Digital Drops Blog de Brinquedo

iPad – A Maior Vitória de Larry Ellison, da Oracle

Por em 29 de janeiro de 2010
emApple e Mac relacionados  
Mais textos de:

Site | Twitter
  • guto pesset

    haaaaaaaaaaaaaaa… primeiro artigo que vejo que fala algo bom desse gadget.

     

    ja era de se imaginar quem seria o primeiro. lol..

    • jcarlossys

      Claro, né? Alguém tem que defender a tribo dos Coloridos!

      Desculpe, não resisti a piadinha infame. Hehe…

    • Geovani

      Aqui mais um, de alguém que de fato usou o aparelho (aí uma novidade!):

      “Well, I am lucky enough to have been at the Apple Event today. Deep within the Reality Distortion Field. I saw the demo live, not snap shots on a web site. I got to use the iPad and see how it worked in person. I talked with other people that had tried it.

      And you know what, just like Steve Jobs said, you need to hold it for yourself. It’s a different computing experience. It’s intuitive and simple. The device is blazingly fast and obvious how to use. It is a third kind of computing between a smartphone and a laptop. [..]

      Oh Internets, I know you won’t believe till you hold one in your hands. You’ll bang on about features, data plans, DRM, open source, and a multitude of issues. You’ll storm the message boards, wring your hands, and promise you won’t buy one till ‘Gen 2’. The din will grow and grow as time passes.

      And then one day, in a few months, you will actually hold one and use it. And you will say, “I want one. I want one right now.”

      • guto pesset

        Nao, eu nao vou dizer “I want one. I want one right now.”

        Pra eu querer um, ainda vai ter evoluir muito E tudo que eu uso se tornar inutil e esse aí ser o salvador da patria. O que acho bem dificil de acontecer, hj ou amanha.

        • Geovani

          Peraí, para você dizer essa frase precisa antes segurar e usar um, senão não dá certo!

          • guto pesset

            E para eu chegar ao ponto de pegar nesse gadget primeiro vou ter q sentir necessidade para tal. Ou seja, ver que preciso testar pra ver se atende algo que esteja faltando. Nao é o caso. :)

          • Roniuj

            Tipo assim.. você acha o iPad um equipamento realmente perfeito? Tá dentro das suas expectativas?

             

          • Geovani

            Perfeito não, não existe nada perfeito.

  • carituS

    Acho que só o Cardoso gostou do iTampon. :D

    O resto tá só descendo o cacete. E eu concordo com alguns pontos levantados: sem multitasking, tela de 1024×768 (assistir filmes com faixa preta em cima e embaixo? Fala sério!) e precisar de adaptadores para quase tudo me desanimaram um pouco.

    Mas aguardemos, o iPhone seria um retumbante fracasso, segundo os “especialistas” de plantão.

    • vincentvega

      Pessoal, o que o Cardoso fez não é exatamente uma avaliação do iPad, mas sim uma análise de um novo conceito computacional, que há algum tempo vem se desenhando.

      Achei brilhante o artigo ter saído do burburinho sobre as características do produto (que também concordo não serem as ideais) para trazer à luz uma tendência eminente. É claro que a computação em nuvem oferecerá, em pouco tempo, todas as ferramentas que atendam as necessidades de um usuário iniciante/médio.

      O iPad é realmente revolucionário e merece ser visto com outros olhos, menos críticos em relação à sua falta de recursos e mais atentos aos novos padrões de comportamento e tendências de mercado que ele acaba de inaugurar.

      • http://lyzflux.deviantart.com/ kellbonassoli

        Exatamente

      • Panorama

        ele pode até ser interessante como conceito, daí a revolucionário……. 8)

      • guto pesset

        Revolucionario?!

      • Diavolul

        [quote=vicentvega]O iPad é realmente revolucionário e merece ser visto com outros olhos, menos críticos em relação à sua falta de recursos e mais atentos aos novos padrões de comportamento e tendências de mercado que ele acaba de inaugurar.[/quote]

        vicente, desculpa mas como algo pode ser revolucionário se eu não posso espetar meu pendrive nele pra upar minhas fotos?

        Para ser realmente revolucionário ele não deveria ser oferecer os recursos necessários à melhor experiência do usuário? Eu não sou especialista na área mas, por exemplo,  pra mim é padrão de comportamento do usuário usar o aparelho em várias funções simultâneas, mas o processador não suporta multitasking….

        Eu concordo que há uma mudança de paradigma no uso da computação doméstica, perfeito, só discordo veementemente de que o Ipato seja a resposta a essa nova demanda.

        abcs

        • RodrigoCantarino

          Ok, você pode até não conseguir “espetar” o seu pendrive, mas a própria Apple desenvolveu um acessório que possibilita “espetar” um cartão SD, ou seja, se você tem uma máquina fotográfica digital que utiliza esse tipo de cartão, você pode “upar” a vontade suas fotos. E tudo bem, você vai dizer que é mais uma coisa pra carregar/comprar, mas dizer que não presta só por causa disso também seria um exagero.

          ;)

           

        • dclobato

          [quote]Para ser realmente revolucionário ele não deveria ser oferecer os recursos necessários à melhor experiência do usuário? Eu não sou especialista na área mas, por exemplo, pra mim é padrão de comportamento do usuário usar o aparelho em várias funções simultâneas, mas o processador não suporta multitasking….[/quote]

          Tecnicamente, quem não suporta multitasking é o sistema operacional, e não o processador. Em teoria, qualquer processador que suporte interrupções poderia executar um sistema operacional multitarefa.

        • vincentvega

          Rs… Concordo em tudo que você diz, e provavelmente não terei um iPad porque simplesmente não me atende em quase nada. Digo que será revolucionário pelo seu conceito de “telão web anywhere”, embora não sei se ele terá 3G. E, não podemos nos esquecer, pela força do marketing Apple e dos appletards seguidores que não se importam muito com o desempenho e adoram o logo da maçazinha.

          Acredito que a “revolução” que este bagulho iniciará será realmente sentida quando todos os outros fabricantes começarem a apresentar seus concorrentes que, sem sombra de dúvida, terão recursos mais interessantes.

          • criscmaia

            Sim, ele tem 3g.

  • Daniel Fonseca Alves

    E os sistemas operacionais de desktop começam a ficar irrelevantes, já de servidores …

  • Hawk

    Só não gostei de duas coisas no iPad: processador (1GHz achei pouco) e falta de multitask, no mais, eu compraria, se custasse no máximo R$1600. Ele pode/poderia substituir um netbook sem problemas.

    • petter

      Clock do processador não é tudo, o ideal é analisar a performance geral do equipamento.

  • http://ceticismo.net Pryderi

    Então, num belo dia, a gente fica um mês sem internet (como aconteceui comigo), daí…

    • http://felipecn.com/wp/ FelipeCN

      Honestamente, se fico sem internet nem tenho o que fazer no computador….

      E o iPad ainda é útil mesmo nessa caso, o iWork fica instalado nele, não na nuvem.

      • http://ceticismo.net Pryderi

        Eu não estava me referindo ao iAbsorvente, especificamente. Estava comentando a postagem do Cardoso, sobre o uso da Nuvem e blábláblá. Tudo isso é muito legal, mas na civilização. Nós, aqui na favela do mundo, não temos infraestrutura de comunicações em nível residencial (e em certos casos, corporativo também) que suporte isso. Diabos, tem lugares na cidade do Rio que nem banda larga tem (mesmo aquelas de 300k do merdox).

        IMHO, prefiro ter computador de verdade e nao um simples terminal. Quem me garante que o servidor não vai dar pau e meus dados sumirão – PUF! – de uma hra pra outra? Eu não me preocupo com empresas e/ou executivos. Me preocupo com meu trabalho e como usarei ferramentas para melhor desempenhá-lo.

        • guto pesset

          Estou totalmente de acordo!

           

          Varias pesquisas e investimentos em tecnologia para melhorar a performance dos pcs, para agora vc nao precisar de toda essa performance pq vc vai usar tudo na nuvem… arram.. sei…

          • luizfelipestang

            O maior problema da computação nas nuvens é a gambiarra do AJAX. Nunca isso vai ser tão bom quanto uma aplicação desktop. Nenhum webmail é pario para o Outlook 2007, no quesito interface de usuário. Pelo menos, vai simplificar o desenvolvimento, pois é complexo demais criar o javascript para um site parece uma aplicação desktop. estamos indo pelo caminho errado. Cade aquela velha idéia do posix, um programa pode rodar em qualquer maquina, desde que o SO siga o padrão, inclusive com a biblioteca grafica dele.

            Então, porque não deixar essa modelo de navegador como terminal burro, e partir logo para usar remote desktop como terminal burro. Coloca uma barra de endereços no terminal service client, e, o site é na verdade um aplicativo completo com sua interface acessado remotamente.

            Pronto, você teria o melhor dos dois mundos.

             

          • http://fsjunior.com.br Bullshico

            Nenhum webmail é pario para o Outlook 2007, no quesito interface de usuário.

            Engraçado. Eu não gosto muito dessa idéia de “nas nuvens” também. Por questões de segurança (no quesito: quem garanta que ninguém vá ver meus dados?) e de conectividade, conforme já disseram.

            Mas eu sempre usei webmail. Desde os primordios. Desde o bol. Esse lance de outlook não é pra mim. Lembro que na época todo mundo falava mal de usar webmail, mas agora a maioria adora… Sentimento de turba é foda.

            E particularmente nunca vi cliente de e-mail (web ou off) com mais recursos que o gmail. Não tanto pela estrutura em AJAX, que é mais limitada (mesmo que menos do que já foi), mas pelos recursos implementados mesmo.

          • thE Masterkey Blaster

            [quote]Varias pesquisas e investimentos em tecnologia para melhorar a performance dos pcs, para agora vc nao precisar de toda essa performance pq vc vai usar tudo na nuvem… arram.. sei… [/quote]

            lembre-se do que o velho Bill dizia – 640k serão suficientes para todos….

            ____________________________

        • G4br1el

          Concordo que é inviável na nossa realidade, mas em relação a segurança, tenho uma observação e uma possível solução:

          1. Servidores são muito mais confiáveis que seu desktop, seja pelo hardware em sim, seja pelo sistema utilizado ou pela infra-estrutura toda dos locais onde ficam os servidores. A chance real de você perder seus dados nos servidores de uma empresa boa é menor que no seu PC. Netbook e smartphone, nem preciso dizer.

          Além disso, com dados e aplicativos nas nuvens, teríamos PCs mais simples, econômicos e baratos. Seria uma grande vantagem, já que exigiria menos conhecimento e dinheiro por parte dos usuários.

          Mas concordo que caso venha acontecer um problema nos servidores da empresa, a coisa será feia, já que além dos seus dados, tem de mais milhares de pessoas. Seria quase um apocalipse se todas as contas do Gmail fossem para o espaço.

          2. Para resolver essa questão da segurança dos dados sou a favor de montar um RAID1 entre o seu servidor e seu HD. Tudo que você armazena no seu PC é replicado automaticamente na internet. Seus dados serão gravados em disco e passados através da rede para os servidores da empresa que armazena seus dados.  Continuaríamos com HDs e afins, mas em caso de problemas na rede ou nos servidores, as pessoas não perderiam seus dados e nem ficariam sem acesso a eles. E na maioria do tempo, teríamos todas as vantagens do armazenamento em nuvem.

          • guto pesset

            So tem uma coisa. Quem garante que nao vai ninguem la fuxicar meus dados? Datacenters nao sao como bancos.

          • G4br1el

            Ninguém e vale ressaltar que isso já é um problema real.

            Mas em caso de informações muito confidenciais, você pode optar por não compartilhar tal informação . Pela minha proposta de solução, ainda teremos que ter armazenamento interno, então é só restringir o acesso…

            Além disso, soluções descentralizadas como o Opera Unite,  podem vir a ser solução para casos específicos. Perde-se em estabilidade, mas ganha em privacidade e seus dados continuam na nuvem.

          • guto pesset

            Exato. É um problema real. Esse papo de “coloque tudo na nuvem e nao tenha mais preocupações” pra mim é balela.

             

            Hoje vejo empresas comprando soluções de gerenciamento de emails na nuvem.. imagino a troca de email de um setor financeiro indo  pela nuvem.. nao vejo como algo seguro e confiavel, por mais que digam que durante a troca há criptografia. Isso nao importa, o que importa é aonde o email fica armazenado, dai sim vem o problema.

             Prefiro deixar em meu storage com backups diarios, feliz feliz.

        • kakaroto_BR

          Os grandes players no mercado estão cientes dos problemas de infraestrutura que vc fala – que existem inclusive nos EUA – e certamente vão fazer grandes investimentos tbm para aumentar a cobertura da rede.

          • http://ceticismo.net Pryderi

            Tá, muito bom saber. Isso significa que vão colocar uma internet de acesso decente, sem quedas e por um preço que não seja (muito) escorchante? Acha que a Tchau/Telemerda vai mudar sua “visão empresarial”? O que vai acontecer nos EUA não me importa nem interessa. Eu vivo aqui, na “roça”, como diz o Cardoso.

        • http://www.acranias.com catzurrul

          Em se tratando de nuvem, a privacidade do conteúdo me deixa com mais medo. E que ninguém me venha com essa história de: “Se ninguém pode saber, você não deveria estar fazendo”. Sem HD onde eu armazenaria no prazo de 24 horas os seriados baixados por torrent?

      • http://fsjunior.com.br Bullshico

        Mas isso é porque deixamos que fiquemos dependentes. Quem baixa manual hoje em dia? Eu não baixo, procuro sempre no Google. Se não fosse assim, com certeza minha produtividade off-line seria muito maior.

      • Peixes

        “…Honestamente, se fico sem internet nem tenho o que fazer no computador….”

        Você não cria/edita um texto (como um curriculo por exemplo), não ouve suas musicas, não joga off-line, não assiste um filme, não ve fotos, não le livros, ou qualquer outra coisa que um computador normal deveria ser capaz de fazer mesmo não possuindo uma conexão com a internet?

        Poxa, meu note (e os computadores de milhões de pessoas pelo mundo) funcionam sem estar “on-line”…

    • zuzé

      Melhor nem pensar em ficar um mês sem Internet:

      http://malvados.com.br/index1375.html

       

      • Saint-Clair Stockler

        hahahahaha, adoooro os malvados!  }:)

    • mano_lima

      Ou a gente fica com todos os serviços do Google engasgando, como ocorreu ontem aqui, quando tive apenas uma opção: pagar logo o Grande Irmão antes que todos meus e-mails com material obsceno fossem encaminhados para minha esposa… ;)

      Mas, na boa, depois de algum tempo no Meio Bit eu formei uma opinião sobre os textos do Cardoso. Acho que o que mais o incentiva a escrever é justamente o desafio da argumentação. Tal qual aquele grego que se gabava de poder convencer a platéia de um ponto-de-vista pela manhã e de convencer a mesma platéia do contrário no discurso da tarde, o Cardoso também se motiva através de um esquema parecido: será que consigo argumentos razoáveis para ir contra o consenso?

      Digo isso porque os melhores argumentos contra essa história de ChromeOS e tudo na nuvem foram escritos aqui pelo próprio… Cardoso! Naquele texto “Office 2010 – Nem tanto à terra, nem tanto ao mar”. :)

      A grande verdade é que por enquanto ninguém sabe no que vai dar. É uma distância muito curta entre um sucesso como o iPhone e um Macbook Air. Eu já vou me dar por muito satisfeito se conseguir comprar um iMac daquele tipo Desktop, lembra? Aquelas coisas antigas que se usavam antes de todo mundo vir com palavras cada vez mais complicadas como netbook, tablet, smartphone…

      • http://ceticismo.net Pryderi

        [quote]Mas, na boa, depois de algum tempo no Meio Bit eu formei uma opinião sobre os textos do Cardoso. Acho que o que mais o incentiva a escrever é justamente o desafio da argumentação.[/quote]

        Não, meu caro. É uma questão psicológica. Todos estão falando mal do iAbsorvente. Cardoso chega e faz o contrário: Fala bem. Isso gera uma reviravolta, com um monte de pessas largando o texto do Ghedin, que já não tem mais o que acrescentar em termos de comentários, e começa-se a discutir aqui se ele tem ou não tem razão, desviando o foco (espertamente) do iAbsorvente para a Nuvem. Isso gera mais comentários, contraargumentações, exposições, indignações, flames etc. Tudo o que o Cardoso adora: Chamar a atenção e gerar hits. ;)

        Temos que convir que o Cardoso é muito bom nisso.

        • mano_lima

          Que absurdo, Pryderi. Tá pensando que o Cardoso por acaso é Lord Sith para ser maquiavélico a esse ponto? … … … Ei!!!!

          (desce um raio de sol sobre a cabeça de Mano Lima enquanto ele finalmente enxerga a verdade. Ele sente um calafrio de pavor e só não “revira os olhos” com a revelação porque quem faz isso é vampiro-purpurina de livro para adolescentes)

        • http://www.terabitcast.com H123er

          Aonde eu assino? Finalmente alguém que presta atenção no que realmente o texto está querendo dizer, vejo que mudar a opinião de vários basta você ter o status e saber uma regra, embutir o real significado em um texto, poucos conseguem distinguir. Ontem foi um mar de gente falando mal do iPad, com razão, tantas coisas que poderiam ser agregadas e ficaram devendo, ai arrastando essa idéia por um outro ponto de vista muda a opinião de vários desavisados.

        • Diavolul

          Pryderi, o que voce está querendo dizer com isso?

          Que Cardosão está sofismando? :jawdrop:

          Que o discurso dele é pura retórica?? :jawdrop:

          Noooooooo!!!!!!!!!

          rsrssrsssr, falando sério agora, é claro que tem um componente muito esperto no texto dele do qual ele sabe tirar proveito próprio, mas também o fato dele por esse povo pra pensar e discutir gerando o debate, pondo em destaque o contraditório*, acaba sendo proveitoso para todos nós, excetuando eventuais excessos como trolls e tards mas pra esses existem os temíveis “Moderators”.

          abcs

          *contraditório? contraditorium? é, deve ser por aí…

          • http://ceticismo.net Pryderi

            [quote]Que Cardosão está sofismando? Que o discurso dele é pura retórica??[/quote]

            Não. Eu estou dizendo que ele é mais esperto que vocês, bando de bocós, que são facilmente manipulados ao bel-prazer dele. Aposto que ele tem ários meio-artigos prontos, os quais ele dá uma edição final para adequar ao hype do momento e usa seus opderes Sith para enfurecer os tardsd e transforma-los em monstros incontroláveis.

            [quote]mas também o fato dele por esse povo pra pensar e discutir gerando o debate, pondo em destaque o contraditório*, acaba sendo proveitoso para todos nós, excetuando eventuais excessos como trolls e tards mas pra esses existem os temíveis “Moderators”.[/quote]

            Correto, gafanhoto.

          • Diavolul

            Ha, eu acertei uma pelo menos, não sou tão bocó assim :)

            abcs

          • http://ceticismo.net Pryderi

            Até mesmo um relógio quebrado está certo duas vezes por dia. }:)

          • Diavolul

            touché.

            abcs

          • vincentvega

            Caramba, bela filosofia. Vou tatuar isso.

          • ThiagoTietze

            Gêêêêênio…

            Agora posso votlar a trabalhar 8)

        • http://infodrama.blogspot.com infodrama

          A verdade é que aqui tem um bando de maria vai com as outras.

          Eu incluso. Mas td tem limites.

        • http://lyzflux.deviantart.com/ kellbonassoli

          Concordo. }:)

  • http://www.twitter.com/aerogabriel GabrielSO

    Ok, Cardoso, mas não entendi por que você passou de “PCs domésticos de desempenho razoável, com grande conectividade, portabilidade, excelentes para navegação web” para o iTu, uma máquina que só roda o que Steve Jobs quer que ela rode, sem multitasking, sem USB e sem Flash.

    Concordo com a sua descrição do “computador do futuro”, mas o iPad não é esse computador. Não atualmente. Uma máquina dessas, sem funções básicas para a navegação Web, não serve nem para navegar na internet como nós a conhecemos hoje. Talvez daqui a 3 anos no futuro o HTML 5 já esteje consolidado e Flash não seja mais necessário… Mas, hoje, em 2010, da forma como o iPad foi apresentado quarta-feira pela Apple, ele não cumpre bem nenhuma das funções dele.

    O computador do futuro é um iPato? Então ficarei com o meu do passado, ktnx.

    • http://cognostech.posterous.com/ Ramon E. Ritter

      O iPad não é o computador do futuro, mas o seu conceito talvez seja: algo realmente portátil e fácil manipulação. Uma prancheta pode facilmente ser utilizada dentro de um trem, onibus ou escola (claro que se esquecermos a possibilidade de um “di menor” aparecer com um 38 e roubá-lo).

      Com aquele case e teclado externo(se você nao se adaptar ao teclado virtual), é fácil de carregar e e usar.

      E essa é a primeira versão. Na 2.0 sai com mais algumas tranqueiras e a 3.0, daqui a 2 anos vai tornar a atual completamente defasada e mais próxima do que realmente deverá ser o computador do futuro (e a Apple com alguns bilhões a mais na conta).

  • http://thiagopeixoto.deviantart.com thiagopeixoto

    um ótimo artigo sobre esse assunto: http://macmagazine.uol.com.br/2010/01/28/halex-bodejando-eu-odeio-a-ipad

    Um fato interessante é que ele lembra que quando lançaram o iphone todos riram dele, é só lembrar: câmera horrível, sem flash, internet sem flash, sem entrada pra cartão, grande(alguém relcama hoje?)…

    • http://ceticismo.net Pryderi

      O iPhone de hoje é o mesmo do lançamento? Se o do lançamento fosse tão bom, por que o mudaram? O iAbsorvente poderá ser melhor no futuro? Pode. Mas não dá pra viver de “pode ser isso, pode ser aquilo…”

      • guto pesset

        Imagino as pessoas andando na rua com esse “Ipodão” na cintura. Me lembra a epoca que era “onda” andar com um celular do tamanho de um tijolo na cintura.

    • criscmaia

      Comentei exatamente isso em outro tópico.

       

      Ele pode ser ruim assim, com todos os defeitos, simplesmente porque é melhor na categoria! É o 1o! Não tem concorrente! Melhor deixar as melhorias para quando tiver concorrente a altura. Apena o hype vai ser o suficiente para que as vendas sejam boas.

       

      Pensei em comprar um pro meu avô. Pra ele ficar acessado na bolsa de valores com mais mobilidade e ver os emails. Afinal, é só isso que ele faz no pc.

      • http://www.terabitcast.com H123er

        Como disse ali em baixo, implante um multitask no Kindle e ele já será melhor que o iPad

      • http://cognostech.posterous.com/ Ramon E. Ritter

        Falando em bolsa de valores: o iPad roda applets java? se não, pode esquecer…

    • http://fsjunior.com.br Bullshico
    • Peixes

      “…Um fato interessante é que ele lembra que quando lançaram o iphone todos riram dele… …(alguém relcama hoje?)…”

       

      Mais uma vez o mantra:

      “A Apple lança, o povo de visão limitada não entende e critica, mas depois vira sucesso e todo mundo quer”

      Isso é tão verdadeiro, que não existem mais Netbooks em produção!

      Afinal o sucesso do Macbook Air foi tão estrondoso apesar das criticas quando de seu lançamento, que hoje quase todo mundo que quer um computador portatil tem um…

  • felipexakal

    Pense como é chato acessar a internet usando um Smartfone. É pequeno, cansativo… Torna-se chato em algum momento.

    Mesmo tendo essa gama de defeitos que é acidamente ressaltada por todos os que foram decepcionados pelo tio Jobs, este tal ‘iPod Touch grandão’ tem no mínimo usabilidade e praticidade (Não deve ser tão chato acessar a internet com um treco touch de 9”).

    O problema da não aceitação do iPad foi os rumores feitos, todos acreditavam que a Apple iria produzir algo inatingível pela imaginação humana, mesmo no fundo tento a consciência que seria uma tablet com acesso a internet. Culpa parcial também da própria Apple, que fantasiou uma coisa eu já “existe”.

  • xultz

    Se esse é o computador do futuro, eu realmente vivo no passado. Eu não gosto nem de usar notebook, acho desconfortável (netbook, então, é fora de cogitação). Para uso eventual, um notebook quebra o galho. Prá trabalho, o desktop ainda é o melhor, prá mim. Mas o que poderia-se esperar de uma pessoa que pertence ao clube da terceira idade do meiobit? (Aliás, ainda acho que deveria ter uma insignia para nosso clube).

    • leaf_games

      Também vivo no passado. Ainda gosto de ter meus dados comigo e aquele gabinetão em cima da mesa.

      Gosto de usar algo portátil quando vou ao banheiro, aí posso indicar o caminho do mar ao Almirante Barroso através do google earth.

      • http://nada-aqui.blogspot.com Marcio Neves

        Eu também. Não que eu tenha medo da “nuvem” ou algo assim, mas simplesmente porque acho mais prático ter os dados à mão offline. Mas não deixo de dar o mérito para a “nuvem”, para quando você precisa deles FORA do seu ambiente normal.

        Mas ainda assim, eu prefiro ser “retrô” e “viver no passado” (considerando esses parâmetros de “futuro” explanados aqui) :P

  • http://semnorte.blogspot.com arnoanderson

    Você está certo em pensar que essa é a tendência Cardoso, porém a Apple quis abraçar o mundo e não deu conta. Ela criou um tablet com coração de e-reader. A idéia da monotarefa é absurda numa máquina com tela de 10 polegadas e com processador de 1GHz.

  • robson_andre

    se tivessem feito esse dock pra usar com o monitor do Ipad “na horizontal” acho que ficava mais parecido com um netbook

    • criscmaia

      Não vai demorar para vários gadgets aparecerem.

    • http://ceticismo.net Pryderi

      Lembrando que o iAbsorvente é 4:3 e não wide screen.

  • juniors

    E o mimimi continua…

    Ótimo post Cardoso…

  • http://www.ruyacquaviva.com/ Ruy Acquaviva

    Muito boa a lembrança do conceito de “clientes magros” propalado no final do milênio. Toda vez que eu leio sobre “Cloud Computing” eu me lembro do slogam que acompanhava o logo da SUN naquela época “The network is the computer”.

     

  • Saint-Clair Stockler

    Pode até ser o “computador do futuro”, mas precisava não ser multi-tarefa e não ter conexão USB?  Acho que até o cara mais imbecil precisa/gosta de acessar simultaneamente o Orkut e o msn e espetar seu MP19 no computador pra copiar os pagode, néin! :(

    • criscmaia

      É.. deveria ter isso.. igual o… o… não, não faz sentido ter isso agora. É o único do ramo, não faz sentido fazer ele “perfeito” se não tem concorrência.

       

      Já disse e repito, o hype e a falta de concorrência vai ser suficiente pra fazer as vendas serem boas.

      • Saint-Clair Stockler

        Tá, mas tem uma coisa que eu não entendo: ele é mesmo o “único do ramo”? E este aqui, da Archos?

         

        http://www.archos.com/products/nb/archos_9/index.html?country=fr&lang=fr&p=i2

        • http://cognostech.posterous.com/ Ramon E. Ritter

          O “defeito” desse da archos é não ter uma equipe de marketing tão boa quanto a da Apple (e não ser vendido no Brasil :( )…

           

        • criscmaia

          Concordo com o Ramom. Falta uma boa equipe de marketing. Eu nem sabia que este produto existia. :?

  • lookez

    O que falta para a portabilidade total de dados é a conexão ultra-rápida.”

    Eu acho que o iPad tem uns problemas que são ruins para a imagem dele porém não são problemas absurdos, porque bem ou mal as pessoas vão ter a seguinte escolha: interação vs funcionalidade. O iPad como tudo da Apple faz oq faz de uma maneira incrível, já os netbooks tem uma conectividade excelente porém são pequenos pra cacete e tem uma interface horrível. Agora a pergunta é, qual dos dois vai te dar uma produtividade maior? Eu pessoalmente achei uma falha não ter um gerenciador de arquivos e uma porta USB, mas vai fazer tanta falta assim?

    Agora olhando o lado dos netbooks, você usa o seu netbook pra ficar no Skype on-the-go? Eu não. Além disso, quantos % de todos os netbooks tem modem 3G integrado e wi-fi 802.11N (lembre-se do N)? O que você prefere: uma webcam ou conexão o tempo todo?

    • http://ceticismo.net Pryderi

      [quote]Eu pessoalmente achei uma falha não ter um gerenciador de arquivos e uma porta USB, mas vai fazer tanta falta assim?[/quote]

      Você quer mandar um email, o arquivo está num pendrive. E agora, José?

      • Geovani

        [quote=Pryderi]Você quer mandar um email, o arquivo está num pendrive. E agora, José?[/quote]

        É para isso que servem pendrives wireless! Se ainda não existem, eis a deixa criada pela Apple! :)

        • robson_andre

          exatamente, o melhor vendedor é aquele que cria a dependencia para o seu produto

          • http://cognostech.posterous.com/ Ramon E. Ritter

            Para isso que serve aquele dock externo… :P

  • http://www.flickr.com/photos/eduardoaguiar Eduardo Aguiar

    É minha gente, o futuro é nebulosamente obscuro.

    Que pelo menos venha o Surface Zune HD.

  • http://tropaseniorsouzalobo.wordpress.com/ liulso

    Não que EXATAMENTE o iPad seja o computador do futuro. Mas o conceito em geral deste tipo de hardware que aponta para o que a maioria das pessoas estará usando num futuro bem próximo. Consegui captar vossa mensagem, amado mestre?

    A galera em geral é meio xiita com a Apple, tanto a favor como contra. Tem um MONTE de ajustes para serem feitos nesse iPad. Afinal, é o primeiro que os caras fizeram e muitos desses ajustes podem ser feitos mesmo nesta primeira versão via software.

    Os caras insistem em usar adaptadores, pra mim foi uma das maiores burradas. A Apple já tentou enfiar guela abaixo adpatadores nos notebooks e só deu mer@#$%da!!!! Os caras tem que se ligar mesmo.

    • http://cognostech.posterous.com/ Ramon E. Ritter

      Se saísse completo, quem iria precisar “desesperadamente” comprar as versões 2.0 e 3.0 do iPad que sairão em breve???

  • http://www.terabitcast.com H123er

    Sinceramente, se o PC daqui 3 anos não for capaz de multitask é melhor usar ele como peso de papel. Não vejo aonde o iPad entra na história, esse texto está muito mais para um Chrome OS do que o iFail. Tudo que foi dito sobre usar a Internet para tudo(o que já acontece) é algo que o Chrome OS vai fazer e acho que irá fazer bem, amntenho a idéia de que o Chrome OS vai ser excelente para Netbooks e Smartphones, quem sabe até para E-readers, agora o iPad não vai muito longe não, implante multitarefa no kindle e ele já será melhor que o iPad.

    • http://felipecn.com/wp/ FelipeCN

      Só esqueceu que o Chrome OS é… monotarefa, como o iPhone OS.

      Ele não é nada mais que Linux + X11 + Gerenciador quase inexistente de janelas + Google Chrome. 

      Ele abre várias abas, mas assim faz o Safari no iPhone OS.

       

      Não que eu acredite no sucesso do iPad sem multitarefa e espero muito que ela venha no iPhone OS 4.

      Mas comparar com o Chrome OS é piada – até porque não vejo razão para ele existir. Sempre achei que o mais inteligente seria o Google pegar o Android e modificar a interface pra usar em telas maiores.

  • renantm

    No multitasking = Fail

  • http://flavors.me/naio21 OMGWTFBBQ

    PQP o Cardoso appletard voltou. :(

  • http://members.lycos.co.uk/metallizer/ metallizer

    só concordo com os problemas de hardware do aparelho: tela 4:3, sem usb, leitor de cartão, câmera e microfone.  Os problemas de software podem e provavelmente serão resolvidos.

  • http://www.overlookbrazil.com metalofhell

    massa, cada dia q passar vamos precisar menos do hardware mesmo…

    mas acho q não é em 3 anos para uma mudança drástica assim…

     

    eu pelo menos não irei conseguir só usar um sistema em nuvem hehehe

  • Rodrigo8

    e quem disse q oq eu quero pode estar em servidores

    só para quem usa ofice e email mesmo

  • maiconfaria

    Eh !

    Eu acredito que o Ipad não vai ser muito bem sucedido em termos de vendas. Entretanto, ele pode ser considerado um marco para o novo caminho, acho que vamos entrar numa era pohs-PC (ueh cadee os acentos), empresas como google, asus, intel, nvidia já enxergaram esse caminho.

    A apple eh uma que, por incrível que pareça, já aceitou essa realidade a qual o post se refere. Logo ela que vendia basicamente hardware de grife com SO de qualidade.

    A MS ainda este engatinhando nesse sentido, embora o MS Office, pareça ir por esse caminho como o Cardoso mesmo apontou faz pouco tempo.

    Eu não acho que a MS vai conseguir manter a influência que ateh agora teve. Bom, só questão de tempo para o fim do gabinete e do notebook.

    Um causo: outro dia fui na fnac da paulista, ateh os macbooks pro e os vaios top pareciam toscos ao lado do meu asus 1008ha. Mesmo sendo monotask, aposto que o sujeito que usar um ipad durante uma semana vai ter a mesma impressão.

    Um pouco mais sobre o monotask : para maioria das pessoas (> 90%)  não faz a menor diferença, o resto que instale Linux.

    E quem não quiser  ? Bom, esses irão se transformar em sujeitos estranhos, tipo rádios amadores (nada contra, sabemos da importância deles em ataques de zumbis, quedas de meteoros e invasões aliens), usando equipamentos gigantes, caros, e que não fazem muito mais do que um celular faz.

     

    • http://cognostech.posterous.com/ Ramon E. Ritter

      [quote=maiconfaria] Um pouco mais sobre o monotask : para maioria das pessoas (> 90%)  não faz a menor diferença, o resto que instale Linux. [/quote]

      Bem lembrado! O público do Meio Bit é diferente e possui necessidades computacionais além das que a maioria das pessoas tem.

      Para mim um computador precisa rodar o Visual Studio 2008, ter uma tela gigante e conseguir tocar Fringe em 720 linhas de resolução. Para outros precisa rodar games de última geração.

      Mas para a maioria um browser com bastante recursos (html 5???) é mais que suficiente…

  • http://kierenrhys.tumblr.com/ kierenrhys

    Concordo com o Cardoso até a parte em que ele diz “Olhe aqui o seu PC de 3 anos no futuro”. Concordo que a computação em nuvem só tende a aumentar. Mas falar que o iPad é o futuro, já é demais. As cópias do iPad(com multitasking) podem até ser o futuro sim. Mas esse não é um conceito que a Apple criou. Mas a Apple, mesmo não sendo Appletard, tenho que admitir, tem um dom de ‘empurrar tendência guela a baixo”. O exemplo mais recente é o iPhone. Querendo ou não, já existiam Smartphones, com touchscreen e tudo mais. O que a Apple fez foi popularizar isso. Com tablets é a mesma coisa. Deve fazer uns 2-3 anos já que testei um Tablet touchscreen da HP. Mas ele tinha fins mais empresarias e não para usuário comum. A Apple assim como popularizou Smartphones, vai popularizar os tablets. Ela cria o hype, e todo mundo corre atrás. Na industria de tecnologia sempre foi assim. Eu nunca comprei nada da Apple, não sou apaixonado por ela, não quero um iPhone, um iPad e nem qualquer iWhatever(na verdade quero um Motorola Milestone). Mas todos tem que reconhecer a influência que ela tem na industria.

    E com certeza multitasking e todas essas reclamações que o povo andam fazendo, vão ser ouvidas e em um possível iPad2, iPad4G, ou sei lá que diabos vão ser resolvidas. È só lembrar que o primeiro iPhone nem tinha 3G e nem aplicações(que é o grande trunfo dele).

    Mas falando sobre o iPad especificamente, continuo com a opinião que ele é o iPato e não vale o preço dele.

    • Donnie Darko

      Vi notícias do lançamento do iPad no JN, Jornal das 10 (GN), CBN, CNN etc. Quando as “outras” lançaram seus “pads” só os veículos de tecnologia comentaram, mas mesmo assim bem “en passant”. Esse é o mérito da Apple e do Steve Jobs.

    • http://lyzflux.deviantart.com/ kellbonassoli

      Apoiado. Apesar dos acessórios resolverem as brigas de falta de USB , falta de teclado fisico etc… tem o lance de não aceitar flash nem pdf entre outros.

      Mas concordo principalmente neste trecho aqui

      [quote] Mas a Apple, mesmo não sendo Appletard, tenho que admitir, tem um dom de ‘empurrar tendência guela a baixo”. [/quote]

  • predador00

    Aproveitem a computação em nuvem enquanto estamos em época de chuvas e enchentes, porque quando esse tempo virar, todos nossos dados vão por água abaixo.

    ;-;

  • Diavolul

    [quote]Recapitulando: Todas as tendências apontam para PCs domésticos de desempenho razoável[/quote]

    Concordo, tendo como parâmetro de ‘desempenho razoável’ um processador que aceite multirarefas.

    Ha, o Ipato não suporta multitasking? Fail, o desempenho dele então não é razoável, é medíocre.

     

    [quote]com grande conectividade, portabilidade, excelentes para navegação web[/quote]

    conectividade só com a internet porque ele não tem porta usb. Putz, um gadget em 2010 não ter uma mísera portinha usb? Nem micro usb? Nem um “Qualquer budega whatever ponha o nome aqui” usb?

    Ha, big fail!!!!

    E o ipato seria portável se eu fosse adolescente e andasse de mochila pra cima e pra baixo, o que não é o caso já faz uns 15 anos. Portabilidade para um aparelho de 10″? Fail.

    De repente criam pochete para Ipato. Peraí, pochete na cintura para carregar aparelho de 25cmx19cm??? Nooooooooo!!!!!!

    [quote]De preferência um equipamento de baixo custo[/quote]

    500 doletas no mínimo pra navegar na internet e jogar joguinhos de celular???? Huuuummm, no, thanks.

    [quote]mas não tão barato que não permita um jogo eventual ou aplicações 3D.[/quote]

    Sim, bem eventual, do tipo que a gente usa pra passar o tempo na fila do banco e depois botar o gadget de volta no bolso.

    Ha, peraí, ele não caberia em nenhum bolso….

    fail.

    abcs

    • http://ceticismo.net Pryderi

      [quote=Doctor Sheldon Cooper]Tudo fica melhor com USB.[/quote]

      • http://twitter.com/max_laguna Max_Laguna

        }:)

        E chique com Bluetooth, como diria o colega noveleiro.

        8)

  • carituS

    Lembrei de uma notícia já meio antiga: Courrier, o tablet da MS.

    Se realmente for confirmado, a briga vai ser boa. E pelas features prometidas, o produto da Microsoft me convenceu mais.

  • kakaroto_BR
    • Farlensia

      Ai meu coração! XD

      moridetantoriecospinumonitor uhahahaua  :D

    • http://f4lh4critic4.wordpress.com YinYang

      nossa, to rindo sem parar faz 3 minutos dessa imagam XD

    • Panorama

      hahahhaha perfeito! :P

    • Saint-Clair Stockler

      Hahahahaha, muuuuuito boa!  }:)

    • http://twitter.com/max_laguna Max_Laguna

      :) :D

      P*##@, kakaroto, cuspi no meu monitor ao ver isso aí, de tanta risada.

      :P

    • http://lyzflux.deviantart.com/ kellbonassoli

      Vi primeiro no twitter. (mas ainda assim é boa)

  • Farlensia

    :P Chrome OS não faz sentido. Pelo menos ainda não.

    Pode ser que o futuro sejam aparelhos no conceito da Apple (e de outras empresas que ja tinham projetos e produtos a venda :?  ) numa forma mais superficialmente analisando, agora eu rezo para que não sejam Smartphone gigantes com tantas falhas de conceito. Because whatever happens… Não pretendo regredir e pagar mais por isso.  :(

    • http://kierenrhys.tumblr.com/ kierenrhys

      Como eu já disse a muito tempo(a época do lançamento do iPhone), quando todos usarem touchscreen em tudo, a Apple vai inovar. Irá lançar um celular com botões.

  • juniors

    Achei excelente este artigo, sem mimimis, fazendo uma análise do mercado para qual o iPad teria sido feito…

     

    • http://www.terabitcast.com H123er

      Que análise de mercado? Aonde mimimi? o iPad foi feito para ser uma piada nada mais. Acho que você comentou o post errado, só pode

      • juniors

        Vou guardar este post com todo cuidado…

        Não acho o iPad 100% perfeito, para 100% das pessoas…Mas quem vai responder isso serão os números das vendas… Então, vamos conversar sobre isso de novo após o início das vendas.

        Ok.

         

        Sds.

         

        • http://oxenti.com GuZ

          Coma bosta!

          Bilhões de moscas não podem estar erradas.

           

          Vote no Lula:

          Milhões de Brasileiros não podem estar errados.

           

           

          e por aí vai.

        • http://www.terabitcast.com H123er

          ok, mas você irá comparar o número de vendas do iPad com o que por exemplo?

          • juniors

            De momento apenas saber se será um total fracasso ou não, se o iPad trará lucro… é isso que importa para a Apple e seus acionistas, não é?

             

             

             

          • http://oxenti.com GuZ

            Se Jobs aparecer com uma caneta bic de US$ 399,00, um monte de paga-pau vai comprar. Tipo camisetas da Dolce e Gabanna e outras…

    • Geovani

      Ahá, mais um artigo falando bem do iPad! Com esse já são três, e aumentando. ;)

    • Saint-Clair Stockler

      Gostei também. Ele diz o óbvio, mas que não vi ninguém dizendo: os produtos Apple – pelo menos os mais badalados – não foram criados pensando na realidade e peculiaridades do mercado brasileiro. Não “servem” muito bem pra nossa realidade nem pro nosso modo de usar a internet. Isso é uma puta verdade.

  • voidmain

    “De resto, antes que comece o mimimi de que não faz sentido uma máquina que praticamente só acessa web, lembre-se do Chrome OS.”

    Pelo jeito, os comentários até agora não se atentaram para a ultima frase do artigo.

    Na minha opinião, o artigo trata de tendencia de mercado e não exatamente sobre o IPad, apesar dele fazer parte desta tendencia.

    Outra coisa que acho estranho é que a maioria dos comentarios tenta confrontar tendencia com “minha experiencia”. A “minha experiencia” ou “o meu caso” pode ser completamente diferente, mas a tendencia continua sendo que chegará um dia em que grande parte da computação rodará nas nuvens. Goste você ou não isto é tendencia. Isso não significa que 100% das pessoas usará computação nas nuvens, mas que uma parcela significativa usará. Exemplo: nem todo mundo gosta do processamento de netbooks, mas eles estão vendendo que nem água.

    Sendo assim, se tem usb, multitasking, unidade de disquete, gravador de blue-ray ou não, este é o produto que a apple acredita que tem mercado (eu também acredito, mesmo que só entre mac-tards). Se der certo, ótimo, se não partirão para outra.  Sempre tentando seguir ou criar um “tendencia” de mercado

    • voidmain

      Em tempo, o único lugar neste artigo que poderia levar a crer que o ipad é o computador do futuro, é a foto. Fora isso, isso, em nenhum outro lugar está explicito que o ipad será o computador do futuro. A foto, acredito eu, foi usada por falta de outra melhor (com uma japinha por exemplo).

      • Geovani

        Mas daí é querer confundir mesmo – imagine dizer implicitamente “o computador do futuro não é um iPad, e sim este!”, daí mostrar a foto de um iPad! :D

    • http://ceticismo.net Pryderi

      [quote]A “minha experiencia” ou “o meu caso” pode ser completamente diferente, mas a tendencia continua sendo que chegará um dia em que grande parte da computação rodará nas nuvens. Goste você ou não isto é tendencia. Isso não significa que 100% das pessoas usará computação nas nuvens, mas que uma parcela significativa usará.[/quote]

      Apelo ao número. Não importa o que a maioria use ou deixe de usar. Como eu falei acima, não adianta vc usar algo com uma dependência de infra-estrutura. Não me interessa que a Finlândia tenha internet mínima de 1 mega. Eu não moro lá. Ademais, vc derrapou na frase a seguir…

      [quote] Exemplo: nem todo mundo gosta do processamento de netbooks, mas eles estão vendendo que nem água.[/quote]

      É, meu filho, mas os atuais netbooks nem em sonho são os primeiros EeePC. Os fabricantes viram o que as pessoas queriam (computador de verdade, com desempenho decente e não algo com um armazenamento menor que um pendrive) e alteraram o projeto, hoje com alguns modelos oferecendo HD de 160 GigaS (Laguna tendo um ataque cardíaco). Esse iAbsorvente vai mudar, pois ele, do jeito que está, não vai muito longe, como o primeiro iPhone, que tb teve que ser alterado.

      A computação em nuvem ainda é sonho, e distante (para MIM, que vivo no Brasil. O Japão com seus links de vários megaS e gigaS que se dane);.

       

      • voidmain

        Como eu disse, goste você ou não, use você ou não, alguém vai usar.

        Com relação as mudanças nas configurações, isso é inerente a tecnologia. Os netbooks mudaram o tamanho do hd, mas não mudaram o tamanho da tela, mesmo muita gente achando que uma tela tão pequena não serve, ou que não dá pra rodar seus games favoritos nele.

        A Apple pode mudar o Ipad para vender mais, mas duvido que mudará o conceito (continuará fino, talvez sem porta usb, sem gravador de cd/dvd, talvez inclua multitasking, talvez não).

        Em tempo, se sua realidade não acompanha a tendencia (ou a moda) não se desespere, mesmo que ainda sendo um sonho distante, um dia ela chega até voce. Isto é inevitável.

        • http://ceticismo.net Pryderi

          [quote]Como eu disse, goste você ou não, use você ou não, alguém vai usar.[/quote]

          Filho, vc tem problemas de compreensão de texto? Eu estou falando de infra-estrura. Eu quero que os potentados da Finlândia se lixem. Isso não fará a Nuvem ser uma boa idéia. Se for por esse conceito, não importa que vc não seja toxicômano, alguém é. E daí?

          [quote]Com relação as mudanças nas configurações, isso é inerente a tecnologia. Os netbooks mudaram o tamanho do hd, mas não mudaram o tamanho da tela, mesmo muita gente achando que uma tela tão pequena não serve, ou que não dá pra rodar seus games favoritos nele.[/quote]

          Mas o coração dele mudou. ISSO é o que conta. Oferecer um aparelho que vc não pode espetar sua máquina fotográfica e mandar suas fotos pra ele, afim de vc mandar pra sua avozinha em Timbuctu, é idiotice, independente se algum débil achar legal, só porque ele não tem (avó ou máquina fotográfica).

          [quote]A Apple pode mudar o Ipad para vender mais, mas duvido que mudará o conceito (continuará fino, talvez sem porta usb, sem gravador de cd/dvd, talvez inclua multitasking, talvez não).[/quote]

          Onde eu vi isso? Hã… MacBook Air? Ela vai mudar o iAbsorvente? CLARO QUE VAI! Assim como teve que fazer mudanças no iPhone. E quem fará ela mudar? O mercado, sempre ele. Caso contrário, não turiam turbinado os netbooks.

          Repito: Nuvem ainda está pro futuro, na mesma medida que o Brasil é o país do futuro (há décadas eu escuto isso). Pense em todo tráfego de dados, aplicações rodando em servidores que vc nem saberá onde estão e o grau de confiabilidade deles, fora as toscas conexões disponíveis aqui (f*** off, Japan). Alguém vai utilixzar? Sim, provavelmente empresas, que usarão qq tosqueira barata que só acesse a rede e mais nada. So what? Vamos sair um pouco da visão macro para a visão micro, pois o todo não é a soma das partes.

          [quote]Em tempo, se sua realidade não acompanha a tendencia (ou a moda) não se desespere, mesmo que ainda sendo um sonho distante, um dia ela chega até voce. Isto é inevitável.[/quote]

          A humanidade não conseguiu coisas simples, como erradicação da fome e analfabetismo, que dirá algo que demande tecnologia que ainda terão que inventar, testar, implantar etc etc. 3 anos? Cardoso foi MUITO otimista.

          • voidmain

            Prezado Papai, acho que voce também tem problemas de interpretação de texto ou de conhecimento ou de aceitação, ou simplesmente, gosta de criar flames nos seus comentarios discordando de tudo.

            O fato de você, ou do brasil não ter ainda infra-estrutura de nuvem não significa que não seja uma boa idéia.

            As mudanças acontecem sempre, é a tecnologia.

            O Cardoso muito otimista e você muito pessimista.

          • voidmain


            Prezado Papai, acho que voce também tem problemas de interpretação de texto ou de conhecimento ou de aceitação, ou simplesmente, gosta de criar flames nos seus comentarios discordando de tudo.

            O fato de você, ou do brasil não ter ainda infra-estrutura de nuvem não significa que não seja uma boa idéia.

            As mudanças acontecem sempre, é a tecnologia.

            O Cardoso muito otimista e você muito pessimista.

        • Peixes

          “…Os netbooks mudaram o tamanho do hd, mas não mudaram o tamanho da tela…”

           

          Então são falsas as notícias de Netbooks com telas entre 10″ e 12″ de tamanho?

          Droga e eu tinha ficado tão animado com o (fictício) fato de os fabricantes terem respondido ao interesse dos consumidores em Netbooks com telas maiores…

          Vou ter que me contentar com as mesmas telas de 7″ dos primeiros Eee PC 701

  • ramonrfa

    “On The Fly”: Kd as réplicas ou comentários do Cardoso?

    Não é implicância. As réplicas e comentários dele são bons. Eu estou triste com o iPad. Ou o Cardoso vem e revela a “Luz no final da fibra ótica” ou vem e diz que tá decepcionado, afinal, meio bit e contraditorium são blogs diferentes. 

  • Panorama

    Daqui a três anos esse ipad vai ser considerado lixo. Talvez o cardoso esteja certo e este conceito venha a ter serveentia, mas como aparelho, ele como está hoje é um fracasso absoluto.:sick:

    • http://www.contraditorium.com Carlos Cardoso

      Concordo plenamente, não vi ninguém na rua com um até agora.

       

      • http://oxenti.com GuZ

        Não viu pq são todos pobres. Ninguém quis dar 5000 num deles, pois já tá a venda no Mercadolivre

        Nem vem dizer que é mentira pq tá na internet. (posso usar o emoticon de sarcasmo sem licença?)

  • nailsonlinux

    Vamos esperar… pra mim, só o fato de poder carregar uma biblioteca na mochila, navegar e jogar RTS valem a pena.

    http://www.decadadenoventa.com.br

    • Geovani

      Isso já dá para fazer hoje em dia! O que o iPad traz é muito mais – a simplicidade, o minimalismo funcional para a computação! Remover todos os recursos que confundem e afastam grande parte dos potenciais usuários e deixar só o essencial: este é o futuro.

    • http://ceticismo.net Pryderi

      Vou te dar um pendrive com muitos ebooks pra vc colocar no seu iAbsorvente. Que tal? }:)

      • maiconfaria

        Pokemon !

        Hoje estais parecendo dono de fusca reclamando do cambio da Ferrari.

        Ah, também não tem rede com fio, nem porta paralela ! Agora eu vou ter que usar esse troço de uairilesse que dá câncer no cérebro !  

  • ramonrfa

    Oba! O Cardoso apareceu!

    E o Asus T91 que já apareceu aqui no Meio Bit?

    Mais serventia, não? E com 32GB na versão MT.

     

    Só para recordar:

    Tela 8,9 Wide – opção de 3G no modelo GO! – WiFi – Bateria com duração de até 5h – Atom – Windows XP ou Seven… 

  • Saint-Clair Stockler

    Alguém aí está interessado no iPad nano?

     

    http://pepsi.gizmodo.com.br/conteudo/o-substituto-do-ipad-ja-esta-entre-nos

     

    rsrsrsrsrs

  • nailsonlinux

    A Computação em Nuvem está trazendo a potência e a disponibilidade dos Mainframes para as pessoas a um custo quase nulo…

  • lblima

    Não sei por que a MS nao se interessou em fazer um “surface” reduzido, teria saido na frente da Apple e com certeza seria melhor, tanto para os geeks como para o publico alvo do Ipad, que dizem é quem não tem intimidade com PC´s.

    • http://oxenti.com GuZ

      É mais ou menos assim: A Microsoft é a ASSOLAN e a Apple é a bombrill. OLHA:

      http://twitpic.com/101lpb

       

      O Droid é infinitamente superior ao iPhone, então pq ninguém mais fala dele, só falam do iphone?

      • Geovani

        [quote=GuZ]O Droid é infinitamente superior ao iPhone, então pq ninguém mais fala dele, só falam do iphone?

        [/quote]

        Porque ser tecnicamente superior não é requisito para ser o mais popular. Acontece bastante isso com música, por exemplo.

  • http://melinka.net Rocky

    Deixa eu ver se entendi. O tal futuro que o iPad trouxe é um equipamento sem suporte a multi-thasking e que não roda um simples flash?

    Nobre Cardoso, sinto-lhe informar, mas o senhor foi cegado pelo campo de distorção da realidade ou então é uma pessoa que não tem o minimo conhecimento. Só assim para achar que esse produto destinado ao fracasso seja algo revolucionário.

    Esse pro-bloggers me dão pena, como é possível que alguem os leve a sério? Cardoso, você precisa estudar um pouco a industria e parar de puxar o saco do tio Jobs.

     

    PS: Você poderia aproveitar e criar uma personalidade própria.

    PS2: De volta ao meiobit em grande estilo. }:)

    • http://www.contraditorium.com Carlos Cardoso

      Se a situação chegou a esse ponto, sugiro que você pule os textos de minha autoria, assim deixará de se decepcionar repetidamente.

    • http://dleafy.deviantart.com/gallery/ DavidS

      1º – seu conceito de ‘multi-thasking’ está errado, leia algum livro de hardware para entender o que é isso, sugiro os do Tanembaum.

      2º – “…só assim para achar que esse produto destinado ao fracasso seja algo revolucionário.” wow, quantos produtos revolucionários sua empresa já lançou? você entende mesmo de revolução hein.

      3º – sei lá.

  • http://fsjunior.com.br Bullshico
    • http://kierenrhys.tumblr.com/ kierenrhys

      hahhaha. Essa foi f***.

  • http://oxenti.com GuZ

    Minha opinião final sobre esse ipad:

    Minha opinião sobre o iPad é a mesma sobre <A href=”http://meiobit.com/meio-bit/udio-v-deo-fotografia/cube-c30-bla-bla-bla-udio-player-bla-bla-bla”>este post </a>

    OHHH muito bonitinho, muito lindinho mas eu não me serve de nada útil.

     

    É claro que o @Cardoso e a Fabiane foram atingidos pelo Campo de distorção da Apple, mas tudo bem, quando a Apple lançar (se) o iPad II com um sistema decente e eu disser “Porra, esse deu vontade de ter” os dois vão dizer “eu ja sabia”.

     

    Não adianta. Se o Cardoso quer achar que o Linux é melhor que o Windows e eu quero achar o contrário, é questão de opinião e a minha é que esse brinquedo vai dar em FAIL, afinal, minha mãe não sabe o que é multitarefa, mas ela sabe que enquanto carrega um vídeo do Youtube ela quer jogar paciencia. Minha vó não sabe o que é Flash, mas ela quer jogar colheita feliz no orkut dela. enfim. Ta aí um produto que não serve lá pra grandes coisas.

    • freakcode

      Minha vó não sabe o que é Flash, mas ela quer jogar colheita feliz no orkut dela.”

       

      Incrível o seu caso de uso para que o dispositivo rode Flash. Realmente essencial, parabéns. Não sei como a Apple não pensou nisso.

      • http://oxenti.com GuZ

        é uma coisas chamada EXEMPLIFICAÇÃO se você não foi capaz de entender por favor morra.

        Abs.

  • freakcode

    O que mais me diverte é ler os comentários de tech-nerds aqui no MeioBit (sem ofensas).

    Sobre como a tela não é wide, sobre como o processador de 1ghz é pouco, sobre como é monotarefa, não roda flash, bla bla bla bla. Tudo isso tem um motivo, e é algo chamado “design de produto”. A tela wide é desproporcional e não segue a proporção áurea, seria péssimo de usar, além de feio. Ser monotarefa permite que ele tenha essa autonomia sensacional de 10 horas e deixa a interface mais simples. Ter um processador ARM de apenas 1ghz é viável sendo monotarefa, e torna o produto mais barato. E por aí vai.

    E enquanto os nerds discutem especificação técnica achando que todo produto bom é só um empilhado de especificações técnicas e portas de I/O, a Apple está projetando pensando em como um pessoa normal usará a web, videos, livros, etc. lá pros idos de 2015, e lançando um produto hoje que antecipa tudo isso.

    A Apple lançou o primeiro notebook do mercado em 1991. Lançou o iPod em 2001, e abriu um mercado pra si mesma. Lançou o iPhone, e fez de novo.

     

    Precisa ter visão pra entender qual é o modelo de negócios que Apple quer construitir com esse iPad, mas eu arrisco: é um aparelho unica e exclusivamente para consumo de mídia. Não é para trabalhar, não é para comunicar. Simplesmente isso.

    Se você considera que o objetivo é navegar na web, ouvir musicas, ver videos, fotos, ler livros… tudo isso com facilidade, todo o resto não importa mais: teclado físico, multitarefa, saída pra tudo o que é dispositivo… Essas são todas invenções do mundo do PC, e que um nerd acha que é necessário em tudo que se encaixa na categoria “computador”, simplesmente por inércia.

    Pro usuário normal? É o aparelho perfeito. Ele lê seus sites e livros, com uma tela grande, usando os dedos, com uma interface simples, sem se preocupar com vírus, com autonomia de 10 horas, sem cabos nem nada, tudo vem por WiFi ou 3G.

    Eu diria pra tomar muito cuidado ao desdenhar da Apple, eles são pioneiros em abrir mercados inexplorados para eles mesmos. Depois, o resto do mundo usa cópias meia boca, lançadas uns 5 anos depois.

    • http://oxenti.com GuZ

      A Apple lançou o primeiro notebook do mercado em 1991. Lançou o iPod em 2001, e abriu um mercado pra si mesma. Lançou o iPhone, e fez de novo.

       

      Ah tá a Apple só revoluciona o mercado a cada 10 anos, então vamos esperar para 2011 e ver o que ela lança de interessante.

       

       

      Como eu disse no comentário abaixo: minha mãe nao sabe o que é multitarefa, mas com certeza ela gosta de jogar paciencia enquanto os vídeos do youtube carregam.

      • freakcode

        Como eu disse no comentário abaixo: minha mãe nao sabe o que é multitarefa, mas com certeza ela gosta de jogar paciencia enquanto os vídeos do youtube carregam.”

         

        Revolucionário.

    • http://kierenrhys.tumblr.com/ kierenrhys

      Tudo isso tem um motivo, e é algo chamado “design de produto”.

      E nesse caso o designer de produto deve ter sido um estagiário do 1º ano de faculdade. Ele pegou o iPod Touch, colou a imagem dele no ‘fotoxopi’, aumento a imagem, colocou umas bordas nova e temos um produto novo e revolucionário.

       

      • freakcode

        Por ter associado design de produto com Photoshop, já desisto da possibilidade de você ter entendido alguma coisa do meu comentário.

        Recomendação de leitura: http://www.amazon.com/Design-Everyday-Things-Donald-Norman/dp/0385267746

      • http://dleafy.deviantart.com/gallery/ DavidS

        É cara, sinto muito, mas você está errado.

        Não foi um estagiário, foi simplesmente fraquíssimo designer Jonathan Ive o cara é fraco mesmo, só foi o responsável pelo design de outros produtos ridículos, e que não revolucionaram nada o mercado de computadores e players de música… a única coisinha mais ou menos que ele fez foi Eve do filme Wall-e.

         

        (Sheldon Cooper, se você ler esse comentário lembre-se da palavra sarcasmo)

  • sampaoz

    eu gostaria de ter um. nao eh todo dia que se pode navegar numa “prancheta virtual”

  • http://chantinon.blogspot.com chantinon

    Vamos ser justos, o Larry Ellison não fez nada de revolucionário. Nunca mesmo. Apesar do Oracle ser o BD mais usado no mundo dos grandes, a idéia de rodar aplicações remotamente vem da era da Netscape, com  o seu “Netscape Application Server”. E não foi a Sun que chegou ao mercado com o melhor pacote de produtos para isso (iPlanet), foi a SGI que vendia uma solução completa também baseada em Netscape que custava a bagatela de US$ 1 milhão.

    A INTEL e Microsoft já mostraram infinitos gadgets minúsculos que devem ser o futuro. Fazem muitos anos que não vejo nada revolucionário no mercado, tirando as câmeras em celulares, GPS em celulares, e criptografia a custo zero. Os tablets apesar de serem mais do mesmo, devem mudar radicalmente o mercado. E para quem achou o Google Wave e Chrome OS um fracasso, vamos ver a mistura de tudo isso o que dará… Aposto que em no máximo 5 anos teremos empresas de softwares explodindo, e saindo do nada para os bilhões de dólares.

  • http://www.twitter.com/fabiodaros Darox

    Eu gostei do texto, não será o meu pc porque uso pra jogos mesmo, mas isso também já foi dito no texto.

  • http://www.twitter.com/RodyBr RodyBr

    [quote]Pessoal, o que o Cardoso fez não é exatamente uma avaliação do iPad, mas sim uma análise de um novo conceito computacional, que há algum tempo vem se desenhando.[/quote]

    Concordo. Inclusive me lembro desta época em que o Larry Ellison anunciou esta tendencia, incluindo a informação em que os computadores chegariam tender a um preço próximo de US$100,00 (engraçado, onde será que vi isto também… :? ). O que o tio Jobs fez foi de seguir a tendencia e produziu o seu aparelho conforme o modelo de negócio atual da Apple. }:)

    Gostei sim desta materia do Cardoso pois fez me lembrar de anos atrás desta discursão de hardwares menores. Computadores eram bem mais caros do que são hoje.

    PS: Porém, na minha opinião, não vejo nada de revolucionário no IPad. Esperava algo mais da Apple para esta área, do tipo dos tablets que estão sendo desenvolvidos pelas outras empresas. Pra mim acabou saindo mesmo um iPhone de Itu. E o nome é horrivel tb. :P

  • http://www.ssdgeek.blogspot.com Pedro Jr

    acho que logo logo vai haver uma separação entre uma classe de pcs voltados ao uso totalmente on-line…

    e outra parte que vai continuar sendo voltada ao offline…

     

    obviamente a proporção de adeptos às maquinas de uso on-line sera muito maior…

    mas não conseguirão extinguir o pc como conhecemos hoje…

     

    IMO

     

    ou então leva no minimo mais uns 10 – 15 anos para esta extinção…

  • Pingback: Tablets superam notebooks em números absolutos–Desculpe, PC World « Meio Bit()

  • Anselmo Braga

    Chupa

  • http://www.facebook.com/aldoprogramador Aldo Campos Assis

    Chuuuuuuuuuuuuuupa

  • http://www.maisbytes.com.br Marco Aurélio

    sucks

  • http://twitter.com/nilsonmorais Nilson

    @Panorama,

    1 ano depois: Hoje tablet vende mais que netbook, #fail pra vc.

  • http://www.facebook.com/people/John-Donne/1386797499 John Donne

    A própria expressão “multi-thasking” está errada. É “multitasking” (sem hífen em inglês americano, e certamente sem H!)

  • http://www.facebook.com/people/John-Donne/1386797499 John Donne

    Eu me rendi ao tablet e comprei um (não um iPad, óbvio, não rasgo dinheiro) melancolicamente, mas fiquei feliz quando me ocorreu que é O COMPUTADOR MAIS STAR TREK QUE JÁ INVENTARAM!!!

  • Carlos Almeida

    Chuuuuuuuuuuuuuupa

  • Pingback: Algumas reflexões sobre o público-alvo do iPad « Meio Bit()

  • http://www.facebook.com/hudson.martins.372 Hudson Martins

    Estou em 2013, no futuro
    E tablet hj ainda bomba e é o principal gadget do mundo
    Fail p vc, Aprendiz do Ballmer