Nintendo aumenta produção do Switch para 2 milhões/mês

switch

Durante um bom tempo muitas pessoas duvidaram da capacidade do Switch em conseguir conquistar um bom público, mas algo em que muitos apostavam era que, independentemente da demanda, a Nintendo não conseguiria (ou não gostaria de?) supri-la. Já se tornou padrão a empresa colocar nas lojas uma quantidade de videogames menor do que os consumidores desejam e dessa vez não foi diferente.

E como as festas de fim de ano deverão fazer com que encontrar o híbrido nas prateleiras se torne uma tarefa ainda mais difícil, muitos interessados passaram a temer que o Switch se tornasse uma mosca branca, mas para a alegria dessas pessoas, isso não deverá acontecer.

De acordo com o site DigiTimes, a Nintendo teria aumentado a produção do videogame para dois milhões de unidades por mês, fazendo assim com que o aparelho possa ser encontrado mais facilmente nas lojas asiáticas, principalmente as japonesas.

Além disso, o foco da BigN passou a ser atingir a impressionante marca de 20 milhões de unidades vendidas até o fim de 2017. Caso não saiba, até junho deste ano “apenas” 4,7 milhões de Switches haviam chegado às mãos dos consumidores, tornando-o o console de vendagem mais rápida da história da companhia.

O que torna tais números ainda mais incríveis é o fato de que em 2018 o Switch deverá começar a ser vendido na China e se tudo correr conforme o esperado, a produção mensal deverá se tornar ainda maior. No entanto, especula-se que a escassez de aparelhos não seja exatamente culpa da Nintendo, mas da sua rede de fornecedores que não tem conseguido entregar componentes chave, como memória DRAM.

A expectativa portanto é para que nas próximas semanas se torne mais fácil encontrar um Switch, mas e quanto a você, pretende investir em breve na compra do console? Neste final de semana eu resisti bravamente à tentação de adquirir um e admito que se ele já tivesse mais jogos que me interessam, acho que não teria conseguido.

Relacionados: , , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar