Tatsumi Kimishima é o novo presidente da Nintendo (quem?)

tatsumi-kimishima

Dois meses após a morte inesperada de Satoru Iwata, a Nintendo deu o passo adiante e revelou na noite deste domingo (manhã de segunda no Japão) quem será o responsável por tocar o barco daqui em diante.

Confirmando as especulações de analistas Shigeru Miyamoto não foi escolhido, entretanto o mais experiente no meio corporativo e também conhecido pelo público Genyo Takeda também não. O controle voltou para as mãos da família Yamauchi? Muito menos. O novo comandante é Tatsumi Kimishima, até então líder da divisão de Relações Públicas da BigN.

Espera aí, quem?

Kimishima, de 65 anos é um executivo de carreira. Ele passou 27 anos atuando no Sanwa Bank, atuando nas áreas de planejamento corporativo, negócios internacionais, comunicações e promoções. Ele veio a se conectar com a Nintendo em 2000 quando foi apontado como CFO da Pokémon Company, a empresa que cuida de tudo relativo aos monstrinhos de bolso e que é independente, com a BigN possuindo apenas metade dela (o restante é dos desenvolvedores). Em 2001, graças a sua experiência profissional se tornou presidente da Pokémon USA Inc. e sob sua gestão vários títulos de sucesso foram lançados, como por exemplo Pokémon Gold and Silver para Game Boy Color.

Em 2002 Kimishima foi nomeado presidente da Nintendo of America no lugar de Minoru Arakawa, cunhado de Hiroshi Yamauchi. Ele permaneceu no cargo até 2006 quando foi substituído por Reggie Fils-Aimé, e durante esse período a Nintendo passou pela época de vacas magras do GameCube até a volta por cima com o Wii; foi sob sua liderança que a empresa recuperou o prestígio perdido e se tornou novamente relevante, quase tanto quanto fora nos anos 1980 e primeira metade dos anos 1990.

kimishima-iwata

Satoshi Kimishima e Satoru Iwata

Desde 2006 Kimishima atuava na parte interna da Nintendo trabalhando em Redmond, Washington, e por deter vasta experiência no mercado corporativo a Nintendo se viu mais inclinada a nomeá-lo como novo presidente. Entretanto, não esperem por uma figura tão carismática quanto Iwata era, esse sim uma exceção à regra dos executivos japoneses.

Esta não foi, entretanto a única mudança na companhia: Takeda e Miyamoto receberam novas funções de “parceiros”, ao que a Nintendo define como “um indivíduo selecionado entre os diretores que possuem vasto conhecimento e grande experiência, e desempenharão o papel de dar conselhos e orientações em operações organizacionais em uma área específica”; resumindo, os consiglieri de tecnologia e criatividade, respectivamente.

Outras mudanças: Shigeyuki Takahashi, então gerente geral da divisão administrativa passa a responder também como supervisor das divisões de Assuntos Gerais e o Departamento de Garantia de Qualidade; Satoshi Yamato, líder do Marketing da Nintendo também assumirá a divisão de Publicidade; Shinya Takahashi, chefe das divisões de Planejamento de Software e Desenvolvimento e de Administração de Desenvolvimento e Suporte adicionará a sua lista de ocupações a liderança do setor de Planejamento de Entretenimento e Desenvolvimento, bem como será o supervisor da divisão de Desenvolvimento de Negócios.

A dança das cadeiras, prática comum quando há uma troca de presidentes visa manter a Nintendo no rumo certo, fortalecendo a estrutura de gerenciamento e seguindo os passos de Satoru Iwata, caminho tomado pelo falecido CEO que convém lembrar não diferia muito do pavimentado por Hiroshi Yamauchi. Em suma, tudo mudou para manter a casa do Mario exatamente no mesmo lugar, apoiada nos sólidos princípios definidos muito tempo atrás.

Fonte: Nintendo.

Relacionados: , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Walmart, Cupom de desconto Ricardo Eletro, Cupom de desconto Extra, Cupom de desconto Adidas, Cupom de desconto Submarino, Cupom de desconto Americanas, Cupom de desconto Casas Bahia