Games
Games
Digital Drops Blog de Brinquedo

E se o PlayStation não tivesse existido?

Por em 17 de agosto de 2014
Laguna_SNES_PlayStation

Sim, existiu o Super Nintendo Play Station (Crédito: Kotaku)

Nintendo e Sony já trabalharam juntas para que esta criasse um drive de CD-ROM para o SNES. O ano era 1988 e o codinome do projeto era “Play Station”. Três anos depois, ao reler o contrato firmado com a Sony, o então presidente da Nintendo Hiroshi Yamauchi percebeu que estava na verdade era ajudando a criar um fortíssimo concorrente no ramo dos videogames: ele preferiu abortar tudo pois os jogos feitos para o SNES Play Station pagariam royalties de licenciamento à Sony, não à Nintendo.

Depois de algumas brigas judiciais entre as japonesas que resultaram em algumas raríssimas unidades do console híbrido, o então presidente da Sony Norio Ohga pediu que Ken Kutaragi, o homem que convenceu a Big ‘N’ a incluir um chip sonoro da Sony em cada Super Nintendo, retirasse o que havia de SNES no Play Station para desenvolver um console próprio. Nascia assim o PlayStation (duas palavras, sem nenhum espaço entre ambas), console da 5ª geração que foi lançado no Japão dia 3 de dezembro de 1994.

O tio Laguna fica aqui a imaginar: e se a história tivesse se desenvolvido de forma diferente?
continue lendo

emArtigo Destaques Hardware Museu Nintendo Sony

Eduardo Campos, Robin Williams e como você se comporta nas redes sociais

Por em 14 de agosto de 2014

1521975_10152540785124638_76110308_n

Esses dias atrás eu escrevi no Twitter que felicidade, segundo a internet, seria comer Paçoquita cremosa, de bacon, com Nutella, assistindo um mashup de Game of Thrones e Guardiões da Galáxia, versão LEGO, ao lado de um barbudo ou uma ruiva, com gatos no colo.

Só que depois do que vi acontecendo nesta semana, percebi que, para boa parte desta mesma internet, felicidade é tentar fazer os outros rirem a todo custo. E opinar! Seja sobre o que for, seja com o argumento que for.

Quero deixar claro aqui que não há nada de errado em tentar fazer os outros rirem. Isso é muito bem vindo e foi o que salvou muita gente — eu, inclusive — de ficar ainda mais irritado/triste com o que aconteceu na Copa do Mundo, contra a Alemanha. Apenas para citar um exemplo.

O humor sempre foi uma excelente arma pra se defender contra problemas do nosso cotidiano, em várias esferas, incluindo a política. Mas quando isso é feito com falta de respeito, perde sua legitimidade e sua essência.

continue lendo

emArtigo Destaques Internet Web 2.0

Xbox, the One: para mudar cenário, Microsoft ofereceu US$ 25 bilhões pela Nintendo

Por em 10 de agosto de 2014
Laguna_Godfather_an_offer_you_can_not_refuse

Seria uma oferta irrecusável? (Crédito: My Cinema)

Uma oferta dessas ainda não chega tão perto dos 80 bilhões de dólares que Rupert Murdoch ofereceu à Warner, mas é um belo negócio a ser considerado.

Aliás, se pudermos resumir o mais forte motivo para a SEGA cair fora do mercado de consoles em uma única palavra, seria Microsoft. A empresa vizinha da Nintendo de Redmond tinha (e ainda mantém) um gigantesco poder de marketing e, literalmente, bilhões de dólares em dinheiro vivo à disposição. Tal dinheiro foi suficiente para convencer várias grandes editoras e desenvolvedores a lançarem diversos jogos multiplataforma e até alguns exclusivos para seu Xbox.
continue lendo

emArtigo Destaques Games Microsoft Nintendo

Criador do Rocket assiste sessão exclusiva de Guardiões da Galáxia

Por em 5 de agosto de 2014

bill-and-michael-mantlo

Fato: a Disney está enchendo as burras de grana com Guardiões da Galáxia (alías, já leu a resenha?). De longe o filme era a aposta mais arriscada do Marvel Cinematic Universe, principalmente por se focar em personagens absolutamente desconhecidos do grande público e um tanto obscuros mesmo para quem lê quadrinhos. No fim a película se mostrou não só o melhor filme da Marvel até agora como um dos mais divertidos dos últimos anos: uma aventura que diverte, emociona e traz conteúdo, não sendo nem de longe descerebrada. E mais, conseguiu gerar empatia no público por personagens que até então ninguém nem sabia que existiam, principalmente Rocket e Groot.

E a Marvel resolveu dar um presente justamente ao co-criador do guaxinim desbocado e beberrão: Bill Mantlo ganhou uma sessão exclusiva do filme, já que ele não poderia de forma alguma se dirigir ao cinema para assistí-lo.

continue lendo

emArtigo Áudio Vídeo Fotografia Destaques Entretenimento

O nome é Xiaomi, mas pode chamar de Chacal

Por em 25 de julho de 2014

spider-man-jackal

Antes de mais nada uma pequena aula de quadrinhos: o Chacal, um vilão do segundo escalão da Marvel foi o responsável pela maior dor de cabeça da vida do Homem-Aranha (e por tabela, por uma das piores sagas dos anos 90): alter-ego do doutor Miles Warren, cientista e professor de bioquímica de Peter Parker, ele é o criador de todos os clones que atazanaram o cabeça de teia por mais de duas décadas. Um deles, que assumiu o nome de Ben Reilly (o primeiro Aranha Escarlate; o atual é o primeiro clone imperfeito de Parker, conhecido antes como o serial killer Kaine) chegou a atuar como o Aranha por um tempo, depois do Chacal dar a entender que Parker era o clone e ele, o original. Isso sem contar que ele também clonou Gwen Stacy (duas vezes), o primeiro grande amor de Parker.

Dado esse background não é difícil fazer uma associação com a Xiaomi, fabricante chinesa de dispositivos mobile que quer se posicionar no mercado como uma concorrente grande e séria, mas se limita apenas a lançar cópias de seus adversários.

continue lendo

emArtigo Computação móvel Comunicação Digital Hardware Mercado Planeta Sem Fio Software

Como ganhar US$ 20 de créditos na PSN em apenas alguns cliques

Por em 29 de junho de 2014

Laguna_PSN_Gift_Card

Não existe almoço grátis: um estelionato acontece quando há dois espertos querendo se dar bem um com o outro, mas somente um fica com o dinheiro.

Na internet aparentemente tudo é de graça, mas a maior parte de tudo que vemos pelas páginas mundo afora é publicidade. Publicidade essa que não quer apenas dinheiro, mas também nossos dados pessoais.

Lá no Twitter do tio Laguna algum perfil fake sempre me segue ou me lista para ganhar códigos gratuitos da Xbox Live. Como não pretendo ter tão cedo um console da Microsoft (só o maravilhoso joystick mesmo), sempre ignorei esse tipo de coisa.

Hoje um amigo mais incauto me repassou um link sobre um esquema que promete arranjar vinte dólares em créditos na PSN norte-americana de graça. Fui testar e… FUNCIONOU! :shock:
continue lendo

emArtigo Jogos Miscelâneas Segurança Sony Web 2.0

Satoru Iwata permanece presidente da Nintendo por causa de Mario Kart 8

Por em 28 de junho de 2014
Laguna_Satoru_Iwata_Wii_U

Satoru Iwata, mais um ano sendo presidente da Nintendo (Crédito: Telegraph)

Não foi apenas na E3 2014 que a ausência de Satoru Iwata (cirurgia para retirar pedra na vesícula biliar?), atual presidente da Nintendo, foi sentida: ontem à tarde foi realizada a 74ª reunião anual com os acionistas e nela ocorreram as eleições para os diretores do conselho de administração, incluindo aquele que será o presidente da empresa por mais um ano.

A única mudança (cuidado, PDF) foi a eleição de Naoki Mizutani (não é o ator) para uma das dez cadeiras da diretoria da Nintendo. Todos os outros nove diretores foram reeleitos. Isso quer dizer que Genyo Takeda e Shigeru Miyamoto continuam como 2 dos 3 diretores representantes da Big ‘N’, enquanto Satoru Iwata continua como 3º e presidente da japonesa.

Por causa do terceiro ano fiscal consecutivo de prejuízo (de abril de 2013 a março de 2014 foram US$ 229 milhões em perdas) a reeleição de Iwata como presidente era dada como incerta: ano passado ele foi aprovado por 77,3% dos acionistas, sendo que no ano anterior (na 72ª reunião) o índice de aprovação era de 92,9%.

Com essa bela tendência de queda (o índice deste ano ainda não foi divulgado) na aprovação do atual presidente da Nintendo, o tio Laguna pode supor que Mario Kart 8 salvou o cargo do Iwata por mais um ano.
continue lendo

emArtigo Destaques Games Indústria Nintendo