E o Brasil perde para a Argentina…

Calma, pessoal, a culpa não é do Dunga. Saiu o relatório Special 301 da International Intellectual Property Alliance (IIPA), mostrando um panorama da pirataria de produtos estadunidenses pelo mundo afora.

Qual não foi minha surpresa ao constatar que a Argentina está no rol dos países que mais… digamos… consomem produtos alternativos. A lista começa com o Canadá ( ! ) e passa por Rússia, Israel, México, Argentina e por aí vai. A China aparece no décimo quarto lugar. Notou algo estranho? Eu também. Como é possível que o supermercado-pirata-oriental apareça depois da Argentina?

A resposta está na metodologia: a IIPA calculou a perda, devido à pirataria, por habitante. Como a China tem, literalmente, bilhões de pessoas, apareceu depois do Canadá.

O curioso é ver que o Brasil está bem atrás… enquanto esses países estão classificados na “Priority Watch List”, o Brasil vem na “Watch List”. O relatório destaca ainda os pontos favoráveis na luta verde-amarela contra a falsificação e aponta o que deve ser melhorado.

Outras duas coisas chamaram a atenção: a “indústria do copyright” já exporta mais que a de veículos. Não é de se estranhar a enorme preocupação da administração Bush. E o relatório não fala nada sobre as falsificações no território estadunidense. Será que todo mundo lá paga os US$ 25,00 por DVD? Ninguém usa BitTorrent? Que a pirataria é um flagelo, todo mundo concorda. Mas usar esses dados como arma em rodadas de negociação, esquecendo o problema dentro de casa, aí, como dizia meu avô, “… na minha terra, isso tem outro nome…”.

[via Dailytech]

Autor: Marcellus Pereira

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples