Home » Games » Cultura Gamer » 2K Games: a Irrational Games fechou, mas BioShock viverá

2K Games: a Irrational Games fechou, mas BioShock viverá

2K Games diz que o universo de BioShock não foi completamente explorado e novos títulos poderão surgir no futuro, mesmo sem o envolvimento de Ken Levine

6 anos atrás

bioshock-gimme-your-hand

A Irrational Games pode ter encontrado seu amargo fim nesta semana, mas a vida continua. O fundador do estúdio Ken Levine, agora voltando a se envolver com o cinema vai assumir uma posição na 2K Games, se tornando responsável por títulos menores voltados ao cenário digital, levando consigo cerca de 15 funcionários. Os demais (em torno de 100) serão recolados em outros estúdios da 2K ou receberão apoio da Take-Two para encontrar novos empregos. É triste, mas o mercado funciona dessa forma.

Entretanto muitas pessoas estão deveras preocupadas com o destino dos títulos da Irrational, mais precisamente com a franquia BioShock. Sobre isso um porta-voz da 2K deu a seguinte declaração, que deixou muita gente com uma pulga atrás da orelha:

Bioshock é uma de nossas franquias mais amadas e aclamadas pelo público, é nós estamos em dívida com Ken (Levine) e o time talentoso da Irrational Games por suas contribuições à série com Bioshock e Bioshock Infinite; o último sendo um dos jogos mais premiados de 2013. (...) O universo de Bioshock é uma tela rica e criativa para muitas histórias não contadas, e nós estamos ansiosos para explorar a próxima experiência de Bioshock.

A preocupação do público não é pelo fato da 2K Games pretender continuar lançando títulos da franquia BioShock, isso era até esperado. O problema é que a partir de agora a franquia está sob controle da desenvolvedora, e muito provavelmente Levine não mais colocará suas mãos nela. E quando falamos disso não há como não lembrar de BioShock 2. desenvolvido pela 2K Marin (The Bureau: XCOM Classified). Ainda que muita gente goste dele, é fato que comparado ao BioShock original ele é um título bem inferior.

No mais, as circunstâncias em torno do fim da Irrational são nebulosas. Embora BioShock Infinite tenha recebido muitos prêmios, é fato que o título não vendeu tanto quanto o esperado e há a grande possibilidade que ele tenha sido fechado pelo simples motivo que não dava lucro à Take-Two. Vendo sob essa ótica é compreensível a situação da versão para PS Vita: embora Levine adorasse o portátil, a recusa da 2K e da Sony em investir numa versão para o pequeno console muito provavelmente foi motivada pelos números de venda da franquia. E agora, com Levine fora da jogada é seguro afirmar que o projeto está morto e enterrado, já que ele sequer saiu do papel.

Sobre novas versões de BioShock (e uma possível retomada de System Shock), embora eu adore a ideia de um jogo da franquia no PS4 e Xbox One fico receoso se a qualidade técnica e principalmente de roteiro serão mantidas, porque se a 2K Games espera que os fãs apoiem a continuação da série, isso é o básico.

Fonte: GI.

relacionados


Comentários