Casal de policiais indianos é demitido por falsificar fotos de escalada no Everest

Essa é uma história deliciosa por conta da ingenuidade das criaturas que a perpetraram. Escalar o monte Everest é um dos grandes ideais de quem gosta de esportes de aventura. Eu, do alto de minha vida sedentária, já fico cansado só de pensar. Em 2016, o casal indiano Dinesh e Tarakeshwari Rathod ficaram famosos em sua cidade (e país) por alegadamente ser o primeiro casal indiano a chegar ao topo do Monte Everest. Imagino que o senso de realização ao efetuar tal ato deve ser algo para levar por toda a vida.

Porém, em setembro de 2016 a coisa toda virou um pesadelo para o casal. Foi descoberto que a tal escalada foi, na verdade, um grande engodo. O casal nunca chegou ao topo da montanha e, para provar o ato, fez falsificações no Photoshop. As fotos em que os dois aparecem no topo da montanha foram forjadas via software e compartilhadas na internet. Porém, e aqui fica a ingenuidade e amadorismo da dupla, eles utilizaram fotos reais de alpinistas que chegaram ao topo para fazer suas montagens. A parte a ingenuidade é pensar que os donos das fotos originais não notariam a presepada do casal (internet sem fronteiras). Vejam abaixo a foto original e logo depois a montagem.

montagem_photoshop-634x791

Um dos alpinistas, que realmente subiu o Everest e teve as fotos roubadas, foi Satyarup Siddhanta, de 33 anos. Quando descobriu o roubo e a modificação das imagens ele fez o seguinte desabafo no Facebook.

Fora a marmotagem de utilizar a foto dos outros e pensar que ninguém descobriria, eles também cometeram o erro de aparecer com diferentes roupas de alpinismo na sequência de imagens. Ninguém da uma paradinha para trocar de roupa no topo do Monte Everest. Mas, qual o motivo que leva alguém a fazer esse tipo de falsificação? Subir o Everest até o topo não é uma tarefa fácil e, geralmente, quem consegue adquire muita fama. Pode aparecer em programas de TV, receber patrocínios, fazer propagandas, vender livros e DVDs, etec. Porém dessa vez a coisa não deu certo e as consequências chegaram para o casal.

Como no Nepal o Monte Everest é coisa séria, depois que um inquérito comprovou a falsidade das fotos, o casal recebeu uma proibição de 10 anos para a prática do alpinismo no país. Porém, a cereja do bolo aconteceu essa semana. Os Rathod trabalhavam como policiais no departamento de Maharashtra. Os dois foram demitidos por compartilharem informações enganosas. O chefe de polícia não soube informar se eles vão enfrentar acusações criminais.

Estão vendo crianças, o crime não compensa.

Relacionados: , , , ,

Autor: Gilson Lorenti

Geógrafo de formação e fotógrafo de coração, comecei a fotografar com 18 anos de idade (antes disso nunca tinha pegado uma câmera na mão). Depois de muito estudo veio a carreira profissional que passou por várias modalidades da fotografia até realmente descobrir o que gosto de fazer. Hoje me dedico ao ensino de fotografia, fotografia Fine Art e Books Fotográficos (gestante, moda, sensual). Tomando emprestado as famosas palavras de Ansel Adams "Quando as fotografias não forem mais suficientes, me contentarei com o silêncio".

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis