Home » Meio Bit » Indústria » Citibank finalmente confirma ataque e vazamento de dados de clientes

Citibank finalmente confirma ataque e vazamento de dados de clientes

Nos Estados Unidos, milhares de contas de clientes do Citibank foram invadidas em março. Só agora a instituição financeira divulgou o estrago.

7 anos e meio atrás

Logo Citibank

A instituição financeira enfim confirmou que está sob crítico status de alerta devido a ataques bem sucedidos aos seus bancos de dados.

O Citibank está sendo pesadamente criticado por não ter liberado informações precisas e claras sobre ataques que sofreu desde o último mês de março.

O banco atestou que milhares de contas e seus respectivos dados foram roubados e que ainda trabalha para rastrear o tamanho do estrago causado em todas as agências do país (EUA).

As violações envolvem a perda de dados pessoais, de contacto, nomes e contas de clientes, embora o banco alegue que informações como tokens e códigos não tenham sido comprometidas.

"Estamos em contato com os clientes cuja informação foi afetada. O Citi implementou novos procedimentos de segurarança para evitar que eventos como esse se repitam novamente", disse um porta-voz à agência Reuters.

Alerta Máximo

Aproximados 1% das contas de 21 milhões de correntistas foi afetada diretamente, o que soma um total de 210 mil clientes em todo o terrirório norte-americano.

O Citibank não forneceu outras informações sobre a natureza dos ataques, nem quaisquer outros detalhes técnicos do ocorrido. Especialistas de segurança estimam que os hackers possam tentar um novo ataque via o mesmo canal, além de outros, para recuperar o restante das informações ou comprometer os usuários mais diretamente.

"Mesmo que o Citi não venha potencialmente a sofrer ações fraudulentas contra as contas comprometidas, é bem provável que seus usuários serão vitimados por tentativas de engenharia social para habilitar uma sequência de outros crimes", afirma o blogger Chester Wisniewski, consultor para a Sophos Security. "Os correntistas devem ficar atentos para a incidência de golpes, phishing e esquemas por telefone e texto a se passar pelo Citibank e suas subsidiárias", adiciona.

A empresa de segurança RSA se ofereceu para substituir +40 milhões de tokens de segurança usados pelos correntistas imediatamente após o fato de que o roubo dos dados, em março, ter vindo à tona. Só agora o Citibank publicou mais informações e as medidas que tem tomado a respeito.

É um péssimo momento para ser correntista do Citi nos Estados Unidos...

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários