ad

Europa quer dividir o Google em ao menos duas empresas: o buscador e o resto

Laguna_Google_Neutralidade_da_internet

“Google, não seja mau!” (Crédito: Ars Technica)

Vamos supor que você é coordenador do curso de computação de uma universidade federal e precisa de novos computadores da Apple usando dinheiro público, como fazer a licitação?

Uma bela saída é descrever bem detalhadamente o aparelho desejado sem dizer a marca. Em vez de “Mac Pro”, você diz na licitação que seu departamento precisa de “um PC em formato cilíndrico com processador central Intel Xeon de 3,7 GHz e dois processadores gráficos AMD FirePro W9000”.

Com sutileza semelhante, o Parlamento Europeu quer que o Google forneça parte da receita do molho especial para empresas concorrentes, um gostinho exclusivo que o buscador homônimo somente compartilha com as outras divisões de Mountain View.

O mercado de busca online é de fundamental importância para garantir condições de concorrência dentro do Mercado Único para Telecomunicações, dado o potencial desenvolvimento de motores de busca concorrentes melhores e a possibilidade da comercialização das informações obtidas.”
♮  
A proposta exorta a Comissão a aplicar as regras de concorrência da UE decisivamente, com base na entrada de todas as partes interessadas no Mercado Único para Telecomunicações, a fim de assegurar soluções que realmente beneficiem os consumidores, usuários de internet e negócios online. Além disso, ela insiste que a Comissão [Europeia] analise propostas complementares que visem o objetivo de separar os motores de busca de outros serviços comerciais como uma potencial solução de longo prazo para alcançar os objetivos anteriormente mencionados.”

A proposta não menciona o Google Search por motivos óbvios, mas pretende fazer com que o buscador de Montain View compartilhe as informações privilegiadas que obtém sobre os consumidores. Informações essas que beneficiem outros negócios do Google e prejudiquem a concorrência, pois o buscador tornou-se um monopólio natural e o algoritmo em si é um segredo industrial assim como o molho do McDonald’s.

Imagine um concorrente do Google Adsense adquirindo os mesmos perfis de consumo que este obtém hoje do Google Search. Imaginem um concorrente que não é tão pudico.

É, a vida da empresa Google não tem sido fácil na Europa, que o diga a (in)discrição do StreetView, o direito de esquecimento, o coala carro autônomo e as táticas desleais para emplacar o Android no velho continente; mas convenhamos que o estabelecimento de um mercado único não deve se limitar apenas à infraestrutura física: há a necessidade de incentivar a livre concorrência e reforçar a neutralidade da rede, embora ironicamente a Europa não seja tão unida assim nesta questão.

Fritas acompanham?

Leia também:

Relacionados: , , , , , , , , , ,

Autor: Emanuel Laguna

O “tio Laguna” nasceu no Siará em meio à Fortaleza de 1984. Sempre gostou de brincar de médico com os aparelhos eletrônicos e entender como um hardware dedicado a jogos funciona, mas pretende formar-se como Engenheiro Eletricista qualquer dia. Antes apaixonado pelos processadores gráficos desktop, vê nos smartphones, tablets e outras geringonças mobile o futuro da computação.

Compartilhar
  • Guilherme C.

    Não dá pra reclamar da Comissão Europeia nesse quesito. Ela sempre é atuante quando o assunto é de deixar o mercado mais competitivo.

    • Denis Padua

      Sério cara, qual o problema do Google? O serviço é bem prestado e há concorrentes, mas não na mesma altura (Oi, Bing).

      • Guilherme C.

        O problema é justamente o mérito do Google e da Google. Por mérito do serviço principal e da empresa criou-se uma situação de desequilíbrio, onde a empresa por ter a dominância natural do mercado consegue informações privilegiadas em outras frentes de mercado, criando aí uma situação “artificial” que prejudica o livre mercado e a livre concorrência (empresa tem nessa situação uma igualdade formal mas não material), o que é ruim para economia, pro consumidor e pro próprio desenvolvimento tecnológico.

        • Petrus Augusto

          Então, eles querem que todos se nivelem para baixo… É isso?
          Pois, sério, eu não consigo ver motivos para essas ações da UE…

          Tá, o Google é líder? Sim! Mas ao meu ver seria bom ver o por que… é por que é a mais competente? se sim, dane-se as outras…

          Agora, o que eu não acho legal é essa mania de proteger empresas medianas/fracas… Parece algo que acontece (como desculpa esfarrapada do governo) em partes no mercado de automóveis do banal!

          nota: Editado, para ser mais claro… comentei de qualquer jeito pelo tel e tava bem mal montado mesmo.

          • Eddie Xavier

            mel dels…

          • MPChock

            pqp!

          • Guilherme C.

            Leia o que falei abaixo sobre competência.

          • Cássio Amaral

            Google é líder porque seu motor de busca realmente é melhor que os concorrentes. Até tento usar o buscador Yahoo! (que usa o Bing) de vez em quando, mas nunca retorna os resultados com a exatidão do Google.

            Decisão ridícula da UE, tá parecendo o Brasil em que quase sempre nivela por baixo pois as outras empresas não conseguem competir com a empresa líder.

  • Othermind

    Para quem pegou os primórdios da internet deve sentir a mesma impressão que eu, grandes portais e empresas englobando tudo e todos. A internet esta maior e ao mesmo tempo mais “enxuta”… Cade, yahoo, aonde, altavista… todos trocados pelo buscador do google… redes sociais de nome sendo englobadas pelo facebook (whatsapp, instagram)… Estamos resumidos a portais, sites de empresas e blogs/vlogs… Alias, o que vem salvando são os blogs e vlogs/canais (que na maioria estao no youtube, do google). E quase tudo isso acaba usando alguma solução do google. Que seja adsense… videos incorporados… adwords… Não consigo imaginar um “novo google” a curto prazo…. Mas acho perfeitamente possível mudanças a curto prazo em redes sociais, alimentadas pelo próprio usuário..

    • Eddie Xavier

      A melhor coisa atualmente pro mercado seria fechar o google e assim permitir a internet ter um reboot mais saudavel.

      • Maycon Cruz

        Independente do fator Google abordado aqui: Já deseja que a internet inteira sofra um reboot???

        • Alberto Prado

          Eu não sei bem se prefiro um reboot da internet ou das pessoas… Já no fim ela é formado por elas.
          Mas um reboot da internet seria bom. Acho que teríamos um tempo pra respira.

          • Maycon Cruz

            Ressaltei isso justamente pelo argumento de reboot de pessoas. Não adianta rebootar algo tão caótico por natureza pois as pessoas vão deixar do jeito que era. E tentar rebootar pessoas não é lá uma coisa que dê muito certo.

      • Dereck Bolsanelo

        Você não precisa do google pra nada, existem alternativas para todos os serviços dele. E Eu acho que o Facebook Inc. (Facebook, Instagran e Whatsapp) tem dados mais relevantes que o Google.

        • Eddie Xavier

          Eu não preciso dele. Mas a forma que ele age atrapalha a criação e o crescimento de outras companhias. Eu posso deixar de usar serviços google, mas o usuario medio é quase que refem dele. O facebook tem muito arroz e feijao pra comer pra chegar perto dos 10% que o google tem.

          • Dereck Bolsanelo

            Cite um exemplo assim pra eu entender, uma forma que atrapalha uma companhia, sem ser a Microsoft. Você está criando alguma empresa e alguma política do google atrapalha você? Porque por essa não ser minha realidade (não estou criando nada) talvez eu não esteja percebendo.

    • Lucas Timm

      Não saiu em português ainda, mas a web está morrendo. As apps estão matando ela e, aparentemente, ainda são the “next big thing”.

  • Lucas Balaminut

    Incentivar a livre concorrência é muito diferente de forçar o líder de mercado a compartilhar seu diferencial – isso vai de contra com o princípio fundamental do livre mercado.

    • Guilherme C.

      Livre mercado não é laissez-faire desde o começo do século passado. O mercado só pode ser livre quando há condições de ser livre. Poder de mercado, poder econômico, etc, etc, etc, podem criar situações que prejudicam o livre mercado e é por isso que existem mecanismos de regulação em qualquer economia livre.

      • Lucas Balaminut

        Sim, e em nenhum momento eu dise que temos que ter laissez-faire, ou que eu concorde com o livre mercado moderno. Eu apenas disse que aquela ação vai de contra com o livre mercado. Você fez presunções sobre oque eu disse que não são necessariamente verdade, e fez críticas a coisas que eu não disse, nem inferi. Eu não acredito no mercado totalmente livre de regras, por exemplo. Eu trabalho na indústria de commodities agrícolas, sou analista financeiro. Sem regulamentação, seria impossível trocar commodities de maneira eficiente e efetiva.

        Se o governo forçar as empresas líderes de mercado a compartilhar seus diferenciais, consiguirão um mercado mais competitivo ao curto prazo. Porém, ao longo prazo, diminuirá o incentivo para investir em melhorias, já que todo vantagem competitiva será disseminada entre os competidores. Imagine isso sendo aplicado na F-1, por exemplo: toda vez que uma equipe se destacar com um motor melhor, ela tem que compartilhar desse motor com os outros. Logo, ninguém mais vai investir em criar motores novos, já que acaba não criando nenhuma vantagem.

        • NINJUTSU ULTIMATE

          Inventa um produto essencial a todos, esse produto é tão bom que vai te deixar rico da noite pro dia e rico por muitas décadas ainda ganhará muito dinheiro em cima dele, mais seu produto é bom de mais, nossos programadores não conseguem ser tão bons quantos os seus, divide comigo seus informações, deixa eu roubar parte do seu lucro vc é uma pessoa muito gananciosa, deixa eu roubar o que é seu.

          OBS:
          É assim que estou vendo algumas respostas aqui.

          • Lucas Balaminut

            Não entendi, você está concordo que é isso que está acontencedo ou criticando quem concorda?

          • NINJUTSU ULTIMATE

            Estou sendo boçalmente irônico na mesma proporção que a UE está sendo de tentar dividir algo indivisível em minha opinião e também criticando quem está a favor de “compartilhar diferencial” com o concorrente, por na prática isso é perca de capacidade competitiva e lucro pra um lado e ganho de competitividade e roubo do lucro do outro lado. Quem em sã consciência em um mundo capitalista da alguma informação a alguém pra perder dinheiro? E Deixa de ser hipócrita quem falar “EU”, ninguém quer perder dinheiro ainda sem fazer nada errado, o errado aqui é ser organizado, fornecer um produto de alta qualidade, gratis e integrado e várias plataformas…. realmente os valores mudaram mesmo, o que antes era o que todos queriam agora não pode por que o google é bom de mais, tinha que ser pior…PQP.

          • Lucas Balaminut

            Haha sim. Só toma cuidado com a falácia do espantalho, não foi bem isso que eu disse, mas é por aí!

          • Firmo

            A MS ja se ferrou por la do mesmo jeito, porque o Google deveria ficar de fora da trozoba…. Kkkkk

          • Guest

            União Das Repúblicas Socialistas Européias.

      • Bruno Rocha

        Chegou o Lenin. Só falta defender a “regulamentação da mídia”.

        • Guilherme C.

          Pois é, coisa sinistra isso de regulamentação da mídia. Imagina intervir pra não deixar pequenos grupos, inclusive com políticos, no controle de quase todos os meios de comunicação e agindo como bem entendendo, produzindo, inclusive, material mentirosos sem medo de punição. Terrível isso. É coisa de ditaduras comunistas como EUA, Reino Unido, França, Suécia, Itália, Alemanha, Holanda…

          • Diego Turco

            falácias de livre mercado e liberdade de imprensa: dois assuntos que os ignorantes clamam por defender sem entender merda nenhuma de como as coisas são, de fato. Daqui a pouco vem algum falar “vai pra cuba”. Aguarde.

            A nobre arte de dialogar com quem fala por clichês… ¬¬

          • Bruno Rocha

            Engraçado, pois é nas suas republiquetas comunistas que o governo diz o que pode o não passar na mídia.
            Centralização do poder no governo é típico de ditaduras, não de democracias.
            Nesses países citados por ti há liberdade de imprensa e de livre opinião na internet, o que não há na Rússia, China etc.

          • Guilherme C.

            EUA, Reino Unido, França, Suécia, Itália, Alemanha, Holanda… Pô, olha o que escrevi.

      • Bruno Rocha

        Se uma empresa é melhor que as outras e promove serviços melhores e mais baratos que as outras e é mais bem querida pelo público que as outras, qual a razão das repúblicas s. européias a obrigarem a dividir sua capacidade com empresas inferiores?
        Resposta: os mercados da europa estão se tornando oligopólios protegidos pelos estados, onde serviços livres, ou são regulamentados ou são proibidos como o über.
        Livre mercado = Mercado não regulado
        Vocês comunistas são malucos por acharem que livre mercado é sinônimo de anarquia e por isso deve ser regulado e “humanizado” por burocratas que amam a humanidade.

        • Guilherme C.

          Seu conceito de livre mercado é do século XIX. Ah, deixa pra lá.

    • Lucas Timm

      Exato.
      Regulamentação de mercado é um tiro que sempre sai pela culatra. Ou as empresas implementam gambiarras para fugir da regulamentação, ou elas param de atender aquele mercado em específico.

      • Lucas Balaminut

        Sim e não. Sem mercado regulamentado, padronizado e bem organizado, não existiria futures contracts, options e stocks, e eu não teria meu emprego xD

        • Bruno Rocha

          Sim e não. A maioria das padronizações são de iniciativa das próprias empresas. Padronizações governantais quase sempre terminam em merda.
          Contratos são feitos de forma diferente do sistema de regulamentação.
          Regulamentações mal feitas leva a queda de rendimento, protecionismo e preços altos, uma vez que a concorrência vira um oligopólio, como é comum no Brasil.

          • Lucas Balaminut

            Sim e não. Posso argumentar o oposto doque tu disse.

            A padronização do mercado de commodities foi uma iniciativa governamental pra ganhar vantagem com o comércio de exportação.

            Regulamentações bem feitas levam ao aumento de rendimento, competição e preços mais baixos, uma vez que a concorrência se torna mais capaz. haha Ta vendo?

            E sobre “contratos são feitos de forma diferente do sistema de regulamentação” – isso não é verdade no mercado de commodities. Aqui, o formato dos contratos são determinados pelos padrões regulamentados.

  • Infinity

    O Google está bem encrencado e suas ações só caem.

  • Tiago

    Eu nunca consegui ver lógica nessas decisões europeias. Se as outras empresas são incompententes, que se lasquem.

    Parece o jocoso caso da Microsoft que não podia vender o Windows com o media player na Europa só porque os concorrentes não conseguiam fazer algo melhor e por isso estavam sendo predados. E olha que nem é difícil fazer algo melhor que o media player. O mesmo caso com o Internet explorer. O interessante é que nem o linux e nem o Mac (na época System) não sofriam da mesma pena mesmo cometendo as mesmas atitudes.

    Acho que se a UE quer prover o livre comércio, tais sansōes não devem ser aplicadas apenas ao google, mas para todos, inclusive o baidu (heheh, será que conseguem) e o Bing.

    Às vezes a Europa parece o Brasil: não gosta de quem está na frente.

    • Guilherme C.

      Não se trata de competência ou não, trata de uma situação específica que gera desequilíbrio no mercado, portando um serviço, um produto, ou qualquer coisa com uma vantagem artificial, tirando a igualdade (material) de concorrência.

      Isso (geralmente) não acontece pq a empresa é má, não, isso acontece naturalmente pela própria competência. Mas a consequência após um tempo é criar uma vantagem que impede a concorrência, como aconteceu com o próprio Internet Explorer. Mesmo tendo outros melhores, o fato dele ser pré-instalado no Windows, líder de mercado, trazia uma vantagem que prejudicava uma concorrência eficiente, o que era prejudicial pro mercado e pro consumidor. A intervenção acontece com a Microsoft pelo simples fato da situação ter acontecido com a Microsoft. Se a mesma situação ocorresse com Apple+Safari (Mac OS dominando o mercado e Safari também) a intervenção ocorreria na Apple (ah! vale lembrar que a tela de escolha do navegador foi sugestão da Microsoft, pra encerrar as investigações).

      Nos EUA também ocorre muito isso. A Microsoft, por exemplo, quase foi dividida. Só não foi pq a empresa aceitou a fazer uma série de medidas. Quem ganhou com a intervenção foi o mercado (a livre concorrência e o desenvolvimento tecnológico) e os consumidores.

      • Downgrading

        Pois é, é só lembrar do caso da ATT..

      • Marcelo Abner

        Eu acabei escrevendo isso antes, mas vou postar aqui novamente. 🙂
        O teu exemplo é bom, mas ele é válido porque uma parte do negócio é essencial para a estrutura fundamental funcionar. Como assim? Você não faz nada na internet sem um sistema operacional, então a MS fez um, e de quebra ela inventou um navegador “de graça” com o OS dela, ai ela é culpada por quebrar a concorrência dos navegadores.
        No caso do post, o motor de busca do google não é essencial para o uso da internet hoje em dia, você possui vários outros meios de pesquisar ou acessar informações na internet, como aplicativos, redes sociais, protocolos diferentes do HTTP, então por isso que eu acho errado essa intervenção em cima da empresa. Ok, eu sei que ela tem um monopólio das informações do motor de busca dela, mas mesmo assim, ninguém está sendo obrigado a usa-lo, só é mais cômodo porque ele é o mais abrangente, mas daí você chegar a prejudicar a empresa por isso, é fodz…

        • Guest

          Essa gente socialista é incapaz de entender uma coisa chamada: liberdade.

          • Marcelo Abner

            Desculpa, não entendi mesmo esse “socialista” da sua frase. Não sei se foi num tom de ironia, de sarcasmo, se era pra mim mesmo, ou se você não entendeu o que eu falei e escreveu alguma coisa nada a ver. Se puder, explica ai. XD

    • Fernando Silva

      Isso acontece porque a União Europeia pensa no bem público e no funcionamento geral do comércio, não favorecendo certas empresas, por mais que sejam gigantes ou tenham nome no mercado. Tudo aqui foi feito para o bem comum, mesmo que não agrade alguns.
      O que estão fazendo em relação a esse tema não é questão das outras empresas serem incompetentes, é questão de não deixar uma só empresa tomar conta do mercado e assim todos saem ganhando, menos UMA empresa, no caso citado o Google.

      • Denis Padua

        Fico pensando aqui, se a Airbus liderar as vendas na Europa eles vão fornecer a tecnologia que faz a Airbus vender mais pra Boeing?

        • Fernando Silva

          Não duvido nada, hehe. Mas falando sério, nesse caso o sucesso de vendas de uma companhia aérea não está relacionado diretamente com a tecnologia empregada nos aviões, já a do motor de busca…

          • Denis Padua

            Não digo da companhia em si e sim da tecnologia do avião. Avião mais barato com maior eficiência = lucro.

            A questão é que o Bing evoluiu muito sem precisar de intervenção do governo, há alternativas bem decentes, mas se o usuário não quer mudar, para que força-lo?

            A “busca de busca” já era, é do Google, porém a Microsoft tá investindo em buscas conceituais e até agora têm resultados tão bons ou até melhores que os do Google.

          • Bruno Rocha

            O monopólio da Airbus é protegido pela UE. O da Google é por competência e um mercado americano mais livre que o europeu.

        • Guilherme C.

          Liderar não é monopolizar e nem usar o serviço monopolizador pra criar vantagens em outras frentes de mercado.

      • Bruno Rocha

        A UE esta pensando no bem comum de seus grupos oligopolistas.
        Das Auto, Airbus, Siemens…
        Ué? Cadê os social democratas para acabarem com esse monopólio?
        Über?

        • Guilherme C.

          Melhor pesquisar antes. No site da Comissão Europeia tem investigações sobre todas essas empresas.

    • hamacker

      É diferente, quando todos vendem um software, e uma outra dá um de graça e que já vem instalado, você cria um desiquilíbrio. Aprendeu-se essa lição do Netscape, navegador famoso e que era barato, porém pago, nasce um IE gratuito nem tão bom assim, mas que vem com o Windows, então o resultado: Netscape morto.

      Veja se a MS fornece o Word/Excel gratuito, claro que não, mas fornece softwares gratuitos quando há concorrentes a altura, daqui a pouco o WinPhone será gratuito para fabricantes, escreve e veja se isso não acontecerá. Só não vai na EU ou EUA porque lá isso daria uma intervenção dos órgãos econômicos.

      Google e Microsoft ficaram muito grandes – atuando em hardware e software. Acho que deveriam dividi-las, mas um lado software e outro hardware.

      • Infinity

        O WP já ficou gratuito, e o MS Office é praticamente de graça para quem paga pelo armazenamento online ilimitado da Microsoft.
        Aliás, por R$ 17,00 você pode ter o Office completo, armazenamento ilimitado e 60 minutos de ligações Skype por mês.

        • hamacker

          Olha, isso daí só muda o modelo de comercialização.
          Salvo engano da minha parte, o Office custava para uso domestico R$ 199 e incluia 3 licenças pelo tempo que o SO for compativel.
          Agora voce está me dizendo que se eu gastar R$ 204,00/ano eu terei além do Office, alguns outros beneficios.
          Ok, é só uma forma diferente de vender.
          Não sou contra venderem, mas meu ponto é, essas empresas ficaram grandes de demais e outros só crescem no nicho que eles ainda não tem interesse ou fazem vistas grossas.

          • Infinity

            “De graça” quando comparado com a concorrência, que cobra mais que isso só pelo armazenamento online de 1 TB.

    • Bruno Rocha

      A europa quer promover o capitalismo de estado e não o livre mercado. Todos os países membros da União Européia são obrigados a seguir uma política semi socialista a tal social democracia, a mesma política econômica que afundou metade dos países anteriormente. A coisa mais impotente que aprendemos com a história é que ninguém aprende com a história. Quando der merda de novo, irão mais uma vez culpar um livre mercado inexistente, exigindo mais regulação ainda.

  • Eddie Xavier

    Só isso? O google precisa é de uma intervenção total. Alem de separar obrigar ele a liberar os dados para microsoft, duck duck e etc.

    Google a empresa mais suja que ja apareceu no mercado de TI

    • Lucas Timm

      Concordo. Boa mesmo é a Microsoft, que.. Ah não, pera. Digo, a Apple. Ah não, esqueci daquilo. AH SIM, A IBM! Não, né? Damn.

      • Eddie Xavier

        Serio que foi isso que vc entendeu?

        • Marcelo Abner

          Eu acho que ninguém entendeu onde você quer chegar dizendo que o google é a empresa mais suja, isso sim.

          • Luiz

            É porque ela é a maior, portanto tem mais sujeira. Se fosse menor teria menos sujeira. Mas sempre tem sujeira.

  • NLandim

    Tio Laguna, precisa dessa volta na licitação não… só justificar que tu PRECISA de um Apple. Aliás, não sei como tá o entendimento por aí, mas onde trabalho uma descrição direcionada é pior.

    • hamacker

      Para exigir um Apple, basta dizer que precisa vir acompanhado iOS pré-instalado. Ou exigir um software que só rode no iOS.

      • NLandim

        é mais ou menos por aí msm. até pq por exemplo, o pessoal de comunicação precisa aprender a usar tanto o Premiere qto o Final Cut, que são os editores do mercado.

      • E se um dos fornecedores na licitação oferecer hackintosh por um preço bem mais baixo? 🙂 😀

        • Mas o SO tem como ser “legal”, nesse caso?

          • Alberto Prado

            Parece que sim, pois a Apple vende só o OS, pelo menos aqui no Brasil. Pois não pode haver venda casada. Que seria o hardware + software.

    • Alberto Prado

      Na época que trabalhei com licitação, não podia fazer nada direcionado, fechando como especificações técnicas restritas, tão pouco indicando marcas diretamente. O conceito era de só deveria conter especificações técnicas até o ponto onde se poderia conseguir atender a atividade fim. Ou seja, a descrição não poderia ser tão “fechada” a ponto de direcionar a uma marca sendo que uma outra descrição que englobe mais concorrentes também atenderia a atividade fim.

      • NLandim

        @disqus_S7dy9k7nAE:disqus nailed it! Mas existem situações que vc pode dizer qual marca e modelo, mas é exceção da exceção da exceção. e normalmente passa pelo crivo de um Procurador da República.

  • Neto

    Preciso dizer que vai falhar ?

  • NINJUTSU ULTIMATE

    Acho isso tudo uma boçalidade, e explico com fundamentos antes de me criticarem leiam. A Google faz hoje o que a microsoft fazia antigamente, mais a diferença é que tudo da google é FREE, você não paga nada por isso se for particular e mesmos muitos recursos para empresas são free. Minha pergunta é? O Google vem pre instalado no windows? O Chrome vem pre instalado no Windows? A Google te obriga a instalar alguma coisa? Então amigão deixa de babaquice e deixa a google do continuar o ótimo trabalho que ela tem feita na internet mundial, “a mais o BUSCADOR é QUASE MONOPÓLIO”(ninguém ta te obrigando a usar ele, você ta usando apenas por que ele é o melhor e pelo jeito é uma coisa péssima saber programar bem), cria um melhor FDP, o google bateu o Yahoo e o Altavista e muitos outros que surgiram muito antes dele, por que não fazem o mesmo? Há mais no android já vem os aplicativos da google pre-instalados, e daí o da microsoft e o da apple também vem e o google é o único free em comparação aos outros 2.

    Me de um motivo pra divisão pelo menos um depois de ler os meus argumentos.

    • Infinity

      A gota d’água está sendo a ascensão do Chromebook.
      Se hoje a Mozilla já está sendo varrida do mercado, imagina daqui uns 3 anos quando, segundo analistas, o Chromebook será o notebook mais vendido do mercado.
      Chromebook é um mundo totalmente fechado que privilegia totalmente o Google e elimina a concorrência.
      Não existe espaço para concorrência dentro de um Chromebook, é 100% Google.

      • NINJUTSU ULTIMATE

        Compra quem quiser? Você e outras pessoas não é obrigado, se não quiser não compra, compra um surface pu algo parecido, a google tem cupa de inventar produtos novos? Vão pro surface… chega ser irônico pra não ser triste reclamar desse tipo de coisa, nada que ela faz é ilegal no sentido de obrigar alguém a comprar… aonde ela ta errada em lançar um produto com o sistema operacional dela, a microsoft não tem o surface tb?

        • Infinity

          90% do tempo da maioria das pessoas em um computador é na internet.
          Sabemos que os webdevelopers já não seguem mais os padrões web, seguem os padrões do Chrome.
          Hoje, se quisermos um browser que seja compatível com qualquer serviço web, só usando o Chrome, não por ele ser o melhor, mas justamente pelo comodismo dos desenvolvedores.
          O Chromebook usa um sistema bem enxuto, totalmente integrado aos serviços do Google, e é um aparelho barato que não exige manutenção por parte do usuário, é um grande atrativo para o usuário comum.
          Diante deste cenário, logo não será mais uma opção, mas uma obrigação para qualquer um que quiser tirar proveito de toda a web.
          A gravidade dessa dominação está à longo prazo.
          Seria muito legal se pudéssemos usar aplicações de terceiros.
          A Microsoft se ferrou por muito menos, e o Google não escapará ileso da mão de ferro da UE.

          • Dereck Bolsanelo

            UE está de recalque com Google e Microsoft rs
            Acho que a UE poderia ter feito uma ação dessa contra a Nintendo, Super Mario só roda no console deles, monopólio isso sendo que o Wii foi o que mais vendeu. rs

          • NINJUTSU ULTIMATE

            E por ai, reclamam com direito quando uma empresa lança um sistema operacional com vários programas dela instalados, media player, internet explorer etc… por que um SO pago e esta matando a concorrência, tudo da google é free, vc não paga por isso e ta matando a concorrência, NÃO É MAIS FÁCIL MELHOR A QUALIDADE DA CONCORRÊNCIA DO QUE CULPAR O ÚNICO NÃO CULPADO? Queria ver se alguém desenvolvesse um produto que fosse mudar a vida de grande parte dos internautas mundias, mais o produto fosse tão bom que eles tentariam acabou com vc ou prejudicar vc por que SEU PRODUTO É BOM DE MAIS E ISSO NÃO PODE ¬¬. Uso computadores de 1996 e trabalho com isso desde 1998, vi o mundo sem o google e depois dele, e é um mundo muito melhor agora garanto, muitos que defendem nem devem ter acompanhado a era Microsoft de fazer o que quiser por isso defendem a divisão do google, algumas notícias deveria ter pre-requisitos de conteúdo do assunto para evitarem que algumas pessoas julguem algo sabendo só um lado da moeda.

          • Infinity

            Ninguém está defendendo o fim do Google.
            Sua existência contribuiu em muito para a própria Microsoft melhorar e oferecer ainda mais do que antes.
            Claro que não é uma comparação justa, 20 anos atrás com os dias atuais.
            O que ninguém quer é ver o Google sozinho no mercado, vendendo Chromebook onde nem podemos instalar o Firefox.
            Isso sim é muito prejudicial e a UE vai arrancar o couro deles sem dó.

      • Marcelo Abner

        Estilo o que a Apple faz com o ambiente dela? Eu não vejo muita diferença do que ela faz no momento e o que a Apple fazia na década passada. Eu entendo que a Mozilla é uma ótima empresa, que possui uma filosofia muito interessante, e que seria muito ruim perde-la do mercado, mas talvez o problema seja com ela, e não com as concorrentes, afinal, eu nunca paguei por nada nem no google, nem na mozilla (e eu imagino que muitas outras pessoas também se encaixem nesse perfil), e as coisas estão como estão.

      • NINJUTSU ULTIMATE

        Lógico que tem, cada vez mais o chromebook roda programas android, logo ficará full compatibilidade com o android, faz aplicação pra android e ganha dinheiro com ela, espaço tem, o que tem de errado de você criar um sistema operacional seu com seus produtos? Além do mais é free também o so da google o chrome os o mesmo do chromebook.

    • Alberto Prado

      Acho que você não leu a matéria. O problema é Ad por conta da hegemonia nas buscas. O google usa os dados dos usuários nas buscas para melhorar seu Ad. A UE não está nem ai se o google domina 90% das buscas. O problema está no setor de Ad. Pois os concorrentes não tem com lutar contra pois o google detêm todos os dados com o Search.
      Sendo você uma empresa, você iria querer anunciar em alguma concorrente do google, mesmo este tendo um preço bem mais baixo, se o mesmo não vai dar muita certeza de estar atingindo seu público alvo por conta da falta de dados???

      • NINJUTSU ULTIMATE

        Desculpe mais eu entendi sim e eu acho que vc não entendeu a sutileza por traz do verdadeiro google.

        Explicando…

        O Google é uma coisa só, um email com senha, e todos os dados que eles tem de alguma pessoa vem a través disso, O usuário XXXX27xxx esta logado no seu chrome e acessou youtube e assistiu videos de mass effect, promoções no email desse devem ser de jogos, eletronic arts e o console ou pc do video que ele assistiu, esse usuário usa google maps, perto da casa dele tem os seguintes restaurantes, shoppings em são paulo e lá tem varias empresas de jogos, perto da casa dele tem as seguintes farmácias e por ai vai, um mudo de informações “MINERAÇÂO DE DADOS” são coletados e usados da melhor forma para facilitar sua vida pois tudo do google se não perceberam vc so precisa usar seu email pra acessar sem precisar fazer cadastros chatos, se vc separar as buscas essas não entrarão na mineração de de dados uma vez que está ligado ao chrome no meu caso e eu quero ter 0% de PRIVACITADE,quero que o google saiba 100% tudo que eu faço e cada dia minha vida fica mais fácil com meu smartphone android e os dados que ele tem de mim. LOGO, separar as buscas do que quer que seja é errado já que na essência o Google É UM Email e UMA SENHA. Somente quem sabe muito de informática vai entender a sutileza do que estou falando, muitos vão boiar.

        • Downgrading

          GRAZZI NAZZI: MAIS é soma, MAS é conjunção adversativa (desenhando: é sinônimo, ou seja, a mesma coisa, de porém, todavia, entretanto!!!!

          • NINJUTSU ULTIMATE

            Realmente meu português é podre infelizmente, sou péssimo em gramática desculpa por isso, fazer o que, só gosto de estudar tecnologia não tenho interesse nem prazer em estudar outra coisa.

        • Alberto Prado

          Cara, você entendeu que ele querem desmembrar é o buscador né?! Não tem nada haver como os serviços extras dele (e-mail, drive, maps, etc.). Ele querem que o buscador seja independente de todo o restante. Não estão falando nada de dados dos usuários dos serviços. E sim dos dados de busca. Eles querem que as outras empresas de Ad tenha acesso a esses dados de busca também. Não estão falando pro google deixa de ser quem é.

          • NINJUTSU ULTIMATE

            Como falei, muitos não entenderão o que disse. Vou explicar resumidamente, quando alguém em um tablet android ou smartphone usa o chrome e faz uma pesquisa no google o mesmo vale pra pessoas que usam o chrome logado na google acccount como eu, suas pesquisas vão para a base de dados do google aonde eles fazem a mineração de dados, se o buscador for separado ele faz parte dos produtos google 1 email uma senha, o buscador sendo separado da conta google perde a mineração de dados do buscador, diminuindo a eficácia das informações que o google tem de você e proporcionalmente diminuindo a produtividade que vc ganharia com as informações que vc receberia e não mais vai receber por que ele não tem essas informações, como disse, o google em sí “é um email e uma senha”, qualquer produto que vc separar dele terá que separar o email o que é catastrófico.

      • Marcelo Abner

        Olha só, mas se você parar para pensar dessa forma, você está culpando o Google por ter o melhor serviço do mercado, e por conta disso você quer ou que ele piore ou que ele dê os segredos de como ele é o melhor para todo mundo… É como se a Coca-Cola tivesse que deixar os restantes de dos produtores de refrigerante usar os seus caminhões porque ela tem o melhor sistema de rotas no mercado.
        O serviço de buscas do Google é do Google, são informações privadas, e ela não detêm um serviço exclusivo que se ele deixar de existir a internet acabasse… Esse tipo de regulação tem de existir para provedores de acesso, porque eles são fundamentais na estrutura da internet, agora, a internet existia antes dos buscadores serem populares.
        Eu mesmo nunca entendi essa prática da UE porque não tem sentido. Eu entendo que é problemático para uma empresa que queira entrar no mercado de buscas atualmente não terá a mínima chance, mas isso não é culpa da Google, e eu acredito que seja muito mais errado punir alguém que esteja fazendo um bom trabalho, do que tentar dar oportunidade à outros que talvez até tenham a mesma capacidade, mas inicialmente você vai prejudicar quem trabalha direito.

        • Alberto Prado

          Eu em momento algum culpei o google por ele ser melhor.
          Eu expus foram os fatos. E os fato é que o setor de propaganda eletrônica é dominado pelo google por conta da sua ótima base de dados de rastreamento (principalmente) das busca dos usuários. E a regra é simples na maior parte do mundo. Se existe um monopólio ele precisa ser parado.
          “Ah, mas o que esta sendo proposto é injusto.”
          Bom isso já é outro assunto. Cabe as pessoas de lá dar sugestões melhores então.
          “O google só conseguiu isso devido a sua competência…”
          Legal, ponto pra ele. Mas não deixou de ser monopólio. E o estado precisa garantir a igualdade de competitividade para beneficiar o cidadão.
          Pra mim, ele poderiam fazer com que o google vendesse os dados prontos. Sem precisa que ninguém tenha acesso ao código proprietário.

          • Marcelo Abner

            Ué, vender os dados já não é o que ele faz? Eu desconheço essa área do mercado do google, só imagino que seja assim que ele funciona.
            Mas eu entendo o seu ponto de vista, é complicado para todas as partes envolvidas, e eu acredito que alguma coisa tenha que ser feita, eu só acredito que não deva ser feito isso daí que eles estão propondo.

  • Dereck Bolsanelo

    Vejo tudo do Google hoje como serviços (menos o chromecast né). Mas os caras criaram a empresa do nada, são extremamente inteligentes e conseguiram essa fatia do mercado, o mais interessante, não me obrigam a usar nada deles, eu uso por minha vontade, não vem nada instalado no meu computador, vá entender a UE.

    • Infinity

      Fale mais dos benefícios do Chromebook para a concorrência.

      • Denis Padua

        Tá fazendo o Windows ficar melhor e mais barato?

      • Dereck Bolsanelo

        O Google faz parceria, como eu disse, são serviços, são terceiros fabricando com softwares deles, da mesma forma que esses mesmos terceiros fabricam computadores com outros sistemas operacionais.

  • Edmilson_Junior

    Que o Google compartilhe suas técnicas pois eu já tentei usar o Bing e não deu não.

  • O que seria “O RESTO” ? Alguém me explica, por favor. (:

    • Guilherme C.

      Tem um link no quarto parágrafo que mostra “o resto” 😛

  • Luiz

    Isto esta mais parecendo que aquelas empresas de telecomunicações antigas estão tentando controlar o que se passa na internet de todo jeito, ao inves de simplesmente transmitir os bits.

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis