Novidades no posterous: posts agendados e ‘leia mais’

O posterous continua crescendo, trazendo novos recursos, melhorando sua plataforma, e tudo isso sem perder a esperteza misturada com facilidade que tanto o caracteriza. É, de longe, a plataforma de blogs mais simples do mercado, e ao mesmo tempo, uma das mais poderosas.

Apesar de todo esse avanço, a ferramenta ainda carece de alguns recursos básicos. A julgar pelos últimos dias, parece que o time de desenvolvimento passou a reservar algumas horas do dia para correr atrás desse tipo de prejuízo. Liberaram não uma, mas duas novidades que, a bem da verdade, não são exatamente “novidades”; a concorrência já tem esses recursos faz tempo, mas de qualquer maneira, são muito bem-vindos.

O primeiro deles é a quebra de post, comum em blogs com posts muito grandes, como o Meio Bit, por exemplo. Através do botão correspondente no editor in-browser, ou utilizando o comando #more quando o texto é enviado por e-mail, é possível “quebrar” o post em duas partes, acrescentando, na página inicial do blog, o famoso “leia mais”, no caso, “leia o resto desse post” (em inglês).

20100311-q9pxc4bdqbyp2dhqfm4yi

Já a segunda novidade é, a meu ver, mais útil: agendamento de posts. Isso permite que, por exemplo, o usuário escreva um post hoje e o agende para ir ao ar daqui a duas horas, ou dois dias, ou qualquer momento no futuro.

Mais uma vez, o recurso está disponível em todos os lugares, tanto no editor, quanto no bookmarklet, bem como no e-mail, onde o agendamento é feito no campo do assunto da mensagem.

O que talvez complique, especialmente para quem não domina o inglês, é a sintaxe, toda no idioma do tio Sam. Alguns exemplos, extraídos do blog oficial:

  • ((delay: in 3 hours))
  • ((delay: in 1337 minutes))
  • ((publish: on 3/12/2011))
  • ((publish: on March 12, 2011))

Como dito, essa informação deve constar no campo do assunto da mensagem, e pode ser combinada com outros comandos, como o de atribuição de tags/categorias. Exemplo:

  • Título do post ((tag: Curiosidades)) ((delay: in 83 minutes))

Assim, o post com o título “Título do post” será arquivado na categoria “Curiosidades”, e publicado daqui 1h23min.

delayed_publish

Além dessas novidades recentes, no final do mês passado a galeria de temas oficiais do posterous ganhou mais duas belíssimas opções, e levantou mais US$ 4,4 milhões junto a investidores. Sem nenhuma modéstia, os desenvolvedores dizem que o objetivo do serviço é torná-lo sinônimo de “postar”, da mesma maneira que o Google é sinônimo de “pesquisar”.

Grandes incrementos à ferramenta, mas ainda falta mais, como suporte a fuso-horários diferentes, e um editor in-browser mais robusto. Como orgulhoso e satisfeito usuário do serviço, digo que é bom ver o posterous crescer, num ritmo interessante, sem pressa, e sempre mantendo o alto nível que fez e continua fazendo sua fama.

Autor: Rodrigo Ghedin

Blogger, bacharel em Direito e acadêmico de Sistemas de Informação.

Compartilhar
  • gutokiske

    São “novidade antigas” que ajudarão bastante os usuários, pois são funções “básicas”, melhorando ainda mais o nível de serviço oferecido.

  • http://www.ManiaBrasil.com Xexell

    Posterous poderia ser customizavel que nem o wordpress.. Ai sim eles poderiam disputar de igual pra igual!

  • http://nada-aqui.blogspot.com Marcio Neves

    Opa, gostei do agendamento. Há algum tempo tenho usado o posterou como primário e o Blogger como “repost”. Estava faltando mesmo um agendador. Agora só falta ele acertar o fuso horário das postagens 😛

  • AndreR

    Pergunta: Porque que no google reader os breaks aparecem como <!–break–> ? Não tem como ocultar isso?

    • http://bilgi.com.br/mr moi.robles

      Não!

      O “break” é interpretado apenas pelas engines dos blogs, o reader do google (bem como o do outlook, do firefox e etc) não interpretam essa marca pois ela é basicamente parte do texto da postagem.

  • marsjomm

    Para mim são “novidades” bem-vindas, visto que viciei no posterous.

    Gostei muito do agendamento dos posts, era meio chato ficar escrevendo posts e ficar armazenando nos rascunhos do gmail.

    E vamos que vamos, o posterous é realmente fantástico e com essas novidades só tende a conquistar mais adeptos.

  • http://www.kerber.com.br claudiobr

    Com certeza não há nada de novo nessas adições, contudo, se pensarmos bem, se o posterous começasse fazendo a mesma coisa que os concorrentes, nem teríamos notado ele. O grande barato é que ele preza ser sinônimo de postar, o resto vem a reboque.

    O trabalho que tiveram para implementar o autopost com certeza foi maior do que seria o trabalho de incrementar o editor, oferecer mais temas e tal. Estou usando faz um mês e estou bem satisfeito.

    O recurso da API do posterous também é muito interessante, com ele você gera um XML contendo os posts que desejar e utiliza da forma que quiser para apresentar o conteúdo em outros sites.

    grande abraço,

    Claudio Br

    blog.kerber.com.br