Home » Software » WhatsApp confirma a introdução de anúncios na aba Status

WhatsApp confirma a introdução de anúncios na aba Status

Vice-presidente do WhatsApp confirma que a aba Status passará a exibir anúncios entre as atualizações dos usuários em breve, mas não definiu datas.

01/11/2018 às 9:30

O WhatsApp finalmente vai fazer uma graninha com seus usuários: segundo o vice-presidente Chris Daniels, o mensageiro instantâneo vai em breve passar a exibir anúncios, intercalando-os entre as publicações de seus contatos na aba Status. A novidade, no entanto ainda não tem data para entrar no ar.

WhatsApp / Status

A forma que o WhatsApp escolheu para entregar os informes publicitários não poderia ser outra, aliás: assim como já ocorre no Instagram e Facebook, o Status é a versão do aplicativo para os Stories, as publicações de fotos e vídeos que sobrevivem por apenas 24 horas, que a companhia de Mark Zuckerberg copiou do Snapchat após não conseguir comprar a empresa rival. Hoje o WhatsApp Status conta com 450 milhões de usuários diários, sendo assim monetiza-lo era inevitável.

Antes do Facebook comprar o WhatApp em 2014, a startup se gabava de nunca exibir anúncios aos usuários e para manter seus serviços, cobrava uma “taxa simbólica” de apenas US$ 1 ao ano, ainda que a maioria esmagadora dos usuários jamais tenha desembolsado um tostão.

Quando Zuck desembolsou US$ 19 bilhões para comprar o WhatsApp, a cobrança foi revogada e uma das promessas feitas na ocasião foi de manter o app livre de anúncios, mas sem uma fonte de renda, isso não durou: os fundadores  Jan Koum e Brian Acton resistiram por anos à introdução de anúncios na plataforma e o compartilhamento de seus dados com outros produtos da empresa, mas com a adoção da aba Status e a consequente imposição da visão do Facebook, ambos se tornaram votos vencidos e saíram da companhia. Hoje Acton se diz “um vendido” por ter traído a confiança dos usuários, o que o levou a inclusive abrir mão de US$ 850 milhões em ações ao pular fora do barco.

Segundo Daniels, as mudanças a serem feitas para a inclusão dos anúncios não prejudicarão a privacidade dos usuários do WhatsApp, com a criptografia ponta a ponta não sendo afetada; dessa forma, o Facebook permanece sendo incapaz de analisar o conteúdo das mensagens compartilhadas, e assim terá que depender de outros métodos para saber o que seus consumidores compartilham dentro da plataforma.

O executivo não esclareceu quando o WhatsApp passará a exibir os anúncios, mas isso não deve demorar: referências à funcionalidade já foram encontradas no código de versões beta do Android, indicando que os informes publicitários deverão ser habilitados em uma atualização próxima.

Com informações: The Economic Times.


Leia mais sobre: , .


relacionados


Comentários