Home » Áudio e vídeo » Cinemas e Netflix terão estreia simultânea de “O Tigre e o Dragão 2”

Cinemas e Netflix terão estreia simultânea de “O Tigre e o Dragão 2”

Acordo com a The Weinstein Co. levará em 2015 sequência do clássico chinês das artes marciais para o Netflix no mesmo dia do lançamento nos cinemas

5 anos atrás

crouching-tiger-hidden-dragon-the-green-destiny

Promessa é dívida: em um keynote durante o Film Independent Forum de 2013, o CCO da Netlfix Ted Sarandos havia delineados os planos da empresa em expandir o que já vinha realizando com séries próprias como House of Cards, Orange is the New Black e tantas outras. O plano era ousado: financiar grandes produções do cinema de modo a permitir que ela estreassem simultaneamente nos cinemas e no serviço de streaming.

Um ano depois temos o primeiro fruto dessa empreitada: a esperada sequência de O Tigre e o Dragão será o primeiro longa-metragem de um grande estúdio a aparecer ao mesmo tempo nas salas e no Netflix.

A empreitada da Netflix é uma resposta aos grandes estúdios, que se recusaram veementemente a assinar acordos que poderiam beneficiar ambos os lados: ao permitir que um filme estivesse disponível ao mesmo tempo nos cinemas e no serviço, o consumidor teria o poder de escolha, decidindo se assistiria a película em casa ou se deslocaria até a sala de projeção. A The Weinstein Company (dos antigos donos da Miramax), enquanto produtora menor aceitou os termos, e mesmo que Crouching Tiger, Hidden Dragon: The Green Destiny não conte com Ang Lee na direção (a missão ficou a cargo do coreógrafo de artes marciais Yuen Woo Ping, que trabalhou em Matrix), caras conhecidas como Michelle Yeoh e Zhang Ziyi estarão de volta, o que é mais do que suficiente para atrair o interesse do público e na teoria, fazer com que o acordo valha a pena.

Se isso é uma tendência? Difícil dizer. Depende de quanto o filme chinês lucrar comparando ambas as formas de distribuição. Muito provavelmente grandes estúdios e produtoras aceitarão uma forma de distribuição que queime etapas, depreciando ainda mais o home vídeo (se o filme já está no Netflix, quem vai querer o Blu-ray?). Já estúdios menores podem ver no Netflix uma forma de aumentar a exposição de filmes menores e documentários, que geralmente são distribuídos de forma limitada no grande circuito.

O Tigre e o Dragão 2 será lançado lá fora no Netflix e em salas IMAX selecionadas no dia 28 de agosto de 2015. Até lá muita água pode rolar, e a companhia já avisou que este é o primeiro de vários projetos. Vamos aguardar para ver o que vem por aí.

Fonte: r/c.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários