Home » Games » Acessórios » E3 2014 — PlayStation TV chega para brigar com set-top boxes

E3 2014 — PlayStation TV chega para brigar com set-top boxes

Sony posiciona PlayStation TV no ocidente como um set-top box ao invés de console, visando concorrer com Apple TV, Roku, Chromecast e fireTV

5 anos atrás

playstation-tv

Durante a conferência realizada ontem na E3 2014, a Sony revelou apenas uma única peça de hardware que estará disponível em breve: o PlayStation TV. Conhecido no Japão como PS Vita TV, a mudança de nome do console não é gratuita: a empresa não pretende vendê-lo como um console caseiro que pode rodar games do PS4 via streaming, mas um set-top box destinado a bater de frente com Apple TV, Roku, Chromecast e fireTV e outros produtos similares.

Aliás, a Sony sequer mencionou que o PlayStation TV nasceu no Japão como um console, uma versão caseira do PS Vita que permite rodar os games que não dependem da interface de toque na sua TV. A empresa o está posicionando como um concorrente direto da Apple TV e cia. limitada, permitindo acesso a serviços como Netflix, Crunchyroll, Hulu, Crackle, niconico e etc. Isso é legal, e por US$ 99 é uma opção interessante.

Entretanto há ressalvas. Esse preço inicial inclui o PlayStation TV, e tão somente. Os problemas começam pelo fato que ele só pode ser controlado através do DualShock 3 ou 4 ou ainda por um PS Vita, portanto ele não possui um controle dedicado. A outra limitação é o fato de que assim como o PS Vita, ele possui apenas 1 GB de armazenamento interno, voltado somente para apps, obrigando o usuário a adquirir um cartão de memória do PS Vita caso queira instalar games, que todos sabemos é exclusivo e bem caro. Isso torna o bundle que inclui um cartão de 8 GB, um cabo HDMI, um DualShock 3 e o game Lego Movie mais atraente, embora custe US$ 139.

Nisso a vantagem do preço em relação à Apple TV e fireTV (que possui 8 GB de espaço interno de fábrica) vai pro espaço, e tende a piorar: caso você queira utilizar o PlayStation TV como um console, 8 GB de espaço é insuficiente. Ainda assim o produto é interessante, embora eu acredite que a disputa entre os outros adversários será intensa lá fora. Já aqui, com a possibilidade dele ser lançado custando quase mil reais (afinal, é a Sony Brasil), não vai fazer nem cócegas em Chromecast e Apple TV.

relacionados


Comentários