Home » Pop » Livros » Livros inacabados de Terry Pratchett esmagados por um rolo compressor

Livros inacabados de Terry Pratchett esmagados por um rolo compressor

Terry Pratchett é um escritor incomum. Além de seus excelentes livros ele levou uma vida excêntrica como poucos ingleses: como último pedido antes de sua morte, ele garantiu que seus livros inacabados nunca fossem publicados. Esmagando o hard disk com um rolo compressor.

1 ano e meio atrás

e8232cac7fdf204d9f56eb04d0e75048-terry-pratchett-discworld-the-sword

Sir Terry Pratchett é mais conhecido pelos 41 livros da ótima série Discworld, mas seu talento ia muito além. Astrônomo amador, naturalista, gamer, micreiro, roteirista, ele fez de tudo um pouco e tudo muito bem. Infelizmente ele nos deixou em 2015, com apenas 66 anos. Terry sofria de Alzheimer precoce e demência avançada, cruel e irônico fim para uma das mentes mais aguçadas de nosso tempo.

Como todo escritor ele era cheio de manias, mas seguia a linha de Excêntrico do Bem. Uma dessas esquisitices foi forjar a própria espada, com aço feito de meteoritos, para a cerimônia onde foi agraciado com o título de Cavaleiro pela Rainha da Inglaterra.

6mccfsn

Também como todo escritor Sir Terry tinha uma gaveta cheia de histórias inacabadas. Normalmente editores gananciosos e parentes idem vasculham cada cantinho atrás de algo que possam transformar em dinheiro, resultando invariavelmente em livros ruins sujando o nome do autor.

Desta vez isso não vai acontecer. Terry Pratchett decidiu que 70 títulos e 70 milhões de exemplares vendidos eram o bastante, e deixou instruções para que seu material inacabado fosse devidamente destruído por Rob Wilkins, seu assistente.

Terry sendo Terry, ele escolheu um fim bem dramático para o disco rígido que guardava as últimas cópias dos textos.

dieypkvxuamostu

Originalmente ele queria um equipamento monitorando seu coração, e quando parasse de bater, o HD seria apagado. Bem dramático, mas além de ser algo terrivelmente deprimente pra algum maker criar, médicos não gostam de estranhos espetando fios nos pacientes deles.

A segunda opção foi esmagar o HD com um rolo compressor. Deu trabalho mas Rob conseguiu alugar um monstro de 6,7 toneladas, movido a vapor chamado Lord Jericho. O HD foi devidamente esmagado, mas só para garantir depois ele ainda foi colocado em um triturador de pedras:

diegiscxyaaowy6

Foram perdidos para sempre pelo menos 10 livros e incontáveis histórias, mas não podemos ser gananciosos demais. De resto, sempre há a esperança de que o verdadeiro HD esteja guardado em algum lugar. Alguns fãs apontaram pro detalhe do disco ser IDE, muito velho, e Terry era geek micreiro, vivia trocando e atualizando equipamento.

Quem quiser conhecer o trabalho de Terry Pratchett eu recomendo muito, mas muito mesmo Belas Maldições.

a1xohvdihnl

Nesse livro o texto místico de Neil Gaiman se encaixa perfeitamente com o humor de Terry Pratchett: é uma deliciosa história sobre um anjo e um demônio, vivendo confortavelmente na Terra e tendo que lidar com o Apocalipse, que será comandado pelo Anticristo, uma criança que deveria ter sido criado por pais satanistas diplomatas dos EUA, mas sem-querer foi parar com uma família inglesa do interior, perfeitamente normal. Ah sim, tem também uma bruxa medieval que nunca fez sucesso, suas previsões eram precisas e específicas demais, como “não comprarás Betamax”.

Belas Maldições é o livro que mais comprei, e não tenho. Devo ter dado uns 20 exemplares. Até hoje ninguém reclamou.

Onde encontrar: na Amazon, por R$ 32,76 (mas a capa é mais feia).

relacionados


Comentários