Games
Games
Digital Drops Blog de Brinquedo

Garotas, garotos, LGBT e competição no mundo dos games

Por em 5 de fevereiro de 2015

rtr30h80-1-634

E lá vamos nós para mais um post grande sobre um assunto polêmico aqui no MeioBit. Prometo tentar ser o mais sucinto o possível.

A essa altura do campeonato (opa), você já deve estar sabendo o que aconteceu nas Filipinas, quando, num torneiro feminino de League of Legends (Iron Solari Tournament), o número de participantes LGBT foi limitado. A Garena eSports, empresa responsável pela organização do evento, tentou justificar a atitude dizendo que participantes LGBT (com ênfase em transexuais e crossdressers) possuem uma certa vantagem em relação às jogadoras do sexo feminino.

continue lendo

emArtigo Cultura Gamer Destaques Games Indústria MMO

Miguel Nicolelis, TED, Exoesqueletos e o Apocalipse Símio

Por em 27 de janeiro de 2015

rw_032_0200_v008.0040

Para muita gente a maior decepção da Copa foi o 7 × 1, mas para mim foi passar por todo aquele show brega da abertura, fruto da mente ensandecida de alguma professora de Estudos Sociais, somente para chegar no ponto alto (geek) da festa e ser tungado pela FIFA e pela Rede Globo.

Como o brasileiro por sua vez odeia ciência, a ponto de ter gente criticando o projeto do Romário de facilitar a importação de reagentes e material de pesquisa, dizendo que “deveriam investir em saúde e hospitais em vez de ciência”, é natural que a galera do Quanto Pior Melhor caia de pau.
continue lendo

emArtigo Brasil Destaque Destaques Indústria Medicina Robótica

2014, o ano em que a Samsung foi atropelada

Por em 29 de dezembro de 2014

galaxy-note-4-note-edge

A Samsung bem que tentou, mas 2014 não foi um ano muito gentil para ela. Embora seus dispositivos de ponta ainda atraiam a atenção do público, é fato que a partir de 2013 duas empresas começaram a adentrar perigosamente no mercado de smartphones de ponta com produtos bons e preços competitivos: Motorola e LG.

Este ano veio a confirmação: a Sammy perdeu a mão.

continue lendo

emArtigo Computação móvel Destaques Hardware Mercado Planeta Sem Fio Software

Calma! Não é obrigatório matar prostitutas em GTA V?

Por em 16 de dezembro de 2014

Sexy-Golf

Mais de uma década antes das polêmicas envolvendo GTA já era possível atirar em strippers no Duke Nukem. Não acrescentava nada ao jogo, mas todo mundo fazia, até pela regra dos FPS, atire no que estiver na frente.

No The Legend of Zelda: Ocarina of Time uma parte do cenário nas aldeias eram… galinhas. Não faziam nada, não serviam pra nada, mas invariavelmente o idiota com o joystick fazia a Zelda (eu sei) atirar nas galinhas, que se irritavam e davam uma lição no sujeito.

Eu que sou da paz quando comecei a jogar o excelente Just Cause 2 depois de me entediar matando os capangas do Kim Jong-il genérico comecei a brincar com a população civil, prendendo inocentes a cilindros de propano com cabos, atirando e vendo o coitado ser alçado às alturas como um foguete. Puxar uma japa em um tuk-tuk e soltar, do helicóptero em cima de uma refinaria também é legal.
continue lendo

emArtigo Cultura Gamer Destaques

A nerdinha que salvou a Apollo 11

Por em 12 de dezembro de 2014

ops

Quando a Águia, o módulo de pouso estava a menos de 3 minutos de seu pouso histórico na Lua, algo deu errado, muito errado.

O computador de navegação acionou um alarme reportando erro. Algumas ordens de magnitude menos poderoso do que a CPU do seu microondas, não havia muito espaço para nada que não fosse estritamente necessário, e um módulo estava comendo 20% de CPU, em uma situação onde o sistema já estaria rodando a 85% da capacidade.

Steve Bales, Oficial de Orientação e Jack Garman, Especialista de Computação do controle da missão rapidamente comandaram um reset do alarme, achando que poderia ser algo aleatório. Armstrong e Aldrin assim fizeram, mas logo depois outro alarme surgiu. 
continue lendo

emArtigo Computação móvel Destaque Destaques Espaço Software

Windows 10, privacidade e pessoas que não param para ler

Por em 15 de outubro de 2014

windows-10

Depois que Edward Snowden botou a boca no trombone no ano passado, a maioria das empresas de tecnologia está pensando duas vezes quando se trata de coletar os dados do usuário. Umas seguem a vida normalmente, outras como a Apple e o Google usam de transparência e até mesmo oferecem ferramentas de criptografia nativa (algo que o o FBI, a NSA, a polícia e o procurador-geral dos EUA não curtiram), mas no caso da Microsoft ela está hoje em uma situação delicada, correndo para finalizar o Windows 10. Feedback dos usuários é essencial, mas e se mesmo com um milhão de usuários a grande maioria não colaborar (o que é bem passível de acontecer)?

Por isso não é surpresa que Redmond faça uma coleta massiva de toda e qualquer atividade do usuário no sistema, e agora a internet está um caos porque descobriram a verdade. Só que há um detalhe: a Microsoft avisou antes.

continue lendo

emArtigo Microsoft Software

Devs assinam carta aberta condenando intolerância dos gamers

Por em 2 de setembro de 2014

anita-sarkeesian

Nas últimas semanas fomos testemunhas de dois casos que me revoltaram enquanto ser humano e gamer: o primeiro foi o ataque sofrido pela desenvolvedora Zoe Quinn, acusada de oferecer “favores adultos” em prol de conseguir reviews positivos para seu game Depression Quest. O caso foi exposto por seu ex-namorado, o que deixa evidente se tratar de um caso de Revenge Pr0n.

O segundo foi o que envolveu a crítica de mídia feminista Anita Sarkeesian, que recebeu ameaças de morte endereçadas a ela e à sua família depois do último vídeo que ela publicou da série Tropes vs. Women. Isso levou a um movimento forte da indústria em uma carta aberta de repúdio ao comportamento nocivo entranhado na comunidade gamer.

continue lendo

emArtigo Cultura Gamer Destaques Games Miscelâneas Vídeos