ad

Vice anuncia um “Namoro no Snapchat”, o 1º reality show da plataforma

namoro-na-tv-snapchat

A frase do poeta e dramaturgo inglês William Congreve “o inferno não conhece fúria como a de uma mulher rejeitada” cai como uma luva na relação atual entre o Facebook e o Snapchat. Após este recusar uma oferta de compra por US$ 3 bilhões Mark Zuckerberg levou para o lado pessoal e decidiu aniquilar o concorrente, copiando na cara dura todas as suas funcionalidades e as introduzindo em todos os seus apps.

Tanto o aplicativo principal do Facebook (o recurso Stories, que estava em fase de testes começou a ser liberado para mais usuários nesta semana) quanto o Messenger (com o Messenger Day), o WhatsApp (os Status efêmeros) e o Instagram (este realmente tendo incomodado) agora fazem o mesmo que o rival, permitindo publicações de fotos e vídeos com prazo de validade.

Só que a Snap Inc., que recentemente foi a IPO não é besta e percebeu uma coisa há algum tempo: tais recursos são meras perfumarias e é possível transformar o app em uma rede social completa, graças à forte adesão dos jovens. Parcerias com sites e veículos de mídia garantiram geração de conteúdo exclusiva, com postagens e vídeos adequados para o Snapchat e que muitas vezes não estão disponíveis em outros lugares.

O que faltava então? Produzir conteúdo de entretenimento de verdade para a plataforma. A Vice Media, uma das parceiras da Snap anunciou o primeiro programa de variedades produzido exclusivamente para o Snapchat, um reality show de encontros românticos não muito diferente dos já clássicos The Bachelor e variantes nos Estados Unidos, ou do nosso Namoro na TV apresentado por Silvio Santos décadas atrás (e que também gerou uma série de filhotes).

O programa chamado Hungry Hearts estreia em breve, será apresentado pelo rapper e ex-chef Action Bronson e terá oito episódios. A fórmula é a mesma de sempre: dois corações solitários terão direito a um período juntos para se conhecerem melhor e decidirão no final se darão uma chance a um segundo encontro, se é namoro ou amizade. A ideia de uma temporada curta tem a ver com a própria efemeridade da plataforma, logo você não terá uma atração com várias temporadas e trocentos episódios.

A Snap não pretende parar por aí e informa que possui outras produções originais engatilhadas através de parcerias com canais como NBC, ABC, BBC, Turner, New York Times, Discovery, Time e A+E, entre outras. Spin-offs do Saturday Night Live, do The Voice e do Tonight Show with Jimmy Fallon estão entre as futuras atrações, bem como um companion show de The Bachelor da ABC, um Planet Earth II da BBC e um novo reality show da A+E, chamado Second Chance.

Isso pode dar uma maior segurança ao Snapchat, que resistirá mais aos constantes ataques de Zuckerberg. Claro, o Facebook também está se mexendo para prover conteúdo original (o Instant Articles foi o primeiro passo, agora ele quer programas de TV e streaming de games) e não deve deixar essa passar batido. Ou seja, essa briga ainda está longe de acabar.

Fonte: TechCrunch.

Relacionados: , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis