Miyamoto ainda está preocupado com a realidade virtual

Em meados de 2014 Shigeru Miyamoto concedeu uma entrevista à revista Time onde mostrou todo seu descontentamento com os dispositivos de realidade virtual. A maior preocupação do lendário game designer era sobre a maneira como a tecnologia poderia isolar os jogadores, algo que há muitos anos a Nintendo vem lutando contra.

Esta semana o japonês voltou a conversar com o periódico e em embora ele tenha admitido que alguns problemas foram resolvidos desde então, voltou a criticar a tecnologia que vem tentando ganhar seu espaço.

Em termos de estarmos juntos online na realidade virtual, acho que muitos dos problemas foram resolvidos ou começaram a ser resolvidos. Isso é algo que estamos examinando, também. Mas quando eu vejo as pessoas jogando em realidade virtual, me preocupa. Como por exemplo se um pai vê seus filhos jogando em realidade virtual, ele provavelmente também ficará preocupado. Outro problema e desafio que acho que todos enfrentam é sobre como criar experiências para realidade virtual que sejam tanto curtas o suficiente quanto totalmente desenvolvidas.

Mas mesmo com todas essas ressalvas feitas por Miyamoto, há algum tempo vem circulando pela internet a especulação de que a Nintendo estaria cogitando lançar um dispositivo de realidade virtual para o Switch, possibilidade que ganhou força após a empresa pedir o registro de uma patente para um HMD.

Outro detalhe que torna o lançamento de um Switch VR algo possível foi um comentário feito por Tatsumi Kimishima, onde o presidente da BigN disse que o anúncio do novo console não significava que tudo havia sido revelado e que no futuro eles poderiam lançar acessórios ou incrementos de hardware.

Enfim, devido a toda a incerteza que cerca a realidade virtual atualmente e o fato de a Nintendo estar prestes a colocar um novo videogame no mercado, acho compreensível eles estarem esperando um pouco para ver como esse cenário se desenvolverá. Já quanto a Shigeru Miyamoto, sinceramente não sei se ele tem motivos para tantas preocupações. Talvez seja algum trauma com um tal de Virtual Boy.

Relacionados: ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar
  • Mesmo depois de 20 anos o Virtual Boy ainda é um fantasma a se considerar.

  • Adan Casagrande

    Acho que entendo a preocupação dele. Diferente dos consoles, um HMD só pode ser usado por uma pessoa de cada vez, tornando bem mais difícil aquela jogatina família que a Nintendo gosta. Em vez disso, como ele tapa seus olhos e ouvidos, ele te isola totalmente das pessoas em volta. Fora que ainda não temos experiências multiplayer realmente legais e únicas na VR.

    Enfim, acho que tudo isso deve se resolver sozinho com o tempo, se os HMD sobreviverem até lá.

    • Jean Franco

      A Nintendo pode usar um “approach mais HoloLens” que VR de fato. Acho mais a cara da Nintendo.

      E imagina que bacana ver o Mário correndo pela sua sala.

      • bruno miranda

        Ela já abordou isso no 3DS, tinha até um joguinho bem interessante com cards.

      • Fernando Silva

        Ela tem experiência com VR, vide o VirtualBoy…

  • Samuel

    Eu já tô preocupado é com a realidade mesmo.

  • Ivan

    Daqui 3 anos sai o switch vr, com tela melhor, melhor bateria e por ai vai,não será nenhuma novidade conhecendo a nintendo.

    • Maom

      Tomara! Ciclos de 3 anos seria perfeito para uma plataforma portátil. Imagina daqui a 3 anos um novo switch com muito mais poder de fogo e ainda levando nas costas todos os jogos compatíveis do switch anterior, numa biblioteca infinita de antigos e novos jogos a cada 3 anos igual foi com o DS que ainda tem seus jogos rodando numa boa no new 3ds, só que com jogos completos AAA como por exemplo skyrim e afins.
      Imagina que cenário perfeito daqui 4 anos uma pessoa se interessa em comprar o switch 2 e vai poder jogar o zelda, skyrim, fifa do ano, todos os marios, GTA (no novo, popular e potente switch 2), batlefields/COD, resident evil VR, etc… E tudo isso por míseros 300 dólares a cada 3 anos. Eu gastava 700 dólares por ano em smartphone até pouco tempo atrás.

      • Ivan

        Só espero que não façam jogos exclusivos pro “new switch”….

        • Maom

          Pq não? Tomara que façam. Na verdade, tem que fazer. É pra isso que as pessoas vão querer o novo switch, que se existir jogos q só rodem nele, significa que a gama de jogos é mais poderosa e precisa do novo hardware mais potente. Oq espero que não ocorra é a falta de retrocompatibilidade, isso sim. E nos portáteis (nintendo DS) a nintendo vem mantendo a retrocompatibilidade de um console lançado a mais de 12 anos atrás!!!
          O que não pode é não existir a necessidade para o novo console já que os jogos novos rodam em ambos. E é isso que está fazendo o mercado de smartphones cair, já que os aplicativos e jogos que outrora eram pesados e demandavam um processador melhor ou novos recursos como giroscópio e afins, hj são produzidos para rodar em todos os smartphones antigos para vender mais e faz com que não exita necessidade de se trocar o celular e ao mesmo tempo não existam mais jogos pesados sendo produzidos para esse ambiente.

          • Ivan

            Pq não é um console novo é uma melhoria de um que já existe, se querem lançar um grafico melhor que façam isso e de pra jogar no antigo, igual farão com o ps4pro, pc fazem isso muito bem, tem como jogar num pc com graficos no ultra e em um mais simples com graficos no low, ainda mais que o switch não é focado em graficos lançar jogos exclusivos é só pra forçar a comprar o novo console sem grandes melhorias.

          • Maom

            O switch não é focado em gráfico é diferente de ignorar completamente a evolução dos gráficos. Se a tecnologia daqui a 3 anos, possibilitar a construção de um novo switch rodando 4k e custando o mesmo e durando o mesmo, a nintendo não vai ignorar. Agora se fizer o console custar 500 dólares ou durar meia hora fora da tomada, é claro que vai.
            E o 3ds foi “outro” console mas não passa de uma evolução do DS. Com mais firulas como o 3d e processadores melhores. Foi um sucesso e dentro de pouco tempo todo mundo fez o upgrade e o mercado só passou a produzir jogos mais potentes pra ele mas permitia que os antigos jogos do DS pudessem ser ainda usados e comercializados. O new 3ds não emplacou pq não foram feitos jogos exclusivos e mais potentes que chamassem a atenção dele. Até pq tá na cara que a Nintendo já estava focada no switch e não perdeu tempo nem recursos para bombar a biblioteca do new 3ds.
            E todo console novo não passa de uma melhoria de um que já existe. Oq seria de um novo console sem um jogo mais potente ou com novos recursos para justificar sua compra?

          • Ivan

            Então é melhor lançar um switch 2 com melhorias significativas do que um com pouca coisa melhor e com jogos exclusivos, se quer lançar uma versão melhorada não force a trocarem de console, que troquem pq vale a pena a melhoria.

      • Ivan

        E pqp pagar 700 dolares por ano trocando cel pra mim é burrice, mas se vc gosta vai na fé kkk

        • Maom

          Não era burrice e não me fazia falta. Dos anos 2007 até 2013 mais ou menos um ano era uma montanha de evolução tecnológica. Para entusiasta de tecnologia, como eu, era necessário. E dinheiro é subjetivo. Pra vc 700 dólares pode ser uma montanha de dinheiro, para alguns pode ser o troco na carteira (não sou desse grupo, mas tb não me afetava muito).
          Hj acho que trocar de celular todo ano é bobagem. Os celulares top de linha de 2 a 3 anos atrás me servem 100% no meu uso. Mas não era assim no começo dessa década. Mas também, quem ainda sente essa necessidade não vejo problema se não pesar no bolso dele. O que não pode é nego comprometer o orçamento só pra trocar um celular por outro que oferece apenas uma perfumaria a mais.
          Enfim, são apenas 100 dólares por ano para diluir os 300 ao longo de 3 anos. Cada jogo novo custa em média 60 dólares. Ou seja, a atualização do hardware custa menos que míseros 2 jogos por ano. Quantos jogos em média o pessoal compra?
          Se vc achar 100 dólares em hardware muito caro (8,34 dólares por mês) aí o problema não é o console, desculpe a franqueza.

          • Ivan

            A questão dos 300 dolares por ano é a não necessidade de trocar, se o um “new switch” tiver grandes melhorias e novidades que façam valer a pena trocar tudo bem, mas agora lançar jogos exclusivos com poucas melhorias ai eu acho sacanagem.

            Nintendo tentou lançou o new 3ds com apenas um jogo exclusivo e com algumas melhorias, quem quis trocar trocou por causa das melhorias mas agora trocar só pra poder jogar os jogos mais recentes é sacanagem.

          • Maom

            O new 3ds representou a mesma mudança que o ds pro dsi. Foi de fato uma sutil diferença que só justifica a compra para aqueles que não tinham o console anterior. Já do DS pro 3ds foi muita diferença e uma biblioteca enorme de jogos. Resta saber qual vai ser a melhoria daqui 3 anos se é que vai haver uma. Se não for nada muito brusco e não for necessária para os novos jogos então só os fã e entusiastas e novos player devem adquirir o novo console como está sendo com o xbox one novo e o ps4k. Já se na atualização aparecer novos recuros de jogabilidade como o VR ou novos jogos mais potentes que não rodem no antigo, aí o sucesso do DS pro 3ds pode se repetir.

          • Ivan

            Sim cara, ds é um console 3ds é outro, dizem que todos os jogos do ps4k seráo compativeis com o ps4 normal, o que é o certo, se vc quer com graficos 4k e textura ultra realista compra um o ps4k por exemplo, mas que o mesmo jogo seja possivel de rodar com graficos normais no ps4 normal.

      • Fernando Silva

        Cara, por todas as entrevistas que vi até agora, acho que esse é exatamente o plano: trocas esporádicas da base e do console de forma alternada, sempre acrescentando mais poder gráfico e firulas. Creio que é um ótimo caminho, tanto para a empresa quanto para nós gamers.

        • Maom

          Também acho! E é isso que eu espero. Eu tive um DSi e tenho hj um 3ds. Só não comprei o New 3ds pq não vi jogos exclusivos dele que me chamassem a atenção. Senão teria feito o upgrade e continuado com meus antigos jogos de ds e 3ds ao meu alcance.

      • bruno miranda

        Parece legal mas ia sentir falta das mudanças e experimentalismos presentes no hardware Nintendo, tomara que compensem isso no software.

        • Maom

          Mas e se uma das mudanças pro “switch 2” for novas firulas nos controles ou o VR? Seria sim uma maneira de novos modos de jogo. Afinal o switch 2, tirando a portabilidade se aproveitou de antigas tecnologias da nintendo apenas.

      • Wallacy

        Só uma pergunta… FIFA do Ano e Skyrim j não vai ter esse ano? (Ambos em setembro).

        • Maom

          sim.. por isso que vai ser bom o cara com o switch 2 ter retrocompatibilidade e poder jogar o skyrim do switch 1 emprestado do amigo ou comprado por 10 dólares usado na gamestop.

      • Pablo Lukan

        Realmente seria muito bom! Bom para empresa que vende e pra quem compra!

        • Maom

          E pra quem desenvolve podendo oferecer jogos cada vez melhores a um mercado que se atualiza.

  • Othermind

    A nova “TV 3D”

  • Samuel

    Por isso nos lembramos do holocausto: para que os mesmos erros não se repitam. https://uploads.disquscdn.com/images/593f9db335192e1c3e98c97d8f3a973f8c7c1c3149fbf4f541da839f96f2b8dc.jpg

  • la_gomes

    Acho que a realidade virtual está fazendo um caminho contrário, deveriam lançar produtos para melhorar algum trabalho, depois de tudo bem testado e conhecido criar aplicativos para diversão.
    Digo isso porque tive um Wii e muitos jogos não sabiam como utilizar o wiiremote, nuchuck e sensores e ficavam uma porcaria, por isso acredito mais na proposta da MS

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis