Sonda Indiana para Marte comete errinho de 22 mil km, mas está tudo bem

satelitedoamor

O lançamento da MOM, a Mars Orbiter Mission foi um sucesso absoluto. O país que antes era apenas sinônimo de miséria, mandou uma sonda pra lua (em 2008!) e construiu foguetes de verdade, como o PSLV, que só teve UM acidente, no primeiro lançamento. De lá pra cá, 24 bem-sucedidos.

Inclusive o último, que colocou a MOM em uma órbita elíptica, com planejamento de várias manobras, aumentando a excentricidade da mesma, com isso quando se aproxima da Terra a sonda ganha mais e mais velocidade. A última manobra irá atingir velocidade de escape, e com um pequeno empurrão gravitacional da Terra, os indianos irão para Marte.

 Na manobra de domingo a sonda passou de um apogeu de 71.623 km para 78.276 km. O alvo era 100 mil km, mas algo deu errado. Espero que tenham usado a frase “Nova Déli, temos um problema.”

agoravai

Na imagem, disponibilizada pela excelente página da missão no Facebook, vemos a posição atual da sonda, e a nova órbita, que devem conseguir atingir com uma manobra suplementar nesta madrugada, horário de sei lá aonde.

O defeito, não foi defeito, mas uma daquelas situações que ninguém lembra de testar, igual ao alarme que quase abortou o pouso da Apollo XI. No caso durante a manobra foram testar os subsistemas da sonda, entre eles o solenóide que controla a válvula principal de combustível do motor. Testaram a principal, então acionaram a auxiliar, só que o sistema não estava preparado pra isso.

O auxiliar deveria ser usado quando o principal falha, os dois ao mesmo tempo começaram a puxar corrente demais, e antes que queimassem um “fuzil”, o software desconectou tudo. Como tinha uma missão a cumprir, o sistema de navegação buscou alternativas, acionando os jatos de manobra, que são bem menos poderosos. Com isso a altitude ficou abaixo da desejada.

Sabendo que não é mais para fazer isso, não vão mais fazer e as próximas manobras provavelmente ocorrerão sem problemas. Depois de hoje, só faltam mais duas. E aí, MARTE!

Mas mesmo que não cheguem lá, os indianos já provaram que conseguem lançar sondas de gente grande, com foguetes de gente grande, e rastrear e controlar essas sondas que nem gente grande. Tudo isso com orçamento de filme de Bollywood.

Isso mesmo. Acharam que um post desses passaria sem o momento vergonha nacional?

Estamos acostumados a missões da NASA na casa de bilhões de dólares, isso alimenta nossa viralatismo e meio que consola e justifica nossa patética posição rubinhesca na corrida espacial. Só que a Índia está lançando uma sonda para Marte em uma missão que custou US$ 73 milhões.

Quando dá isso na nossa realidade nacional? Não vou comparar com estádios de bilhões de dólares, ferrovias-fantasma ou o gasto do Congresso com Xerox. Vou comparar a uma área sucateada, sem recursos, largada à míngua: a pesquisa espacial brasileira.

A Índia construiu e mandou uma sonda pra Marte com US$ 73 milhões.

O Orçamento do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação para “Política Espacial”, somando apenas os últimos 3 anos foi de R$ 1.134.119.969,00.

“Ah mas isso é pra tudo, e a Agência Espacial Brasileira deve ganhar uma merreca!”

Na rubrica específica, de novo, acumulado em 3 anos: R$ 964.147.515,00

Será que dinheiro é REALMENTE o problema? Ou vamos levar mais 20 anos com nossos foguetes sendo indistinguíveis de dildos avantajados?

Relacionados: , , , , , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz e Calcinhas no Espaço.

Compartilhar
  • Que vergonha, um país tão rico, perdendo para a Índia.

    • Gustavo Wentz Biasuz

      A Índia tem um arsenal de pessoas com nível de educação muito elevado, especialmente em engenharia e eletrônica.

      Não é por acaso que eles estão décadas na nossa frente.

      • Antonio Menezes

        Para cada 1 funkeiro aqui há 10 indianos engenheiros e programadores.

