MWC 2016 — HP Elite x3, um Windows 10 Mobile de respeito

hp-elite-x3-001

Dados os poucos parceiros de Redmond, muitas vezes a gente acaba esquecendo que a Microsoft não é a única fabricante de smartphones Windows. A HP aproveitou a MWC 2016 para lembrar todo mundo disso ao introduzir o Elite x3, considerado até o momento o mais poderoso dispositivo a rodar o sistema móvel de Redmond.

O Elite x3 é um foblet que impõe respeito. Seu acabamento em policarbonato com detalhes em alumínio, principalmente na base o deixam bem bonito e mantém a identidade com os modelos da linha Lumia, algo que a JIP não seguiu muito com seu VAIO Phone Biz. Por baixo do capô só coisa fina: SoC Snapdragon 820, quad-core com dois núcleos de 2,15 GHz, dois de 1,6 GHz e GPU Adreno 530, display de 5,96 polegadas com resolução Quad HD (493 ppi) e vidro Corning Gorilla Glass 4, 4 GB de RAM, 64 GB de espaço interno (expansível via Micro-SD até 200 GB), câmera principal de 16 megapixels com autofoco, Flash LED, HDR e que filma em 1080 a 30 fps, câmera selfie de 8 MP, redes 4G/LTE, Bluetooth 4.1, GPS, GLONASS e NFC e uma generosa bateria de 4.150 mAh (removível, vejam vocês). E claro, Windows 10 Mobile com suporte a Cortana, Office 365, OneDrive e Continuum.

hp-elite-x3-002

O HP destaca o cuidado dado ao som: o Elite x3 é equipado com um conjunto estéreo da Bang & Olufsen, para reproduzir músicas em alta qualidade como é característica da marca. A entrada de dados/energia é uma porta USB 3.1 Type-C reversível, que está se tornando padrão aos pouquinhos.

hp-desk-dock-001

hp-desk-dock-002

Porém o que realmente chama a atenção são os acessórios: primeiro temos a HP Desk Dock, que dá suporte ao Continuum ao smartphone e oferece uma porta Ethernet, duas portas USB 3.0, um conector USB Type-C e um conector DisplayPort. Nada mal mas até aí nada surpreendente.

hp-mobile-extender

A coisa muda de figura com o Mobile Extender, que é um notebook sem processador, RAM ou armazenamento interno que depende do Elite x3 para funcionar, ideal para aqueles que não querem adquirir mouse, teclado e monitor separadamente, com a vantagem de ser portátil.

Ele é equipado com um display de 12,5″ Full HD, saída para fones de ouvido, três portas USB 3.1 Type-C e uma Micro-HDMI. Completam o kit uma bateria de quatro células de 45 W e 46,5 Wh. Segundo a HP a bateria do Mobile Extender dura um dia de uso moderado. A fabricante garante que comprar o kit sairá muito mais em conta do que adquirir um Elite x3 e periféricos separadamente. E estou inclinado a concordar com ela.

HP Business — The HP Elite x3 – A revolution in mobility

A HP não divulgou preços ou datas de lançamento; acredita-se que o Elite x3 e seus acessórios cheguem às lojas de mercados selecionados em junho.

Relacionados: , , , , , , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar
  • Mais um foblet. Será que a HP irá conseguir vender WP em quantidade suficiente para dar lucro? Ou será que a MS patrocinou a HP?

    • HomeroGamer-BanidodoMB

      MS patrocina HP faz longa data. Mas não é esse o caso. WP está saindo a menos que preço de banana para as oem e sem necessidade de criar exclusividade. Muito melhor que lançar computador com windows 10 x86 onde ainda tem um licenciamento caro.

    • DiMais

      ela vende em quantidade suficiente os smartphones Android dela?

  • Thiago Cururu

    Ta ai um telefone que eu gostaria de saber o preço.

  • Careca Voador

    Finalmente inovação, qualidade e hardware decente se unem nas mãos de alguém que sabe como fazer. Não sejam inocentes a esperar que esta maravilha vai chegar custando 999 dinheiros…

    • HomeroGamer-BanidodoMB

      Inovação, qualidade, beleza e um par de peso de papel se a bateria do smartphone acabar.

      • Raposão do Ártico 🦊

        tipo como todos os outros smartphones?

        • HomeroGamer-BanidodoMB

          Quando seu smart acaba a bateria, seu smart acaba a bateria. Quando esse smart acaba a bateria o smart e o ultrafino acabam a bateria. (por isso usei a frase PAR DE PESO DE PAPEL).

          • Raposão do Ártico 🦊

            Mas aí é só conectar o smartphone no hp mobile extender. O esse hpbook ae tem bateria e pode ser usado pra carregar o celular via usb

          • HomeroGamer-BanidodoMB

            Sim, só que ai aumenta o dreno em MUITO da bateria do mobile extender.
            Veja bem:
            1 – Vai ter que manter o ultrafino ligado.
            2 – Vai ter que gerar carga suficiente para não apenas carregar o smart como ainda por cima sobrar para manter o smart enquanto carrega.
            3 – Apesar de tela ser o maior problema para um smart, o fato de ficar ligado direto (não a tela e sim os componentes) para processar os dados do ultrafino vão aumentar o consumo de carga em uma quantidade razoável.

          • Raposão do Ártico 🦊

            Cara, é processador ARM, o consumo é baixíssimo.

            Não sei quanto tem de bateria nesse notebook, acho q nem você sabe também.

          • HomeroGamer-BanidodoMB

            Quantidade para um dia de uso moderado? Em torno de 6Ah (baseado em ultrabooks com celeron ou atom). A bateria do mesmo é de 4Ah, ou seja apenas para carregar ele mataria 66% da bateria do extender.

          • Raposão do Ártico 🦊

            Você está confuso.

          • HomeroGamer-BanidodoMB

            Porque?

          • Raposão do Ártico 🦊

            Porque você não sabe quantos mah tem esse notebook.

          • HomeroGamer-BanidodoMB

            Não é preciso ser advinho pra saber. Só se basear no que ja existe comercialmente e no que a HP disse. 1 dia de uso moderado. Isso é o que dura um ultrabook usando celerons e atoms com uma bateria de 6AH. Considerando que o aparelho não tem memória, processador nem armazenamento e uma tela de 12″ esses 6AH tão mais do que sobrando.

          • Careca Voador

            Deixa de ser chato.

          • Raposão do Ártico 🦊

            justamente por não ter ram, processador, MB etc sobra mais espaço pra bateria

          • HomeroGamer-BanidodoMB

            Fato de sobrar espaço para bateria não significa que vai ter bateria grande. O equipamento é super fino o que limita o volume total para bateria.

          • Respondendo: 46,5 Wh e 45W.

          • bruno miranda

            Bateria removível, tira outra da mochila e pronto,100% em 1 minuto.

          • HomeroGamer-BanidodoMB

            Poderia colocar na mochila um carregador solar junto com um inversor com motor a diesel ou se for um ecochato um dínamo ligado a uma roda de bicicleta ou um gerador eólico, quem sabe uma usina nuclear portátil para carregar?

          • bruno miranda

            não, apesar da praticidade isso tudo dai seria para aparelhos sem bateria removível. Bateria removível é melhor para trabalho de campo que é o nicho que a HP ta tentando atingir.

          • HomeroGamer-BanidodoMB

            Acontece que bateria removível pra carregar smart+expansor sem morrer enquanto o cara trabalha teria que ser no mínimo de 15Ah (10Ah do total do equipamento+50% para manter ele trabalhando enquanto carrega). Ou seja 1/3 de bateria de carro ou seja algo pesado e desconfortável.

          • Jaffy

            Mas o dock é conectado na tomada não?
            Daí energia não seria um problema.
            E sei lá.. não consigo imaginar alguém usando direto por 8horas o negócio. Nem notebook aguenta tanto, então porque apedrejar o coitado?

            [edit]
            Na real, o problema é quebrar o celular e perder o ”notebook” ao mesmo tempo. Tem de ser um extra, mas jamais será substituto de um desk/laptop.

          • HomeroGamer-BanidodoMB

            DOCK é uma coisa. Estamos falando de OUTRA COISA que no caso é o extensor e não o dock.

    • duhehe

      999 dinheiros, é possivel. se o dinheiro for US$.
      999 dinheiros por R$, ai esquece.. 999 não anda comprando nem mid end do ano passado, logo logo vai ser insuficiente para comprar low end.

    • DiMais

      a Acer colocou o Jade Primo num kit bem bacana (smartphone, dock, case, mouse, teclado e monitor) por 800 dinheiros de europeus.

  • Claudio Roberto Cussuol

    Será que finalmente a “proposta do Motorola Atrix” vai se tornar realidade?
    A ideia é absolutamente a mesma que a Motorola tentou emplacar a alguns anos, a diferença é que agora o hardware está bem mais poderoso e estamos falando de Windows, o que entregaria um desktop perfeito.
    Acho que eu compraria, se o valor fosse razoável.

    • Esse detalhe chamado Windows faz toda a gigante diferença mesmo.

    • Diego Marco Trindade

      Eu ia comentar do Atrix mesmo. Talvez com o mercado mais maduro, a proposta de mercado correta e o Windows façam com que o X3 faça a Blackberry desaparecer do mapa.

    • Eu ainda não consigo aceitar de forma razoável essa integração enquanto os softwares escritos para X86 (e X86-64) não forem portados para ARM em toda a sua glória. Esse negócio de “versão otimizada” me soa muito como preguiça de reescrever o código e com isso a entrega é de um software com menos recursos.
      Ah, e essa coisa de universal app rodando em .net, colocando mais uma camada de virtualização até agora não mostrou a que veio.
      É uma diferença muito absurda o Word 2016 e o Word Mobile, por exemplo.

  • Cortana ✔

    Esse aparelho é voltado para o seguimento corporativo, e custará um preço que somente grandes empresas podem pagar.
    Pelo menos a HP terá lucro.

    • HomeroGamer-BanidodoMB

      Sei não, mercado corporativo diferente do mar de bosta mercado político se liga muito em custo/benefício. Precisaria ter um custo muito baixo pra compensar o benefício de um ultrabook+smartphone. Até porque se morre o smart adeus ultrafino.

    • O dock em casa e o aparelho na rua pra todo lugar. Será que não agrada pra uso pessoal? Eu gostei, mas de fato prefiro ter um notebook, um desktop e um phone independentes. No final das contas, gostaria de fato dessa solução como telefone fornecido pela empresa e com o dock aguardando na mesa do trabalho.

      • HomeroGamer-BanidodoMB

        Pensei exatamente nisso. Muito mais vantagem que um “notebook”. A não ser claro que enfiassem uma bateria de 12Ah no extender e ai dá pra umas 2 cargas do smart e ainda sobra pra um dia inteiro de uso do extender. (mas segundo o que respondi mais abaixo duvido que seja o caso).

      • Feruccio Bilich

        Eu só penso que seja melhor separado porque moro no Brasil e imagino… quando me assaltarem na rua só levam meu celular. Já se levarem esse celular, levam o note e o desktop juntos. =(

  • Primeiro anúncio de fundamento da semana de anúncios. Sensacional, uma bela aquisição, só fico com o pé atrás no desempenho como desktop.

    • Jaffy

      Deve ser bom já que os tablets Thinkpad 8 e o HP com W8/W10 se viram muito bem com 2GB de RAM e rodam W10 full sem engasgos.

      • Ecossistema felomenal ! Uma pena que não decola.

        • Zé das Covi

          Acredito que se pelo menos 3 grandes marcas começarem a competir nesse mercado , vai ser legal , pois ira ter opções e com a competitividade o valor talvez vá cair ,se eu não fosse um viciado em jogos tipo bf , gta , provavelmente eu trocaria meu desktop por um ecossistema desses .

  • Pedro_SS

    Nesse modo continuum ele roda windows full ou é alguma adaptação do windows mobile que não roda todos os programas que normalmente rodam no windows?

    • Leonan

      Acho que ele só roda os apps universais

    • tuneman

      Windows Phone que pode rodar programas de windows por virtualização remota.

    • DiMais

      Continuum roda os apps universais com interface desktop.
      O Mobile Extender (notebook) fará a virtualização de um PC x86 (nuvem) e rodará apps legados do Windows previamente selecionados pela HP.

      • HomeroGamer-BanidodoMB

        Ou seja, se não estiver constantemente conectado e com conexão boa não tem virtualização… Ou seja Banânias vai continuar não tendo.

        • DiMais

          a virtualização é um serviço por assinatura, como Bananaland não paga por software, não vem mesmo.

          • HomeroGamer-BanidodoMB

            Detalhe não é se paga ou não paga. Programa rodando em nuvem necessita de internet para mandar a atualização de tela e receber os comandos do usuário. Quanto mais complexo o aplicativo mais vai demandar de rede. E considerando que apenas os 4 usuários de TIM tem internet móvel boa aqui no Brasil o resto não teria condição de usar um aplicativo em nuvem.

          • DiMais

            o foco da HP não é Brasil nem usuário comum, ela já deixou claro que é um smartphone corporativo (que já reflete outras condições de uso) e será comercializado apenas pelos canais oficiais dela assim como vários outros dispositivos da marca que são direcionados para segmentos onde há lucratividade, ou seja, esqueça a realidade local.
            CASO um usuário comum queira, poderá comprar pelo HP ‘dot’ com, mas ela não se empenhará tanto nisso.

          • HomeroGamer-BanidodoMB

            Se é usuário comum, usuário corporativo, usuário alienigena, usuário fantasma NÃO IMPORTA serviço em nuvem precisa de internet e o brasil mal tem isso na casa da gente quanto mais internet móvel. Tá difícil de entender? Precisa de um powerpoint com 80 slides pra explicar passo a passo?

          • DiMais

            a HP não vai vender ele no Brasil, onde ela for vender isso não é problema, países desenvolvidos tem 4G ilimitado em qualquer lugar.
            quer um joguinho em flash pra entender?

  • O único problema desse smartphone é o sistema operacional, põe um Android M e fica tudo favorável.

    *the treta has been planted

    • OverlordBR

      sistema operacional e Android M na mesma frase.
      Que nada… mete um iOS e pronto

      *the plot “chickens”

    • M de mierda ? 😀
      É phoblet !!!

    • Motorola Atrix manda lembranças. Ruins.

  • OverlordBR

    Dane-se a Apple… eu quero esta “porquera” aí!

    • Se não fosse a Apple,essa porquera aí era a minha plataforma completa. Se um dia a Apple me deixar na mão, tenho certo pra quem recorrer, hoje já uso ambos bastante integrado.

  • DiMais

    é como se fosse uma reencarnação da Palm que morreu nas mãos da HP.

  • Maxnoob

    Dá pra instalar Ubuntu? (¬‿¬)

    • Certo, eu sou baita hacker, quando compro um computador, a primeira coisa que faço é formatar e instalar Linux !

      • Maxnoob

        Vc é? Quanto vc cobra pra raquear um face?

        • Histórico das últimas 100.000 linhas de conversas no Facebook = 1 bitcoin
          Histórico ilimitado das conversas no Facebook = 10 bitcoins

  • zé garruchada

    Primeiro precisam eliminar a rejeição ao Windows Phone. Sem isso, não adianta nem um smart phone feito de aço vindo de Orion e forjado pelo Baphomet

    • DiMais

      no segmento corporativo, que é o foco da HP com esse aparelho, ele é bem aceito sim.

  • Odilon Costa Neto

    Esse negócio de rodar somente “apps universais” me cheira como um enorme floppy.

  • Vin Diesel

    O Windows 10 Mobile pode até ser de respeito, os criadores de apps que não respeitam…

    • Jaffy

      O dia que rolar um Autocad Full universal no W10 a situação deve começar a reverter. =D

  • Vin Diesel

    A HP é uma espécie de Kickstarter dela mesma.

  • só faltou um leitor biométrico. Sei q tem o Hello e tals, mas seria muito bom um.

    • DiMais

      ?????
      Hello é a plataforma do Windows para leitura de entradas biométricas, esse aparelho não tem apenas um, mas DOIS leitores de biometria (íris + digital).

  • Guilherme Oliveira

    Idéia linda e maravilhosa mas tenho impressão que isso deve custar mais que um notebook e smartphone mediano juntos. Não adianta, como moro na Banânia, só consigo comprar esse conjunto se custar R$ 1000 e a loja fizer parcelamento no cartão em 12x. Caso contrário, é sonho por aqui.

  • Lucas Timm

    Palm Foleo: AGORA VAI!

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis