Nintendo Switch — o console com as vendas mais rápidas da história (dos EUA)

Laguna_Nintendo_Switch_box_Mario_Odyssey_peq

Para desespero dos haters de plantão, o Nintendo Switch não pode ser mais considerado modinha. Sim, o console híbrido veio para ficar.

E nem podemos mais acusar a Big N de fazer marketing de escassez no mais recente console, pois o Switch é um verdadeiro sucesso de vendas. E tem quebrado diversos recordes. O finado Wii que o diga.

Em dez meses de vendas, do dia 03 de março a 31 de dezembro, o Nintendo Switch conseguiu uma base instalada de 4,8 milhões de unidades nos Estados Unidos. O recordista anterior era o Wii, lançado em novembro de 2006, que conseguiu chegar a “somente” 4,05 milhões de unidades vendidas até setembro de 2007 naquele país. Em terceiro está o PlayStation 4, que vendeu 3,95 milhões de consoles nos primeiros dez meses de vendas nos EUA. O recente console da Nintendo quase chegou ao meio milhão de unidades vendidas por mês nos EUA e tal média representa uma porção bem significativa da produção mundial de tal aparelho.

O tio Laguna especula que somente em dezembro o Switch tenha vendido mais de 1,4 milhão de unidades nos EUA. E é bom lembrar que a Cyber Monday 2017 foi contabilizada com o mês de dezembro pelo NPD Group.

A culpa, além do belo marketing, foi dos jogos: com dez meses de vendas o Nintendo Switch possui em sua biblioteca pelo menos dois dos melhores jogos de 2017 entre os 300 títulos já lançados. E grandes editoras como Electronic Arts, Activision, Ubisoft, Capcom, SEGA, Take-Two e Bethesda prometem publicar ainda mais jogos AAA em 2018. O tio Laguna já fica satisfeito com a trilogia Bayonetta. ?

Com relação à taxa de aquisição de jogos, nos EUA o título de maior sucesso é, claro, o Super Mario Odyssey, com attach rate de mais de 60%. The Legend of Zelda: Breath of the Wild vem logo a seguir com 55% e Mario Kart 8 Deluxe fecha o top 3 tendo sido adquirido por metade da base instalada do Nintendo Switch nos Estados Unidos. Splatoon 2 está perto de chegar ao milhão de cópias apenas naquele país. Aparentemente a nova IP ARMS não agradou tanto nos números.

No começo de novembro o Switch havia atingido uma base instalada mundial de dez milhões de consoles e o presidente da Nintendo Tatsumi Kimishima quer terminar o ano fiscal com 20 milhões de consoles vendidos. Parece possível.

Fonte: Business Wire via Gematsu.

Leia também:

Relacionados: , , , , , , , , , , ,

Autor: Emanuel Laguna

O “tio Laguna” nasceu no Siará em meio à Fortaleza de 1984. Sempre gostou de brincar de médico com os aparelhos eletrônicos e entender como um hardware dedicado a jogos funciona, mas pretende formar-se como Engenheiro Eletricista qualquer dia. Antes apaixonado pelos processadores gráficos desktop, vê nos smartphones, tablets e outras geringonças mobile o futuro da computação.

Compartilhar