Home » Hardware » Apple estaria cogitando introduzir Dual-SIM nos próximos iPhones

Apple estaria cogitando introduzir Dual-SIM nos próximos iPhones

Referências encontradas no código-fonte do iOS 12 indicam que os próximos iPhones podem finalmente contar com um dos recursos mais úteis de todos: dois slots para cartões SIM.

51 semanas atrás

Até alguns anos atrás Dual-SIM era um recurso presente apenas em smartphones de entrada e intermediários, sendo por muito tempo visto como uma funcionalidade relegada a "celulares de pobres". Com o tempo o cenário mudou, mais e mais companhias perceberam que ter dois chips num mesmo aparelho é útil principalmente para quem precisa manter números pessoais e profissionais separados.

Hoje todo e qualquer Android de ponta, independente da marca suporta Dual-SIM (nem todos oferecem um slot dedicado para o cartão microSD, mas é a vida), ficando a Apple absolutamente sozinha agarrada à filosofia do chip único; só que de acordo com referências encontradas no código-fonte do iOS 12, isso finalmente está para mudar.

Ao testar a versão Developer Beta 5 recentemente lançada pela maçã, o site 9to5Mac encontrou menções ao estado de um "segundo cartão SIM" e de uma "segunda gaveta" para o mesmo. Isso significa que ao invés de utilizar apenas uma entrada com dois cartões, um ou mais versões dos novos iPhones (ou apenas um modelo, não duvidaria se apenas o próximo iPhone X fosse agraciado) virão com duas separadas para cada chip, e também que a proposta de usar um e-SIM (um chip virtual) foi para o brejo, o que é compreensível dada a usura das operadoras.

Considerando que os dispositivos iOS nunca terão suporte a cartões microSD, usar duas entradas físicas nem chega a ser um problema.

De acordo com uma pesquisa realizada pela DeviceAtlas em 2017, o Dual-SIM é mais popular em países em desenvolvimento como Índia, Nigéria, Brasil, Egito, Argentina e outros, enquanto é pouco utilizado em nações mais ricas como, Reino Unido, Japão, EUA, Canadá e Austrália. Embora seja improvável que usuários desses países utilizem dois chips, é preferível a Apple fornecer soluções pois diferente dos fabricantes de Androids, ela é mesmo modelo de iPhone para todo o planeta, sem diferenças substanciais por região.

De qualquer forma, embora as referências estejam de fato no código-fonte é possível que a Apple acabe por não oferecer iPhones Dual-SIM; assim, só nos resta aguardar o lançamento da próxima geração de smartphones da empresa, que será feito até o fim de 2018.

Com informações: 9to5Mac.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários