Como o PT fraudou as eleições, segundo um pessoal que assistiu muito Scooby Doo

vlcsnap-00002

Além de mostrar que um monte de gente não sabe perder e um monte de gente não sabe ganhar, essa eleição mostrou que o internauta médio se comporta de forma retardada, repassando e acreditando em teorias conspiratórias com um fervor alucinado. A história do Gulag do Itaquerão, que tem toda cara de ser paródia, foi repassada e respondida como denúncia séria. Perdi a conta dos golpes e contra-golpes anunciados com certeza, inclusive os do próprio PT, primeiro caso na História onde um partido no poder daria golpe em si mesmo.

O acidente com o avião do Eduardo Campos foi alvo de teóricos da conspiração ensandecidos, mesmo com gente sensata e que sabe do que está falando explicando que não é assim que a banda toca. ONTEM havia gente dando o acidente como atentado, com 100% de certeza, “e ninguém fala do helicóptero”.  Você sabe, aquele helicóptero que dizem o avião colidiu, e curiosamente ninguém deu falta. Sim, houve uma bobagem sobre helicóptero, mas a imagem que a GloboNews veiculou era de um Apache que caiu em Taiwan.

Denúncias de fraudes nas urnas então, milhares, cada uma mais mirabolante do que outra, mas sempre com direito a provas incriminadoras que qualquer idiota seria capaz de identificar. Em comum apenas o fato de quem inventa a fraude não se deu ao trabalho sequer de pesquisar o processo de certificação das urnas.

Agora, a melhor de todas, a mais risível denúncia: o PT estaria fraudando as urnas com auxílio de Software Livre e dois terríveis hackers: Richard Stallman e Kevin Mitcnick, com apoio dos simpatizantes comunistas Marcelo Brando e Sérgio Amadeu.

Nas redes sociais estão espalhando a imagem abaixo:

B0yYrjFIcAAD1Cl

Stallman agora é hacker? Quer dizer, até era, mas no bom-sentido.

A teoria:

Como todos sabemos, o Windows é muito mais seguro do que o Software Livre, isso dificultava a ação dos hackers. então em 2008, por pressão da Presidência da República, que  tem plenos poderes sobre o TSE, o sistema operacional das urnas foi mudado para Linux, notoriamente falho.”

Como o PRONATEC ainda não estava implementado, o PT não conseguia contratar programadores hackers, e o datilógrafo estava ocupado na AEB. Por sorte em 2009 Lula conhece por intermédia (sic) de Marcelo Branco Richard Stallman, exímio hacker que embora use um laptop que já era velho em 1975, acesse web por e-mail e não tenha nem cartão de crédito, por algum motivo é profundo conhecedor de sistemas de votação eletrônica, Linux embarcado, etc. São superpoderes que ele consegue comendo cascão do pé, provavelmente.”

Lula não acredita em delegar, então conversa pessoalmente com Stallman, notório defensor de interferência governamental, manipulação de informação e antidemocrata.”

O projeto vai bem, mas Stallman precisa de ajuda, então Marcelo Branco, em 2010 usa a Campus Party como desculpa para trazer ao Brasil Kevin Mitnick, famoso hacker que deu trabalho pro Shimomura, e virou tema do filme Takedown. A idéia da Campus Party foi ótima, afinal nada melhor para disfarçar a presença de um sujeito que ninguém fora do mundo hacker conhece do que um evento de âmbito nacional anunciado em toda a mídia. Não é como se trazer o cara incógnito ou — pasmem — encontrar com ele em segredo em outro país fosse mais adequado.”

2

Tudo Illuminati!

Claro, Mitnick era um hacker especializado em engenharia social, não era programador, mas isso é apenas um detalhe, ele foi usado para convencer as urnas a roubarem para o PT. Só no papo.

As principais provas? Há imagens da Dilma e do Lula junto com Marcelo Branco e Sérgio Amadeu, e Amadeu frequentou eventos de tecnologia e software livre onde eram discutidas questões de segurança de informação.

Ou seja: os JÊNEOS da Teoria da conspiração acham que migrar de Windows CE para Linux é violação de segurança, acham que software livre torna a urna mais vulnerável, acham que Stallman ainda tem conhecimentos de programação atualizados, acham que Mitnick sabe programar, e, principalmente, acham que todos os envolvidos são completos idiotas, que Lula contrataria um hacker PESSOALMENTE, e que seus contatos usariam um evento ultra-divulgado, frequentado e vigiado para trazer outro hacker para o país.

Imagino que para eles os profissionais da Unicamp, ITA, UnB, COPPE e outros, que fizeram 9 relatórios técnicos avaliando o sistema de votação eletrônica, entre 2002 e 2012, estão devidamente comprados pela conspiração, ignorando as falhas de segurança. Também fazem parte todos os técnicos dos partidos, fiscais e mesários, mesmo nos Estados onde o PT perdeu. Provavelmente para disfarçar.

Esse plano de vilão de Scooby Doo inclui urnas que recebem um voto mas mostram outro, relatório impressos que mostram os votos fraudados e, provavelmente, a foto da Dilma dando uma piscadinha. Não basta uma conspiração que vá até o topo, ela tem que começar do topo. É como se o Obama não tivesse mais o que fazer além de atender telefonema de operador de Drone perguntando se pode eliminar o Achmed.

Agora temos que acreditar que nenhum dos outros partidos reparou qualquer irregularidade nas urnas NEM reparou que o 1º escalão do PT vem se encontrando com malvados hackers, publicamente, nos últimos 10 anos. Eles teriam se safado, se não fosse esse grupo de blogueiros patriotas e esse cachorro idiota…

P.S.: me recuso a colocar o link do blog conspirador, digite você se quiser.

Relacionados: , , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e para seu blog pessoal, o Contraditorium,

Compartilhar