Games
Games
Digital Drops Blog de Brinquedo

Conseguirão os jogadores eliminar os jogos ruins?

Por em 30 de setembro de 2010
emIndústria relacionados 
Mais textos de:

Site | Twitter
  • marcoscs

    Dori, agora fiquei matutando uma coisa: o que seria um jogo ‘meia boca’?
    O que faria um jogo ser considerado meia boca, abstraindo questões de gosto pessoal por gêneros, estilos, etc, quais seriam os critérios mais objetivos para de dizer que um jogo é meia boca?
    Em filmes pra mim fica mais fácil, filmes com atuações canastronas, com histórias rasas e previsíveis, com efeitos especiais toscos ou de condução arrastada são falhas que definem claramente a ruindade de um filme.
    Mas em games eu não sei bem definir o que caracterizaria um jogo como sendo ruim.
    Atuações canastronas não contam porque não se trata de pessoas, obviamente.
    Histórias rasas também não são um critério muito bom, um jogo pode ter uma história totalmente banal e ser um puta jogo (quem precisa de grandes enredos num jogo de matar zumbis?).
    Efeitos toscos e produção porca podem ser defeitos graves em um jogo, Red Dead Redemption é um jogo lindo mas tem uns bugs chatinhos como carruagens flutuando ou casas que somem e aparecem que revelam falta de esmero e polimento da Rockstar com probleminhas que seriam fáceis de se resolver.
    Condução arrastada? É, isso seria uma baita bola fora em um jogo, para games ritmo é muito importante, imersão é tudo, e uma condução sem ritmo que te tira a concentração do jogo prejudica totalmente a experiência do jogador, é o tipo de coisa que ‘mata a pranta’.
    Enfim, eu acho que isso daria uma boa discussão: o que torna um jogo ruim?

    • http://www.vidadegamer.com.br Dori Prata

      @marcoscs, Junte todos os itens que você citou e terá um jogo ruim, ou então, simplesmente pense numa jogabilidade porca, aquele tipo de jogo que ninguém consegue passar alguns minutos e você terá um jogo ruim.
      Mas tudo bem, se você não concorda com minha opinião, jogo o ET do Atari, o Ballz do Mega drive, o Street Fighter: The Movie, o Superman 64 ou o Charlie’s Angels e verá que existem jogos que deixam claro o que é preciso para que sejam ruins.

  • http://www.unfear.com.br unfear

    Se os jogos seguirem a tendência do cinema então estamos @$%#$# ou não, teremos vários remakes de jogos antigos (o que pode ser bom ou não) e sempre que um modelo de jogo der certo surgirão dúzias de jogos semelhantes (o que também pode ser bom ou não), peguemos por exemplo o Castlevânia, teremos – Twilight Castle, Thirstvânia, Transilvânia Castle Ranger ou meu preferido Castelo da Vânia.

    Mas o lance de eliminarmos jogos ruins, concordo com a sua palavra, sempre haverá espaço para diferentes gostos e coisas feitas de mal gosto ou de bom gosto, tanto faz, prefiro assim sou otimista.

  • http://www.smash-club.blogspot.com Alexandre h

    Mas o que seria um jogo ruim?

    Na minha opinião é impossível um game agradar a todos. Por mais que alguns achem tal jogo uma “Obra-prima”, sempre haverá alguém que não se identificou com ele. Isso quer dizer que a pessoa possui mal gosto? Claro que não.

    Por outro lado, um jogo pode ser detonado pela crítica “especializada” e pela maioria dos jogadores, mas certamente houve aqueles que gostaram.

    Acho que foi até por isso que a Sega vai lançar o Sonic 4 e o Sonic Colors em datas aproximadas: São dois jogos com estilos diferentes, para tentar agradar gregos e troianos. ;)

  • http://diesoftgames.blogspot.com/ DiegoCBarboza

    Jogo ruim sempre existiu. Achar que isso é novidade ou uma tendência do momento é besteira. Ou vai dizer que o SNES, o Atari e PSOne só tinham bons jogos.

    E como o Alexandre bem disse, o jogo ser bom ou ruim vai muito pela pessoa. Eu mesmo achei uma porcaria o Resident Evil 5.

    • GatoDescabelado

      @DiegoCBarboza, sim, pra mim o RE5 destruiu a série.

  • ChronoGlenn

    Acho que o rumo que o mercado de games está tomando, só faz com que os de gosto mais apurado tenham que procurar um pouco mais por jogos de qualidade.
    Mas isso já ocorre com hollywood mesmo….