ad

Star Trek — quando arte e ciência se encontram

Quando o filme Viagem Fantástica foi lançado a divulgação de que a novelização seria feita por Isaac Asimov foi grande. Era um nome de peso que dava credibilidade à história. Na prática ele foi quase coagido a fazer o livro, e teve que se virar para corrigir a maior parte dos erros científicos. Acabou mais tarde escrevendo seu próprio Viagem Fantástica 2, para compensar o que cometeu no primeiro.

É comum cineastas associarem cientistas a seus filmes, como consultores. Na prática o script sempre fala mais alto, então não adianta ter Kip Thorne em Interestelar, se temos que engolir que enfrentar um fungo é mais difícil que migrar toda uma civilização para outro planeta.

Algumas vezes a parceria dá certo, em The Martian os consultores científicos e o resto da equipe trabalharam em harmonia, mostrando que não é preciso homenzinhos verdes para tornar Marte interessante.

Jornada nas Estrelas, por não ser ficção científica Hard, tem muito mais espaço de manobra, ingressando em campos esotéricos sem perder o pé na realidade. Em All Good Things, último episódio da Nova Geração a Enterprise encontra uma anomalia de antitempo, uma região do espaço onde o tempo anda pra trás. Fui pesquisar, existe esse conceito em cosmologia quântica.

Um bom trabalho de consultoria técnico/científica por exemplo é o de Mr Robot, onde o mega-hacker protagonista diz que a segurança do Wi-Fi que querem invadir é WPA2 e ele precisa de uma semana pra achar a senha. Nada de GUIs em Visual Basic ou escrever “OVERRIDE” em um console.

cassini-1

Idealmente o consultor científico de um filme ou série é mais que uma figura a ser consultada em caso de dúvida. O bom consultor participa de todo o processo criativo e dá sugestões. Foi o caso da Dra Carolyn Porco. Ela trabalhou com a Voyager, a Cassini e a New Horizons, tendo contribuído para a obtenção de imagens fantásticas de vários planetas do Sistema Solar.

Ela foi consultora do primeiro Jornada nas Estrelas de JJ Abrams, que ressuscitou a franquia no longínquo ano de 2009. Além de garantir que as estrelas estavam certas, ela foi além, sugerindo uma cena que por sua vez provocou uma alteração em cascata no script.

Para surpreender os romulanos malvados a Enterprise volta para o Sistema Solar, saindo de dobra não no espaço interplanetário, mas dentro da atmosfera de Titã, a maior Lua de Saturno. Carolyn era a pessoa certa, afinal sua sonda de pouso, a Huygens efetivamente foi aonde nenhum homem jamais esteve, em 2005:


Richie086 — Huygens Landing on Titan

Sendo profunda conhecedora de Saturno e adjacências, Carolyn Porco sugerir a cena que seria tão épica que acabaria repetida em todos os outros filmes da franquia: a Enterprise surgindo nas nuvens de Titã.

Exemplo impecável que um pouco de ciência pode ajudar a arte a criar momentos épicos, e sim, eu junto com o cinema todo aplaudi essa cena!


Kevin Davis — Star Trek 2009 – Enterprise Above Titan

Fonte: Diamond Sky Productions.

Relacionados: , , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz e Calcinhas no Espaço.

Compartilhar
  • K9s10

    Muito louco!

  • Flávio Pedroza

    “… e ele precisa de uma semana pra achar a senha.”, e se ao invés de um só cara fossem dois, usando o mesmo teclado ao mesmo tempo, não resolveria mais rápido?
    https://youtu.be/u8qgehH3kEQ

    • Cara, eu adoro a série, mas eles forçam a barra de umas maneiras muito sem noção. Nessa cena eles se superaram! Mas pelo menos não forçam tanto quanto Blindspot, com todos os “aviônicos” duplicados… no porão da aeronave. ¬¬

      • Bah, fichinha perto de Scorpion e o cabo de rede do avião 😀

        https://www.youtube.com/watch?v=buHaKYL9Jhg

        • o.O
          Mano…

        • Ricardo Schneider

          Além de todos os absurdos da cena, ainda tem o carro cantando pneu naquela velocidade…

        • O que eu acabei de ver?!

    • Raphael Figueiredo de Souza

      Eu quase chorei vendo essa cena…

      • major505

        Detalhe que ele interrompe o Hacking desligando o monitor.

        • Raphael Figueiredo de Souza

          E as janelinhas pulando na tela? Parece aqueles “malware” que tinha na época do ICQ ou do MSN, que abria janela, abria porta de CD e tal.

    • major505

      Deus do céu.. eu vi isso e quase vomitei quando vi a primeira vez…. Dizem que é meio que uma competição entre roteiristas, escrever a cena mais idiota de hacking… se for, esse roteirista ganhou de longe.

      • Flávio Pedroza

        Quê! Não ouse zombar de NCIS! Vou hackear seu computador agora!
        afjalfj af jaofijoai foajf oaij roiewujrfj ipo jrioew jfaj 10248u9023 5v902 5i0250q14u9 u4r1ju04 9uf9 ur432iu4r903 09u093u490 3u09urf90ur490u30r93902u4903 r09u409u3094u32094u 0932uj3 r90u493 3094 u903u4 093u490324 0c9ru032u5 0582 1 098u9ureuwr 0weujf908 ur943ui4 9ruj90hjg ihbhçfahghpoiwer 0uj f093u 90ruj093 uf093u r09u 09u fg09u4r902u3r90 u0uyht893y4088yr5835uuqte q9qr u09quwer 09qeu r09q ur09qr09r 09qw r0q95470987450395 90ruq00t 0q35493 509305378 q9u0qq 85r9q 3745302987580932 537 q9q7urq7qr0927453021375012 nvfuj0q0qu45709328750132 5t07054710325710275832yrt0734957-5049 120389 ru07qe5097q1250-175yt iokhfgbnklnÇJPOI awu|uruoiahqapo8yur9eufiuPOU7RT0uiqahjfoipaUPt90guq0q0q 50r 0q7q50 u09q 50fupq r
        GUA0UQ0U QT QRUTG0T0UQ QRJG9 UQG-0POIGFPOF GPSFOGI0-EWRIT-

    • Se pusessem alguém no mouse então, já imaginou o estrago?

      ahuASHSHHUASHUSAUHUSHUHSUAHUSHAUHUSHUHSUH

      https://uploads.disquscdn.com/images/c959b5fc6898a53c4d6004963c131c06e45d38c06172990242f90c1a656060c9.gif

    • Nilson Morais

      Adoro NCIS mas essa cena foi difícil de engolir.

  • gfg

    Hoje as superbactérias são um prolema real, porque um fungo também não poderia vir a ser? E se levar em conta que em 90% dos filmes Hollywoodianos só existe 1 pais no globo e é sempre ele que salva a humanidade, acho o roteiro perfeitamente plausível.

    • -_-

      Acho que o problema é decidir que a melhor solução seja abandonar o planeta. Não seria mais simples e barato simplesmente devolver um predador usando engenharia genética? Ou um pouco mais radical: criar estufas na órbita da Terra? De qualquer modo, tiveram que fazer algo parecido, afinal de contas no fim do filme parece que levaram cidades inteiras, incluindo plantações, para o espaço.

      Edit1: para mim os heróis do filme são aqueles robôs, que várias vezes salvam o dia. O humano quase cagou na calça para acoplar o módulo na nave, isso em condições ideais. O robô conseguiu acoplar com a nave semi destruída, girando que nem um pião e caindo aos pedaços no planeta.

      Edit2: o historiador Yuval Noah Harari, no livro “Homo Deus”, considera que, se não nos auto destruirmos antes, conseguiremos feitos que durante milênios não eram possíveis nem em sonhos: fim das doenças, da fome, das guerras em grande escala. Para Harari, o desafio do futuro será escolher qual nosso sucessor: um “super humano” ou uma inteligência artificial.

      • Daniel

        Parece bem interessante esse livro… vou procurar.

      • gfg

        Depende, se a praga chega de surpresa e for muito mutável, talvez não de tempo de encontrar uma solução, ainda mais quando a ciência é jogada pra escanteio.
        Os cilindros de O’Neill foram criados depois, quando a ciência voltou a ser fundamental, pelos humaninhos que a Dra criou.

        Obs: Os relatos no final são reais.

        • -_-

          Nos filmes qualquer coisa pode acontecer, mas o filme precisa conseguir antes a suspensão de descrença do espectador. Se o filme tenta vender “real science”, o espectador espera explicações mais plausíveis do que a ciência se jogada pra escanteio e a NASA virar um tipo de maçonaria.

          • gfg

            Experimento mental.
            Levando em conta só o pais norte americano, se hoje surgisse algo do tipo, você realmente acredita que meia duzia de cientistas convenceriam o presidente a gastar metade do PIB em pesquisas(sem nenhuma garantia de sucesso), quando as pessoas estão começando a passar fome?

          • -_-

            Se o presidente do país do Norte não acredita em ciência e isso se prolonga a ponto de atrapalhar as pessoas, os cientistas migram para outros países. Por exemplo, os EUA decidiram não construir um acelerador de partículas gigante, mas ele foi feito mesmo assim.

            Para a Ciência morrer a ponto da Humanidade perder para um fungo, todos os países da OCDE, por exemplo, precisariam mudar de mentalidade radicalmente em relação ao que se acredita atualmente.

    • Interestellar falha miseravelmente em ciência de Ensino Fundamental.

      • gfg

        Falha onde exatamente?
        Pois muitos físicos adoraram a ciência do filme.

        • leoncral

          Vai da moral pro Pryderi? Ele odeia por odiar. Não precisa de motivo.

          • Não tenho culpa se as princesas nunca refutam meus questionamentos. Os de vocês, por serem simplistas, são muito fáceis.

            Mas tudo bem. Eu entendo que vocês tiveram um péssimo ensino fundamental. Eu posso arrumar um descontinho no colégio onde leciono 🙂

        • 1) Não é “aonde”. É “onde”

          2) Físicos não entendem de biologia básica, pelo visto.

          3) O próprio Neil deGrasse Tyson zuou o filme no podcast dele.

          4) https://ceticismo.net/2015/02/04/interestelar-a-gravidade-da-ma-ciencia/

          • Vila Jr

            Não existe zuar. É zoar. Ensino fundamental ajuda neste tipo de coisa.

          • gfg

            1) Obrigado professor Pasquale.

            2) Deve ser por isso que o filme se chama Interestelar, não Biocelular.

            3) Neil deGrasse aquele que disse que é IMPOSSÍVEL Musk levar pessoas pra marte?

            4) No dia que eu aderir ao masoquismo e tiver tempo de sobra, hei de responder o post.

          • Wallacy

            Não que faça diferença. Mas o Neil apenas disse que Musk não iria sem ajuda ou antes das NASA.

            Ele errou no fator motivacional de qualquer forma.

          • gfg

            https://www.youtube.com/watch?v=h2PWGegjoKw

          • Wallacy

            Exatamente o que eu disse antes. Ele disse que empresas privadas não irão liderar os investimentos para uma eventual colonização.

            Ele nunca disse que a SpaceX não é capaz de levar pessoas a Marte. Não de forma 100% privada.

            E ele provavelmente tá certo, certamente as primeiras missões serão 100% científicas financiadas pela NASA.

            Isso é claro como o sol, a NASA inclusive já concordou em ceder telemetria e acesso a deap space web em troca de dados sobre os esquemas de pouso. Será uma join venture.

      • Zalla

        indique onde, pq o filme é quase um hard ficction

      • Alexandre Salau

        Eu gostei bastante do filme quase até o final mas quando descambou pro sentimentalismo e usou aquela desculpa (argh, quase esgurmitei) do amor como dimensão física atemporal … shit, aquilo jogou todas as 2 horas anteriores no ralo.

  • “a segurança do Wi-Fi que querem invadir é WPA2 e ele precisa de uma semana pra achar a senha”

    123456 [ENTER]

    • Luiz Claudio Eudes Corrêa

      meuoiveloxwifi [ENTER]

      Pelo menos até 2013 conectava na maioria dos Wi-Fi da Oi, mas dependendo da idade do dono do Wi-Fi é mais fácil perguntar o número do telefone e digitar no campo da senha, ou simplesmente arranjar uma desculpa pra entrar na casa e olhar o adesivo em baixo do roteador com a senha.

      “Oi vizinho, fiquei trancado fora de casa, posso usar seu telefone pra ligar pra um chaveiro?”

  • É engraçado quando a realidade cópia ficção, mas é mais engraçado ainda quando você vê o filme e nota as desatualizações, por exemplo, no século 22 de star Trek, o inigma de Christian Goldbach ainda não foi resolvido.

    • Black Bomberman

      Sério? Em qual parte?

      • Não dá para lembrar. Mas acho que deve ser na terceira temporada.

    • Filipe Aguiar

      E já existe solução pra a conjectura forte de Goldbach? Não sabia. Sabia que solucionaram a fraca, dos números ímpares.

      • Sim, é dessa que estou falando.
        Acho que a resposta do enunciado foi em 2013, uma pena, já que se ele esperasse até esse ano, 2017 é primo !!! 🙂

  • Rafael Carvalho

    Esse fim de semana assisti o into the darkness e o beyond. Benedict como Khan é fenomenal 😀 Vou assistir o Star Trek novamente. Essa cena é a desculpa 😀

    • Rafael Carvalho

      Em tempo: Uma pena que o JJ Abrams “aposentou” o Chekov por causa da morte do ator. Não vai ter recast pra sequência 🙁

      • Zalla

        coloca outro cara com outro nome, deixa o nome chekov descansar

    • Vinícius

      Beyond é bom mesmo? Perdi de ver no cinema, e li críticas muito variadas a respeito do filme.

      • Eu fui com uns 5 pés atrás, no final é um puta filme, mais Star Trek até que o primeiro.

        • Julio da Gaita ✔

          hahha, certíssimo Cardoso, é “muito” Star Trek, por isso que não gostei…rs, mas respeito quem gosta, minha esposa assiste até hoje a “1º Temporada” e adora…rs

      • Wallacy

        Eu gostei, mas na minha opinião foi o pior dos três. Porém tem seus méritos. Vale conferir.

      • makotokinomura

        Imperdoável como o filme é resolvido. Parece coisa de Hora de aventura (lá seria bom). Sério, a resolução estraga o filme inteiro.

      • Rafael Carvalho

        Veja bem, os 2 primeiros elevaram MUITO o nível dos filmes. O terceiro apesar de ser ÓTIMO, você fica com a sensação de que não é digno dos 2 primeiros, mas eu achei um PUTA filme. Vale a pena ver sim 😀

        • Julio da Gaita ✔

          resumiu o que penso, só achei o Beyond mediano mesmo, e achei bem bobinho e raso tem umas cenas boas, mas preciso ver de novo pra ter certeza que não estou sendo cuzãozinho…rs

          e já falei da trilha sonora? toca umas boas, tbm desde que tocou Rage Against the Machine no primeiro, fiquei dando rewind pra ver de novo aquela cena do kirk kid dando fuga na polícia… dificil ser mais bad ass do que aquilo…rs

          • Rafael Carvalho

            Ou a cena da morte do pai dele. O filme já começa dizendo “Ok, vamos ser foda, se segura aí na cadeira…” coisa que falta no terceiro.

        • Vedek Pedro

          O problema é o saudosismo. A cada momento do filme colocam easter eggs e referências à séria clássica. Pode parecer legal para quem entende, mas Star Trek é muito mais que olhar para o passado, é olhar para o futuro. Aliás, é isso que esses filmes do JJ não fizeram nunca e a nova série não vai fazer. Ninguém quer sair da zona de conforto e criar algo totalmente novo.

          • Rafael Carvalho

            O que depois de 3 filmes, começa a cansar 🙂

    • Nilton Pedrett Neto

      Beyond é ruim DEMAIS. Consegui gostar das baleias mais que esse novo filme… Pqp.

      • “Consegui gostar das baleias” cara, não perde mais seu tempo com Star Trek, não é pra você essa franquia.

        • Henrik Chaves

          Sabe que descobri recentemente que tem todo um grupo de fãs (ou “fãs”?) de Star Trek que ABOMINA o quarto filme.
          Claro, ninguém é obrigado a gostar, mas não consigo entender. Seria o filme que eu recomendaria para quem não conhece a franquia (exceto pelo fato de precisar de todo o contexto dos dois filmes anteriores para ser entendido, então termino recomendando “A Ira de Khan”, mesmo).
          “A Volta para Casa” é sensacional. Despretensioso, leve, divertido, com um roteiro que é, sim, puro Star Trek e uma bela mensagem (hoje já meio batida, mas não em 1986…).

          • Zalla

            desconheço tal grupo, tem gente que acha o quinto filme bemmm pior…aliás muitos acham que é o pior de toda franquia, só perdendo pro episódio onde o cérebro do spock é retirado

          • Henrik Chaves

            Que o quinto filme é o mais fraco acho que é meio consenso. Descobri a existência do pessoal que odeia o quarto meio por acaso, lendo comentários* pelas interwebs da vida de uns anos para cá.

            E o famigerado episódio do cérebro do Spock é tão ruim que dá a volta e fica interessante.

            * Sei que é um péssimo hábito, mas velhos vícios são difíceis de tirar….

          • Aviso: Neste blog não mencionando O Cérebro de Spock.

    • Coffinator

      Bomerict Czarntatch deu show mesmo, espero que ele apareça em algum próximo filme. O Beyond também vale a pena ver.

  • Rafael Fortes

    Nunca tinha visto esse video do pousa em titan e CACETA QUE TROÇO FODA!
    Obrigado cardoso!

  • Matheus Vieira

    A música-tema desse filme é fantástica.

  • Raphael Figueiredo de Souza

    A “GUI em Visual Basic” dessa sonda sim é coisa de filme! Tem até uma animação da sonda, com para-quedas e tudo!

  • Icaro Kossmann

    Posso estar levemente enganado, mas essa história, e se for a mesma mulher, tem algumas pequenas diferenças. Em um Star Talk, com o Neil Tysson, uma pesquisadora que estava envolvida com a Sonda Cassini foi chamada pela produção de Star Trek para bolar um plano de esconder a Entreprise dos ‘radares’ romulanos, então ela sugeriu que escondesse a nave no sistema saturniano, porque o campo magnético do planeta confundiria os radares, a decisão de fazer a nave sair das nuvens de Titã foi da produção. O problema, segundo ela, é que pro que o filme queria sugerir, esconder a nave nas nuvens de Titã não esconderia dos radares romulanos, já que o campo magnético de Saturno é mais fraco por ali, ela achou que a nave seria escondida nas nuvens do próprio planeta.

  • Jefferson Viana

    Uma das primeira coisa que acompanhei na tv foi star trek serie original, passava na band ou outro canal , não me lembro bem, mas lembro o quanto me marcou, depois vi nova geração, já um pouco mais velho , aquela ideia de mundo me cativou profundamente, tomara que caminhemos pra um futuro assim.

  • Henry

    Acho que estou ficando velho e chato, só vi problemas nessa cena:

    1 – Acho que a atmosfera de Titã não é tão densa assim.

    2 – Se fosse pra esconder a nave, era melhor sair de dobra na atmosfera de Saturno mesmo, que é um alvo bem maior, e com menos chance de colidir a nave contra um corpo rochoso por causa de um erro de cálculo na 267ª casa decimal.

    No mais, concordo que a cena é bonita. Mas a cena da Enterprise em dobra em Beyond é minha preferida.

    https://uploads.disquscdn.com/images/a71b155dac19a1ac6c2ec3d5b01532d4d6f480375984c36c2e8ce2b996059eff.gif

    • A pressão atmosférica de Titan na superfície é 1.45 vezes a da Terra, na massa total Titan tem 1.19x a atmosferra terrestre, mas como é muito menor, isso dá 7.9x mais massa pela mesma área. Atmosfera de Titã é BEM densa, e se estende bem longe no espaço, quase 1000Km.

      • Henry

        Legal saber disso, obrigado!

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis