Google quer transformar o YouTube em um novo Netflix?

youtube

O YouTube pode ser a maior plataforma de streaming do mercado, mas ela é também uma fonte de problemas para o Google: além de ter de lidar com gravadoras e donos de direitos autorais (ainda que ela faça o que dá na telha) o serviço não dá lucro; ele mal se paga e olhe lá. É por isso que Mountain View se recusa a pagar royalties por execução de vídeos a quem quer que seja.

Com a proposta do serviço de assinatura que o YouTube vem ensaiando para pôr no ar as coisas mudariam um pouco. A proposta inicial dizia eliminar propagandas e permitir a execução dos vídeos com a tela desligada em dispositivos mobile, mas ao que tudo indica o Google que transformar a plataforma num serviço de streaming com material exclusivo, como o Netflix e similares.

Amanhã, dia 21 de outubro será realizado um evento especial em Hill Valley Los Angeles em que algumas novidades serão reveladas. Uma delas diria respeito ao investimento feito pelo Google nos últimos tempos em seus maiores canais, injetando grana para que os YouTubers mais populares criassem conteúdo relevante, ao invés de migrarem para outros canais.

Embora nada esteja confirmado, fontes apontam que a intenção do YouTube é colocar parte desse conteúdo original atrás do paywall do serviço de assinatura, e mais: grandes companhias de mídia como Warner, Fox Sports, A+E Networks, Comcast e NBC, entre outras teriam assinado contratos para fornecer parte de suas programações exclusivas, disponibilizando-as no serviço pago. A Disney ainda estaria negociando, outras não aceitaram os termos porque se julgaram mais importantes que os YouTubers e por causa disso, queriam mais dinheiro — o Google pelo visto vai usar a mesma medida com todos.

Não se sabe como será o formato e nem quanto ele custará, mas há algum tempo circulam informações de que os YouTubers não têm escolha a não ser aderir ao programa, ainda que ele divida uma fatia do lucro com os donos do conteúdo; caso se recusem não só seriam impedidos de monetizar novos vídeos como todo seu portfólio seria marcado como privado, deixando de lucrar mesmo na versão gratuita. Enfim, amanhã saberemos o que o YouTube tem em mente para fazer uma graninha extra e por tabela concorrer com Netflix e cia.

Fontes: Wall Street Journal e re/code.

Relacionados: , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar
  • Yuri

    Youtube anda meio atrasado, mas blz

    • Caipiroto, o Capeta Caipira 😈

      Mas quando o assunto é serviço, pode ser que aconteça com o Google o que acontece com a Apple: chega atrasado, tira onda e ainda se torna referência.

      • Exatamente o que foi o Google…. chegou atrasado, já existia Altavista consolidado em todo o mundo, existiam várias outros search engines, como Yahoo, Lycos e inclusive o Cadê? nacional…

        Chegaram atrasado, tiraram onda como grande novidade e tornaram-se referência ! heheheh

        A unica inovação que trouxeram era não ter uma página inicial tão poluída como a do Altavista, isto que conquistou o público… algo que quase pisaram na bola posteriormente criando cards e um monte de lixo na página inicial do buscador, o tal o iGoogle que sumiu com os anos (ainda bem).

        • Master Chief

          cara, se eu te contar que achei a ideia do igoogle super legal, usei 3 dias, enjoei, e agora odeio desde que nasci! = )

          • Caipiroto, o Capeta Caipira 😈

            Pior que eu fiz exatamente a mesma coisa.

        • Bruno

          Google cresceu por causa dos investidores, daqueles que engordam o porco para o abate, mas a Google resolveu ser mais esperta: usar a grana pra comprar startups e projetos de empresas menores, pegar tudo pra ela e se tornar um centro tecnológico voltado à facilitada de usuário para consumo de mídia.
          É uma empresa que vive por ser um meio, uma ponte entre consumidor e bem de consumo.

      • Organizações Tabajara™

        Outro exemplo é o chrome.
        Chegou atrasado, dominou o mercado e agora ta pisando na bola com o consumo de recursos. Há quem diga que já voltou para o firefox de vez, eu so uso pra acessar o banco, porque o chrome não roda mais java.

        • Caipiroto, o Capeta Caipira 😈

          Eu mesmo sou um que voltou pro FF. Só não desinstalei o Chrome ainda pq de vez em quando as páginas não abrem direito no FF daí recorro a ele.

          • Marcello Chagas

            Mais um que voltou pro FF. Tava impossível usar o note em Linux ou Windows com o Chrome. E uso praticamente os mesmos addons nos dois.

        • Bruno

          FF > Principal

          Opera > Secundário (colocado como padrão sempre que algum programa quiser abrir link)

          Chrome > Só pra portar os favoritos do Chrome do Android pra depois passar pro FF.

          Só não uso o FF no celular e chuto o Chrome de vez porque ele não tem opção de comprimir dados pra não torrar a franquia, algo comum até no Opera mobile. Se um dia o FF tiver é adeus pro chrome.

    • O Google é PRO na arte de estragar o Youtube.

      Vem fazendo isso desde sua aquisição…

      • Youtube e Waze, por mais que estraguem, são serviços tão bons que ninguém abandona. Um belo dia aparece alguém fazendo mais do mesmo, mas cai nas graças do povo e Youtube vai pro saco.

        • Eu prefiro o DailyMotion ao YouTube. YT só tem um conteúdo muito maior, ainda mais pq monetiza o vídeo das pessoas.

          • Tecnicamente DailyMotion e outros são impecáveis, mas não deslancham da mesmo forma…

      • YT não é ruim, a Interface, comentários, compartilhamento,… é praticamente imutável de bom, mas é os vídeos que estão postando que tá ficando ruim.

      • Adriano Garcez

        Mais um caso de “palmas para os engenheiros, vaias para os designers”.

        Precisavam tirar as coleções e estragar a lista Assistir mais tarde? =/

  • Well Dias

    Eu uso muito youtube, é meu lugar de entretenimento, assino mais de 400 canais. Então, se o preço for alá Netflix e se tiver conteúdo extra para pagantes, pago sem problemas.

    • Youtube + TV é programação pra mais de metro para não precisar de televisão, dependendo do conteúdo que tu consome. Mas não é pra tudo, tem alguns segmentos que ainda carece poucos canais com qualidade e só tendo conteúdo pago de fontes extras para complementar. Fora o algortimo do Netflix de stream que é bruxaria e mantem-se bom mesmo com os piores links, eles tiram leite de pedra.

      • jonscravit

        Netflix é filmes e series
        Youtube é tudo
        qualquer ze mané pode ter canal no youtube… e se vc achar que video youtube ruin, vc vai la e faz o seu proprio… enquanto Netflix… só pode se ver oque eles querem
        estou feliz por youtube chegar a qualquer pessoa do mundo e ter liberdade
        enquanto isso a TV Aberta daqui… só lixo

        • Youtube não é tudo, é um complemento! Somente com Youtube, te falta séries, filmes, esportes ao vivo, documentários (Discovery, History, NatGeo) e dezenas de dezenas de outras coisas.

          O Youtube é uma plataforma incrível, tu não precisa depender da Praça é Nossa ou do Zorra Total, pessoas talentosas podem criar um Porta dos Fundos ou Parafernalha que são tão bons ou melhores. Ou canais sobre cultura POP como OMELETE, NERDOFFICE, NOSTALGIA, Matando Robôs Gigantes, ou entrevistas como Jacaré Banguela, ou tecnologia como o LOOP INFINITO. São vários, fora esse monte de REZENDEEVIL e afins que são os novos programas da XUXA para a gurizada infantil.

          Mas não é tudo, os acima que falei, nunca terão nele, a não ser que cobre e tenha um acervo tão bom quanto.

          • Master Chief

            Youtube + Netflix + Tv aberta para the noite e jornal = combo para começa a fazer as operadoras de tv com raiva!

          • jonscravit

            Tv aberta? faz isso não… corre e bate com colher de pau em quem pegar controle para por na Tv aberta
            salve se

          • jonscravit

            “Youtube não é tudo, é um complemento”
            depois dessa… vou pra casa

          • GO home Man to see you tube

  • BielSilveira

    O maior problema que eu vejo é a qualidade do streaming. A minha internet não é tão boa, mas o Netflix funciona sem problemas e em HD, enquanto o Youtube não. Eu comprei Kingsman no Youtube e sofri pra assistir, enquanto eu assisto qualquer filme com excelente qualidade no Netflix.

    • Netflix faz mágica mesmo.

    • Lui Spin

      Eu navego no Youtube em qualquer rede, sendo ela 1 Mb, 10 Mb, 50 Mb etc, e a velocidade é sempre a mesma, ou seja, travando. Raros os vídeos que passam com fluidez.

      Por isso penso que as operadoras barram o Youtube de propósito.

      Já com o Netflix, o máximo que acontece é a qualidade do vídeo ficar inferior em 1 Mb, porém sem travar nenhuma vez.

      • Master Chief

        o netflix usa um esquema de mudar o bitrate do áudio e do vídeo de acordo com velocidade da internet na hora, ou seja se você tem 1 mega de internet, o netflix vai mudar a qualidade (também pode afetar só a qualidade do áudio) para ruim quando estiver recebendo “menos internet” (ex: muito celulares ao mesmo tempo ao tempo…) e melhor quando estiver recebendo “mais internet”. O youtube usa um esquema parecido mas não tão complexo e pratico como no netflix, além de outras coisas que ajudam, mas tenho quase certeza que as operadoras fazem traffic shapping no youtube, afinal, tenho internet de 50 mb, e deveria assistir videos em full hd sem travamentos (lag de vez em quando porque o pc é ruim… = )

        • Daniel Belini

          Em casa com Vivo fibra 100 Mb é a mesma coisa, dependendo do horário ver vídeos em 240p é uma sofrência danada, mas na maior parte do tempo consigo ver um em 480 quase sem engasgos.
          Agora em 1080 e 4K é duro, tem que dar sorte.

          • Master Chief

            cara, tenta algo, quando a minha internet ta de boas eu consigo 1080p no instante, geralmente uso mais hd ja que em full hd o pc trabalha mais. = S

          • Bruno

            Recentemente atualizaram o player do YT e ficou muito pesado. Eu conseguia ver vídeos em FullHD com 10MB de internet da NET. Hoje abro os vídeos em 480p e logo começam a cair de resolução.
            Eu sei que isso é culpa do YT pq copio e colo o link do vídeo e assisto tudo em fullHD pelo LVC, tudo em alta qualidade.

      • DiMais

        é o Google na sua essência.
        pega uma idéia muito boa no geral e estraga tudo nos detalhes.

    • Adriano Garcez

      Qual a velocidade da sua internet?
      De qualquer forma, procura saber se sua operadora faz traffic shapping.

      • BielSilveira

        5mb. A operadora é Oi.

        • Adriano Garcez

          Usa o estatística de nerds do Youtube (botão direito no vídeo) pra saber a que velocidade o vídeo está sendo carregado.

  • Maxnoob

    Eu só queria que o Youtube tivesse um modo “sofá” pra eu poder assistir minhas inscrições uma “atrás da outra”.

    • O ChromeCast bem que podia ter aplicativo próprio

    • Adriano Garcez

      Se tiver um notebook e o app do Youtube no celular, só acessar youtube.com/tv no notebook conectado à TV. Se a TV for smart, já tem um web app desse site que passei.

  • Me perdi em…

    “-permitir a execução dos vídeos com a tela desligada em dispositivos mobile”

    • Samuel Madeira

      deve ser deixar o video rodando mesmo bloqueando a tela do espertofone pra ir ouvindo ~a lá~ podcast

      • Faz sentido, deve ser isso, tinha bugado aqui.

      • Gabones

        OGYoutube faz isso

        • DiMais

          TubeCast para Windows

        • Samuel Madeira

          mas ter o app oficial fazendo isso nativamente é sempre melhor 🙂

  • Será irônico se pessoal baixar o conteúdo exclusivo e subir pro próprio YouTube.

    • Bruno

      Irônico será se ficar despercebido por semanas.

  • Master Chief

    Youtube + Netflix + Tv aberta para the noite e jornal = combo para começa a fazer as operadoras de tv passar raiva! ; )

  • SacoCheio

    A RedeTV entrou nessa? Tô doido pra assistir todas as temporadas de Mega Senha

    • TV Senado, meu sonho de consumo 😛

  • Pros youtubers seria um equivalente a Patreinização dos canais, onde tudo seria pago e não haveria propaganda.
    De resto, o ideal seria mesmo a opção dos produtores escolherem a forma de monetização, seja gratuito com propagandas ou pago e de visual limpo.

  • Gabones

    Bom aqui com 50MB não consigo ver nenhum video do youtube sem travar, se resolverem essa desgraça e tiverem conteúdo original como o netflix tem ai valeria a assinatura, mas pra seguir vlogger mequetrefe não rola de pagar não.

    quanto ao “permitir a execução dos vídeos com a tela desligada em dispositivos mobile”
    O app OGYoutube faz isso numa boa 😀

    • Bruno

      quanto ao “permitir a execução dos vídeos com a tela desligada em dispositivos mobile”

      O app OGYoutube faz isso numa boa 😀

      Isso salva bateria que é uma maravilha, mas no app oficial tu pode deslizar com o dedo o vídeo pra baixo que ele encolhe de tamanho, assim gasta uma fração do que gastaria de bateria e processo em tela cheia

  • DiMais

    depende o que o YouTube considera conteúdo original, realmente não tem como comparar a produção de um cara jogando minecraft com uma série ou filme nos padrões que o Netflix tem feito.
    HBO também vai liberar sua plataforma GO para não assinantes de TV e até a Vênus platinada que é um pé no saco com conteúdo original está entrando na era do streaming (esse para assinantes de TV).
    tem que ser muito relevante o serviço para querer cobrar por isso.

  • Russo

    O Youtube antes de ser comprado pela Google era lindo.

  • Todo lucro que YT consegue vai para as Cicarellis da vida.

  • Julio Verner

    Legal, mais conteúdo idexado na Home do Popcorn Time. 😀

  • Youtube o novo Netflix? Primeiro, Google, vai lá e aprende a fazer streaming feito gente grande. Depois a gente conversa…

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis