Lenovo ZUK Z2 — Review

Se tem uma coisa que não posso dizer que sou, é um devorador de celular. Normalmente passo vários anos com um mesmo aparelho e embora o meu Moto G da primeira geração já estivesse pedindo para ser aposentado, ele ainda conseguia servir para o que eu precisava. Porém, há algum tempo eu estava de olho no Lenovo ZUK Z2 e quando tive a oportunidade de testar esse smartphone que não chegou a ser lançado no Brasil, não pensei duas vezes.

Com uma configuração parecida com a que temos no Moto Z, mas custando muito menos do que o “concorrente”, o celular parecia bom demais para ser verdade e após alguns dias utilizando apenas eles, pude comprovar sua qualidade e descobrir alguns probleminhas que o acompanham. Mas antes, vamos falar do que o Zuk Z2 é feito.

Especificações Técnicas

Com uma tela LCD de 5 polegadas e resolução 1080 × 1920 pixels (com densidade de 441 ppi), o aparelho possui uma qualidade de imagem muito boa e para entregar isso temos um um processador Snapdragon 820 quad-core rodando a 2,15 GHz, além de uma GPU Adreno 530. O Zuk Z2 ainda traz 4 GB de RAM e uma capacidade de armazenamento de 64 GB, mas um ponto negativo é que não há entradas para cartões de memória. Já a sua bateria é de 3.500 mAh (o Moto Z tem 900 mAh a menos) e infelizmente ela não pode ser removida.

Quanto a câmera, temos uma dianteira de 8 MP e uma traseira de 13 MP. O desempenho delas está longe de impressionar, mas também não farão feio em ambientes bem iluminados. Já em relação a vídeos, a de trás pode gravar com uma resolução de até 4K, enquanto a frontal alcança Full HD.

Visualmente o smartphone pode ser descrito como bem simples, contando com apenas um botão na parte da frente e por onde realizaremos grande parte de suas funções. Será com ele também que poderemos desbloquear o aparelho usando impressão digital ou alternar entre os aplicativos apenas deslizando o dedo para o lado. Conhecido como U-Touch 2.0, esse botão pode ser configurado de diversas maneiras, nos permitindo por exemplo abrir um determinado aplicativo apenas ao o mantermos pressionado. Demora um pouco para nos acostumarmos a ele, mas quando isso acontecer, o botão Home de outros Androids parecerão incompletos.

Pesando apenas 149 g, sua aparência lembra bastante a do iPhone 5s, com a adoção do estilo glossy tendo sido uma boa ideia. Porém, o fato do seu acabamento ser muito liso faz com que seja fácil deixar o smartphone escorregar, então aqui vai uma dica: tome cuidado com o local onde deixará o Zuk Z2, pois ele tem o costume de “andar sozinho”.

Sistema operacional

Este provavelmente é o principal defeito do Zuk Z2. Trazendo consigo uma versão bastante modificada do Android 6.0.1, sua interface é conhecida como ZUI e embora ela tente, não obtêm muito êxito em imitar a experiência que temos no iOS, mas isso nem é o pior. Com um sistema de notificações praticamente inútil, a tela de bloqueio também não agrada e ter que ficar com todos os ícones aparecendo na tela principal me irritou um pouco.

Um detalhe importante é que existem duas versões disponíveis do SO, com um voltado para o mercado chinês e o outro para o indiano. O problema é que enquanto este último possui menos bloatwares, ele também costuma receber menos atualizações, não tendo chegado ainda ao Android Nougat. Para piorar, o aparelho vendido pela Gearbest vem com uma ROM própria, onde não podemos alterar diversas configurações e assim deixando o celular “capado”.

Felizmente é possível encontrar as ROMs originais (tanto chinesa quanto indiana) para baixar e embora eu ainda não feito isso, espero alterar a do meu o quanto antes. Sem dúvida isso é um ponto negativo que deve ser levado em consideração ao comprar um Zuk Z2, mas que não significa que você não conseguirá aproveitar o aparelho sem mexer nas suas entranhas.

Desempenho

Embora eu venha de um celular bastante ultrapassado, sempre estou fuçando nos aparelhos de outras pessoas e por isso acho que posso dizer que, quando se trata do desempenho, o Zuk Z2 não deixa a desejar em relação a maioria dos aparelhos que existem no mercado. Mesmo com vários aplicativos rodando em segundo plano, ainda não percebi atraso nas respostas ou travamentos. Mesmo o ato de liberar  o celular usando a digital é algo que acontece quase instantaneamente e como o sensor conta com um algoritmo que vai se adaptando, a leitura se torna cada vez mais rápida.

Com o passar do tempo acho que terei uma melhor noção do que o conjunto é capaz de entregar, mas por enquanto estou bastante impressionado com a força do Zuk Z2 e adorando a sua bateria, que além de aguentar tranquilamente mais que um dia de uso e mesmo sem contar a tecnologia Quick Charge 3.0 da Qualcomm, não precisamos esperar muito para vê-la carregada.

Veredicto

Por ser vendido por menos de US$ 190, é praticamente impossível não recomendar um celular como o Lenovo Zuk Z2. Aqui no Brasil você gastaria perto de R$ 2.000 para adquirir um aparelho tão bom quanto ele, tornando-o um celular que muito provavelmente aguentará um bom tempo mesmo nas mãos dos mais exigentes. Tudo bem que ele não carrega consigo uma marca famosa como Galaxy ou iPhone, mas ao menos sabemos que é fabricado por uma grande empresa.

O único ponto que você deve pesar antes de investir num deste é em relação ao seu sistema operacional. Caso não te incomode usar uma ROM pré-instalada sem muitas opções de configuração ou perder algum tempo trocando-a para as versões originais que existem pela internet, acho que não encontrará uma aparelho tão bom pagando tão pouco.

Prós:

  • Custo × benefício
  • Especificações de ponta
  • Design limpo e sem firulas

Contras:

  • Bateria não removível e sem entrada para cartões
  • Sistema operacional limitado
  • Acabamento escorregadio

Nota do Editor:

O produto nos foi gentilmente cedido pela loja Gearbest, que vende o Lenovo Zuk Z2 por US$ 189,99 através deste link.

Relacionados: , , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis