Opinião: A mídia de tecnologia e suas fontes

Nenhuma outra mídia especializada aceita fontes menos qualificadas que a de tecnologia. Blogs e portais agem com uma inconsequência que seria mortal em qualquer outra área. Temos uma Escola de Base por semana e ninguém reclama.

Nós aceitamos dicas e informações na base do “ouvi dizer”. Vejam por exemplo esta matéria do Brighthand falando sobre um computador portátil meio PDA que a Apple estaria planejando. Atribuem a um “relatório não-confirmado” e “fontes anônimas”. Descrevem o aparelho como tendo tela de 5.2 polegadas, 800×480 pixels e touchscreen.

O texto é cheio de termos como “supostamente”, “não confirmado”, etc.

É literamente não-notícia. Qualquer um pode a qualquer momento citar “fontes anônimas” e revelar com exclusividade o provável futuro lançamento de um produto que só existe na mente do redator.

Se um site busca um mínimo de credibilidade, precisa se segurar e pensar duas vezes antes de sair divulgando rumores, boatos e especulações. EU não publico mais imagens de gadgets-conceito. Se o dispositivo existe, ao menos como protótipo, eu divulgo. Se é só uma renderização 3D, que fique a cargo de seu criador. Fantasiar eu fantasio sozinho, mas com a Luciana Vendramini, que é bem melhor que qualquer GooglePhone.

Se uma notícia tem uma base concreta, uma boa fonte (mesmo que de segunda-mão) merece ser divulgada. Se é “ouvi dizer”, melhor não publicar. Já há ruído demais no mundo.

Autor:

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples