Ciência
Ciência
Digital Drops Blog de Brinquedo

O Marte que foi ou o Marte que será

Por em 4 de janeiro de 2013
emCiência
Mais textos de:

Site | Twitter
  • Pescador

    Mal posso esperar pelo início da especulação imobiliária em Marte!

  • Renato LT

    E sempre usando a espaçonave HELLMANN’S, rsrsrs…

  • http://www.facebook.com/profile.php?id=1361364147 Paulo Ricardo Schwind

    Em Duna , o Meteorologista Imperial – que era um dos profetas dos fremen , em segredo – preconizava estratégia similar : plantas para armazenar a água, capim, algumas plantas rasteiras e – o mais importante – alguns séculos. :

    • Davi Braga da Rocha

      Lágrimas escorrem ao lembrar desse clássico.

  • http://www.facebook.com/romazzeojr Rafael Mazzêo

    Sensacional

  • Carlos Magno GA

    Acho que não dá para ser feito (ou mesmo começado) com a tecnologia atual por não podermos enviar equipamentos de grande porte (nem que sejam aquelas naves para capturar cometas e mandar pra Marte) de forma economicamente eficiente. Teríamos que esperar uma melhoria na engenharia de materiais para poder construir um elevador espacial ou algo do tipo.

    Também há problema de que Marte vai ser um ecossistema completamente separado do ecossistema da Terra. Vírus, bactérias e protozoários de um dos planetas poderia representar um risco extremo para os habitantes do outro planeta, e nossa medicina ainda não é capaz de reagir a um perigo desses em tempo hábil.

    • http://meiobit.com/author/max_laguna Emanuel Laguna
      • Carlos Magno GA

        Poderia ser contornado se o trânsito Terra-Marte fosse muito grande, de modo que um planeta não ficasse isolado do outro (mas mesmo assim com grande chance de dar algo errado) ou absolutamente nulo.

        A segunda possibilidade é interessante. Havendo civilizações dos dois lados, qual a necessidade de algum indivíduo em particular viajar pra Marte? Ambos os planetas têm antropólogos, biólogos, cientistas, engenheiros, médicos, professores, atores, músicos, etc.

        Com a população de um planeta inteiro em risco, que tipo de viagem seria suficiente importante para ser realizada? No máximo trocar alguns embriões para que as duas espécies humanas não evoluam em separado.

        • Luiz Felipe

          Pensando desse jeito, qual a necessidade de viajar entre paises, se voce tem tudo o que precisa em um somente.

  • AnGr4

    Maldito, não cite Carl e Arthur no mesmo post. Lágrimas escorrem :)

  • http://www.facebook.com/chr.oliveira Christian Oliveira

    Só uma coisinha pode frear esse projeto: capitalismo.

    • Davi Braga da Rocha

      Eu diria diferente: O capitalismo pode impulsionar esse projeto, e APENAS a religião (sempre ela, maldita seja) pode FREAR esse projeto.

    • huehuehuebrbr

      Só o capitalismo é capaz de criar algo assim. Os seus genocidas favoritos nunca teriam como criar algo assim por “amor” ao povo.

      • http://twitter.com/fagsouza3 Felipe A.G. de Souza

        Claro que teriam que ter um ÓTIMO motivo pra sequer quererem pensar nisso. Diamantes, talvez?

  • http://www.facebook.com/nelson.h.c.nepomuceno Nelson Henrique Corrêa Nepomuc

    O programador aplicou uma folha de estilo no mapa de marte.

  • http://twitter.com/fagsouza3 Felipe A.G. de Souza

    Claro que não temos o método mais fácil: Nem um reator de Turbínio nem um sujeito chamado Quaid pra ligar ele.

  • Hollander

    Já vi várias reportagens sobre terraformação. Porém o que penso é que ninguém, no próximo século, autorizará contaminar Marte com algum material biológico terrestre. Creio que depois que Marte for amplamente explorado ao ponto de não ter quase mais nada de interessante tanto quimico como geologicamente, é que uma empreitada destas poderia vir a ser aprovada. Até lá, acho que a lua já foi colonizada antes.

    Vide o simples rebuliço que deu com a Curiosity, levando presa na camara de testes uma pequena quantidade de gás flatulento de um cientista.

  • msantos

    Albedo é o contrário, é a razão entre a luz refletida e a luz recebida.

  • http://twitter.com/murdockbr Monstro Medieval

    Essa imagem é uma das várias da minha proteção de tela.
    Penso em dois problemas:
    1 – Campo magnético de Marte
    2 – Intervalo de tempo, que é problema para nós, que não veremos isso acontecer.

    • Renan teixeira

      Eu acredito que o futuro da humanidade em Marte parece mais provável se for no subsolo.

  • http://ceticismo.net André

    As pessoas esquecem de coisas básicas: O que irá segurar a atmosfera? Resp. Gravidade. Marte é bem menor que a Terra e a probabilidade de ter a mesma quantidade e composição do ar terrestre é praticamente nula. Física de Ensino Médio. Sinto ter que dizer, mas vamos esquecer a ficção científica um pouquinho, ok?

    • http://contraditorium.com Carlos Cardoso

      O problema é a ausência de magnetosfera, mas com reposição e aumento de temperatura dá pra segurar na boa.

      • http://www.facebook.com/people/Wagner-Felix/661933705 Wagner Felix

        Sobre o campo magnetico, bom, na terra ele é fprmado pelo nucleo de ferro superaquecido(em estado liquido) girando sobre ferro solido(por conta de densidade maior no miolo do nucleo(redundancia necessaria)…
        Segund os cientistas ACHAM, o nucleo de marte esfriou a ponto do ferro liquido do nucleo ter se solidificado e parado de rodar, de forma que não há como ter um campo magnetico suficiente pra impedir que os ventos solares carreguem a atmosfera embora :P.

        • Luiz Felipe

          Isso o torna bom para a mineração, certo? pensou quantos milhoes de trilhoes deve valer todo aquele ferro. Dá para construir um ring world, quem precisa de atmosfera real, quando se pode ter um ring world.

      • http://www.facebook.com/people/Wagner-Felix/661933705 Wagner Felix

        Mas se o núcleo de marte ja esfriou a ponto de não ter ferro liquido girando, o que criaria o campo magnético que impediria dos ventos solares varrerem a atmosfera?

        • Luiz Felipe

          Bobinas tesla enormes. brinks, adoro bobinas tesla.

  • fabianelim
  • Megaram

    Bem, para irmos a marte, eles têm que resolver primeiro o problema dos trajes espaciais. Li que os trajes atuais que os astronautas usam não conseguem bloquear 100% da radiação espacial e, por isto, a tendência deles contraírem o mal de Alzheimer é muito maior.

    http://www.space.com/19082-space-radiation-astronauts-alzheimers.html