Home » Mercado » Novo iPad, Retina Display: é ou não é? R: é e não é.

Novo iPad, Retina Display: é ou não é? R: é e não é.

O recém lançado novo iPad 3 teria Tela Retina? Sim e não.

8 anos atrás

Quase 3 anos atrás escrevi este artigo onde explicava como a Retina Display do iPhone 4 era uma tecnologia maravilhosa mas era improvável que chegasse tão cedo ao iPad.

Gerações depois (3 anos em informática é tempo pacas) minha previsão se concretizou. Tanto que se você entender que ela continua valendo, por não existir ainda Retina Display no iPad, como se você achar que sim, ele tem Retina Display, mas levou mesmo um bom tempo.

Como assim, Bial? Tem ou não tem?

No meu artigo original postei esta tabelinha, com a resolução necessária para o iPad ter Retina Display:

Vejamos como essa resolução de 2560 × 1920 se compara à de 2048 × 1536 do Novo iPad:

retinadisplayreal

Dica: clique para ver a imagem em escala 1:1 e ter idéia da GROSSERIA que é a tela do Novo iPad.

Falta bastante, não? Com isso a densidade de gráficos cai de 329 ppi da Retina Display no iPhone 4 para 264 ppi. Bem acima dos 131 do iPad original, mas 65 ppi menos do que deveria, correto?

Correto, mas errado.

A definição da Apple de Retina Display é uma tela na qual você não perceba pixels individuais. Não é um nome para 329 pontos por polegada.

Aí que o bicho pega, estamos lidando com um conceito que depende de um monte de variáveis.

Uma delas é a capacidade de resolução do olho humano. Em óptica entende-se resolução como a diferenciação entre dois objetos próximos. Em uma pessoa com visão perfeita isso equivale a 1 minuto de arco, ou 1/60 de grau. Uma lua cheia tem 30 minutos de arco de diâmetro, ou meio grau. Significa que você precisa de 360 luas-cheias para encher o céu de horizonte a horizonte.

fazendo algumas contas descobre-se que um objeto tem 1 minuto de arco de diâmetro aparente quanto está a uma distância de 3.434,7 vezes a sua largura. Nesse momento ele é percebido como um ponto. O olho não consegue identificar formas ou detalhes.

Não importa se é uma pilha AA ou uma gigante vermelha. Está distante 3.434,7 vezes sua largura, aparece como um ponto.

Calculando, com pixels ocupando 1/264 de polegada a distância mínima para que os pixels se tornem indistinguíveis é de 10 polegadas. Exatamente a distância anunciada pela Apple como a usada pelos donos de iPhone.

Aqui entra o golpe de gênio: os iPads não são utilizados da mesma forma que iPhones. Costumamos colocar na mesa ou no colo. Um iPad está sempre bem mais distante dos olhos do que um iPhone.

Isso muda tudo:

ipadretina

Com uma distância de 15 polegadas, ou 38 cm uma tela com densidade de 264 ppi é suficiente para que pixels não sejam percebidos individualmente.

Portanto, se você vê pixels em seu iPad novo, você está segurando errado!

A explicação é excelente, e me convenceu. 2048 × 1536 já é uma resolução monstruosa, e nada, NADA mobile, inclusive notebooks chega sequer perto dessa resolução. Quanto ao Retina Display original, apesar de lançado décadas atrás com o iPhone 4, ainda não surgiu nenhum celular com resolução semelhante.

O iPad hoje está na estranha situação de ser um tablet sem conteúdo à altura. Qualquer Blu-ray, qualquer filme Full HD é subutilização da tela dele.

Claro, o problema é que como a Retina Display é uma especificação que depende de algo tão variável quanto a distância do observador, podemos brincar com o lançamento do….

iPod Video Retina Display!

ipod_video_alternate_black

Assistindo a 60 cm de distância ou mais a incrível tela de 320 × 240 e 2,5 polegadas do iPod Vídeo apresenta as mesmas características da Retina Display: os pixels ficam próximos demais para que nosso olho consiga identificá-los individualmente.

Deixo como um exercício aos estudantes calcular a distância para que um Atari, com resolução equivalente a 192 × 160 em uma TV de 14 polegadas possa ser chamado Atari Retina Display.

Enquanto isso, a conclusão:

Novo iPad é Retina? É. “ah mas se chegar muito perto dá pra ver os pixels”. Sim, fofuxo, da mesma forma que o iPhone 4/S se você olhar bem de perto também enxerga. Se usar uma lente de aumento em uma revista você vê os pontos. Em uma foto com microscópio você vê até os grãos de prata individuais.

Se quiser forçar a barra, seu olho é capaz de identificar fótons individuais, você não percebe porque seu cérebro tem filtro de ruído, e só reage a grupos de 5 a 9 fótons, atingindo o mesmo sensor em um intervalo de menos de 100 milissegundos.

Portanto, entenda Retina Display como uma quantidade absurda de pixels em uma tela relativamente pequena a uma distância razoável de leitura. E seja feliz.

relacionados


Comentários