Duas vezes mais rápidas, memórias RAM DDR5 chegam em 2018

Ao contrário do que alguns especialistas vinham afirmando, a memória DRAM não demonstra sinais de cansaço e não há planos dos fabricantes para interromperem sua produção por conta de pouca evolução no mercado de PCs em geral. A prova é que a JEDEC Solid State Technology Association, grupo responsável por definir os padrões de componentes microeletrônicos já assegurou o início do desenvolvimento dos módulos DDR5, que devem ser introduzidos no mercado (apenas clientes corporativos) já em 2018.

O entendimento de alguns críticos para o possível fim das memórias DRAM, com a DDR4 sendo a última a ser desenvolvida se baseava no fato de que os desktops e notebooks pouco evoluíram nos últimos quatro anos. Isso justificaria uma estagnação do modelo, com os atuais consumidores (finais e corporativos, em especial esses últimos) tendo que se virar com o que existe hoje; no entanto, com cada vez mais investimento na Realidade Virtual e Aumentada é importante contar não apenas com mais capacidade de memória RAM, mas também com uma maior velocidade.

Hoje a memória DDR4 opera em uma frequência entre 800 e 4.266 MHz, com uma voltagem tensão entre 1,2 e 1,4 V; a JEDEC não deu números exatos mas promete que os trabalhos acerca da definição das especificações da DDR5, iniciados agora buscam dobrar as características de sua antecessora. Ou seja, duas vezes mais capacidade e velocidade aliado a uma maior eficiência energética, segundo a associação.

A meta é já oferecer os primeiros módulos para servidores e outras soluções de alto desempenho já no próximo ano, enquanto os usuários finais deverão esperar o lançamento dos módulos comerciais um pouco mais; embora não haja nenhuma data específica espera-se que os pentes para a próxima geração de placas-mãe deverão ser disponibilizados somente em 2020, já que dependem de outros fabricantes como Intel e AMD para fins de suporte.

Há quem diga que a RAM como a conhecemos está perto do fim, graças a soluções como a tecnologia Octane da Intel para acelerar o processamento de memória através de módulos M.2, com um salto considerável de velocidade (ainda mais para quem utiliza SSDs). Há a possibilidade de que a memória Flash no futuro dispense completamente o uso de RAM, mas ao menos num primeiro momento este não é um luxo que os fabricantes podem se dar. Por enquanto, que venham as RAMs DDR5.

Fonte: JEDEC.

Relacionados: , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar
  • Salvo engano, esse tipo de memória já não é usado em GPUs high end?

    • Carlos Cabral

      GDDR5, que é baseada em DDR3 SDRAM.

    • Inquisidor

      de gpu é a Gddr 5

  • Bruno Renostro

    É preciso muita cautela ao determinar a morte de qualquer que seja a tecnologia, memoria RAM de alto desempenho é um componente muito importante, tanto para Workstation quanto computadores gamers, e esses mercados só tendem a crescer, logo a fome por novas tecnologias é enorme

  • Inquisidor

    e precisa de mais velocidade de ram?

  • Inquisidor

    memoria ram é o passado, a amd está perdendo tempo, deveria logo fazer uma apu boa com a memoria HBM2 já integrada e engolir o mercado.

    • Caio Fraga da Luz

      HBM2 é uma tipo de nemoria Ram

  • Cocainum

    E eu ainda tenho máquinas usando DDR2…

    • Manoel Jorge Ribeiro Neto

      Eu também 😛 ! Tenho um PC com 9 anos de vida com processador Core 2 Duo e 4 GB de memória DDR2 e ele ainda me atende bem: programo e assisto a vídeos full-HD tranquilamente (e ainda jogo games mais antigos, de 5 anos atrás, com qualidade razoável). Tenho outro mais recente, com processador Core i5 (de terceira geração) e 12 GB de memória DDR3, mas o mais “velhinho” ainda é muito utilizado.

      • Gustavo Rotondo

        Programo em JAVA num dual core e 4gb rambo ddr2

        😀

    • duhehe

      escrevo essas palavras de um Athlon X2 240, com 4gb DDR2
      Não pode abrir muitas abas do chrome ou firefox ou qualquer browser… mas da para o gasto.
      Só vou aposentar ele ano que vem, 10 anos de uso, 10 horas por dia 5 dias por semana.

  • Angelo Vale

    A memória DDR3 ainda deve permanecer no mercado por mais uns 2 anos, já que ainda existem pessoas que ainda procuram DDR2 para PCs mais antigos. Nem todo mundo pensa em jogar um PC no lixo justamente porque ele está defasado tecnologicamente. Eu por exemplo, apenas troco quando ocorre a perda da placa mãe e sua substituição se torna difícil.

  • Macaquinho feio do bananal

    sempre a mesma historia “9x mais rápido”, quando os testes são feitos, 1.2x mais rápido….

  • Theuer

    Sempre achei que o Kernel de um OS deveria vir em um pente de RAM.
    Seria bom para o usuário pela velocidade, bom para o fabricante pela redução de pirataria… Enfim, o tempo passou e agora já temos Boot em 9~10″. 🙂

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis