Cosmos: dessa vez mandaram um poeta

vlcsnap-00010

Antes de mais nada, Cosmos — A Spacetime Odyssey não é um remake, não é um reboot, não foi feito para competir ou destronar o trabalho de Carl Sagan. A internet adora comparar e diminuir tudo, ao invés de agregar, e Cosmos agrega.

São 30 anos de descobertas científicas, quase tudo da primeira versão está desatualizado, mas Neil DeGrasse Tyson não se propõe a corrigir Carl Sagan, mas a prosseguir com seu trabalho, mostrando uma ínfima e infinita fração das maravilhas que povoam o Cosmos. E sim, ele conseguiu.

Cosmos mostra o quanto somos pequenos, mas também mostra que podemos pensar grande. Sagan dizia que nós somos uma forma do Universo conhecer a si mesmo, e isso não tem nada de pequeno. Mesmo sabendo muito pouco, mesmo com nossa civilização tendo poucos milhares de anos (conto da invenção do Atari pra cá) em pouquíssimo tempo passamos de um disco de terra de 6 mil anos flutuando num oceano sem fim para um Universo de 13 bilhões de anos. Talvez um entre infinitos Universos. O simples fato de concebermos 13 bilhões de anos já mostra nossa capacidade de imaginar.

vlcsnap-00011

E por falar nisso, a Nave da Imaginação está de volta. Meio Vôo do Navegador, meio Slave-1 do Boba Fett, meio Enterprise do JJ Abrams (Lens flare, alguém?) nesse primeiro episódio ela faz um rápido tour do Sistema Solar às fronteiras do universo observável. Tyson fala do que sabemos, do que não sabemos e como querer saber, questionar e exercitar a curiosidade nos tirou das cavernas. Como os primeiros astrônomos aprenderam a prever as estações e as migrações de animais, pelo movimento das estrelas.

Ele também mostra como já foi, e ainda é perigoso questionar. Em uma sequência de animação primorosa é contada a história de Giordano Bruno (1548 – 1600), um frei dominicano que foi ridicularizado, preso e queimado na fogueira pelo terrível pecado de questionar dogmas da Igreja Católica. Bruno era antes de tudo insatisfeito com a visão mesquinha e limitada de Universo que era padrão na época. O modelo heliocêntrico de Copérnico, divulgado em 1543 ainda não havia descido pela garganta de muita gente, e Giordano Bruno começou a falar de um Universo infinito, com incontáveis planetas e estrelas.

vlcsnap-00012

No que talvez seja a cena mais significativa do episódio Giordano Bruno é mostrado dando uma palestra em Oxford, quando a platéia se revolta com suas idéias heréticas de mundos infinitos criados por um Deus infinito, tirando a Terra de seu lugar de destaque. Os acadêmicos o atacam, defendendo a visão de que a Terra é tudo que há. Bruno, inconformado, responde: “Seu Deus é pequeno demais”.

10 anos depois da morte de Giordano Bruno na fogueira, Galileu e seu telescópio descobrem que a Lua, Júpiter e seus satélites são outros mundos.

Giordano Bruno não era um cientista. Tyson diz com todas as letras, a visão dele estava certa por pura sorte. Ele também não é nenhum ícone do ateísmo, como também não o era o Monsenhor Georges Lemaître, primeiro cientista a propor a idéia do Big Bang. Bruno é, sim, um ícone do inconformismo com dogmas, do questionamento, que são a base da Ciência.

vlcsnap-00013

Cosmos não tem problemas de ir aonde Carl Sagan não foi, ou de voltar e corrigir onde ele errou. Ciência é colaboração, não competição.

Nesse primeiro episódio só molhamos os pés na espuma do Oceano Cósmico. Vem muito mais por aí.

Na parte técnica só feras, e dá pra sentir o cheiro do trabalho de cada um.

Alan Silvestri  — Foi chamado para compor o tema de abertura, mas disse que só faria se deixassem compor a música da série toda, os 13 episódios. Como resultado a atmosfera musical é perfeita, dá para perceber toques de vários trabalhos anteriores dele, como Forrest Gump, Segredo do Abismo, De Volta Para O Futuro e, claro, Contato. O Cosmos original fez muito uso de música clássica. A trilha original desta versão ajuda a diferenciar os dois, sem perder o senso de deslumbramento.

Brannon Braga — Fora seu maior mérito – ter sido casado com a Jeri Ryan – foi produtor-executivo de 24h, Terranova e várias séries da franquia Star Trek. A Espaçonave da Imaginação tem um ar de Enterprise Minimalista, com os arcos entre a cadeira do capitão. Braga é produtor-executivo de Cosmos e como diretor, um dos responsáveis pelo clima da série. A abertura inclusive tem uns toques da abertura de Star Trek Voyager.

neilann

Ann Druyan — Viúva do Sagan, co-autora do Cosmos original, responsável pela seleção das músicas incluídas no disco das Voyagers, produtora de Contato e parceira inseparável de Carl, ela é a Grande Mulher que existe ao lado de todo Grande Homem.

Seth MacFarlane — Assim como Matt Groening, Seth ficou podre de rico fazendo desenhos animados que a internet adora odiar, diz que ninguém vê mas ainda assim rendem rios de dinheiro para a Fox. A ponto de não reclamarem das mensagens liberais que vão contra tudo que Rupert Murdoch, dono da Fox Networks acredita. Claro, Murdoch acredita acima de tudo em dinheiro, e enquanto o dimdim continuar entrando trazido por caminhões, podem continuar sacaneando a Fox à vontade.

MacFarlane é a grande força por trás do projeto, que Ann passou 8 anos tentando produzir. Ele conseguiu convencer a Fox a dar carta-branca para a série. O orçamento do Cosmos original, filmado entre 1978 e 1979, foi de US$ 23,6 milhões em dinheiro atual. Com locações em 30 países duvido que a versão nova tenha custado menos de US$ 100 milhões, e você percebe cada centavo. Uma parte considerável foi em esforços de divulgação (menos da NatGeo HD Brasil, que subiu trailers em resolução porca de 480p).

A estréia, ontem, passou em nada menos que dez canais simultaneamente, com direito a uma introdução feita pelo Presidente Obama em pessoa. O episódio termina com Neil DeGrasse Tyson celebrando Carl Sagan, contando como foi seu primeiro encontro e como sua vida foi mudada por ele.

O grande tema do episódio foi que precisamos pensar grande. Idéias mesquinhas e limitadas são perigosas, pois tendem a querer limitar os outros. Comparar Tyson e Sagan é ser limitado, é ser mesquinho. E não há nada mais mesquinho do que forçar uma competição, quando esse novo Cosmos só existe por causa de um astrônomo judeu do Brooklyn que nos Anos 70 passou o dia conversando com um jovem negro do Bronx, de 17 anos, que queria ser cientista.

Qualquer um que perde tempo discutindo qual é melhor, está deixando de se maravilhar com um Universo grande o suficiente para dois Grandes Divulgadores e dois Grandes Documentários Cosmos. Talvez até três.

Em Contato, também de Carl Sagan, a personagem de Jodie Foster diante das maravilhas do Cosmos, diz que deveriam ter mandado um poeta. O conselho foi ouvido. Cosmos — A Spacetime Odyssey para todos os fins práticos é pura poesia.

Cosmos estréia no Brasil quinta-feira 22 h 30 min no NatGeo. Lá fora passa todo domingo, 21 h, estando disponível também na Locadora do Paulo Coelho.

Relacionados: , , , , , , , , , , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz, Calcinhas no Espaço e Do Tempo Em Que A Pipa do Vovô Subia.

Compartilhar
  • Ratifico os elogios. O duro é esperar a próxima semana.

    • Denis J. Alves

      Verdade. Da vontade de assistir todo dia.

    • Denis J. Alves

      Verdade. Da vontade de assistir todo dia.

  • Houmar Passarelli

    Faz 5 minutos que acabei de assistir o episódio, e definitivamente é fascinante…

  • Houmar Passarelli

    Faz 5 minutos que acabei de assistir o episódio, e definitivamente é fascinante…

  • Houmar Passarelli

    Faz 5 minutos que acabei de assistir o episódio, e definitivamente é fascinante…

  • Assino embaixo. O episódio foi fantástico e como foi dito, a jornada mal começou. 🙂

  • Assino embaixo. O episódio foi fantástico e como foi dito, a jornada mal começou. 🙂

  • adrianosbr

    Vai passar somente no NatGeo SD? Vi a programação do Fox+NatGeo HD e não achei 🙁

    • Josue Andrade Gomes

      Sim, na Macacolândia vai ser só SD.

      • Adriano Garcez

        Não. Vai passar em HD. Acabei de colocar pra gravar na Sky.
        Só estou com medo do que disseram aí, de ser uma versão dublada.

      • Adriano Garcez

        Não. Vai passar em HD. Acabei de colocar pra gravar na Sky.
        Só estou com medo do que disseram aí, de ser uma versão dublada.

      • Adriano Garcez

        Não. Vai passar em HD. Acabei de colocar pra gravar na Sky.
        Só estou com medo do que disseram aí, de ser uma versão dublada.

    • Murilo Cardoso

      A heresia é essa. Passar essas imagens lindas em SD. Putz!

    • Ismael Kenig

      Na NET vai passar no 593 Fox+NatGeo HD. Eu só tô com medo de ser sem opção legendada.

      • Acho pouco provável que passe dublado, mas não descartaria a hipótese de pelo menos um voice-over

      • Acho pouco provável que passe dublado, mas não descartaria a hipótese de pelo menos um voice-over

      • Acho pouco provável que passe dublado, mas não descartaria a hipótese de pelo menos um voice-over

  • adrianosbr

    Vai passar somente no NatGeo SD? Vi a programação do Fox+NatGeo HD e não achei 🙁

  • Cardoso, é um imenso prazer compartilhar esta época contigo e com os leitores desse seu texto: com certeza eu não escreveria uma resenha melhor de Cosmos, isso se eu me atrevesse a escrever uma. :’)

  • Cardoso, é um imenso prazer compartilhar esta época contigo e com os leitores desse seu texto: com certeza eu não escreveria uma resenha melhor de Cosmos, isso se eu me atrevesse a escrever uma. :’)

  • Cardoso, é um imenso prazer compartilhar esta época contigo e com os leitores desse seu texto: com certeza eu não escreveria uma resenha melhor de Cosmos, isso se eu me atrevesse a escrever uma. :’)

  • Cardoso, é um imenso prazer compartilhar esta época contigo e com os leitores desse seu texto: com certeza eu não escreveria uma resenha melhor de Cosmos, isso se eu me atrevesse a escrever uma. :’)

  • W. W. Barros

    Não é remake, não é reboot. Podemos dizer que é uma continuação? Ou uma nova temporada, após um grande hiato.

  • W. W. Barros

    Não é remake, não é reboot. Podemos dizer que é uma continuação? Ou uma nova temporada, após um grande hiato.

  • W. W. Barros

    Não é remake, não é reboot. Podemos dizer que é uma continuação? Ou uma nova temporada, após um grande hiato.

    • Edição revista e ampliada.

      • rntlira

        Agora com équio!

    • Edição revista e ampliada.

  • AnGr4

    Obrigado Cardoso! 🙂

  • Excelente texto. Me identifiquei com cada parágrafo. Obrigado.

  • Excelente texto. Me identifiquei com cada parágrafo. Obrigado.

  • Gustavo Vasconcelos

    Depois de muito tempo, Cosmos parece trazer de volta o espírito de descoberta que fez os coletores/caçadores pisarem em um corpo celeste a 400.000km de distância. A parte final foi sensível. Assumo sem nenhuma vergonha que fiquei com os olhos marejados quando ele falou do encontro com Sagan.

    Uma vez escrevi um texto com a seguinte premissa: lá fora, em algum lugar, uma civilização pode ter descoberto ondas de rádio pouco depois de nós. Essa civilização, mesmo que não saibamos nada dela, pode estar recebendo nossos sinais a décadas, mas nós ainda não recebemos as deles. É possível que exista não só vida inteligente, mas seres que SABEM que estamos aqui. Porque desde que começaram a ouvir o céu, nós sempre estivemos transmitindo.

    Mesmo que seja egoísmo, eu gostaria que os papéis fossem invertidos.

  • Gustavo Vasconcelos

    Depois de muito tempo, Cosmos parece trazer de volta o espírito de descoberta que fez os coletores/caçadores pisarem em um corpo celeste a 400.000km de distância. A parte final foi sensível. Assumo sem nenhuma vergonha que fiquei com os olhos marejados quando ele falou do encontro com Sagan.

    Uma vez escrevi um texto com a seguinte premissa: lá fora, em algum lugar, uma civilização pode ter descoberto ondas de rádio pouco depois de nós. Essa civilização, mesmo que não saibamos nada dela, pode estar recebendo nossos sinais a décadas, mas nós ainda não recebemos as deles. É possível que exista não só vida inteligente, mas seres que SABEM que estamos aqui. Porque desde que começaram a ouvir o céu, nós sempre estivemos transmitindo.

    Mesmo que seja egoísmo, eu gostaria que os papéis fossem invertidos.

  • Roberto José Romano Jr.

    Excelente, Cardoso!

  • Vinicius Zucareli

    *clap clap clap*

  • Suzane Oliveira

    Ótimo texto, Cardoso! O primeiro episódio foi realmente emocionante e você conseguiu passar a importância do trabalho do Sagan e agora a sua continuidade com o Neil.

  • Daniel Araújo

    Isso é um absurdo, como você escreve esse excelente texto falando sobre todo o trabalho pro trás dessa espetacular série e encerra o texto com “estando disponível também na Locadora do Paulo Coelho”. Você está simplesmente desconsiderando todo o trabalho, tempo e dinheiro que as pessoas envolvidas gastaram “sugerindo” uma alternativa ilícita e nojenta para consumir essa excelente obra sem o devido reconhecimento? Poxa Cardoso, corrige isso ai!

    • Como coisa que ninguém iria procurar na Paul Rabbit’s Blockbuster sem o aviso do Cardoso.

    • Como coisa que ninguém iria procurar na Paul Rabbit’s Blockbuster sem o aviso do Cardoso.

    • Se a NatGeo e a Fox passarem Cosmos em HD, posso talvez concordar com parte de seu protesto, mas, mesmo assim, me diga que outra forma PAGA de assistir Cosmos em HD no dia seguinte à exibição original teríamos à disposição?

      Eu pagaria só para assistir um seriado desses no mesmo dia de exibição original, mesmo sem legendas (fiz inglês, então não me é problema), mas não há uma boa opção PAGA disponível no Brasil.

    • Philippe Hardardt

      VAI CHORA?

    • Philippe Hardardt

      VAI CHORA?

    • Aqui está: a partir do dia 20, Cosmos só no NatGeo, em SD e dublado. ht tp:// ww w. ligadoemserie. com. br/ 2014/02/ cosmos-brasil-natgeo/

      Agora eu pergunto: o digníssimo defensor das operadoras de TV por assinatura brasileiras vai defendê-los agora? Pois ao meu ver elas desconsideraram todo o trabalho, tempo e dinheiro que as pessoas envolvidas gastaram disponibilizando uma única opção nojenta para consumir essa excelente obra legalmente.

      Na boa? Leitores, vão todos para a Locadora.

    • Aqui está: a partir do dia 20, Cosmos só no NatGeo, em SD e dublado. ht tp:// ww w. ligadoemserie. com. br/ 2014/02/ cosmos-brasil-natgeo/

      Agora eu pergunto: o digníssimo defensor das operadoras de TV por assinatura brasileiras vai defendê-los agora? Pois ao meu ver elas desconsideraram todo o trabalho, tempo e dinheiro que as pessoas envolvidas gastaram disponibilizando uma única opção nojenta para consumir essa excelente obra legalmente.

      Na boa? Leitores, vão todos para a Locadora.

    • Aqui está: a partir do dia 20 Cosmos só no NatGeo, em SD e dublado. ht tp:// ww w. ligadoemserie. com. br/ 2014/02/ cosmos-brasil-natgeo/

      Agora eu pergunto: o digníssimo apoiador das operadoras de TV por assinatura brasileiras vai defendê-las agora? Pois ao meu ver elas desconsideraram todo o trabalho, tempo e dinheiro que as pessoas envolvidas gastaram disponibilizando uma única opção nojenta para consumir essa excelente obra legalmente.

  • Daniel Araújo

    Isso é um absurdo, como você escreve esse excelente texto falando sobre todo o trabalho pro trás dessa espetacular série e encerra o texto com “estando disponível também na Locadora do Paulo Coelho”. Você está simplesmente desconsiderando todo o trabalho, tempo e dinheiro que as pessoas envolvidas gastaram “sugerindo” uma alternativa ilícita e nojenta para consumir essa excelente obra sem o devido reconhecimento? Poxa Cardoso, corrige isso ai!

  • Já peguei da biblioteca do Paulo Coelho. Pretendo ver ainda hoje, se der 🙂

  • 22h30 no NatGeo em SD, para quem não tem o FOX + NatGeo HD (mesmo horário). Só avisando 🙂

  • 22h30 no NatGeo em SD, para quem não tem o FOX + NatGeo HD (mesmo horário). Só avisando 🙂

  • Vou gravar no Sky HD! Uma pena que depois não tem como exportar isso para uma outra mídia… Me desculpe minha Santa Ignorância, mas o que é a “Locadora do Paulo Coelho”?

    • Saulo Benigno

      Dá uma lida aqui 😉

      http://goo .gl/tMHxvx

      • Felipe Fritzen

        Ahhh, achei que fosse um link mostrando como exportar as gravações da Sky HD 🙁

    • Saulo Benigno

      Dá uma lida aqui 😉

      http://goo .gl/tMHxvx

  • Lucas C.

    Lágrimas viris escorrendo aqui. Fantástico o texto, excelente para começar a noite que vai terminar com eu e minha senhora assistindo o primeiro episódio. A ligação entre Contato e o Tyson ficou ótima, você é f*** Cardoso.

  • Marcio Oliveira

    Para quem não conseguir assistir, já tem disponível o primeiro episódio em 720p em torrent e a legenda em português BR também.

    • Michel

      Impressão minha ou n tem em 1080p?

      • No máximo 1080i. O canal não transmite em 1080p, lá nos EUA

        • Marcio Oliveira

          Obrigado Marcio pela dica, também não achei em 1080p porque não deve ter mesmo.

  • Marcio Oliveira

    Para quem não conseguir assistir, já tem disponível o primeiro episódio em 720p em torrent e a legenda em português BR também.

  • Marcio Oliveira

    Para quem não conseguir assistir, já tem disponível o primeiro episódio em 720p em torrent e a legenda em português BR também.

  • Luis

    Nossa eu via Cosmos quando acordava cedo para ir a primeira comunhão aos domingos.

  • Luis

    Nossa eu via Cosmos quando acordava cedo para ir a primeira comunhão aos domingos.

  • Gradash

    Vi o primeiro episodio no youtube, E muito obrigado Carl, por passar o dia com um jovem negro de 17 anos que sonhava em ser um cientista.

    Foda é sem palavras!

  • Gradash

    Vi o primeiro episodio no youtube, E muito obrigado Carl, por passar o dia com um jovem negro de 17 anos que sonhava em ser um cientista.

    Foda é sem palavras!

  • Gradash

    Vi o primeiro episodio no youtube, E muito obrigado Carl, por passar o dia com um jovem negro de 17 anos que sonhava em ser um cientista.

    Foda é sem palavras!

  • Gradash

    Vi o primeiro episodio no youtube, E muito obrigado Carl, por passar o dia com um jovem negro de 17 anos que sonhava em ser um cientista.

    Foda é sem palavras!

  • Gradash

    Vi o primeiro episodio no youtube, E muito obrigado Carl, por passar o dia com um jovem negro de 17 anos que sonhava em ser um cientista.

    Foda é sem palavras!

  • Gradash

    Vi o primeiro episodio no youtube, E muito obrigado Carl, por passar o dia com um jovem negro de 17 anos que sonhava em ser um cientista.

    Foda é sem palavras!

  • Gradash

    Vi o primeiro episodio no youtube, E muito obrigado Carl, por passar o dia com um jovem negro de 17 anos que sonhava em ser um cientista.

    Foda é sem palavras!

  • Gradash

    Vi o primeiro episodio no youtube, E muito obrigado Carl, por passar o dia com um jovem negro de 17 anos que sonhava em ser um cientista.

    Foda é sem palavras!

  • Lucas Do Prado Polo

    Eu ia elogiar, mas li alguns comentários e apenas faço dos elogios deles também os meus elogios ao texto. Meus parabéns.

  • Lucas Do Prado Polo

    Eu ia elogiar, mas li alguns comentários e apenas faço dos elogios deles também os meus elogios ao texto. Meus parabéns.

  • Lucas Do Prado Polo

    Eu ia elogiar, mas li alguns comentários e apenas faço dos elogios deles também os meus elogios ao texto. Meus parabéns.

  • Lucas Do Prado Polo

    Eu ia elogiar, mas li alguns comentários e apenas faço dos elogios deles também os meus elogios ao texto. Meus parabéns.

  • Lucas Do Prado Polo

    Eu ia elogiar, mas li alguns comentários e apenas faço dos elogios deles também os meus elogios ao texto. Meus parabéns.

  • Lucas Do Prado Polo

    Eu ia elogiar, mas li alguns comentários e apenas faço dos elogios deles também os meus elogios ao texto. Meus parabéns.

  • Lucas Do Prado Polo

    Eu ia elogiar, mas li alguns comentários e apenas faço dos elogios deles também os meus elogios ao texto. Meus parabéns.

  • an_drade

    O primeiro episódio realmente foi muito bom. Eu compartilho da idea de continuação, continuidade. Eu confesso que chorei quando Tysson contou sobre seu encontro com Sagan em Cornell. E Tysson sonhou, trabalhou e agora tem um grande legado para honrar. Essa é justamente a ideia: continuar o legado e inspirar mais jovens.

    Seu texto foi bom Cardoso, mas como o último, preciso descordar da frase “Ciência é colaboração, não competição.” Eu a colocaria como “Ciência deveria ser mais colaboração e menos competição.”

    • OverlordBR

      Acho que Ciência é 50% de ambos: colaboração e competição.
      Digamos, que o melhor seria algo como uma “competição amigável”. 🙂

      Ainda não vi o primeiro episódio… mas já tá marcado para gravar: QUINTA, 13/04/2014, 22h30
      Site da série: www. natgeo . com . br/br/especiais/cosmos/

    • OverlordBR

      Acho que Ciência é 50% de ambos: colaboração e competição.
      Digamos, que o melhor seria algo como uma “competição amigável”. 🙂

      Ainda não vi o primeiro episódio… mas já tá marcado para gravar: QUINTA, 13/04/2014, 22h30
      Site da série: www. natgeo . com . br/br/especiais/cosmos/

    • OverlordBR

      Acho que Ciência é 50% de ambos: colaboração e competição.
      Digamos, que o melhor seria algo como uma “competição amigável”. 🙂

      Ainda não vi o primeiro episódio… mas já tá marcado para gravar: QUINTA, 13/04/2014, 22h30
      Site da série: www. natgeo . com . br/br/especiais/cosmos/

  • Daniel Presser

    Achei o episódio sensacional, exceto pela parte do Giordano Bruno. Não acho que o sujeito é um bom exemplo de questionador, afinal, ele não era cientista e não chegou ao heliocentrismo por questionar e observar a natureza (e nem foi morto por isso). Questionar o ~mainstream~ qualquer Giorgio Tsoukalos consegue fazer…
    Não é algo que, na minha opinião, comprometa o episódio, pois deixam claro que ele não era cientista e tal… Mas ainda acho que podiam ter escolhido melhor pro nível da empreitada.

    • Jorge Dias

      Oi Daniel Presser. Realmente Bruno não era cientista, mas fez pela ciência questionamentos que grandes cientistas não fizeram. Sua inquietude revela que se ele era, no fundo de seu ser, um questionador e, se ser cientista é questionar a realidade para descobrir a verdade, o que era, então, Giordano?
      Abraço!

      • Daniel Presser

        Copérnico era da mesma época e fez os mesmos questionamentos sobre o geocentrismo, mas fez isso com base na observação da natureza, e não através de sonhos ou revelação divina, como fez o Giordano Bruno.

        A história do Giordano Bruno cairia bem ao falar da história da religião, sobre como a Igreja tratava seus dissidentes e os hereges.
        Mas pra falar da história da ciência tem gente que se encaixaria melhor (embora eu não consiga lembrar de nenhum que tenha sido queimado pela Inquisição).

    • Jorge Dias

      Oi Daniel Presser. Realmente Bruno não era cientista, mas fez pela ciência questionamentos que grandes cientistas não fizeram. Sua inquietude revela que se ele era, no fundo de seu ser, um questionador e, se ser cientista é questionar a realidade para descobrir a verdade, o que era, então, Giordano?
      Abraço!

    • Achei a parte do Bruno longa demais.

      Uma impressão que tive vendo o episódio é que parecem focar demais no visual e nas cenas em computação. Um dos pontos positivos do Cosmos original era Carl Sagan sempre na tela conversando, explicando as coisas para o espectador. Não estou querendo comparar. Estou torcendo que não pequem pelo excesso.

  • Marcio Oliveira

    Meu comentário foi excluído, não entendi.. =/

  • Marcio Oliveira

    Meu comentário foi excluído, não entendi.. =/

  • Rafael Goulart de Oliveira

    Não é verdade que Giordano Bruno acertou sua premissa apenas por sorte:

    Bruno foi um homem extraordinário, trazendo ao mundo conceitos científicos que estavam muito além de seu tempo – como um universo infinito; ou a existência de outros mundos habitados – os quais derivaram largamente dos princípios herméticos. Mas eles também sustentaram sua campanha por uma reforma das raízes e fundamentos da sociedade – que incluíam religião e política.

    Bruno acreditava que o Hermetismo representava a verdadeira religiãoBruno acreditava que o Hermetismo representava a verdadeira religião, a sabedoria do antigo Egito que havia sido corrompida, primeiramente pelos judeus e cristãos. Mas os próprios livros herméticos profetizavam que a “verdadeira religião” do mundo seria um dia restaurada, e Bruno acreditava que isto se aplicava ainda ao seu tempo [6]. Isto causaria, ele acreditava firmemente, ao menos uma reforma radical na Igreja Católica – senão sua substituição completa.

    É neste momento que nos pegamos gritando “eles estão atrás de você!” para Bruno. Certamente havia apenas um caminho onde sua paixão pelo Hermetismo poderia acabar? Apesar de seu destino ter sido tão previsível, Bruno tinha razões para crer que poderia escapar dos incendiários homicidas da Inquisição. Apesar de tudo, ele era famoso, desfrutando do patrocínio e proteção de nobres como Elizabeth I, Henri III da França e até mesmo do Sagrado Imperador Romano Rudolph II. Nestas circunstâncias, ele pode ser perdoado por se imaginar em perfeita segurança.

    Mas Bruno não era apenas um filósofo errante com uma boa lábia para convencer monarcas e imperadores. Ele também era um militante político. Durante suas viagens pela Europa nos 1580s e início dos 1590s, ele estabeleceu uma sociedade secreta, os Giordanos – ele era bom em autopromoção desavergonhada – para continuar com seu trabalho e campanha pela reforma religiosa. Rumores sobre tal história devem ter tido um efeito similar a cutucar o Papa com um ferrete (de marcar gado). Agora não havia mais a menor chance do Vaticano continuar a ignorar Giordano Bruno.

    A crença de Bruno na iminência da era do Hermetismo era também derivada de uma interpretação especial do heliocentrismo, a teoria proposta pelo cânone polonês Nicolau Copérnico cinco anos antes do nascimento de Bruno, e ainda furiosamente controversa. Copérnico teorizou que a Terra gira em torno do Sol em Da Revolução das Esferas Celestiais, de 1543 – mas qual foi sua inspiração? Uma pista pode ser encontrada na mesma página onde seu famoso diagrama demonstra sua visão radicalmente inovadora do Sistema Solar. Quatro linhas após, enquanto discute o significado espiritual do Sol ao centro, ele explicitamente referencia a passagem da Hermética onde Hermes Trimegisto descreve o Sol como um “deus visível”.

    De fato todas as noções radicais de Copérnico estão descritas nos livros do Hermetismo. Por exemplo, um dos tratados fala explicitamente sobre a “rotação” do mundo. Ainda mais sugestivo, outro tratado declara que “o Sol está situado no centro do Cosmos, usando-o como uma coroa”, e “Em volta do Sol estão seis esferas que lhe são dependentes: a esfera das estrelas fixas, as esferas dos planetas, e a esfera que engloba a Terra” (“Esferas” correspondem a “órbitas”).

    Ao referenciar explicitamente os tratados herméticos na mesma página em que apresenta sua nova ordem cósmica, Copérnico estava tacitamente anunciando que encontrou provas físicas e matemáticas para alguns dos antigos princípios da Hermética.

    Outro mito acadêmico diz que as ideias de Copérnico enfureceram tanto a Igreja que ele postergou a publicação de suas ideias até que estivesse no leito de morte, assim evitando a ira eclesiástica. Porém, o Vaticano não tinha problemas teológicos com elas – o secretário do Papa chegou a tentar encorajar Copérnico a tornar suas ideias públicas. Entretanto, quando chegamos ao processo eclesiástico contra Galileu, cerca de 70 anos depois, alguma coisa havia mudado…

    uma mudança na percepção humana da ordem celeste iria precipitar a mudança de eraBasicamente, tudo se referia a Giordano Bruno, que – se baseando no famoso princípio hermético do “assim em cima, assim embaixo/assim embaixo, assim em cima” – não apenas acreditava que mudanças nos céus causavam ou se refletiam em mudanças na Terra, mas também que uma mudança na percepção humana da ordem celeste iria precipitar a mudança de era. Ele argumentava que se o heliocentrismo pudesse ser estabelecido além da dúvida, isto iria literalmente acarretar numa nova era de iluminação hermética, restaurando a religião do Egito antigo e derrubando o Cristianismo [7]. Até agora, nenhuma pressão em Galileu.

  • daslec

    Há uma menção errada. Em nenhum momento Carl Sagan necessita ser corrigido. O lançamento da série Cosmos, em DVD, traz de volta Sagan, já velho, onde ele corrigi o que havia errado antes, assim como traz novas informações que, na época da produção da série Cosmos, não se tinha. Desta forma, dizer que essa nova série vai corrigir algo é pura falácia. Tudo já foi corrigido.

  • daslec

    Há uma menção errada. Em nenhum momento Carl Sagan necessita ser corrigido. O lançamento da série Cosmos, em DVD, traz de volta Sagan, já velho, onde ele corrigi o que havia errado antes, assim como traz novas informações que, na época da produção da série Cosmos, não se tinha. Desta forma, dizer que essa nova série vai corrigir algo é pura falácia. Tudo já foi corrigido.

    • Não, não foi, lamento. Cosmos por exemplo não cita Matéria Escura, e só especula sobre planetas extrasolares. A primeira nem existia como conceito na época, os segundos eram meramente teóricos. Mesmo conceitos de Evolução apresentados em Cosmos foram aprimorados.

    • Não, não foi, lamento. Cosmos por exemplo não cita Matéria Escura, e só especula sobre planetas extrasolares. A primeira nem existia como conceito na época, os segundos eram meramente teóricos. Mesmo conceitos de Evolução apresentados em Cosmos foram aprimorados.

    • Não, não foi, lamento. Cosmos por exemplo não cita Matéria Escura, e só especula sobre planetas extrasolares. A primeira nem existia como conceito na época, os segundos eram meramente teóricos. Mesmo conceitos de Evolução apresentados em Cosmos foram aprimorados.

  • Fellipy Silva

    Espetacular o texto Cardoso. Me identifiquei bastante com suas palavras.
    Carl Sagan deve estar orgulhoso por saber que seu legado está sendo difundido de maneira primorosa. :,)

  • Fellipy Silva

    Espetacular o texto Cardoso. Me identifiquei bastante com suas palavras.
    Carl Sagan deve estar orgulhoso por saber que seu legado está sendo difundido de maneira primorosa. :,)

  • :)

    Unica coisa que eu não gostei, foi que esse EP é uma introdução a serie, e entendo que essa foi a melhor escolha pq não é s02 do cosmos do sagan…

  • Gercino Júnior

    Pura poesia. Quando assisti Contato pela primeira vez foi uma sensação que não sei expressar. Poucos dias depois fui em um loja e comprei uma luneta. começou assim minha breve fase de astrônomo hobbysta.

    Esse texto me fez relembrar minha adolescência e o quanto me divertia olhando Júpiter e suas luas.

    Obrigado Cardoso, por nos presentear, através do meiobit, com textos que divulgam a ciência do jeito que só você sabe fazer.

  • Gercino Júnior

    Pura poesia. Quando assisti Contato pela primeira vez foi uma sensação que não sei expressar. Poucos dias depois fui em um loja e comprei uma luneta. começou assim minha breve fase de astrônomo hobbysta.

    Esse texto me fez relembrar minha adolescência e o quanto me divertia olhando Júpiter e suas luas.

    Obrigado Cardoso, por nos presentear, através do meiobit, com textos que divulgam a ciência do jeito que só você sabe fazer.

  • Pingback: Nas margens do Oceano Cosmico, eu sentei e chorei » Ceticismo.net()

  • OverlordBR

    E a turminha republicana já começou a boicotar Cosmos. 🙂
    Numa entrevista do Seth MacFarlane no programa do Bill Maher, foi dito que uma subsidiária da FOX em Oklahoma “cortou” a parte onde o

    Neil deGrasse Tyson falava como os ancestrais dos seres humanos evoluíram para bípedes. A tal Fox Oklahoma ligeiramente trocou para comerciais ao invés de passar esta parte.

    Disseram eles que foi uma “falha técnica”. 😉

  • Pingback: Total Eclipse of the Lua — de 14 pra 15 de abril, não perca!()

  • Pingback: Projeto 214 – Março 2014 | Sobra muita falta()

  • GUL DUKAT

    DIZER QUE BRUNO ACERTOU POR PURA SORTE É RIDICULO.

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis