Como cientistas podem explicar o que fazem para não-cientistas

Um dos grandes problemas com relação à ciência, é torná-la compreensível para não-cientistas. Já ficamos fascinados com as descobertas que são realizadas, mas por que não nos fascinar e ao mesmo tempo nos fazer compreender o que está sendo descoberto e de que maneira isso impacta em nossa existência? Chamo isso de Teorema de Hofstadter. Mais ou menos como o Leonard tendo que explicar o que ele faz para a Penny.

É o que a palestrante Melissa Marshall discute na sua apresentação no TED. Ela conta como foi sua experiência em falar para estudantes de engenharia de que maneira eles poderiam tornar seu conhecimento mais acessível a todos. Além disso, Melissa deu algumas dicas de como fazer isso:

Interessante, dicas pertinentes, mas no final a equação que ela criou me deixou um pouco confuso. Eu entendi o que ela quis dizer com aquela equação. Ela estava sendo o mais didática possível para não-cientistas. Ela, como não-cientista tentou mostrar aos cientistas uma forma tornar o seu conhecimento mais acessível. O problema ocorre quando um não-cientista tenta usar a ciência para explicar a cientistas como eles devem se portar ou repassar seu conhecimento.

Na equação que ela utilizou, a compreensão é inversamente proporcional à relevância. Ou seja, quanto mais simples for o conteúdo, mais facilmente ele será compreendido. Não precisa ser cientista pra chegar a essa conclusão. Os comentários do vídeo no Youtube estão excelentes, alguns apontando o erro e criticando a palestra, outros dizendo que compreenderam o que ela quis dizer, já que falava para não-cientistas. Eu particularmente ainda não cheguei a uma conclusão. Not sure if falou bobagem ou nerds estão ficando cada dia mais malas.

Via

Relacionados: , ,

Autor: Marcel Dias

Pai, marido e sedentário.

Compartilhar
  • Rafael Vasconcelos

    Meu professor da cadeira de protótipos dizia que que lidar com cliente é muito difícil porque nós, da área técnica, não sabemos nos comunicar.
    Acho que isso de comunicações tem que vir dos dois lados. Tanto o cientista tem que fazer um esforço pra deixar as coisas simples quando o não cientista tem que fazer um esforço para aprender e entender termos científicos que serão inevitáveis.

    OFF: Eu nunca vou entender essa fascinação que alguns tem por Alice no País das Maravilhas.

    • Concordo, Rafael. Ciência pode ser explicada de forma simples, mas em geral não é ela própria algo simples. Quanto à Alice, nunca sequer li o livro, parece mais uma viagem de ácido.

      • dmcomp

        Nunca leu e livro e, acredito, nunca tenha tido uma viagem de ácido. Conclusões tiradas a partir de comentários no YouTube? 😉

        • Você não me conhece e nunca falou comigo. Julgamento tirado a partir de comentários em fóruns de psicologia?

          • dmcomp

            Não. A partir do *seu* comentário. Já teve alguma viagem de ácido?

  • Não entendo o fascínio por Alice também. É um livro bem ruim e bizarro.

    Quanto a ciência, bem, já passei por isso muitas vezes na minha pesquisa dentro da universidade. E o pior, quem tem o poder de dizer “sim” ou “não” pra verba, usualmente não entende muita coisa de ciência e sim de administração crua.

    Minha última apresentação teve 15 minutos, 10 deles falando de conceitos básicos necessários para entenderem o que eu iria falar nos 5 minutos finais.

    • Cara, eu vou explicar às pessoas que sou BLOGUEIRO e elas não entendem. Avalia explicar o Universo.

  • É nisso que dá as versões resumidas. Pessoal lê a versão resumida em português e acha que pode criticar a obra.

    Sobre a palestrante, acho muito engraçado alguém que não pratica uma profissão “ensinar” aos profissionais de verdade como devem fazer. Parece coisa de pedagogo, que nunca colocou as patas numa sala de aula e se acha no direito de dizer como professores devem ou não devem fazer. O que a menina de azul fez pareceu jornal trazendo notícia científica. E jornalista falando de ciência é a mesma coisa que tartaruga tentando costurar.

  • Bruno Barbieri

    ué, consegui explicar conceitos fundamentais de engenharia para o meu avo lol, pelo menos a parte de pq um solido vibra quando gira fora do centro de massa ahuhauuha

  • Totalmente OFF e com todo o respeito possível: mas que palestrante gata essa Melissa Marshall, hein? =9

    • O seu conceito sobre as mulheres está bem raso eu diria… Se voce ver a minha faxineira capaz de se apaixonar então…

      • Dá um desconto Cacio, ele é aspirante a engenheiro

  • Só um exemplo cru: Eu não preciso saber fazer pão e não preciso que o padeiro me explique isso. Eu pego, pago e como, e pra mim isso esta bom.

  • Guest

    Achei confuso no fim das contas.

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Walmart, Cupom de desconto Ricardo Eletro, Cupom de desconto Extra, Cupom de desconto Martins Fontes Paulista, Cupom de desconto Empório da Cerveja