Home » Internet » Invasão de Privacidade 2.0: site ilegal promete descobrir “Tudo sobre Todos”

Invasão de Privacidade 2.0: site ilegal promete descobrir “Tudo sobre Todos”

Tudo sobre Todos — denúncia: um site ilegal consegue fazer buscas de dados sensíveis dos cidadãos brasileiros. Pagando, daria até para saber o nome completo dos parentes.

4 anos e meio atrás

Laguna_Stalker_peq

É assustador o nível de curiosidade das pessoas. Uma coisa é você consultar no SCPC se o comprador de um produto ou serviço seu pode arcar com a dívida. Outra coisa bem diferente é ir atrás de tudo sobre aquela pessoa.

Aliás, há todo um mercado negro em volta da violação da privacidade alheia. E nem precisamos entrar na Deep Web. É o caso deste site ilegal abaixo.

Laguna_Tudo_Sobre_Ela

Nesse site ilegal Tudo sobre Todos, basta você ter o nome completo ou CPF da vítima para saber o CEP de onde ela mora e o nome completo de seus vizinhos. Assustador.

Pagando pelo serviço (e ele é ilegal), dá para saber o nome completo dos parentes da vítima e ter acesso às redes sociais onde ela está cadastrada. Pelo menos é o que prometem. Cumprindo ou não, isso obviamente fere a privacidade das pessoas, colocando endereço e CPF à disposição de quem paga.

Aliás, se você não sabe o nome completo ou o CPF, basta colocar apenas o nome parcial e a busca funciona muito bem. Bem até demais. A fonte do presente texto fez uma busca por Maria. O serviço ilegal listou as cem primeiras com tal prenome.

Laguna_Tudo_sobre_Maria

Busca por Maria (crédito: Correio 24 horas)

Há um abaixo-assinado direcionado para a Superintendência da Policia Federal em Rondônia, criado no site Petição Pública, para exigir a retirada do “Tudo sobre Todos”. Problema: o site, embora claramente ilegal, está hospedado em servidores estrangeiros. A empresa, provavelmente de fachada, estaria sediada nas Ilhas Seicheles.

Segundo a página, a origem dos dados são cartórios, decisões judiciais publicadas, diários oficiais, foros, bureaus de informação, redes sociais e consultas em sites públicos na internet.

Ao pagar para ter acesso à informações tão sensíveis, o usuário do “Tudo sobre Todos” precisaria garantir que as informações pesquisadas serão utilizadas respeitando a legalidade e licitude, de acordo com os termos de uso do site. Detalhe ainda mais bizarro: segundo o site, o uso das informações para prática de atos ilícitos, discriminatórios ou ilegais é de responsabilidade do usuário. Santa inocência, Batman.

Não sei vocês, mas espero que a polícia consiga fechar logo esse site maldito aí, que parece seguir a linha de sites como Fonedados e Nomes Brasil, sites ilegais que felizmente já foram derrubados pela Justiça. Dados sensíveis de milhões de brasileiros não podem estar tão disponíveis assim.

Por motivos óbvios, o tio Laguna não vai colocar no presente texto um link direto para o tal “Tudo sobre Todos”. Qualquer coisa, verifiquem a fonte consultada logo abaixo.

Fonte: Correio 24 horas.

Agradeço ao amigo Felipão pela dica.

relacionados


Comentários