        • José Luis Junior Segatto

          não vou dar like pra não estragar o 42.

  • STX

    Não precisamos de foguetes! já temos aliens funkeiros o suficiente pra alfabetizar.

    • Bicows

      Errado meu companheiro. E aí justamente que precisamos de foguetes e ônibus espaciais TRIPULADOS. Vamos encher com esses funkeiros miseráveis e mandar pra Júpiter (certeza de que SE chegarem lá, não sobreviveram a aterrissagem.)

      • Edmilson Figueiredo

        E sequer precisaria calcular a trajetória de pouso! só mirar e booooa!

  • OverlordBR

    Sinceramente, é tão triste… mas tão triste, que só fazendo piada mesmo.

  • Bruno

    É, meus caros, continuem votando nesses assistencialistas que só pensam em ajudar os pobres pra ganhar eleições.

    • Lucas Timm

      #ogiganteacordou

      • Bruno

        também acordou em 2005, 1994, 1984, 1964, 1932, 1876, 1726, 1510

        O Governo do Brasil é o reflexo do brasileiro. Um bando de idiotas que não entendem de política e odeiam discutir esse assunto. Tudo é palhaçada nesse país.

    • Pek

      o pior de tudo é que eles acham que tão ajudando em alguma coisa mas na prática é só um jeito fácil pra aliviar o complexo de culpa burguesa dessas pessoas, já que no final os pobres vão continuar estudando na mesma porcaria de escola pública de sempre e nunca terão uma chance de verdade na vida. eu só vou acreditar mesmo que um político tem boas intenções com os pobres quando eles vierem propor que estes frequentem escolas particulares como “as elites”.

  • Daniel

    E eu pensando que lá não tinha nem banheiros direito ¬¬, que engano terrível pelo jeito quem anda cagando fora do vaso não são eles…=/

  • TiagoRL

    Eu não conheço a India além de que é um país pobre (é o que se vê mais costumeiramente e como sabemos é injusto) mas que por outro lado que é um pessoal que investe bastante em estudo ou que estuda bastante. Fui fazer meu TCC em Banco de Dados e acho que uns 90% dos autores das minhas referências bibliográficas eram indianos (vários senhores chamados Vijay).

    De qualquer forma, acho que o trunfo deles é essa mão de obra especializada, muita gente com muito estudo e vida acadêmica.

  • lordtux

    Obrigado por ajudar a finalizar meu dia com um pouco a mais de depressão Cardoso.

  • Edmilson_Junior

    Se duvidar ainda vai ter alguém para dizer que a Índia só fez isso por que tem mais dinheiro mesmo mostrando que não tem. Vão culpar a corrupção e os roubos e ano que vem vão votar no que é corrupto e rouba.

  • Julio Verner

    Índia vs Índios… Não dá pra comparar!

  • Nil Obermüller

    Ahhh Saci, saci…

    • Shri Krishna

      Se for o que estou pensando… deixou meu pai muito deprimido à época. Tanto o 1 quanto o 2.

  • mariomeyrelles

    Antes de enviar foguetes para o espaço, poderíamos investir mais em ciência e tecnologia para conseguir fazer no Brasil componentes eletrônicos minimamente decentes (e claro, ter uma indústria que suporte esta alta especialização tecnológica). Eu estaria contente, na verdade, se todos do Brasil já deixassem de ser analfabetos funcionais. Estaria contente na verdade se todos os brasileiros tivessem um mínimo de educação.

    Pensando bem, parece-me ser mais prático buscar alegria, contentamento e felicidade de outras formas. Nosso país provavelmente não tem mais jeito por pelo menos 3 gerações.

  • Pingback: Quando a gente quer, a gente faz: Embraer prestes a lançar KC-390()

  • Pingback: Hoje tem lançamento pra Marte? Tem sim senhor!()

  • Pingback: Breaking News: indiano bate recorde mundial de digitar com o nariz()

  • Pingback: A incrível pirâmide flutuante do Fantástico (e outras bobagens)()

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Walmart, Cupom de desconto Ricardo Eletro, Cupom de desconto Extra, Cupom de desconto Martins Fontes Paulista, Cupom de desconto Empório da Cerveja