Conseguirão os jogadores eliminar os jogos ruins?

dori_jun_09.10

Você já deve ter ouvido alguém falar que de alguns anos para cá muitos jogos, na maioria de baixa qualidade, tem sido lançados. Como a indústria dos games movimenta muito dinheiro, todas as empresas querem ganhar um pouquinho e aquela ideia de que os jogos são feitos de gamers para gamers, com raras exceções, há muito passou a povoar apenas os sonhos dos apaixonados por jogos eletrônicos.

Mas será que existe uma solução para este problema? Bom, segundo Jun Takeuchi, um dos responsáveis por títulos como Onimusha 3, Lost Planet e Resident Evil 5, quem deverá acabar com “essa festa” somos nós, os jogadores.

Olhando para frente, acredito que os jogadores desenvolverão um olho mais afiado e passarão a ser mais seletivos. Isso eliminará os jogos mal feitos do mercado e diminuirá o número de títulos lançados. O mercado deixará de ser esse em que um novo jogo prende a atenção e o interesse das pessoas.

Penso que a demanda será caracterizada pelas tendências dos pólos opostos. Uma dessas tendências será os jogos voltados para um pequeno número de jogadores hardcore, a outra será os populares, grandes títulos, como o Resident Evil. Esse alvo é a audiência de massa e será focada na entrega do senso de entretenimento. De qualquer maneira, o importante para nós é cultivar cuidadosamente os elementos para ambos os tipos de jogadores com o intuito de lançar títulos que as pessoas apreciam por um longo período.

Acho o ponto de vista dele muito interessante e até plausível, porém, olhando para a situação do cinema norte-americano e traçando um paralelo com os games, custo a acreditar que a previsão se concretizará. Mesmo concordando que o poder esteja em nossas mãos, os jogos, filmes, livros, música e qualquer outra forma de entretenimento ruins continuará existindo, simplesmente porque nem todas as pessoas possuem um gosto mais apurado e enquanto houver um consumidor querendo comprar um jogo meia boca, haverá uma empresa disposta a produzí-lo.

[via Eurogamer]

Relacionados: ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar
  • marcoscs

    Dori, agora fiquei matutando uma coisa: o que seria um jogo ‘meia boca’?
    O que faria um jogo ser considerado meia boca, abstraindo questões de gosto pessoal por gêneros, estilos, etc, quais seriam os critérios mais objetivos para de dizer que um jogo é meia boca?
    Em filmes pra mim fica mais fácil, filmes com atuações canastronas, com histórias rasas e previsíveis, com efeitos especiais toscos ou de condução arrastada são falhas que definem claramente a ruindade de um filme.
    Mas em games eu não sei bem definir o que caracterizaria um jogo como sendo ruim.
    Atuações canastronas não contam porque não se trata de pessoas, obviamente.
    Histórias rasas também não são um critério muito bom, um jogo pode ter uma história totalmente banal e ser um puta jogo (quem precisa de grandes enredos num jogo de matar zumbis?).
    Efeitos toscos e produção porca podem ser defeitos graves em um jogo, Red Dead Redemption é um jogo lindo mas tem uns bugs chatinhos como carruagens flutuando ou casas que somem e aparecem que revelam falta de esmero e polimento da Rockstar com probleminhas que seriam fáceis de se resolver.
    Condução arrastada? É, isso seria uma baita bola fora em um jogo, para games ritmo é muito importante, imersão é tudo, e uma condução sem ritmo que te tira a concentração do jogo prejudica totalmente a experiência do jogador, é o tipo de coisa que ‘mata a pranta’.
    Enfim, eu acho que isso daria uma boa discussão: o que torna um jogo ruim?

    • @marcoscs, Junte todos os itens que você citou e terá um jogo ruim, ou então, simplesmente pense numa jogabilidade porca, aquele tipo de jogo que ninguém consegue passar alguns minutos e você terá um jogo ruim.
      Mas tudo bem, se você não concorda com minha opinião, jogo o ET do Atari, o Ballz do Mega drive, o Street Fighter: The Movie, o Superman 64 ou o Charlie’s Angels e verá que existem jogos que deixam claro o que é preciso para que sejam ruins.

  • Se os jogos seguirem a tendência do cinema então estamos @$%#$# ou não, teremos vários remakes de jogos antigos (o que pode ser bom ou não) e sempre que um modelo de jogo der certo surgirão dúzias de jogos semelhantes (o que também pode ser bom ou não), peguemos por exemplo o Castlevânia, teremos – Twilight Castle, Thirstvânia, Transilvânia Castle Ranger ou meu preferido Castelo da Vânia.

    Mas o lance de eliminarmos jogos ruins, concordo com a sua palavra, sempre haverá espaço para diferentes gostos e coisas feitas de mal gosto ou de bom gosto, tanto faz, prefiro assim sou otimista.

  • Mas o que seria um jogo ruim?

    Na minha opinião é impossível um game agradar a todos. Por mais que alguns achem tal jogo uma “Obra-prima”, sempre haverá alguém que não se identificou com ele. Isso quer dizer que a pessoa possui mal gosto? Claro que não.

    Por outro lado, um jogo pode ser detonado pela crítica “especializada” e pela maioria dos jogadores, mas certamente houve aqueles que gostaram.

    Acho que foi até por isso que a Sega vai lançar o Sonic 4 e o Sonic Colors em datas aproximadas: São dois jogos com estilos diferentes, para tentar agradar gregos e troianos. 😉

  • Jogo ruim sempre existiu. Achar que isso é novidade ou uma tendência do momento é besteira. Ou vai dizer que o SNES, o Atari e PSOne só tinham bons jogos.

    E como o Alexandre bem disse, o jogo ser bom ou ruim vai muito pela pessoa. Eu mesmo achei uma porcaria o Resident Evil 5.

    • GatoDescabelado

      @DiegoCBarboza, sim, pra mim o RE5 destruiu a série.

  • ChronoGlenn

    Acho que o rumo que o mercado de games está tomando, só faz com que os de gosto mais apurado tenham que procurar um pouco mais por jogos de qualidade.
    Mas isso já ocorre com hollywood mesmo….

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Walmart, Cupom de desconto Ricardo Eletro, Cupom de desconto Extra, Cupom de desconto Adidas, Cupom de desconto Submarino, Cupom de desconto Americanas, Cupom de desconto Casas Bahia