamado a atenção. Então, acho que darei uma chance ao game nos consoles ou no computador, porque repito, nos celulares não acho um bom negócio.

[via Pocket Gamer]

emCelulares Jogos Museu

Jogos do NES transformados em arte minimalista

Por em 19 de julho de 2012

Criar arte minimalista baseada em jogos do saudoso Nintendinho talvez pareça um tanto redundante, mas o artista Ty Lettau resolveu encarar a missão e em seu Flickr publicou uma série de imagens que, até de maneira surpreendente, ficaram muito bonitas e originais.

No total são 26 ilustrações recriando clássicos como Donkey Kong, Excitebike, Dig Dug e Mega Man, muitos deles podendo ser identificado por qualquer um que tenha tido contato com esses jogos e o mais legal desses desenhos é que eles ficariam muito interessantes se colocados numa moldura e pendurados na paredes.

Agora bem que alguém poderia aproveitar a ideia e fazer o mesmo com os jogos de outras gerações, dando uma nova interpretação para os grandes sucessos do Super Nintendo, Mega Drive, Playstation, Saturn…

dori_nes_16.07.12-2dori_nes_16.07.12dori_nes_16.07.12-3

[via Ian Brooks]

emCultura Gamer Museu

Ratchet & Clank Collection ganha data de lançamento

Por em 17 de julho de 2012

dori_ratc_17.07.12

Quando o que havia de mais moderno no mercado em relação a consoles eram o Mega Drive e o Super Nintendo, eu costumava adorar jogos de plataforma. O problema é que o gênero recebia muitos títulos naquela época e por ter jogado tantos, acabei enjoando de games assim e por muito tempo ignorei quase tudo o que seguia esse estilo. Até conhecer a série Ratchet & Clank no Playstation 2.

Tudo bem que os títulos criados pela Insomniac são praticamente jogos de tiro com visão em terceira pessoa, mas ainda assim há uma boa quantidade de buracos para serem saltados e a exploração se faz presente, e por isso gosto de considerar a série como uma evolução dos games de plataforma.

A Sony já havia dito que uma coletânea remasterizada da franquia estava sendo produzida e agora sabemos que o Ratchet & Clank Collection chegará ao Playstation 3 no dia 28 de agosto, custando apenas US$ 30 e trazendo os três capítulos lançados para o antigo console (Ratchet & Clank, Ratchet & Clank: Going Commando e Ratchet & Clank: Up Your Arsenal). Uma boa notícia para quem não faz questão de ter a versão física é que os games poderão ser adquiridos juntos ou separados através da PSN, mas não foi revelado o preço desta versão.

Além dos jogos terem imagens em FullHD, eles contarão com suporte a troféus, efeito 3D e numa atitude que deve ser louvada, a parte online do Up Your Arsenal estará funcionando, permitindo assim que possamos disputar partidas pela internet. A versão norte-americana ainda trará como brinde uma demo do Sly Cooper: Thieves in Time, assim como um avatar exclusivo comemorando os dez ano do primeiro Ratchet & Clank.

Talvez eu não faça isso já no lançamento, mas está aí mais uma coleção remasterizada que certamente comprarei.

[via Playstation Blog]

emMuseu Sony

Pitfall ganhará remake para celulares

Por em 12 de julho de 2012

dori_pit_10.07.12

Em novembro passado a Activison criou um estúdio na cidade inglesa de Leeds onde o foco seria a criação de jogos para celulares. Logo começaram a surgir rumores de que o primeiro título que sairia de lá seria uma versão do Call of Duty, algo que fazia todo o sentido, já que esta seria uma grande oportunidade da editora lucrar mais alguns milhões de dólares com a série, porém, agora sabemos que a subsidiária está trabalhando na volta do Pitfall.

Sendo um dos maiores clássicos da indústria, o jogo completa seu 30º aniversário de lançamento este ano e de acordo com Martyn Brown, um dos fundadores do Team 17 e agora responsável pelo novo estúdio, eles estão trabalhando no novo game desde o início deste ano, tendo afirmado ainda que será muito bom revisitar a marca e trazê-la para um novo público.

Vale lembrar que o game ganhou uma sequência em 1984, mas que não fez tanto sucesso quanto o original e além disso, tivemos ainda  Pitfall Harry, Jr., filho do protagonista do primeiro jogo, estrelando o Pitfall: The Mayan Adventure, lançado na época dos 16-bits e mais dois outros jogos, ambos em três dimensões, Pitfall 3D: Beyond the Jungle (PSOne e Game Boy Color) e Pitfall: The Lost Expedition (GameCube, PS2, Xbox, Game Boy Advance, PC e Wii).

Por se tratar de um jogo que tinha uma jogabilidade bem simples, acredito que se esse remake seguir o estilo do original, poderá ser bastante divertido nos smartphones, porém, fico com a sensação de que uma franquia tão legal merecia uma nova versão lançada nas lojas virtuais dos consoles e computadores.

[via MCV]

emCelulares Museu