J.K. Rowling confirma: a saga de Harry Potter chegou ao fim

j-k-rowling

Ontem foi um dia especial para os fãs do menino que sobreviveu. Harry Potter está de volta em mais uma história, na forma da peça A Criança Amaldiçoada que estreou nos palcos neste domingo, acompanhada da versão do roteiro lançado como um livro. Claro que todos os pottermaníacos estavam extasiados com esta nova aventura, porém a autora J.K. Rowling foi taxativa: o oitavo livro é a última jornada do herói, pondo fim a uma saga que conquista jovens e adultos desde 1997.

Harry Potter e a Criança Amaldiçoada, a peça de teatro que estreou neste fim de semana é baseada num texto original de Rowling e fora adaptada para os palcos por Jack Thorne e John Tiffany. A história gira em torno não de Harry e sim de seu filho do meio Alvo Severo, que tem de lidar com o legado do pai, aquele que derrotou Lord Voldemort e que hoje é um atarefado funcionário do Ministério da Magia. Enquanto Alvo é obrigado a encarar um peso sobre seus ombros que ele nunca quis, Harry é assombrado por fantasmas do passado que se recusam a permanecer enterrados.

Ambos, pai e filho são então forçados a entender que as trevas podem vir dos lugares mais inesperados.

harry-potter-livro-8-capa-edicao-br

Harry Potter e a Criança Amaldiçoada estreou oficialmente em diversas cidades do mundo, de Londres a Nova Iorque e tem sido um sucesso de público, como era de se esperar. A versão de ensaio foi obviamente condensada na forma de um livro lançado neste domingo em inglês, e como se trata de um texto preliminar (antes dos atores e diretores fazerem suas próprias modificações e adaptações) é evidente que uma nova edição definitiva será posteriormente editada e lançada. E já há conversas de uma inevitável versão do compêndio para os cinemas.

Para os fãs brasileiros que não aguentam mais esperar, a Editora Rocco já adiantou que a versão brasileira de Harry Potter e a Criança Amaldiçoada será lançada no país no dia 31 de outubro, e a pré-venda terá início já no próximo dia 16. Obviamente que conhecendo os fãs é fato que teremos novas ações em livrarias à meia-noite, como é tradição da franquia de livros.

Só que J.K. Rowling foi bem clara quanto ao destino do bruxinho mais famoso do mundo: em entrevista durante o lançamento da peça em Londres a autora declarou que “agora é o momento da geração seguinte” e que não veremos mais Harry Potter e seus companheiros assumirem a frente em novas histórias, dando a vez a seus filhos e sucessores:

Harry passará por uma grande jornada nessas duas peças (A Criança Amaldiçoada é dividida em duas partes), e depois disso, acabou (…). É a vez da nova geração. Estou empolgada ao ver o quanto ele realizou até aqui, mas a era de Harry acabou.”

Rowling obviamente não pretende parar de escrever sobre Hogwarts, o mundo bruxo, sua relação com os incautos trouxas e as novas e inevitáveis ameaças que deverão aparecer em novas mídias, mas é hora de renovar as coisas. Dar a vez a novos personagens e situações, até para manter esse mundo tão rico e diverso quanto sempre foi. Há mais a descobrir desse universo do que apenas a história de um menino que pulverizou Você-Sabe-Quem ainda no berço, o que lhe rendeu sua inconfundível cicatriz em forma de raio na testa.

harry-mione-rony

O valor de Harry Potter para a literatura mundial é inestimável. As aventuras do bruxinho estimularam uma geração inteira de novos leitores e despertaram crianças e adolescentes para o hábito, por mais que muitos pretensos educadores odeiem a série (no Brasil, com certeza). Você pode até não gostar dos livros, dos filmes ou de J.K. Rowling, pode dizer que é uma cópia dos Livros da Magia de Neil Gaiman (e você está errado), pode continuar repetindo para si mesmo que Tolkien é melhor, mas não pode negar que a autora conseguiu criar um mundo mágico que não só cativou os pequenos, como os fez se identificarem.

Harry Potter, Hermione Granger e Rony Weasley cresceram e amadureceram com seus fãs. Eles começaram sua trajetória como crianças e terminaram como adultos. Os pequenos viram essa transformação e eles próprios a experimentaram, passaram e ver seus heróis como reais, se viram neles. Isso é algo que Stan Lee entendeu lá nos anos 1960, ao criar o Homem-Aranha junto com Steve Ditko: ele não é um exemplo inalcançável de heroismo como o Superman e sim uma pessoa comum, um adolescente mirrado que passa por problemas cotidianos (bullying, falta de dinheiro, ausência dos pais) que de repente recebe poderes, e com eles vêm as responsabilidades.

Por isso só tenho a agradecer à Rowling e a seus personagens, que tornaram o mundo mais divertido e ensinaram a milhões de crianças e jovens que ler é divertido. É claro que sentiremos falta deles, mas a próxima geração está aí e e assumirá as rédeas desse mundo fantástico, que tem tanto a nos mostrar. Quanto à Harry, Mione, Rony e todos aqueles que aprendemos a amar e odiar nos livros terão seu merecido descanso. Eles estarão por aí, mas agora seus sucessores carregarão a tocha, pois não dá para explorar os mesmos protagonistas para sempre.

As boas histórias estarão sempre lá para serem relidas e reassistidas, mas é preciso dar um descanso a nossos heróis. Eles fizeram sua parte, é hora dos novatos assumirem e contarem novas história. Como Q já disse, “all good things must come to an end”.

Portanto Godspeed Harry Potter. Nos vemos do outro lado da plataforma 9 ¾.

Fonte: RadioTimes.

Relacionados: , , , , , , , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar
  • Harry Potter me iniciou nas leituras, nos fóruns, até na leitura em inglês. Para todo aniversário de 11 anos já sei o que dar de presente e recomendar. Um pena que os jogos não exploraram mais esse rico universo.
Ainda estou no aguardo de Hogwarts uma História.

    Obrigado pelo belo texto.

    • Ivan

      com essa idade já era tão decidido sobre o que dar?

    • Islan Oliveira

      Exato, cara. Deve ser incrível um Hogwarts uma história, assim como foi o Animais Fantásticos e onde eles habitam.

  • por mais que muitos pretensos educadores odeiem a série

    Sempre tem os psico-chatos que batem o pé dizendo que crianças em formação não devem ler/assistir histórias fantasiosas ou ver filmes com temas fora da realidade. Resultado, o mundo só piora. Educadores sem educação.

    Não sou adepto da franquia Potter, mas respeito seu legado. E já imagino o fandom triste com a noticia.

    • HomeroGamer-BanidodoMB

      Cresci lendo livros de fantasia… sou um dos que tem mais tempo de skyrim da America do sul. auehuaheauheau… Realmente ler livros de fantasia me fez virar uma pessoa que se diverte sem precisar de funk.

      • Ivan

        vc quase venceu na vida.

      • Petrus Augusto

        Isso ai, caminho certo para vencer na vida é esse, joga mais algumas horas de Skyrim que vc chega lá man!! Força! ¬¬

        Falar que funk é uma merda (e é mesmo), mas, perde o mesmo tempo fazendo outras coisas que não agregam em nada, não te faz melhor não visse champs… 😉

        • HomeroGamer-BanidodoMB

          Pelo menos o meu NÃO AGREGA não faz meu vizinho querer jogar um balde de água em cima de mim. O meu não agrega não espalha merda no ouvido dos outros. O meu não agrega não fica falando palavrão a todo volume. O meu não agrega não tem colaborado para o aumento de DST e gravidez na adolescência. O meu não agrega não tem estimulado jovens a se sentirem inferiorizados por “não ostentarem”.

          Pois é se agora cagar na cara das pessoas é AGREGAR, foda-se prefiro não agregar.

          • Petrus Augusto

            ???
            -> vizinho querer jogar um balde de água em cima de mim.
            Se o seu vizinho faz isso por vc está jogando o ouvindo funk, o problema é seu vizinho, ele que é um merda.

            -> O meu não agrega não espalha merda no ouvido dos outros.
            Conversa que ouvi semana passada no elevador do Shopping: Porra, que demora para chegar Pokemon Go no Brasil, mal aguento esperar… não-sei-o-que vpn, e não não pegou…… De fato, eles não espalham merda no ouvido dos outros 😉

            ->O meu não agrega não fica falando palavrão a todo volume.
            Entre em uma partida de FPS e escute as “conversas” dos players… Depois, me diga se isso se aplica mesmo! 😉

            ->O meu não agrega não tem colaborado para o aumento de DST e gravidez na adolescência.
            Isso é verdade, nisso, ficar o dia todo jogando não faz com certeza!! Evita que vc pegue DST (a não ser pelo teclado na hora de digitar xvideos e usar a mesma mão) e de se reproduzir então, chance zero! kkkkkkkkk
            —————————————–

            Fiz um texto maior, mas dane-se.. Você provavelmente não vai ler mesmo e vai ficar dizendo: ‘Ahhh, foda-se, meu jogo, ahh.. merda de funk, lixo. noob, ahh!!!’

            Então… Deixa.

            Seja feliz do modo que você escolher, e deixe os outros serem do modo deles. 😉

          • HomeroGamer-BanidodoMB

            “-> vizinho querer jogar um balde de água em cima de mim.
            Se o seu vizinho faz isso por vc está jogando o ouvindo funk, o problema é seu vizinho, ele que é um merda.”
            Ok… agora os outros que são merda e não esse lixo… tá certo.

            “-> O meu não agrega não espalha merda no ouvido dos outros.
            Conversa que ouvi semana passada no elevador do Shopping: Porra, que demora para chegar Pokemon Go no Brasil, mal aguento esperar… não-sei-o-que vpn, e não não pegou…… De fato, eles não espalham merda no ouvido dos outros ;)”

            Ele usou um megafone no celular pra fazer isso, aposto que não…

            “->O meu não agrega não fica falando palavrão a todo volume.
            Entre em uma partida de FPS e escute as “conversas” dos players… Depois, me diga se isso se aplica mesmo! ;)”

            Jogador de FPS usa fone de ouvido, mesmo que haja palavrão os outros não são obrigados a escutar.

            “->O meu não agrega não tem colaborado para o aumento de DST e gravidez na adolescência.
            Isso
            é verdade, nisso, ficar o dia todo jogando não faz com certeza!! Evita que vc pegue DST (a não ser pelo teclado na hora de digitar xvideos e usar a mesma mão) e de se reproduzir então, chance zero! kkkkkkkkk”

            Se você acha vantagem o aumento de natalidade adolescente e aumento da DST ao invés de gente que prefere ficar por trás de uma tela então meu caro vai se tratar de parafilias.

            “Fiz um texto maior, mas dane-se.. Você provavelmente não vai ler mesmo e vai ficar dizendo: ‘Ahhh, foda-se, meu jogo, ahh.. merda de funk, lixo. noob, ahh!!!'”

            Diferente de você jogadores tem cérebro para ler e discutir diferente de quem usa funk e só a cabeça de baixo parece ter alguma capacidade.

            “Seja feliz do modo que você escolher, e deixe os outros serem do modo deles. ;)”
            Não reclame se abrir uma igreja evangélica do lado da sua casa tocando hino e povo gritando a todo volume. E nem tente represálias pois você tem que deixar os outros serem felizes.

          • Petrus Augusto

            -> Ok… agora os outros que são merda e não esse lixo… tá certo.
            Sim, tem uma coisa chamada civilidade, se uma pessoa me incomoda eu vou primeira falar com ela, e não, tacar um balda na pessoa. Achava que isso é o básico… Ahh, esqueci, no mundo dos games isso sempre funciona, logo, na vida real também…

            -> Ele usou um megafone no celular pra fazer isso, aposto que não…
            Pera, agora tem parâmetros? Pq você não colocou antes? Vc generalizar, quando lhe mostra que o mesmo acontece com o seu grupinho favorito, dai, você começa a aplicar filtros? Olha,sair aplicando filtros onde e quando eu quero (e ignorando para os outros) eu consigo defender até o holocausto. 😉

            -> Jogador de FPS usa fone de ouvido, mesmo que haja palavrão os outros não são obrigados a escutar.
            O mesmo que acima… Com filtros, defendo até o indefensável. Você falou: Não fala palavrão, mostrei que sim, ponto. 😉

            -> “Se você acha vantagem o aumento de natalidade adolescente e aumento da DST”…
            Leia de novo, eu concordei com você! E eu nunca falei que é bom o aumento de natalidade e tão pouco os casos de DST… Apenas, concordei com você, agora, se você achou ruim o estereotipo que descrevi, ai a culpa não é minha! Não fui eu que o inventou, apenas, o estou corroborando 😉 kkkkkkk

            -> Diferente de você jogadores tem cérebro para ler e discutir

            Estou vendo… Estou vendo claramente a sua capacidade de leitura, de discutir e a inteligência dos gamers… E no fórum de games da UOL então!! Caramba, me sinto até intimidado com tanta inteligência!! kkkkkk

            -> Não reclame se abrir uma igreja evangélica do lado da sua casa tocando hino e povo gritando a todo volume.
            – Verdade.. O que eu vou fazer? Deixa eu ver aqui…
            1 -> Reclamar muito na internet, chamando todos eles de burros, lixos e inferiores, que só a minha felicidade que conta e é uma honra as pessoas ouvirem eu me divertido, e sobre a deles? que se lasque, não são iguais a mim então são lixos.
            2 -> Ligar para a DIRCON?
            3 -> Procurar um lugar mais calmo para viver?

            Humm… Que duvida cruel! Vou nem dormir a noite preocupado com isso ¬¬

            PS: Tenho certeza que você não sabe o pq que eu citei o SOAD e não outro de qualquer outro grupo de Rock. E depois, tem a cara de pau de falar das letras (que são ruim) de funks cariocas.

            PS2: Você sabe que isso tudo é pq vc não aceita que o seu passa-tempo não agrega em nada e pior ainda, não aceita que outras pessoas possam gostar de algo (mesmo que seja bizarro) que você não tolera isso. De fato, atitude bem inteligente a sua! SQN kkkkkkkkk

          • HomeroGamer-BanidodoMB

            “-> Ok… agora os outros que são merda e não esse lixo… tá certo.
            Sim,
            tem uma coisa chamada civilidade, se uma pessoa me incomoda eu vou
            primeira falar com ela, e não, tacar um balda na pessoa. Achava que isso
            é o básico… Ahh, esqueci, no mundo dos games isso sempre funciona,
            logo, na vida real também…”

            Diferente do mundo do funk, gamer não fica com volume máximo de merda e xingamento pra todo mundo ouvir, ele prefere usar fones de ouvido. Isso é muito mais civilidade do que precisar incomodar o vizinho pra ele vir conversar com você.

            “-> Ele usou um megafone no celular pra fazer isso, aposto que não…
            Pera,
            agora tem parâmetros? Pq você não colocou antes? Vc generalizar, quando
            lhe mostra que o mesmo acontece com o seu grupinho favorito, dai, você
            começa a aplicar filtros? Olha,sair aplicando filtros onde e quando eu
            quero (e ignorando para os outros) eu consigo defender até o holocausto.
            ;)”

            Claro que tem parâmetro, se chama decibel. Existe um valor para o qual isso pode incomodar ou passar totalmente desapercebido ou só ser percebido por molequinho querendo se achar.

            “-> “Se você acha vantagem o aumento de natalidade adolescente e aumento da DST”…
            Leia de novo, eu concordei com você! E eu nunca falei que é bom o aumento de natalidade e tão pouco os casos de DST… Apenas, concordei com você, agora, se você achou ruim o estereotipo que descrevi, ai a culpa não é minha! Não fui eu que o inventou, apenas, o estou corroborando 😉 kkkkkkk”

            Você escreveu:

            “Isso é verdade, nisso, ficar o dia todo jogando não faz com certeza!!
            Evita que vc pegue DST (a não ser pelo teclado na hora de digitar
            xvideos e usar a mesma mão) e de se reproduzir então, chance zero!
            kkkkkkkkk”.

            Onde você concordou com o fato de que funk aumenta natalidade em adolescentes e aumenta casos de DST? O que vi foi apenas você chamando jogador de virjão. Portanto se para você ser virjão é ridículo e prefere gravidez e DST então você é um doente mental.

            “-> Não reclame se abrir uma igreja evangélica do lado da sua casa tocando hino e povo gritando a todo volume.
            – Verdade.. O que eu vou fazer? Deixa eu ver aqui…
            1
            -> Reclamar muito na internet, chamando todos eles de burros, lixos e
            inferiores, que só a minha felicidade que conta e é uma honra as
            pessoas ouvirem eu me divertido, e sobre a deles? que se lasque, não são
            iguais a mim então são lixos.”

            Claro as pessoas não tem direito a ter religião e por isso você critica eles em comentário mas os outros não podem fazer isso com seu funk… tá certo.

            “2 -> Ligar para a DIRCON?”

            Hein?

            “3 -> Procurar um lugar mais calmo para viver?”

            Sei… vai mudar de favela…

            “PS: Tenho certeza que você não sabe o pq que eu citei o SOAD e não outro
            de qualquer outro grupo de Rock. E depois, tem a cara de pau de falar
            das letras (que são ruim) de funks cariocas.”

            Claro, claro… todo mundo que ouve SOAD escuta no máximo volume, em tudo que é lugar (mesmo que seja inapropriado como salas de aula) e todo mundo entende o que eles falam afinal de contas inglês é língua patria no Brasil. Portanto qualquer merda que eles falarem vai ser pior que funk.

            “PS2: Você sabe que isso tudo é pq vc não aceita que o seu passa-tempo
            não agrega em nada e pior ainda, não aceita que outras pessoas possam
            gostar de algo (mesmo que seja bizarro) que você não tolera isso. De
            fato, atitude bem inteligente a sua! SQN kkkkkkkkk”
            Claro, claro eu não aceito meu passatempo porque sou um virjão que não incomodo meus vizinhos, criei um filho engenheiro e que mesmo morando com a noiva ainda não me deu neto porque não juntaram grana suficiente, casei por amor (errei o tiro, mas acontece) e não porque ela engravidou. Não preciso ficar ostentando dinheiros, prefiro ostentar inteligência e capacidade e não sou capaz de aceitar escutar merda em tudo que é lugar só porque molequinho de 10 anos criado com mertiolate que não arde acha que o mundo é dele.

            Na boa quando você criar uma base sólida e convivência com as pessoas da sua sociedade dai tu vem falar em Civilidade.

          • Petrus Augusto

            Unhum… Vou nem repetir o que eu falei antes sobre os parâmetros, pois, claramente você não entendeu e no momento, tenho mais o que fazer que repetir as mesmas coisas para quem não quer entender.

            Do mais, você falou, falou e repetiu os mesmos erros, a diferença, é que está quase tirando o cu pela boca de tanta raiva que ficou…

            PS: Evite mentiras, ainda mais, essas descaradas… Pega muito mal para você! 😉

          • Petrus Augusto

            Do mais, relaxa ai… Não comentei antes, mas, digo agora:

            Isso tudo é uma fase, quando você crescer, vai ver como é idiota se vangloriar por causa de jogo… O quão ridiculo é se achar melhor que alguém por causa do passa-tempo (inútil) escolhido.

            Eu sei disso, já fui assim, isso passa… Tudo bem, tem gente que leva uns 40 anos para crescer, outros, são mais rápidos, mas uma hora isso passa…

            Dai, você vai deixar se preocupar com o funk do vizinho, com o tempo de jogo e etc… E vai dizer o mesmo que eu digo de mim mesmo: PQP, como eu era babaca por causa dessa merda.

          • HomeroGamer-BanidodoMB

            “Isso tudo é uma fase, quando você crescer, vai ver como é idiota se
            vangloriar por causa de jogo… O quão ridiculo é se achar melhor que
            alguém por causa do passa-tempo (inútil) escolhido.”
            Pois é, pelo menos vou crescer tendo um cérebro e não merda colocada ali por outros merdas.
            “Eu sei disso, já fui assim, isso passa… Tudo bem, tem gente que leva
            uns 40 anos para crescer, outros, são mais rápidos, mas uma hora isso
            passa…”
            Malz ai nunca fui retardado então não tem como você dizer que foi que nem eu.
            “Dai, você vai deixar se preocupar com o funk do vizinho, com o tempo de
            jogo e etc… E vai dizer o mesmo que eu digo de mim mesmo: PQP, como
            eu era babaca por causa dessa merda.”
            Se você não é capaz de dizer isso por causa de funk meu caro sinal de que você não passa de um hipócrita.

          • Petrus Augusto

            hahaha.. “Ta serto”, vai lá..
            De fato, uns levam 40 anos para crescer, outros, a vida inteira e ainda não conseguem. Sad but true…

            Do mais, relaxe o coração… Vá curtir o seu jogo!

    • Ivan

      E ensinam comunismo/socialismo nas escolas tinha que ser proibido também se for levar em conta esse pensamento.

    • Sophos Nsm

      No geral os educadores não implicam. Ao menos não com os guris.

  • Alvaro Carneiro

    Sério?

    Eu tenho que soltar um “HUAHUAHA” x 500000 vezes.

    Porque quando ela anunciou anos atrás que tinha acabado, o meiobit anunciou e eu neste mesmo espaço de comentários falei:

    – “acabou nada, enquanto tiver demanda e lucro, isso não acaba, daqui a pouco volta”

    E recebi uma chuva de pedras, uma pá de gente dizendo que “não” , “acabou mesmo, não viaja” e coisas assim.

    Aí a bacana voltou e agora acabou de novo. E agora mudou a minha previsão:

    Só vai acabar quando a autora morrer.

    Daqui a alguns anos voltamos a conversar.

    • “Só vai acabar quando a autora morrer.”
      Nem assim.
      Harry Potter e a quadragésima geração ainda vai ser lançado em um futuro distante.Escrito pela tatatatatatatatatatatatatatataraneta da autora.

      • HomeroGamer-BanidodoMB

        Isaac Asimov morreu e continuam escrevendo livros “em nome dele”.

        • Ivan

          Quais?

          • HomeroGamer-BanidodoMB

            Por esses dias apareceu um novo Black Widowers com histórias novas. Isso sem falar da Foundation Friends e a Foundation and Robots de Gregory Benford.

    • Paulo Teixeira

      Cara isso é previsível que não acredito como tem gente que acredita nessas coisas. Exemplo clássico de nossa infância é Cavaleiros dos Zodíaco. O Kurumada não criou mais nada relevante e anda fazendo remake daquele treco até hoje.
      Star Wars por outro lado tá certinho e realmente precisava de mais filmes além da trilogia clássica e não estão forçando a barra de forma alguma. =D

      • Anderson Pontes

        “Não estão forçando a barra de forma alguma”

        Vai numa livraria qualquer e procura livros do Star Wars! A quantidade é ABSURDA! Sem contar HQs, séries animadas e etc…

        • cloverfield

          Tem até polvilho para os pés rsrsrsrs.
          Vi esse fim de semana enquanto fazia compras.

        • Paulo Teixeira

          Sim foi um ironiazinha…. Pra mim Star Wars é quase tão previsível quanto as piadinhas do Chaves.

      • Ivan

        Tirando que estão repetindo os filmes, não sou fan mas é o que falam, sempre copiam algum epsodio da trilogia antiga.

      • tuneman

        até dragon ball. eu adorei até o fim da saga dos androids.

    • Até o momento ela não disse que não vai escrever mais sobre o mundo de HP, e sim que não vai escrever sobre o Harry. Difference.

      • Bingo… mais livros pra continuar a gerar $$$.

        • Islan Oliveira

          Claro, ela foi a primeira escritora a se tornar bilinária (Tolkien morreu muito antes da febre de LOTR), então ela sabe que pode fazer mais uma boa grana mantendo o universo.

      • Bruno Santos

        Acho que é a hora certa pra ela criar uma nova saga. Se ela realmente for uma boa autora..criará um universo novo e por causa do sucesso de HP muita gente vai comprar.

      • Paulo Teixeira

        Mesmo assim eu duvido.

      • Daí ela pode alegar “meus fãs pediram, não tenho como não atendê-los”

      • Maom

        Mas continua chamando Harry Potter. E pela sinopse ele deve aparecer mais no livro/filme que o Clark nos filmes do super homem.

    • cloverfield

      Se não me engano, até o Sherlock Holmes morreu lutando com o Prof. Moriart e depois “voltou dos mortos” porque os fãs dele queriam mais histórias dele.

      • Ivan

        parecendo hq em que personagens morrem 2x por ano

        • cloverfield

          E isso foi no final do século 19…

        • Lui Spin

          Ia falar isso. E pior que tem um amigo que acredita em todas as mortes. Fala que: “Não, mas agora é sério mesmo. Morreu mesmo. Não volta mais…” -.-

        • Maom

          E agora a moda é deixar eles gays tb.

      • Verdade. Conan Doyle matou o Sherlock de raiva, pois já não o suportava mais. Fê-lo cair de uma cachoeira. Daí, o editor pressionou e ele tirou um Galactus Ex-Machina para trazê-lo de volta.

        • cloverfield

          No livro de retorno do Sherlock Holmes ele diz que conseguiu se agarrar em uma beirada após usar um golpe de uma luta japonesa desconhecida na época, que ele chama de de jiu-jitsu .

    • Doomed

      Mas ela disse que vai parar de escrever sobre o personagem do Harry, apenas, e que agora é hora da nova geração. Ou seja, a história vai continuar com os filhos. É que o título do Gogoni foi meio bait.

      • Zalla

        mas eu acho que ela não vai parar de escrever sobre o Harry….

    • Rômulo Catão

      “Só vai acabar quando a autora morrer.”

    • tuneman

      e se ela morrer ainda podem dar um jeito de expremer mais grana, como ocorre com a saga Millenium.

      • Comprei o quarto livro da saga, contando que por ser Millennium seria excelente, e é de longe o mais fraco. Deviam ter aproveitado os manuscritos que o Stieg Larsson deixou, mas parece que algumas pendengas judiciais impediram, aí o David Lagercrantz teve que fazer do zero.

      • Vai ser que nem Agatha Christie, que milagrosamente apareceram várias histórias que ela tinha escondida e nunca publicou

        • tuneman

          Era o fantasma dela que escreveu…. (Aka escritor fantasma)

    • Pensa que Moet Chandon é barato?

    • Maom

      ahhhhhhh o ”EU FALEI”
      Tem coisa mais gostosa?

  • Magnosama

    Tomara que a Warner faça com Harry Potter o que a Disney fez com Star Wars,

    sempre um bom filme baseado nesse universo todo ano,

    seriá bacana…

  • “Para os fãs brasileiros que não aguentam mais esperar … até 31 de outubro” a locadora está logo ali pra pegar em inglês…

  • Rafael Carvalho

    Não sei o que tem mais “despedidas”: Harry Potter ou Jogos Mortais.

  • Paulo Teixeira

    Pode anotar aí: Quando ela quiser mais dinheiro e/ou estiver sem idéias vai vir um novo livro do Harry Potter!

    • Ainda tem mais 2 filhos do Harry pra criar livro, só pra começar…

      • Ivan

        Só lançar um Horuto, que da certo.

        • Diogo

          Eu entendi a referência! ahahaha

    • Bruno Santos

      Acho que é a hora certa pra ela criar uma nova saga. Se ela realmente for uma boa autora..criará um universo novo e por causa do sucesso de HP muita gente vai comprar

  • Oh não!
    Digo…
    Oh sim!
    Quero dizer…
    ..meh..

  • Tide “pepe” Hunter

    É Radcliffe, pode marcar esse raio a ferro.

  • Claro que não é derivado dos Livros da Magia. É de “Os mundos de Crestomanci” – Mas qualquer um que bebeu de mitologia inglesa/celtica reconhece os fundamentos. E sim, incentivou a leitura o que é um bom legado.

  • Minha série favorita. E creio que Rowling voltou a escrever porque surgiu uma boa história de algo que ela queria contar. Ela é engajada politicamente e, se no futuro tiver outro arroubo do tipo, Harry Potter sairá da aposentadoria para ela contar mais uma história.
    O Universo que ela criou é imenso, tem muitas possibilidades e espaço para novas histórias, mas, Hogwarts, a possibilidade de “fuga” da realidade e de adentrar um lugar mágico onde você pode aprender a fazer coisas incríveis… Isso, esse efeito, ela não conseguirá repetir.

  • RôShrek

    Não gosto nem nunca gostei da série, mas admiro sim a postura da Rowling ao não espremer o personagem até o saco estourar. E não acho que uma peça de teatro anos depois, focada no filho do Harry seja uma obra caça níquel como muitos gostam de insinuar.

  • Pô, Harry Potter acabar logo agora?

    Até comemorei o aniversário dele ontem… https://twitter.com/Max_Laguna/status/759926380486356992/photo/1

    • “Por acaso” dia 31/7 também é o aniversário da autora 🙂

  • Cocainum

    E eu ainda nem assisti os dois últimos filmes…

  • O universo é muito rico. Dá para explorar muito bem a franquia sem ficar preso no protagonista original. E espero mesmo que seja assim 🙂

  • Zalla

    é uma pena, esperava ver o Harry amadurecer e encarar aventuras como adulto, com muito poder e chegando ao nível do Dumbledore….apesar que ele nunca resolvia nada, era sempre a hermione ou o rony

  • Fernando Malta

    Belo texto, Ronaldo. Boa homenagem.

  • Maom

    Quero saber quando vai sair no netflix os filmes isso sim. Meu filho conheceu no parque da Universal e agora ta me pedindo pra ver e tenho preguiça de ir atrás na locadora

  • Cássio Amaral

    Eu não li nem A Ordem da Fênix ainda! Já tem dois anos que eu enrolo e não termino kkkkk, devia ter lido uns capítulos agora no mês de julho.

    Os livros do Harry Potter realmente me provaram que a imaginação do leitor é o que faz livros serem quase sempre melhores que os filmes. Não há nada que substitua a sua mente construir caracterizar as personagens, cenários, enredos etc. , e as histórias dos livros da série são um meio ideal para exercitar a imaginação dos pequenos.

    E esse poder de estimular a imaginação do leitor é ainda maior em livros de fantasia ou com elementos fantásticos. Por isso discordo com esses educadores esquerdistas de meia tigela que pregam que só devemos estimular as crianças a lerem apenas livros que tratem apenas da realidade.

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis