Digital Drops Blog de Brinquedo

Brasileiros: somos tão baixo nível assim? O lixo online?

Por em 8 de fevereiro de 2007
emArtigo relacionados   
Mais textos de:

Site
  • Slim Dogg

    Temos que ser bons em alguma coisa, pô!
    E nisso somos os melhores.

    • lagame

      Bah, sei que tá zuando, sermos tachados de Povo Medíocre é no mínimo triste… Mas isso não muda em nada a vida de vocês muda? Mas que fere os sentimentos fere… :|

    • Deep.Blue

      Incrivel seu texto. Vc acusa os brasileiros de anti-americanismo, dizendo que estas ideias não cabem na sociedade moderna.

      Acho todo o tipo de generalização uma idiotice, mas não consigo entender como voce não vê que o seu “anti brasileirismo” é igualmente idiota.

      Não generalize sua percepção do comportamento dos brasileiros, extraida talvez da sua experiencia, ou mais provavelmente de alguma auto analise.

      Lembre-se que se voce é punido injustamente e não pode, simplesmente por ser brasileiro, acessar seus foruns e joguinhos, esta injustiça parte deles que generalizam ou presumem que seu comportamento será de um vandalo, sem nem conhece-lo. Voce parece que não reconhece esta injustiça e parece que a apoia, apesar de frauda-la usando proxies para que pensem que voce não está no Brasil.

      Vou te falar de gafanhotos, garotinho.

      Os gafanhotos são os insetos pertencentes à subordem Caelifera da ordem Orthoptera. Algumas espécies formam enormes enxames que podem devastar grandes áreas

      Mas a pior especie de gafanhotos é a humana, e o pior deles são os que invadem baseado em mentiras um pais, atrás de suas riquezas, como o petroleo, matando milhares de crianças e civis.

      E já que é para falar de tecnologia, eles fazem isto, contra a vontade expressa do Brasil, usando uma tecnologia inventada por um Brasileiro (ironico não….).

      Ops, Lembrei que os gafanhotos tambem nos roubaram esta descoberta.

      Ah! Eles melhoraram os aviões…… Não vou lembrar para voce as contribuições brasileiras no campo da informatica ou da internet.

      []s de um habitante do Brasil, que diferente de voce, não vive aqui, imaginando que está em Londres.

      • Ricardo Bicalho

        Não se sinta tão ofendido. A sua resposta é bem típica da pessoa que leu, não entendeu, e resolveu atacar o autor, ao invés de atacar o argumento. E vindo de um nick Deep Blue, é mais irônico ainda.

        O foco é o comportamento brasileiro, de delinqüência digital e um ódio cego e imbecil. Seu argumento contra guerra é valido e concordo com ele, SE eu estivesse falando de sobre guerra. Ora bolas, leia o post novamente.

        Quando a sua acusação de fraude, TODOS eles sabem que sou do Brasil e foi recomendação dos administradores. Inclusive, o proxy usado foi fornecido por um deles.

        “Joguinho online” é uma industria de bilhões de dólares e não estamos aproveitando esse bonde. Mas isso é assunto para outro post.

        Os gafanhotos reclamaram, então concordo contigo. Fui muito injusto com o artrópode.

        • http://brazucadekimono.blogspot.com Musashi_DJ

          Mais que isso, o Bicalho é um canalha fraudulento…HAHAHA
          Brincadeirinha Bicalho, sei que voc~e não deixaria o seu na reta postando um texto desses.

          Infelizmente a nossa imagem la fora é bem distorcida quando se fala de internet, mas isso anda mudando com o tempo e como sempre o mundo todo é contra os americanos pelas ideias más deles quanto a se acharem donos do mundo, haja visto a repercussão do documentario “a inconvenient truth”, que para min que sou atento a questão anbiental foi de dar calafrios mas aos colegas nortistas infelizmente foi o mesmo que nada.

          Se temos esse comportamento mau educado é porque realmente não temos um fonte cultural que ajude, sempre fomos oprimidos por governantes manipuladores e ditatoriais, mau saimos de um periodo particularmente opreçor onde tivemos que aprendr apertar o bodão do f*d*s* para sobrevivermos, temos agora um bando de canalhas nos governando descaradamente vendidos aos ricos e poderosos, e nosso sistems educacional esta caindo aos pedaços.

          Como então sermos um povo educado?
          A grande maioria mau consegue um computador para navegar numa conexão discada por umas meras horas por dia e fins de semana, hoje não existe ao menos um movimento cultural de reeducação digital que pode nossos maus hábitos, eu que jogo vez ou outra o jogo priston tale vejo sempre o velho costume de “me da outro” ou as velhas ameaças de “me da tudo senão te mato” e por ai vai, isso é uma cultura erronea que levaremos no minimo 15 anos mais para apenas amenizar.

          A internet é o reflexo da sociedade e como sempre um povo sem trabalho, saúde, cultura e qualquer perspectiva de crescimento só pode levar a um inconsciente coletivo de encham, de tentativas de levar a melhor aomenos na internet.

          Se os norte americanos se acham no direito de me bloquear que o façam, burlo o bloqueio e continuo sendo o mesmo verde e amarelo de sempre não dando motivo de reclamarem pelo simples fato de mostrar a boa educação que recebi em casa, ajudando no que posso, dando conselhos para não fazerem besteiras, evitando brigas desnecessárias e por ai vai.

          Reclamar com o Bicalho não resolve, hajam da melhor forma possível e mostrem o que é ser um brasileiro bom de ginga com o mesmo espírito hospitaleiro e caloroso na qual somos vistos pelo mudo fora da internet.

          Mostrar sentimentos é sinal de força interior, mostrar compaixão é sinal de elevação espiritual MySpace Deviantart

  • http://www.vimeo.com/banionis muzkur

    Eu jurava que a Rebeca era canadense.
    ahahuahauahuh

    PS: Ela fica bem melhor azul, não é? =P

    Visitem mais esse blog
    (Também tenho que divulgar né?)

    • Ricardo Bicalho

      Ela fica bem de qualquer jeito… minha nossa, que mulherão.

      Canadense é a Carrie-Anne “Trinity” Moss.

      • CoRVo

        A Ali é linda. Mas pô, olha a foto pequena, aquela do ‘profile’. Nuss ela ta horrível man! O que uma maquiagem não faz! ;p

  • http://www;quintinices.blogspot.com Quintino

    Pelo menos no World of Warcraft em alguns servidores os brasileiro são mal vistos… por essa mania de achar q tem de brigar com os EUA, achar q os outros são obrigados a falar portugues… etc..

    Quintino Gomes Freire
    http://www.diariodorio.blogspot.com

    • http://brazucadekimono.blogspot.com Musashi_DJ

      Pior é a mania do americanos que reclamam quando veem dois brazucas coversando num WoW e similares em português e vem reclamar que não etendem o que falamos, eles praticamente nos ordenam a falar em inglês como se foce uma regra do jogo, já tive varios babe-boca com os gringos quando o papo inicial com o patricio era apenas uma mera troca de contatos do msn ou dicas de onde achar determinada pessoa ou lugar.

      Temos que Usar o mesmo peso para todos senão corremos para a injustiça, já levei esporro de GM por fala com um patrício em português sobre determinado tema em um local afastado da aglomeração justamente para evitar reclamações do povão gringo, se os menos acostumados ao inglês teimam em falar na língua matre tudo bem, é como criança que ignoramos e esta tudo bem.

      Mas os gringos querem nos impor essa “regra lingüística” como se fosse ofensa grave falar outra língua que não o inglês, alguém duvida?

      Mostrar sentimentos é sinal de força interior, mostrar compaixão é sinal de elevação espiritual MySpace Deviantart

  • fagnersouza

    Não gostas então vá morar nos EUA, e aproveite e comece a escrever em inglês também.

    Fagner Souza

    • Ricardo Bicalho

      Típica resposta de mente pequena. Eu já morei lá, falo inglês muito bem, obrigado. E resolvi ficar por aqui, para tentar melhorar no que eu puder.

      Eu tento fazer a minha parte. Você faz a sua? Ou apenas manda todos que discordam de você para os EUA?

      • fagnersouza

        Fazer sua parte é esculachar o seu povo?
        Ainda prefiro que você saia do Brasil ou pelo menos escreva em inglês e não diga que és brasileiro.

        Fagner Souza

        • Ricardo Bicalho

          Just because I have a brain and an opinion, that means I´m not entitled to speak about and point our problems?

          How about you prove me wrong. That all things I have just written are not true. Write an article and post it in the forums. If it´s good enough and well written, I´ll promote to the main page.

          Oh, one last thing: since my writing is so ofensive, why bother reading it? You have the right not to read, simple as that. Peace.

          • fagnersouza

            Não é bem assim “se não gosta do que escrevo não leia”.

            No momento em que escreve dos brasileiros está escrevendo de mim também. Sendo assim, tenho todo o direito de criticar, protestar ou “diabo a quatro”.

            Mas concordo que meu primeiro post foi meio grosseiro.

            Abraços

          • saidts

            Pelo visto o chapéu te serviu muito bem, não?

          • fagnersouza

            Não, a opinião continua a mesma, ainda prefiro que ele saia do brasil.
            Só não gostei do meu primeiro post. :P

          • Ricardo Bicalho

            É muito mais fácil tapar o sol com a peneira e evitar a pluralidade de pensamento. Eu o ofendi de tal forma, com um único post, que a sua solução é me banir?

            Sou um perigo tão grande assim para com as suas convicções? Estou lisonjeado. Obrigado.

          • http://brazucadekimono.blogspot.com Musashi_DJ

            Bicalho… don’t feed the troll.

            Mostrar sentimentos é sinal de força interior, mostrar compaixão é sinal de elevação espiritual MySpace Deviantart

          • lagame

            Sua atitude é típica daqueles que criticam, criticam e terminam se desculpando.

            Seria melhor você ter começado direito não concorda comigo?

          • fagnersouza

            Claro.
            Pior que errar é não reconhecer. ;)

        • mu

          LoL, vc nem conjuga o português direito rapaz! E quer criticar o outro por querer expressar a indignação contra kinds like you?! You gotta face it, babe. Everyone knows english these days.

          Concordo totalmente com o post. E não digo isso apenas por causa da comunidade online. Moro em Sampa e uma coisa que me deixa mto p. é a “sutileza” e a “educação” do pessoal no Metrô. Os OP’s gentilmente pedem: “Na impossibilidade de embarcar, aguarde o proximo trem”; ou ainda “Não segurem as portas, pois provoca atrasos em todos os trens”; o que o brazuca mto malandro por natureza faz?! Não contente em estar segurando as portas pra mais pessoas entrarem, estão ao mesmo tempo LITERALMENTE ENTUCHANDO-SE pra dentro dos vagões.

          • Deep.Blue

            Mu.

            Vc é ingenuo em achar que isto só acontece no Brasil ou acontece mais no Brasil que nos outros paises.

            Pare do lado errado da escada rolante em Londres para voce ver a sutileza e educação do povo Londrino.

            Pegue metro em Nova Iorque e verá a educação do povo americano. Estive lá durante algumas crises que eles tiveram com problemas no metro. Uma situação de rush, rara lá, mas frequente aqui e o comportamento das pessoas era identico com os daqui. Vi uma gravida sendo empurrada e machucada.

            Se eles tivessem o nosso metro, em um mes, estariam agindo exatamente como vc ve a multidao agindo. Talvez pior.

            Eles não são melhores nem piores que nós, como brasileiros ricos não são melhores que os pobres. Apenas temos condições diferentes e comportamentos diferentes provocados pelos ambientes diferentes que vivemos.

            Vc acha o brazuca malandro??? Tente fazer negocio nos EUA para vc ver como vão te passar a perna facil e com a maior cara de pau te dizer, vc não leu as letrinhas miudas?

            Em tempo, aqui no Brasil, letras miudas são proibidas e o conceito de clausulas leoninas existe, totalmente diferente de lá.

            []s
            Deep Blue
            (mais um peixe apanhado na sua rede) hahaha

          • mu

            Vamos por partes: não disse em nenhum lugar que londrinos ou americanos são melhores que brasileiros; não escrevi, nem deixei subentendido, que a situação nos Metrôs é exclusivamente brasileira; malandragem do brazuca, acho que não preciso comentar (LoL); e negócios, são outro departamento.

            E outra coisa, esse é outro comportamento típico de BR: tira conclusões precipitadas (só enxerga oq quer); responde na maior, achando que tá abalando (falta de bom senso e maturidade); “canta vitória” achando que é o dono da verdade (falta de auto confiança, demonstrando covardia).

            Por favor, não deixem cair o nível das discussões (achei que pelo menos no Meiobit estaria livre de amebócitos virtuais).

            Ps: da próxima vez, use uma rede fluorescente, de tal forma que vc não se auto-capture, e fale pra todos achando que pegou alguma coisa além de suas fezes, evitando o escárnio e vergonha em público.

        • http://www.brunogross.com brunogross

          Façam um post falando mal dos argntinos…

          rsrs

          Acho que falar mal de seu país é uma estupideza, Ainda mais do Brasil!

          Aqui tem whisky, red-bull e muita mulher boa. Praias, não tem vulcão, terremoto, furacão, guerra (tirando a urbana dos centros), o povo é caloroso, solidário, e po NÃO EXISTE LUGAR NO PLANETA COM MAIS MULHER BONITA QUE O BRASIL!

          Rosto bonito tem um monte. Mas a mulher brasileira tem o conjunto. Até mais que o necessário…

          Esse país tem uma baita roubalheira, desigualdade, violência, mas gosto dele! Nasci aqui e num pago pau pra buraco nenhum do mundo (principalmente a Argentina, claro). Aqui estão meus amigos, minha família e minha nação! Mudaria daqui pra Europa ou até pros EUA. Mas jamais negaria ou sentiria vergonha de minha orígem.

          Quiz:
          Maradona é craque? Ou seria cocaína?

          Bruno Gross – Analista de Sistemas – “Clássico é clássico e vice-versa!”

          • CoRVo

            Amigo, mulher bonita, carnaval e futebol não enche meu bolso. Nem bota o país pra frente não.

            Como você mesmo disse, é violência, tiroteio, tráfico, engarrafamentos, poluição. Tem o lado bom, oras, natureza, mulher bonita, futebol e carnaval. Praias, turismo, etc. Reparou? Só isso. Qualidade de vida ninguém sabe o que é.

            Brasileiro na internet é bem burro e ignorante ainda. E é só disso que o post está falando. Não estamos criticando o país, nem dizendo que lá fora não tem isso. Apenas que tem muitos brasileiros idiotas se achando donos de tudo. A prova tá no link do post. Prova absolutamente suficiente e que dispensa mais comentários ou opiniões contra.

            Sou brasileiro e gosto do meu país. Apesar desses detalhesinhos, é um ótimo lugar pra se viver, sem comparações. A questão é somente o comportamento dos internautas.

    • mauroFC

      A isca funcionou, Bicalho… achamos um! We are the evil americans hunting brazilian crickets! Huhahahah!

      From Down Under.

      • http://brazucadekimono.blogspot.com Musashi_DJ

        …temos que pegar temos que pegar temos que pegar…
        …pegue pegue pegue pegue cricketmons…

        Mostrar sentimentos é sinal de força interior, mostrar compaixão é sinal de elevação espiritual MySpace Deviantart

    • CoRVo

      Só faltou ele colocar no final: “Morram americanos! Seus motherfockers!

      Amigo, sou brasileiro e não me orgulho nada dessa zona que fizeram nos comentários. Será que você não percebe? Não é vergonha pro país colocar uma imagem da Cicarelli para representar prostitutas (aliás, você nem ganha nada [$] defendendo ela – nem se humilhando também). O que denigre nossa imagem são uns retardados como aqueles escreverem absurdos num blog sério que só fez uma piadinha infame.

      Eu odeio os EUA. Não os habitantes, mas o governo. Odeio essa mania de ser o agente apaziguador de tudo. O agente decisivo pra investir contra um país que pretende enriquecer urânio. É ridículo.

      Mas eu odeio também essa mania que muitos brasileiros têm de escrever tudo o que pensam, como se fossem donos da internet. Brasileiros como você que não levam na esportiva quando um norte-americano só faz uma piadinha que serve também como um protesto. Eles não estão nos manchando. São vocês, ‘renegados da massa cinzenta’, que deviam ler um pouco ou tentar parecer mais espertos.

      • http://blog.cobline.com Cobalto

        Disse tudo!

        efeito Cobalto | Aonde quer que você vá, lá estará você.

      • George Arraes

        Muito racional.

  • fabiaojr

    Pelo que eu vejo naum seria odio contra os USA, e sim contra o governo dos USA…

  • http://pietra@hotmail.com Anônimo

    Ah, tudo bem que a atitude do pessoal no caso daquele blog foi ridícula, mas está exagerando um pouco.

    Se acontece esse tipo de coisa não é porque a maioria dos internautas brasileiros são mal educados, mas sim porque os internautas brasileiros mal educados são muito mais barulhentos.

    • Ricardo Bicalho

      Na mosca. Qual a impressão que fica? A dos barulhentos. Tentar inserir qualquer sensatez numa zona daquela é falar para paredes.

      O comportamento é parecido com uma turba e quem vai contra, que vá morar nos EUA, porque lá é tão bom. Leia um comentário acima.

  • Caju_Knight

    “…Inventaram a Internet, redes de computadores, o transístor, a fibra óptica, o telefone celular, chips…”

    Bom, só pra constar, informação nunca é d+:

    http://www.cpopular.com.br/cenarioxxi/conteudo/mostra_noticia.asp?noticia=1338623&area=2259&authent=032326CC85FEDB04E821078235DCCF

    “Oficialmente Guglielmo Marconi é reconhecido como inventor do rádio e do telégrafo sem fio. Porém, extra-oficialmente, esquecido num meandro da história da ciência e da tecnologia, está a figura fascinante do padre gaúcho Roberto Landell de Moura, que antecedeu Marconi em alguns anos.”

  • http://sergioflima.pro.br/blogs oigreslima

    Que susto…só faltou a bandeira estadonidense com música de fundo no final do texto!

    :-)

    Sérgio Lima
    sergioflima.pro.br/blog/blogs

  • Caju_Knight

    Ah, e se não me engano, parece q a fibra ótica foi um indiano ou alguem de algum outro país.

    • Ricardo Bicalho

      Sim, um indiano, que estudou na Inglaterra e morou 45 anos nos EUA.

      • http://www.brunogross.com brunogross

        Se morasse aqui ele aprenderia futebol, ia jogar na Espanha e ganharia muuuuito mais dinheiro…

        Bruno Gross – Analista de Sistemas

  • Caju_Knight

    É, então o q podemos tirar disto é q nosso país e alguns outros não dão valor aos pesquisadores e cientistas locais enquanto nos EUA as chances são bem melhores.
    Mesmo assim não podemos generalizar, não são todos os Brasileiros que são Gafanhotos assim como nem todos os moradores dos EUA são retardados egocêntricos.
    Estamos falando de pessoas.

  • http://blog.cobline.com Cobalto

    Depois daquele “audio” da mulher reclamando da microsoft por causa do WGA, onde ela diz que comprou SIM um windows pirata e quer que a MS tire a “estrelinha”, porque ela está no direito dela, e caso contrário vai processar a MS, eu não digo mais nada…

    aliás, falo sim, outro caso são desses favelados de espírito, as vezes nem de condição financeira são, que estão errados e reclamam falando “EU POSSO”, é nessas horas que eu me sinto feliz por não ter porte de arma!

    efeito Cobalto | Aonde quer que você vá, lá estará você.

  • http://www.brunogross.com brunogross

    Tenho amigos americanos, trabalho numa multi-nacional onde converso com americanos sempre e não tenho nada contra eles. Acontece que nos últimos anos o governo americano investiu em criar uma imagem ruim do país. Isso cria essa revolta no mundo. Não é algo brasileiro. Brasileiro é a praga da internet? Talvez. Brasileiro é animado, espalhafatoso, faz festa no futebol, faz festa no dia a dia, zoa com a porcaria toda. Gosta de aparecer.Mas isto é cultura! Nascemos assim, é o nosso patriotismo, que é explicável como o americano. Somos diferentes pois não temos medo de falar! Viaje pra qualquer buraco do planeta e duvido que vc não vai encontrar mesmo longe da internet um bando de brasileiros fazendo baderna. É nossa cultura e sempre vai ser! Somos (apesar da enchurrada de merda que cai sobre nossa cabeça dia após dia) um povo feliz!

    Agora vc dizer “os americanos inventaram X,Y,Z…” isso não tem nada a ver.

    Os ingleses inventaram o futebol e o melhor futebol do mundo é o nosso…
    Isso não tem nada a ver. Os EUA sempre tiveram uma melhor rede de ensino e investem nas mentes brilhantes, logo fazer uma enumeração desse tipo acho errada…

    Eu ainda prefiro falar mal dos Argentinos…rs

    Bruno Gross – Analista de Sistemas

    • http://blog.cobline.com Cobalto

      Do jeito que a seleção tá jogando já tenho dúvidas, mas concordo no que diz respeito aos argentinos!

      efeito Cobalto | Aonde quer que você vá, lá estará você.

  • http://www.gluon.com.br luisbrudna

    O pessoal nao entende que liberdade de expressao nao dah direitos para fazer o que quer onde quiser.
    Nao posso reclamar que tiraram minha liberdade de expressao se eu quiser tatuar na testa de fulano “Beba Coca Cola!”.
    …fulano nao deixou, estou perdendo minha liberdade de expressao!!!!

  • http://fsck.blog.br/ponticulus Thiago Berti

    Bah, aquele da mulher que reclama com a MS da WGA é muito bom. Devo ter ouvido umas 10 vezes no dia.

    E, concordo com o post. Muita gente não tem o mínimo de noção das coisas. Esse negocio de achar que todo mundo tem que falar português em jogos/fóruns/etc. Foi um dos fatores que acabou com a idéia do orkut.

    Até entendo não gostar dos EUA, mas também não precisa ficar igual um retardado fazendo zona no meio de diversão do outro. Até porque se fosse um “gringo” que fizesse isso num jogo/blog/fórum/etc brasileiro iam fazer as mesmas coisas que os “gringos” fazem conosco.

    “Hell, i never vote for anybody! I aways vote against!”
    Visitem meu blog

    • http://www.brunogross.com brunogross

      Confesso que assino uma lista de discussão sobre ASP.Net em inglês e parece que ninguém me questiona por ser brasileiro…rsrs
      morro de rir!

      Poste um link pra essa mulher do WGA que nunca vi isso não…

      Bruno Gross – Analista de Sistemas

  • Dezao

    Infelizmente o brasileiro no geral não sabe se comportar na internet.
    Ainda tem muito o que aprender. Eu acho que o brasileiro faz por se sentir livre pra fazer qualquer coisa sem ser identificado.

    Nos cursos de informática deveriam ensinar etiqueta na internet também.

  • Igor

    O problema é a generalização, somos 6 bilhões no planeta e cada indivíduo possui um ponto de vista diferente, não adianta colocar tudo no mesmo saco…

    O que o Bicalho tá explicando é que sim, existem brasileiros anacéfalos que só sabem fazer barulho inútil, da mesma forma que existem os americanos, canadenses, australianos, argentinos etc…

    Simplismente não existe uma nação 100% perfeita…

    • saidts

      Disse tudo! Generalização = ignorância.

  • http://keaton.wordpress.com/ Keaton

    Generalização: Minoria fazendo a fama para a maioria. =|

  • mu

    Faço parte de um grupo de amigos que definimos o BR como Brazillian Retards (que aliás não fomos nem nós que desenvolvemos a idéia, foram os foreigners). Não, não me refiro a vc meu caro conterrâneo que sabe articular palavras, domina pelo menos o inglês básico e que tem um senso crítico que vai além de suas bolas escrotais.

    Só pra explicar melhor a origem do BR: já repararam como na maioria dos jogos e coisas do gênero, a maioria dos brazucas já chegam causando, em caps lock: “TEM ALGUM BR NA SALA?!!?!?!”; se vc responde sim, vc é companheiro e subseqüentemente SUGADO ATÉ A ALMA; se vc não fala nada, É PAGA-PAU DOS AMERICANOS e começa a pensar que seus olhos são uma privada, pois a diarréia mental que o pobre infeliz teima em escrever direcionando a vc é imensurável.

    Sensação de impunidade, anonimato, anarquia, complexo de inferioridade, falta do que fazer, falta de caráter (pela própria falta de consciência) somados resultam num típico BR. E como a pior impressão é mais marcante que a 1ª impressão, é ela que fica, como citado num post acima!

  • CoRVo

    Thursday, 8 February 2007 – 11:54 AM
    Name: Daniel-Bahia

    Porra who never seated will of tranzar in the beach heim? Ours now you they are masacrando cicarelli nothing to see, now in the E.U.A can be seen women making toples this also is not one attempting against violent one to the modesty? they go to fuder itself and it leaves the Cicarelli in peace and it waits that it opens a process, therefore certainly goes to earn…

    Idioooota hahah! Eu queria colocar as piores partes em negrito. Mas não consegui!

    Pensa só. Já que você disse que aquele site é muito conhecido, vários norte-americanos ‘pensantes’ irão ler os comentários que brasileiros-bestas-barulhentos deixaram lá. São leitores, como nós, contra uma horda de brasileiros desbocados. Qual é a impressão que fica? Ou seja, estamos muito mal representados.

    Eu que não vou deixar comentário lá. Assunto mais do que mastigado. Não vou defender nem ofender uma safadinha que ferrou o meu YouTube.

    Galera, não dá bola. São pessoas que não pegaram o espírito dos blogs. Não sabem opinar, argumentar, aceitar que estão erradas. Ou seja, são uns imbecis SIM! E brasileiros. E a maioria. Mas fiquem tranquilos. Nós leitores somos inteligentes. E isso já é suficiente.

    • mu

      Meu deus, me diz que esse quote não foi gerado da maneira que eu estou pensando. Por favor! Se bem que não faria mta diferença se ele redigisse o texto assim.

      Me lembra 1 ep do “Sobrinhos do Ataíde” (programa mto bom aliás). Era mais ou menos assim: O Peterson Foca tá pedindo a um amigo que escrevesse em inglês um recado a um gringo, e num determinado momento do diálogo ele solta: “São Bernardo do Campo” e o amigo responde, soletrando o que estava escrevendo “Saint Bernard of the Field!”

  • frtnbrasil

    Senhor Bicalho, virei seu fã. É por essas coisas que me tornei leitor do Meiobit.

  • http://pietra@hotmail.com Anônimo

    Os imbecis chamam a WIRED de “site medíocre”… meus sais…

    http://www.contraditorium.com

  • http://www.highlanderbr.com Highlander

    Como alguém aí em cima disse, o problema é que é uma parcela (não sei se é maioria ou minoria) barulhenta, que queima o filme de todos.

    Enfim, lá no AD!net, quando alguém “clama” sobre liberdade de expressão, constituição ou democracia, eu falo: “Democracia onde? Aqui não existe isso, quem manda é quem paga a conta.”

  • henriquefm

    Concordo com o texto. Aliás, com os dois que você escreveu sobre isso.

    O bicalho não generalizou em momento algum. Deixou claro que não são todos os brasileiros que são gafanhotos digitais (longe disso) e nem disse que povo algum é perfeito.

    É só que a proporção de pessoas que integram a tal “escória digital” é maior no Brasil do que qualquer outro país que também tem um número expressivo de pessoas acessando a Internet.

    Pra mim, é coisa de cultura. Nós moramos aqui, pô. Nós sabemos como é. Onde tiver uma oportunidade de alguém fazer algo de errado pra ganhar vantagem, vai ter alguém fazendo. Provavelmente mais de uma pessoa.

    E dizer que é coisa da classe política e/ou da elite é besteira. Ambas são nada mais do que reflexos do povo com um todo.

    E mais uma coisa: não tem nada de anti-patriótico em falar essas coisas. O primeiro passo é reconhecer o problema e cada um fazer a sua parte. Ficar negando não ajuda. Anti-americanismo barato também não.

  • Canedo

    Consequencias da Lei de Gérson no mundo digital.
    Às vezes dá até vergonha ser brasileiro…

  • http://culturanerd.blogspot.com/ bonfarj

    Gostei muito do seu post, tem muito a ver com a minha opinião sobre isso tudo. A pergunta: o que podemos fazer para melhorar isso? :- )

    abraços!

    • Ricardo Bicalho

      Educação. Nossa arma é falar do assunto, discutí-lo, esgotá-lo. Exigir de nossos políticos mais investimento e responsabilidade com essa área.

      Inclusão digital não é doar notebook com internet wireless, é muito mais do que isso. É formar uma cidadania digital também. Pessoas que saibam evitar e-mails falsos, que não fiquem depredando pelo simples fato que não é legal nem divertido.

      Nossa outra arma é o voto. A democracia, aos trancos e barrancos, funciona. Votamos em maus candidatos, votamos em bons candidatos. Por tentativa e erro, no longo prazo, queremos que as coisas melhorem. E o gestor precisa prestar contas nas urnas a cada 4 anos.

      Por hora, as pragas digitais não devem ser ignoradas e sim combatidas. São pessoas imaturas, então não adianta dizer: olha, isso que você está fazendo, não é legal, só estraga nossa imagem. Esse pessoal deve simplesmente ter a sua pseudo-opinião apagada.

      Eu sinceramente espero que a Wired não apague os comentários do post. Quero que fique lá, registrada, como um pequeno bando de bobocas pode deixar mal a imagem e contribuir para a impressão geral e preconceituosa que sofremos lá fora.

      • CoRVo

        Reconhecer e-mails falsos só se consegue com o tempo, com prática. Levaria tempo, *se* o governo promovesse a inclusão digital no Brasil, para o povo amadurecer e passar a respeitar mais uns aos outros. Principalmente educar sobre pirataria, softwares livres, netiqueta e não miguchês… essas coisas.

        Eu ainda tenho softwares piratas aqui. Sei que é errado e não vejo a hora de conseguir um emprego legal e fazer uns ups na máquina, ou quem sabe um Ubuntu, ou um MacBook. Essa é a diferença.

        É resultado da educação, e aprendi lendo blogs como o MeioBit. A inclusão digital somada a leitura evitaria gafes como essa descrita no post. Sempre vão ter uns e outros. O problema no Brasil é que os gafanhotos são praticamente a maioria.

        E parabéns ao MeioBit! Excelente discussão! E com participação dos editores, oq é excepcional!

      • http://blogdovinny.wordpress.com/ Vinicius Nery

        O Japão se tornou o que é hoje por causa do investimento massivo em educação após a II Guerra Mundial. E só foi começar a colher os frutos na década de 1970.

        Ou seja: eu não vejo nenhuma solução a curto ou médio prazo. Do jeito que o brasileiro em geral é focado em projetos de curto prazo, um programa nacional de educação de alta qualidade com expectativa de retorno somente após 3 décadas é algo utópico.

        A única alternativa que eu vejo é a guerra. Pura e simples. Um invasor estrangeiro invadindo e/ou destruindo nossas cidades e o povo descobrindo que patriotismo não é vestir a camisa da seleção brasileira de 4 em 4 anos. Só assim para mudar-se uma cultura. E não, não sou militar.

        ————-

        “Se a verdade está lá fora, o que estamos fazendo aqui dentro?!”

  • ColdFusion

    O brasileiro é um bunda mole, isso sim, só desrespeita os outros quando está no anonimato, bom mesmo são os americanos que desrespeitam na cara dura.

    http://g1.globo.com/Noticias/0,,MUL2833-5598,00.html

    É outra brincadeirinha né bicalho?
    Desde quando os EUA se tornaram a grande potência mundial que eles vem “brincando” com o mundo, eles são tão levados…ai ai
    O povo que mais polui o planeta é o que menos (ou nunca) ouviu falar de aquecimento global…ahh, esses meninos são tão desligados.

    Bicalho, você não pode negar que o americano não liga para os outros povos, só se mete com o que trará retorno financeiro (Iraq e seu petróleo SIM, Coreia do Sul NÃO né? A ONU que se vire).
    Culpa do governo por eles serem assim?
    O povo tem o governo que o espelha, afinal de contas, essa máxima serve pra nós, porque não pra eles?

    Pronto, já soltei meu lado Tche Guevara por hoje, já posso desligar meu PC da Dell com windows Vista, ir pra sala ligar minha TV Philips e jogar um pouco o meu Raibow Six Vegas no Xbox 360.
    :)

    • Ricardo Bicalho

      ColdFusion, não estou questionando governos ou políticas. Isso fica para outro blog, em breve.

      Mas concordo sim, com tudo o que você disse. Inclusive o último parágrafo. Mas veja como nada é preto e branco:

      Não assinaram o tratado de Kyoto e poluem sozinhos 25% do planeta. Em contrapartida, o Brasil é contra a criação de uma agência internacional de controle de poluentes atmosféricos, porque é o quarto maior poluidor.

      Entretanto Brasil e EUA trabalham juntos para criar um padrão mundial de etanol combustível, já que são os maiores produtores e consumidores.

  • frtnbrasil

    Sr ColdFusion, sabia que em 3 anos a China vai ultrapassar os EUA na emissão de gases poluentes?
    Outra coisa, sobre a reportagem citada, quantas bandeiras dos EUA são queimadas em qualquer protestinho do PSTU? Se gosta de queimar a bandeira dos outros, vai ter que engolir os outros queimando a sua!

  • Slim Dogg

    O ser humano é como um animal que luta pela sobrevivência, é como na cadeia alimentar, como a Teoria de Darwin. Mas o brasileiro não…Sempre que alguém morre tá lá os desgraçados (brasileiros) em volta dele, às vezes até atrapalhando o resgate. Porque será essa curiosidade por tripas, sangue e massas disformes de osso?

    Pra ter o que comentar quando chegar em casa, ou tentar um jeito de puxar conversar com a vizinha de barraco gostosa? Eu acho que não, me refiro aos “mais primitivos instintos”, digo, parece que tem uma parte de nos sedenta de sangue e corpos desmembrados.

    Ou porque brasileiros são o exemplar mais cru do ser humano, despido de qualquer bom senso, valores, ou coisas que possam perder… e o brasileiro é isso.

    O brasileiro é aquele mendigo que caga na calçada.
    O brasileiro é o cara que grita Pula Pula quando alguém quer se matar se jogando de um prédio.
    O brasileiro é aquele que ri do tombo ao invés de estender a mão ao semelhante para este levantar.

    E o brasileiro acima de tudo é um erro.

    Não que cagar em uma privada DECA desinfetada cheirando a florais nos faz um pouco melhores. Nada disso!

  • http://voidrandom.net/ Xander

    Ótimo artigo! Eu também me sinto mal com essa quantidade de retardados que vivem queimando nosso filme mundo afora na internet. Esse sentimento de sair demarcando território e querer ganhar espaço na ignorância, é patético e passa uma imagem ruim do Brasil e seu povo. Uma imagem de gente ignorante e com pouco cérebro. Para falar a verdade, com tanta merda que fazem por aí, é difícil inferir outra coisa, não é mesmo?

    Minha opinião: Tudo isto vem de um complexo de inferioridade crônico que acabou culminando neste vandalismo online. Orkut? Sou apenas eu, ou alguém se lembra de como o Orkut era legal em seus primeiros meses? Quando todos se respeitavam? Foi só começar a ficar pop por estas bandas, que os vândalos enxotaram estrangeiros de N países para outras comunidades online. Resultado? Virou o paraíso de gente mal educada, iletrada e incoveniente.

    O que me deixa impressionado é que essa união brasileira só aparece/existe pra porcarias. No que interessa mesmo, nunca vejo. Os políticos ladrões estão todos aí, eleitos e metendo a mão no bolso da gente! Mas na hora de expulsar gringos do Orkut e outras campanhas imbecis como boicotar filme(ficção) que mostra brasileiro assassino, todo mundo se une. As pessoas daqui, no geral, têm mesmo um sério problema de complexo de inferioridade e colocam isso pra fora da pior maneira possível.

    Sou baba-ovo de gringo? Não! Mas não sou xenófobo e nem tampouco hipócrita para colocar boné da NBA, comer Big Mac, tomar Coca-Cola e cantar aos 4 ventos que os EUA fedem.

    • mu

      É, pois é! O problema que ninguém aqui está defendendo o gringo, mas tem gente que só lê o que quer e só entende o que quer!

      Acho que a crítica estende-se ao mundo todo, não só a brasileiros (muito embora ainda não tenha visto um inglês chegar no meio da muvuca e gentilmente dizer: “HI, ANYONE FROM ENG AROUND?! NO?! SO FUCK OFF, YOU SON OF A BITCH!!!”; e não ter nenhum reply americano “Google’ed” in flames nos xingando por alguns replies à la Che), mas a todos os amebas digitais (adorei essa).

      Todos deveriam considerar que quem está do outro lado da web interagindo com você, provavelmente também é humano (salvo os amebóides) e não o estereótipo que você tem na cabeça.

  • http://sinot.wordpress.com linux.rafa

    Olha!

    Eu achei o texto muito interessante, mas discordo quando ele fala de gostarmos mais do país (para aqueles que não) pelo fato de ter inventado algumas coisas (Muito boas por sinal) pois deixa um ar de protecionismo somente por suas invenções, como se isso fosse impedir de discordamos das ações do país somente pelas suas ajudas passadas. Até pq se eles inventaram isso meu caro, não foi para ajudar o mundo e sim para enriquecer mais seu bolso. (Não me venha falar que o mundo é assim. vc sabe que não é mesmo…).

    Nenhum ressentimento ao povo em sí, mas acho que o governo dos EUA muito arrogante. Se acham donos do mundo! Sei que isso pode parecer mais papo de um “linuxeiro” revoltado, mas fazer o que? É o que penso…

    “informação é tudo”

    • Ricardo Bicalho

      Rafael, você mata a charada quando critica as ações do governo dos EUA. Eu discordo de dezenas de atitudes deles, assim com discordo da xenofobia.

      Os exemplos de invenções foram apenas para ilustrar que não se odeia o povo, como muitos dizem, mas o governo, ou melhor, as atitudes de um governo.

      A mesma pessoa que vai disseminar racismo, xenofobia, queima bandeiras americanas e se expressa como um hooligan digital, um marginal da internet, bebe coca-cola, assistiu Star Wars, usa iPod, tem internet banda larga, tem carro da GM e usa tecnologia desenvolvida pelo país-objeto-de-ódio. Repare a ironia.

      E já que você mencionou Linux, as empresas que mais investiram no SO livre, com dinheiro, expertise, código e mentes (vindas do mundo inteiro, por sinal) vieram com ajuda dos EUA. Novamente, a idéia do post é mostrar que esse ódio infantil, doentio de alguns é um protesto. Eu não penso assim e tenho certeza que você também não.

      Não sou cego a ponto de, por exemplo, concordar com uma nação investindo meio trilhão de dólares por ano em armamentos; nem com uma guerra por petróleo. Mas existem fórums apropriados para discutir isso.

      Mas é em um post, numa publicação de tecnologia ULTRA-RESPEITADA, que uma minoria mostra sua cara. E são brasileiros que não nos representam, mas a imagem passada de arruaceiros fica. Esse é a ameba digital (resolvi reduzir a categoria, os gafanhotos estão enchendo a minha caixa de e-mail, exigindo desculpas).

  • darkpizza

    Se não existisse fibra óptica, nem transistores ainda poderiamos voar de 14 bis, jogar futebol de botão, e comer feijoada, ja que são invenções brasileiras.

  • v1r3d

    O que faz um NORTE americano (todos nós somos americanos) serem reconhecidos? Simples, um pouco de bom senso e sensibilidade ao conversar e expressar sua opnião. Apesar de que sim, você vê eles entre eles falando muita porcaria e chingando uns aos outros pior do que eu consigo fazer, não é por que eles falam inglês que eles são bons, simplesmente é porque são organizados.
    Quando eu jogo online (lineage2 oficial) eu vejo que muitos odeiam brasileiros simplesmente porque brasileiros:
    *Usam mais “bots”
    *Usam mais Cheats
    *Trapaçeiam e enganam em negociações
    *Matam os outros sem razão

    Uma vez quando eu começei no final do meu nick tinha _BR eu era morto seguidamente só de me verem, solução, trocar nick para inglês e não falar em português.
    Não devemos olhas para os NORTE americanos como “deuses” da sabedoria e da virtude e que tudo de bom você tem que ir, negativo, nós podemos sim fazer a diferença, o que eu vejo muito aqui e em todo o lugar, nós cidadãos é que criticamos os outros por alguma coisa (Você usa software pirata? MALDITO, você está roubando milhões de empregos), depois chegar e passar no sinal vermelho e falar com o “oh seu guarda, quanto é pra não multar?”. Sabemos muito bem apontar os erros dos outros, mas não sabemos ver os nossos próprios erros. São esses pequenos delitos que não levamos em conta.
    E é por isso que os brasileiros não são levados a sério, porque acham que um comentário ruim não vai prejudicar ninguém…

    PS: Ninguém é santo também…

  • http://nhack.net work-around

    bicalho meus parabéns…esse é o melhor artigo teu que eu já li, concordo com cada palavra sua
    brasileiro infelizmente é um povo ruim mas que quer ser considerado melhor do que o resto do mundo, quer ser tratado com respeito mas nao quer respeitar.

    work-around.net

  • lemux

    Para começar bom dia! Descobre este forum por um acaso enquanto lia umas noticias! Sinceramente pensava k os Brasileiros tinham um Amor cego pelos USA(EUA. Mas enfim e bom saber k sabem que Americanos são desprecieis! Mas não e razão para os odiarem eles sao uma peça fundamental da cultura moderna! Como Roma foi para a cultura clássica! Sobre a Imagem dos Brasileiros na net nao posso disser muito, pois so uso servers europeus por questoes de ping. Mas em alguns jogos k joguei com BR reparei que estes pensam k sao mais espertos, enfim um egocentrismo cognitivo ( como diria o meu Porf. De Psicologia). Depois ha o que todos sabes O cyber-lixo que os brasileiros metes na net em lingua portuguesa, isso devia ser um crime a informação deve ser a mais correcta possível nao invenções! Ja me deparei com textos cientificos totalmente “parvos” sem a minima veracidade! Espero que a evolução natural dos cyber-nautas mundiais altera em pouco tempo senão acredito uma discriminação de alto nivel a sertos paises via o IP Onde basta bloquear uma lista de IPs acreditem que e mt facil bloquear IPs. Bem Foi um prazer, mas ja estou atrasado, talvez um dia volte a este forum!

    • ozzymarley

      cara na boa se voltar de uma editada nesse post que tá lotado de erro de portugues.

      =]

      by bob osbourne

      • lemux

        Nao ta cheio tem um ou outro lembra-te k é portugues de Portugal!

  • http://www.brunogross.com brunogross

    Prefiro falar mal de argentino…

    Bruno Gross – Analista de Sistemas – “Clássico é clássico e vice-versa!”

  • jonas souza

    Apesar das especulações, ainda temos que nos desenvolver no que diz respeito a internet. Os Americanos possivelmente tem ideia do que está a sua frente( o computador) e que pode está acessando. Onde moro(Acreditem se quiser!!!), se você chegar para alguem e perguntar pra que serve um e-mail, acredito que vc vai ficar pt da vida, sem uma resposta pelo menos satisfatória, mas pergunte o que é Orkut, Msn, Yahoo. Isso todos sabem, mas não tem o minimo conhecimento que pra acessar estes serviços usam e-mails!!
    Não estou generalizando, isto pode acontecer em qualquer país,o ponto que quero abordar, é que grande parte da trupe que acessa a net brasileira, não tem nem conhecimento basico de informatica, isso resulta em grande parte de acessos ao orkut, mandando Scraps para o “Vizinho da Casa ao Lado”. Hoje vejo em lan’s pessoas sem saber pra serve o mouse chegar e dizer:”Eu quero um msn, Eu quero um Kut(não é piada é a verdade!). então entendo e aprovo o post do Bicalho, no sentido de que todos que venham a se expressar na internet vem a ter pelo menos uma Ideia do que está fazendo, e não está pesando o tráfego da rede com porcarias como piadas, paródias enviadas como spam, “Eu odeio o professor de Paulão!”, no orkut e texto criptografado por emoticons no msn.

    • v1r3d

      É verdade, a pessoal não sabe nem enviar um e-mail… sabe a pior que eu já vi? No campo assunto a pessoa dizia -”Que assunto?” hahahaha pior mesmo foi ver hotmail escrito assim “rotmail.com.br” ahahhahahahahahahha nesse dia eu morri de rir.
      ainda deixamos que essas pessoas se reproduzam, dirijam um carro e votem…

  • Yasu

    Acho que tudo que acontece na internet é refletida na vida real.

    Já perdi a conta de quantas vezes eu vi pessoas em carros “chiques” jogando lixo pela janela do carro?

    Bom acho que pessoas que tem a capacidade de tais “bens” teoricamente tiveram o mínimo de instrução e sabe que lixo se joga no lixo.

    É como o MU disse você vê as coisas como elas são no metro de São Paulo ou mesmo no trânsito andando de carro… a terrível falta de educação.

    Todo mundo tem hora pra chegar e hora para sair, porque as pessoas não podem esperar na fila? Ou deixar 1 carro entrar na frente, será que doi pisar no freio? Nunca vi ninguem reclamar disso então acho que é por pura falta de solidariedade… muitos não conseguem nem dar o seu lugar no metrô para um idoso, nem diminuir a velocidade do carro para deixar espaço para outra pessoa entrar na frente.

    Acho que todos esses fatores são diretamente ligados a algo que está na nossa cultura… talvez a escola devesse ensinar mais esses valores.

    Posso estar viajando em achar que tudo isso tem uma correlação… mas eu acho que tem.

    • http://fsck.blog.br/ponticulus Thiago Berti

      A escola até ensina.

      Mas os pais ou amigos acabam dando o exemplo contrario e dizem “só burro faz isso!”

      E no fim a criança acaba pegando o exemplo do pai ou amigo e não o que aprende na escola.

      “Hell, i never vote for anybody! I aways vote against!”
      Visitem meu blog

  • ozzymarley

    nossa meu

    tem uns brasileiros que sao muito retardado
    entra nesse bate papo nada a ver, é só palavrão e chaveco e nego loko!!!!!!!

    todo mundo já recebeu aquelas pérolas do orkut é muito engrassado.

    como o bicalho falou o negócio é educação mas tem coisas que não se precisa de escola para aprender né??

    =]

    by bob osbourne

  • rlapenta

    Em primeiro lugar, em países democráticos, o governo representa seu povo, ou seja, se você não concorda com ele não concorda com a MAIORIA da população de determinado local.
    E em segundo lugar, é muito fácil descobrir e desenvolver “coisas” à custa dos outros.
    As caras vêm até aqui, roubam DNA de nativos, plantas, compram madeira de lei ilegal, animais raros, não estão nem ai para a camada de ozônio, se metem nos governos do mundo todo, não estão nem ai pra ONU, OMS, OMC e nós brasileiros é que somos gafanhotos?
    Gostaria de lembrá-os que existe vida fora da Web, que quem inventou o avião foi Santos Dumont, e não os irmãos Wright, que temos ciência e cientistas de ponta, um dos povos mais receptivos do mundo.
    Desculpem-me, mas esta teoria de “gafanhoto” em minha opinião é deturpada e limitada a um monitor.

  • Salem

    Tudo bem que os EUA não são “o exemplo de nação perfeita” Mas a casa é deles… Respeito tem que vir de todos, é por isso que eu não vejo bem a inclusão digital!
    Escrevi um post sobre esse assunto no meu blog, quem quiser passe lá!

    Poque o Porquê? , Questionar é Preciso! 

  • jpremor

    Vcs conhecem a historianha da Gerdau?? Ficou proibida de vender aço la pq estava desbancando a concorrencia interna. Dai o governo deles comecou a sobretaxar!! Sabe oq fez nosso ilustre brasileiro dono dela? Comprou uma porrada de empresas de aço de la!! Pronto, problema resolvido!! So fã desse cara!! Esse cara ta pesando o teu negativo querido!!

  • betohayasida

    Concordo com o post. Essa questão regional (ser brasileiro, americano, argentino) só importa devido ao fator cultural, mas passa a ser irrelevante quando se vive num mundo globalizado, afinal, aqui mesmo no Brasil, pode e acontece de grupos imigrantes viverem sob a cultura de sua terra natal e não a brasileira. Ou seja, pessoas idiotas, barulhentas, mente pequenas existem em qualquer lugar. O problema é que o brasileiro é visto como malandro preguiçoso não de hoje, mas de um bom tempo atrás. O motivo é óbvio, aqueles que são gafanhotos conseguem impor sua imagem sob aqueles sérios. Mas uma coisa é verdade. Brasileiro (a maior parte, principalmente adolescentes) não sabem utilizar a Internet. Na minha sala (1° Ensino Médio), pra 90% Internet é Orkut/MSN/Flogs/blogs sem conteúdo com nomes fofuxx.

    Beto Hayasida
    http://www.betohayasida.net

  • Ricardo Bicalho

    1. O foco é o artigo e não o autor.
    2. Concorde ou discorde das idéias, mas use argumentos.
    3. Injuriar, caluniar, difamar o autor não é argumento. É crime e será sumariamente apagado.
    4. Esse é um ambiente livre de IDIOTAS (ZICA). Caso queira ser um, por favor, monte seu próprio blog.
    5. O MeioBit não é lugar para discussões imaturas, inflamadas e os posts serão moderados, apagados, editados conforme julgamento de seus editores.
    6. Aceito o convite para discutir esses e outros assuntos, em fóruns específicos. Basta usar o formulário de contato do MeioBit.

  • http://www.grandeangular.com rurikmac

    Concordo em partes apenas.

    Não me esqueço que além de todas os benefícios trazidos pelos EUA que você citou , eles trouxeram e jogaram a bomba atômica sobre Hiroshima e Nagasaki… mesmo com o fato do Japão estar já de joelhos. Por vaidade e demonstração de força aos novos inimigos, os russos.
    Mas no geral, é bem o que voce disse mesmo!

    • http://sinot.wordpress.com linux.rafa

      Estar de joelhos? Depois do atq suicida acho que qualquer país com a potência e vaidade deles fariam o mesmo…

      “informação é tudo”

    • Yasu

      Guerra é guerra…

      O Japão também cometeu muitas atrocidades principalmente na china.

      Não que eu ache que a bomba atômica tenha sido necessária.

      Mas erros fazem parte da vida.

  • http://www.renatolellis.net/blog rlellis

    Parabéns pelo texto,

    Em primeiro lugar, o anti-americanismo pode ser facilmente explicado. É a saída simples de qualquer problema: culpe outro. Nós somos pobres? A culpa tem que ser de alguém, não nossa. Hitler usou este argumento para incitar os alemães contra os judeus. Deu no que deu.

    Na América Latina isto é endêmico. Basta ler o “Manual do perfeito idiota latino-americano” para ver que sempre tem alguém para levar a culpa do atraso de outrem: americanos, ingleses espanhóis e até brasileiros.

    Ou será que na recente crise do gás o Brasil não fez para os bolivianos o papel que os EUA fazem para os brasileiros?

    E quanto à falta de educação, acho que é um subproduto da falta de educação de qualidade no Brasil. A maioria das pessoas que freqüenta blogs, Orkut, fóruns, grupos e afins não consegue debater, não consegue encarar o contraditório. Quando encontram alguém com uma opinião divergente da sua, partem logo para a agressão, não são capazes de expor um argumento para convencer o outro.

    Isto pode ser visto tanto no mundo virtual como no real. E ajuda a explicar por que a política brasileira é tão pobre. As pessoas agem como se partidos e candidatos fossem algum tipo de campeonato de futebol, onde é importante é ganhar e não ouvir o que o outro tem a dizer ou levar o país para frente.

    E todo mundo acaba dizendo a mesma coisa.

    Deste jeito o progresso é difícil.

    http://www.renatolellis.net/blog/

  • henriquefm

    Mais do que previsível que uma hora a discussão, que é sobre nós brasileiros olharmos pro nosso umbigo dicutirmos a nossa imperfeição, ia mudar de direção e cair nessa história de anti-americanismo besta. É que nem o rlellis falou, nós colocamos a culpa de todas as nossa mazelas nos estrangeiros, principalmente nos EUA. Nunca vamos avançar dessa forma, porque a solução tá muito mais em mudar o nosso comportamento do que o dos outros.

    Você não precisa concordar com tudo o que o governo dos EUA fazem, eu mesmo não concordo, mas ficar: “ah, os EUA são filhos disso, a culpa de não-sei-o-quê é toda dos americanos, buá, buá…” é uma besteira sem fim.

    Outra coisa: quando eu vejo um produto estrangeiro e outro brasileiro na loja, eu não olho pra bandeira pra escolher. Compro o que for melhor pra mim.
    Alguém pode achar que tem que comprar sempre o brasileiro, “pra ajudar a indústria nacional”, mas eu acho que isso é um tiro no pé, além de nacionalismo barato (aliás, nacionalismo barato é redundância). Se você compra algo pior só porque é brasileiro, está incentivando o produtor a não investir no seu produto. Se você não compra, o cara investe pra da próxima vez você escolher ele.
    Se tiver algum economista aí, me corrija se eu estiver errado, mas uma das regras básicas do mercado é a de que quando cada um, individualmente, faz o que é melhor pra si mesmo (respeitando as regras, é claro), todos saem ganhando.

    ps: também recomendo o livro que o rlellis mencionou

  • CoRVo

    Bom, assunto encerrado não? Mais um pra lista dos posts que geram polêmica. Estilo Linux vs Windows.. etc etc

    Sempre vai ter aqueles mais ‘exaltados’. Valeu a discussão. Bastante gente participou e teve gente que soube argumentar bem. E eu, pelo menos, cheguei a uma própria conclusão.

  • ColdFusion

    O brasileiro NUNCA teve voz, tivemos meios de comunicação unilateral a vida toda (TV, radio), onde a massa é movida pra onde se bem entende e o microfone só é direcionado para as bocas “a favor”, tivemos sempre meios de comunicação de 1 para 1 (telefone), e então aparece a internet, onde nós falamos pra muitos, ou melhor até, de muitos para muitos (alguma semelhança com Web 2.0?), por isso Bicalho, REPUDIO COMPLETAMENTE sua forma de pensar ditatorial sobre simplesmente APAGAR a opinião alheia (mesmo acéfala), pois, na internet (e até na vida real) EU SOU A MINHA OPINIÃO, e se você tira isso de mim (como tirou no post já antigo sobre a entrevista com o Diretor da Microsoft) você me MATA DIGITALMENTE, e aliás, tomando essa atitude se torna totalmente sem função os votos nos comentários que vocês implementaram no meiobit.

    Mais uma Globo não né!!!

    Talvez agora vocês comecem a entender O PORQUE do brasileiro não saber onde ou como se expressar direito!

    È bom lembrar que somos (como qualquer povo de qualquer país) o que aprendemos, com nossos pais, governantes, amigos, namoradas, etc, ou alguém aqui acha que os Americanos são briguentos, os Brasileiros barraqueiros, os Italianos barulhenos, etc, por causa do DNA?

    Enquanto os povos não perceberem que antes mesmo de sermos brasileiros, americanos, italianos, etc, somos terráqueos, e cada vez mais, próximos e dependentes uns dos outros nessa bagaça de planeta.

    Nossa que texto lindo….to chorando em cima do teclado…snif snif…buáááá!!
    :)

    • Ricardo Bicalho

      1. O foco é o artigo e não o autor.
      2. Concorde ou discorde das idéias, mas use argumentos.
      3. Injuriar, caluniar, difamar o autor não é argumento. É crime e será sumariamente apagado.
      4. Esse é um ambiente livre de IDIOTAS (ZICA). Caso queira ser um, por favor, monte seu próprio blog.
      5. O MeioBit não é lugar para discussões imaturas, inflamadas e os posts serão moderados, apagados, editados conforme julgamento de seus editores.
      6. Aceito o convite para discutir esses e outros assuntos, em fóruns específicos. Basta usar o formulário de contato do MeioBit.
      7. http://www.revolucao.etc.br/archives/category/democracia/

  • http://www.grandeangular.com rurikmac

    Mas Bicalho, eu não estou discordando de você!
    Pelo contrário…
    Só dei um exemplo negativo deles…

    Já que falamos da Globo, recomendo assistirem esse filme que está no google video:

    http://video.google.com/videoplay?docid=-570340003958234038

    Este filme (documentário ) foi proibido no Brasil, mas hoje nem Cicareli nem os Marinho podem deter a internet! rss

    • http://blogdovinny.wordpress.com/ Vinicius Nery

      Ele não foi proibido nem censurado, porque isso é contra a lei. (Sim, eu sei, isso aqui é Brasil, mas deixe-me terminar)

      Acontece que “Além do Cidadão Kane” (Beyond Citizen Kane no original) teve seus direitos de exibição comprados, adivinhem só, pela Rede Globo de Televisão.

      Por que será que ele nunca foi exibido em rede aberta ou mesmo a cabo? Hein? Hein? :/

      ————-

      “Se a verdade está lá fora, o que estamos fazendo aqui dentro?!”

  • http://mugnatto.blogspot.com Marco Mugnatto

    “Ainda não entendo o ódio desvairado contra os EUA. Inventaram a Internet, redes de computadores, o transístor, a fibra óptica, o telefone celular, chips, Lost, Heroes, Star Wars, Star Trek, Ali Larter e a Rebecca Romijin. Essas mesmas pessoas que criticam o país, o fazem usando equipamentos e tecnologias inventados por eles. Quanta ironia…”

    Ora, então ame a União Soviética, pois eles inventaram uma das tecnologias mais importantes para essa rede que estamos usando: o satélite.

    • http://pietra@hotmail.com Anônimo

      Lamento informar mas o satélite de comunicação foi criado por Sir Arthur Charles Clarke, na década de 40, na Inglaterra. O Sputnik foi só a primeira implementação da idéia.

      http://www.contraditorium.com

  • Slim Dogg

    “Eu não odeio EUA, meu inimigo atual chama USA.”

    HaHaHaHaHa…acreditem se quiser, mas dia desses eu ouvi isso da boca de um maldito brasileiro sem cérebro, que estufando o peito e se achando o tal pensava ter total domínio daquilo que pronunciava!

  • George Arraes

    Moardib, eu concordo com tudo o que você escreveu, e também sei bem do preconceito que os brasileiros sofrem na internet e entendo que esta situa~ção foi gerada por nós mesmos.
    O problema é que já está dando nos nervos ler isso toda semana.
    Você não acha que este assunto já rendeu demais?
    Você também não acha que todos ja entenderam a sua opinião e a maioria até concorda com ela?

    Abraço

  • marsjomm

    Eu jogava um mmorpg chamado tibia, e sempre que possível eu escondia o fato de ser brasileiro. Isso porque, junto com os poloneses, nós éramos os piores povos para conviver. Roubos, mortes, trapaças, não partiam apenas dos “gafanhotos”, mas as principais sacanagens eram perpetradas por brasileiros ou tinham um ou mias brasileiros envolvidos.
    Além do que, aquele espaço que deveria ser de diversão acabou virando um espaço para se praticar o miguxês. Um jogo onde nicks inteligentes seriam esperados, de repente virou um espaço onde se encontravam “Nininha_bruxinha_bR” e outras pragas do tipo.
    Concordo com a análise do nosso colega e acho mesmo que os gafanhotos mereciam maior respeito.
    Concluo com um pensamento meu, em qualquer espaço digital, brasileiro é sempre uma praga.

  • mceiras

    Infelizmente não é só no meio virtual que os brasileiros tem má fama causada por suas proprias ações.

    No parques e locais turisticos nos EUA a maioria dos problemas eram causados por brasileiros. Problemas que iam desde furar filas, fazer bagunça em lugar inapropriado e ate pequenos furtos facilmente pegos pelas cameras de vigilancia.

    Estranhamente sempre que chamados a atenção ate por proprios brasileiros estes falaram que estavam apenas querendo se divertir e que os “gringos” estavam é com inveja da “alegria” dos brasileiros.

    • http://www.brunogross.com brunogross

      Cara, só acho que a galera que ta reclamando é porque, como eu, acha que julgar toda um povo pela atitude de alguns num é o caminho…
      Todo brasileiro é baderneiro.
      Todo muçulmano é terrorista.
      Toda sueca é bisexual (que os anjos digam amém).
      Todo judeu é pão duro (e não é??).
      Todo chinês é pasteleiro (e não é??)
      Todo americano tem o ego maior que a cordilheira do himalaia!
      Serão todos? Claro que não! é a minoria que se destaca.

      Bruno Gross – Analista de Sistemas – “Clássico é clássico e vice-versa!”

      • http://voidrandom.net/ Xander

        Exato! Resumiu tudo. Ontem mesmo fui entrar em um canal IRC de animes clássicos. Fazia tempo que não ia lá e… surpresa! Um ban automático para *@*.br com a mensgem: “Brazilians are like shit, you flush to get rid of them” Legal né? Ser banido pelo mau comportamento de nossos compatriotas vegetais decerebrados que queimam nosso filme mundo afora.

        Quem defende a “liberdade” de ser um arruaceiro digital é tão escroto quanto quem causa esse tipo de estorvo aos brasileiros de boa fé como eu.

    • wilsonbpn

      @mceiras, o problema é um falso ufanismo. Algumas tendem a se sentir orgulho por motivos errados. Amar a pátria não é vaiar ou se achar melhor e sim fazer o melhor por seu país. Nem que seja como alguns americanos dizendo que lutou na guerra pelos EUA.
      Acho que só entre alguns brasileiros é que há o costume na internet de se diferenciar como “FulanoBR”, quando ali somos cidadãos do mundo.

  • MRRG

    Mantenho aqui o que disse nos comentários sobre o texto anterior…
    “Discussão acalorada. Li sobre esse texto na página do sedentário. Venho professando argumentação semelhante há algum tempo, mas por aqui, ‘falei para as paredes’. Freqüentei alguns jogos na rede e não tenho como invalidar as informações que o texto fornece. As causas para isso? Muitas teses de doutorado não seriam suficientes para encontrar resposta. Creio ser possível mudar essa tendência nacional. Se cada indivíduo faz sua parte, sempre prezando os valores éticos e a conduta moral, tudo é possível; pois se só sobrar um justo no mundo, pelo menos esse dá o bom exemplo.”

    Marcos Ronald, C.D.

  • DialM

    Vou comentar os dois elementos do artigo(“má fama” e o “antiamericanismo”), a primeira questão, com mais algumas e a explicação delas abaixo:

    Brasileiros são insetos digitais?
    Negros são bandidos?
    Judeus não prestam?

    É uma pena que não temos uma Liga Anti-difamação para proteger os brasileiros desse tipo de preconceito ridículo, que já justificou, em casos históricos, quando realizado contra outros povos, práticas que mostram que o “baixo nível” muitas vezes vem daqueles que se consideram “superiores”, além de poder ser relacionado com a morte de um certo brasileiro em Londres. Uma “meia dúzia” de adolescentes(no geral) de classe média alta ou classe alta que jogam MMO(RP?)Gs repetitivos, postam em fotologs e usam Orkut por que não têm nada melhor para fazer não representa a natureza de um povo todo, assim como o fato de um indivíduo de cor de pele escura ter assaltado alguém não significa que todos ou a maioria dos outros com o mesmo tom de pele são bandidos. Essa imagem sobre os brasileiros na Internet não é muito diferente(em suas origens e fundamentos) da imagem do estereótipo “judeu” para o típico cidadão alemão da década de 40 do século XX, e representa a natureza tipicamente elitista e xenofóbica dos que insistem nessas generalizações, e parte da própria natureza humana.

    “Brazilians are like shit, you flush to get rid of them”

    Troque “Brazilians” por “Jews” or “Blacks” por exemplo, e verá que esse tipo de comentário é pertinente ao mesmo tipo de indivíduo que pertencia ao Ku Klux Klan. Para mim, o fato de certos brasileiros cometerem essas atitudes, para as “vítimas” dessas consequências, serve como mero pretexto para “reafirmar” and “justificar” preconceitos pré-existentes em relação aos “Bárbaros do Sul” e aos “Macacos do Terceiro Mundo”. Canais de IRC/Sites/Etc. com auto-ban para brasileiros não são muito diferentes, em relação ao preconceito(eu diria que são versões online), dos infames estabelecimentos comerciais dos Estados Unidos que existiam no passado onde “preto não entra” ou “preto só entra pela porta dos fundos”.

    Finalmente, não julgue a natureza do povo brasileiro ou dos usuários online baseado em um “jogo”(se é que tamanha mediocridade pode ser chamada de jogo) chamado “Tibia”. Se você quer ver o que presta de brasileiros na net, deveria procurar pelos raríssimos indivíduos que vêem na palavra “Roleplaying” mais do que uma palavra bonita e chamariz. Não dá pra comparar o típico usuário de um jogo em que tudo que se faz é subir um char de level, matar 10000 vezes um mesmo monster e dar PK com um jogador de RPG de mesa ou de PBF(Play by Forum) RPGs. Quanto aos “AKI TEM BR?????????”, a minha nacionalidade é a última coisa que eu mencionaria num chat de RPG, pois é um elemento “Out-of-character”***(Não existe um país chamado Brasil no universo Warcraft, por exemplo). E tem coisa pior sim, tem certos gringos(e brasileiros também, é claro) que escrevem em “1337″(leetspeak), especialmente em outro “jogo” chamado Runescape e muitas vezes os piores não são brasileiros(Leia sobre a “confirmação” do preconceito, é por isso que “só os brasileiros não prestam”, etc.).

    Quanto ao Orkut, fotolog, etc. Pessoas que insistem exageradamente em “se exibir” geralmente possuem um certo egocentrismo que atrapalha no quesito respeito e o voyeurismo é uma praga cultural na minha opinião, acentuada por lixos televisivos como “Big Brother”. E peço para que vejam excelentes sites feitos por brasileiros e pensem duas vezes antes de ir com a opinião preconceituosa dos “gringos”, o problema é que coisas como Orkut, fotolog, etc. permitem que qualquer um faça algo com pouco ou nenhum esforço, pois a maioria não teria “saco” de aprender html, php, etc. para lançar um monte de lixo na internet(um dreamweaver comprado do camelô pode quebrar um galho, mas ainda assim é preciso aprender a mexer com ele). Quando existe um desafio a ser superado para expressar algo, as pessoas tendem a pensar duas vezes antes de escrever qualquer porcaria.

    E Finalmente, a questão de se o brasileiro é inerentemente malandro ou não. Se o brasileiro gosta tanto mesmo de “levar vantagem em tudo” e é tão malandro assim, por que existe tanta gente que se mata de trabalhar para ganhar um salário mínimo ao invés de virar bandido, traficar drogas e ganhar muito mais?

    Filas na Disney/Estrangeiro/Etc.: O Brasileiro que vai na Disney pode representar corretamente a maioria de um povo trabalhador(mas infelizmente conformista) que sua a camisa por um salário mínimo? Ou será que pelo fato desses indivíduos serem ricos, enquanto que a maioria dos gringos que vai na Disney é de classe média, faz com que eles, por se acharem devido ao status social, se vejam no direito de “furar fila”?

    “Há também o senso de injustiça cometido por estrangeiros ricos contra os pobres coitados brasileiros, que devem unir força contra os americanos do mal. Esse pensamento de esquerdinha fajuta, bolchevique, xenófobo e até mesmo racista, não cabe mais no mundo moderno, mas encontra vários adeptos por aqui. E isso acaba se refletindo nessa pseudo-militância online, onde os brasileiros-gafanhotos, chamam uns aos outros para depredar e arruinar a casa dos outros. Não conseguem entender que o maior culpado dessa inferioridade não é o estrangeiro malvadão e sim, nós mesmos. Transferir responsabilidade, terceirizar os culpados é fácil demais: “foram eles, os americanos! Abaixo os USA”. Viu como é fácil?”

    Quanto a isso, digo uma só coisa: mea-culpa. Não adianta tapar o sol com a peneira e negar que os “gringos”(e não estou me referindo apenas aos yankees, como também aos portugueses, ingleses, etc… além é claro, de certos brasileiros) saquearam(e continuam saqueando) a riqueza deste país. Isso começou com os portugueses, e o fato de que os Estados Unidos se tornou independente antes do Brasil, apesar de ter sido colonizado muito mais tarde, mostra que diferente da maioria aqui, que abaixa a cabeça, se conforma e deixa alguém lhe pisar em cima e lhe explorar , lutaram por sua independência, e como neste mundo, na maioria dos casos, não existe meio termo(ou domina ou é dominado), eles dominaram e se fortaleceram como um “império” enquanto nós ficávamos dando tudo de bandeja para um monte de gente sem pestanejar. E agora? “Lei de Gestão de Florestas” entre outro exemplos, mostram que o entreguismo continua em alta e ninguém tá nem aí, pois tendo farinha, cachaça, mulher e um coqueiro pra sombra, tá tudo certo! Conformismo e “Lei de Gérson” são os lixos da cultura brasileira.

    “Nós”(A maioria) deixamos eles levarem a riqueza de nós mesmos. Agora vem gente vestir camisa do Che Guevara pra pagar de comunista enquanto usa tênis da Nike, come no MacDonalds, segue a modinha do “RBD” e assiste todo blockbuster que vem de Hollywood(Leia-se: “Esquerdismo”). No entando o ódio aos Estados Unidos, apesar de irracional, por extender o desprezo por um governo ao seu país(Ou não, se for correto o ditado de que “cada povo tem o governo que merece”) é justificável, ou será que ninguém nunca ouviu falar sobre a infame “Operação Condor”*, ou sobre o “Acordo MEC-USAID”**. Eles não são os únicos, mas um dos culpados pela situação do nosso país, pois apóiam todos os seus pelegos corruptos aqui(como é de se esperar) e quando o país começa a andar sozinho e mover rumo a independência, eles simplesmente vão e socam uma quartelada ou alguém de repente “se suicida”. Mas no final das contas, o principal culpado é o trouxa que permite e permitiu que os portugueses, ingleses, yankees, holandeses, etc. e brasileiros malandros explorassem e saqueassem este país.

    * http://pt.wikipedia.org/wiki/Opera%C3%A7%C3%A3o_Condor

    ** http://pt.wikipedia.org/wiki/MEC-Usaid

    *** Definição de Out of Character(Só tem em inglês): http://en.wikipedia.org/wiki/Out_of_Character

  • Carpeta456

    estou só de passagem, vindo de um link da UFRGS, desculpe-me a “hipocrisia” ou a falta dela, essa talvez seja a mais profunda questão. mas tu consegui queimar, ao meu ver, o meiobit, o desconsiderarei daqui por diante.

  • Carpeta456

    estou só de passagem, vindo de um link da UFRGS, desculpe-me a “hipocrisia” ou a falta dela, essa talvez seja a mais profunda questão. mas tu consegui queimar, ao meu ver, o meiobit, o desconsiderarei daqui por diante.

  • http://www.facebook.com/felipe.cicero Felipe Cícero

    Impossível

  • Edmilson_Junior

    Li o outro artigo, li este, li alguns comentários de lá e alguns aqui. A verdade dói tanto né? Aos que falam de preconceito em partes eu concordo, mas quando o preconceito é baseado em dados estatísticos fica difícil de contestar.
    PS: Heroes é uma série que sinto falta.

  • Pingback: Gradiente reconhece: “meu iPhone não é tão bom quanto o da Apple, mas compre assim mesmo” « Meio Bit

  • Marcio Maciel

    São vários fatores: a falta de educação em casa, o complexo de inferioridade, a necessidade de eleger um culpado pelo nossos problemas, e assim vai.
    Basta ver a nossa pré-disposição para odiar vencedores, como a Microsoft. É típico do brasileiro agir assim.

  • Rodrigo Santos

    Faltou acrescentar ai nessa lista a Jennifer Lawrence.

  • Leandro Silveira

    Concordo plenamente, desde as épocas de jogatina online nos primórdios da internet já via brasileiros se comportarem dessa maneira e pior, em grupos!

    No entanto acredito que apesar de a patente ser americana, a fibra ótica é coisa nossa…

  • MARIO AUGUSTO DUARTE MACHADO

    Texto ridículo.

  • Luis Fernando

    O mesmo também pode se dizer das pessoas que insistem em criticar esse país. Tudo lá de fora é melhor e talvez quem critique os Americanos deva ter um pouco de razão.

  • Edmilson_Junior

    A questão é simples: O brasileiro está acostumado a cometer crimes e sair impune, isso quando não sai como “o esperto”. Minhas experiências em jogos online mais desagradáveis foram com brasileiros.

  • Jos_El

    Concordo com muito do que o autor escreveu. Só não concordo em quando ele faz parecer tudo isso uma característica de “brasileiros”, fazendo parecer que o Brasil é a rabeira da evolução social.

    Sabe, é muito, muito irritante essa coisa de os próprios brasileiros taxarem seus pares de xenófobos, incoerentes, mal educados e afins. Chamar brasileiros de turba descontrolada e tal. Olha, isso não é exclusividade de brasileiros e nem é algo exacerbado entre nós. Além disso, é muito babaca ficar repetindo essa falácia como verdade absoluta.

    Sim, o Brasil tem problemas, assim como o povo brasileiro. Mas, chega desses textos fatalistas de “brasileiro é fogo e só faz M”.