Microsoft anuncia Tablets Surface e cria categoria de MacBook Air Killer

surface2

Ontem a Microsoft cometeu a Suprema Heresia, mas tal como um padre com boas conexões, saiu ilesa e com uma perspectiva promissora, traumatizando os menorzinhos no processo, mas assim é a vida, tanto eclesiástica quanto corporativa.

Ela também provou que consegue manter um nível de segredo digno da Apple, mesmo sem agir de forma tão antipática e antissocial com a imprensa. A excitação era palpável (epa!) entre os participantes da coletiva, e não transmitir streaming do evento funcionou como multiplicador da ansiedade. É uma sacanagem com quem está de fora, mas funciona.

A heresia, como toda boa heresia dependendo do ponto de vista nem é tão herética assim, mas para outros foi uma facada nas costas, só que de frente, pois era esperado: a Microsoft anunciou uma linha própria de tablets. Não uma plataforma de referência, não um sistema operacional, não algo a ser vendido em OEM como a Intel faz, mas um tablet Microsoft, mesmo, na lata.

O nome? Surface. EXCELENTE, já tem a associação com aquele Mesão do Mal que todo mundo quer ter mesmo sem saber muito bem pra quê, não sofre piadinhas como foi a encheção de saco dos microfags “mimimi iPad é absorvente” e efetivamente SIGNIFICA ALGUMA COISA, ao contrário de Sdruvs Tablet 2000 Kaplow Acer 500, ou coisa semelhante.

surface3

Quais as implicações? Não estavam previstos vários tablets Windows? A Microsoft não estaria comprando briga com quem fabrica o hardware que roda seus sistemas operacionais? Não seria o maior tiro no pé do ano?

Não. A área de telefonia está encaminhada. Mesmo que HTC e Samsung resolvam retaliar e acabem com seus Windows Phones, a Microsoft tem seu plano B, a Nokia, bem guardado. E NÃO VÃO retaliar. Empresas não dão piti como fãs do Restart contrariadas. A Samsung Mobile odeia a Apple com todas as suas forças enquanto sua divisão de semicondutores vende alegremente todos os processadores que consegue produzir, indo diretamente para iPads e iPhones.

É claro que devem estar fulos nas caças, mas assim como no futebol e na casa do Tufão, quem não faz, leva, e ninguém está fazendo. Tirando os Galaxy Tabs, não existe nenhum tablet relevante fora iPad, e mesmo no caso do Tab, o Android é reativo, não pró-ativo. As pessoas conhecem apps no iPad e perguntam “tem pra Android”? E não o contrário. Não há nada lançado originalmente no Android que provoque inveja e desejo no iOS.

Se o Mercado não conseguiu transformar os tablets Android em uma realidade, qual incentivo teriam para adicionar um novo concorrente na jogada? Será que uma Samsung da vida daria para um Tablet Windows o mesmo cuidado e atenção que dá para seu carro chefe?

A Microsoft percebeu que isso seria péssimo, que esses tablets Windows 8 teriam o mesmo destino do Windows CE e do Windows Mobile, onde qualquer fabriqueta chinesa vagabunda lançava um aparelho compatível, a experiência de uso era um lixo, e queimava junto a marca da Microsoft.

Portanto, faz todo o sentido do mundo e (chupem, haters) eu estava absolutamente certo ao prever que o altíssimo custo do licenciamento do Windows 8 RT era uma forma de dissuasão, manterá os tablets vagabundos longe do sistema, evitará que Tablet Windows seja associado a qualquer porcaria, como aqueles Androids de R$ 300,00 que vendem em supermercado.

Dois Tablets?

Yes, Virgínia. mas desta vez não é o Surface Home, Surface, Professional, Surface Start, Surface Ultimate, Surface enterprise… desta vez é um Surface rodando Windows 8 RT e outro rodando Windows 8 Full.

“Mas mas mas é um tablet!”  sim, e se você quer um tablet você pega a versão ARM, rodando Windows RT, e use como usa seu iPad. O outro só parece um tablet. Ok, funciona como tablet, também tem a Interface Metro, mas vai muito, muito além.

Rodando Windows 8 Full, o tablet terá um processador quaddual-Core i5 (melhor que o meu desktop) e até 128 GB de SSD, invadindo o terreno dos ultrabooks, mas mantendo o formato tablet. Isso significa acesso a toda a biblioteca Windows x86 E a tudo que for desenvolvido para Windows RT, pois o Windows 8 rodará nativamente aplicações Metro.

Surface by Microsoft

ISSO é algo que a Apple não faz. Você simplesmente não pode usar as Apps de seu iPad no MacBook. Há um enorme Muro de Berlin entre os dois sistemas. A portabilidade do MacBook Air de 11 polegadas, excelente, diga-se de passagem, existe no âmbito de um notebook, não de um tablet.

O Microsoft Surface quebrou esse paradigma (também uso clichês, viu?) e criou uma nova categoria de produto, que só existe por causa das características híbridas do Windows 8.

Idéias Chiques

A Microsoft deu destaque à capa-teclado, uma idéia excelente, que a Apple deveria ter tido, aliás. Destacável e magnética (todo mundo queria saber isso) a capa é um teclado iluminado, multitoque e com uma área de touchpad, afinal em modo Windows Desktop você precisa de mouse.

tecladosurface

Um acelerômetro na capa desliga o teclado quando ele está dobrado, e acho apenas lógico especular que se você quiser um teclado de verdade, é só usar um via Bluetooth.

Por enquanto a Microsoft falou pouco sobre o hardware, é seguro afirmar que o projeto ainda está em desenvolvimento, Foi dada ênfase na case de Magnésio, no design pensando em detalhes, refrigeração e até nos parafusos. Sim, para desespero de Steve Jobs o Surface tem parafusos.

O bicho é danado de bonito, isso tenho que reconhecer, mesmo eu não gostando de tablets 16:9.

surface4

A versão Pro vem com algo muito chique: Digitalizador duplo. A tela tanto reconhece dedo quanto reconhece caneta, com sensor de pressão, assim você pode usar seu Surface como um caríssimo tablet de desenho, sem comprometer a facilidade de meter o dedão nos botões.

Ele também tem um (questionável) suporte traseiro. É lindo, 3 mm de espessura, mas viola a regra de Clarke de que uma máquina não pode ter qualquer parte móvel. EU acho que o potencial de quebrabilidade desse tipo de peça não compensa o benefício. Felizmente é só não usar.

A Dura Realidade

Vamos aos specs, que são tão importantes no mundo off-iPad:

Surface Windows RT

  • processador: nVidia Tegra (ARM);
  • peso: 676 gramas;
  • espessura: 9,3 milímetros;
  • tela: 10,6 polegadas, 1366×768, ClearType, touchpad capacitivo. CHUPA Android de R$ 270 em 12x no carnê;
  • bateria: 31,5 Wh;
  • portas: micro-SD, USB 2.0, Vídeo Micro HD , Antena 2×2 MIMO, seja lá o que for isso;
  • software: Windows RT + Office Home & Student 2013 RT;
  • acessórios: Touch Cover, Type Cover, VaporMg Case e Stand;
  • armazenamento: 32 GB / 64 GB;
  • disponibilidade: “por volta” do lançamento do Windows 8;
  • preço: Ninguém sabe, só chutando.

·  
Surface Windows 8 Pro

  • processador: Intel Core i5 (Ivy Bridge);
  • peso: 903 gramas;
  • espessura: 13,5 milímetros;
  • tela: 10,6 polegadas, 1920×1080, ClearType Full HD (1080p) com Touchpad capacitivo;
  • bateria: 42 Wh;
  • portas: micro-SDXC, USB 3.0, Mini DisplayPort, Antena 2×2 MIMO;
  • software: Windows 8 Pro;
  • acessórios: Touch Cover, Type Cover, VaporMg Case, Stand, Pen com Palm Block;
  • armazenamento: 64 GB / 128 GB;
  • disponibilidade: três meses depois do lançamento do Windows 8;
  • preço: ninguém sabe mas acho que vai ser caro bagarai.

·  
O resto você encontra nos outros 37.432.478.324 blogs de tecnologia por aí que adoram repassar ficha técnica e discutir quandos sdruvHerts tem cada núcleo do processador…

As 4 Telas

4telas

O mundo hoje pode ser dividido em 4 telas: Gryffindor, Ravenclaw, Hufflepuff e Slytherin PC, Tablet, Smartphone e TV. Não existem mais isoladas e não há um fluxo claro de informação entre elas. Algo feito no celular influencia o que está passando na TV, que por sua vez gera reações no tablet.

O grande desafio é oferecer essa experiência integrada, hoje ela é fragmentada, os usuários acabam criando as soluções, que ficam meio capengas. Twitter é ótimo para comentar novela mas enche o saco de quem não vê novela, ao mesmo tempo capturar um frame e compartilhar envolve tirar fotos ou acionar programas de TV Digital no PC, algo que não dá para ser feito de forma espontânea e não-planejada.

Com o conceito de SmartGlass, a Microsoft se propõe a oferecer essa experiência integrada, tornando PC, TV, Celular e Tablet parte de um todo.

“Mas mas mas Microsoft não faz tv”

Nem vai fazer, e é pelo mesmo motivo que duvido que a Apple faça uma também. TV é lixo. Qualquer fabriqueta faz TVs em quantidades literalmente industriais, a margem de lucro é mínima e ninguém troca de TV exceto se for extremamente necessário. As pessoas preferem adotar Loki a adotar SmarTVs e TVs 3D.

A Microsoft faz algo muito melhor do que TV, ela faz XBOX. O objetivo é que ele se torna a única solução de conteúdo nas salas, e as operadoras de canais transmitirão via streaming, o que é pouca diferença do que já fazem. E pagando bem, que mal tem?

Um desktop parrudo com sua coleção de músicas, um Netflix da vida com seus filmes, um tablet compartilhando informação rica sobre o conteúdo e um smartfone para tuitar a respeito. Sim, o Futuro usará muitas baterias.

Com o Surface a Microsoft detém controle sobre as 4 telas. A Apple só possui 3, falta a TV. A Apple TV é muito legal e tchuns mas ninguém usa. Parece que venderam no total uns 2 milhões de unidades. No último WWDC nem citaram a coitada. É um hobby da Apple, e continuará sendo. NINGUÉM consumidor normal comprará nada para “incrementar a TV”.

A estratégia da Microsoft foi entubar o XBox de forma subversiva, como videogame, e depois transformá-lo em central de mídia e conectividade. Até hoje o racional das pessoas na hora de comprar o XBox é que “videogame faz sentido”. mesmo que passem a maior parte do tempo vendo Netflix e ESPN.

Esse tablet já cumpriu sua função. Mesmo que não venda nada, mesmo que seja um fracasso (coisa que não acredito) o Surface atiçou a concorrência. Neste momento a Apple provavelmente está decidindo se irá saltar uma ou duas gerações no próximo iPad, e no mínimo irá revisar a possibilidade do OSX rodar aplicações iOS.

E por isso, (kibando uma piada do Twitter) se vivo fosse Bill Gates estaria orgulhoso.

Relacionados: , , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz e Calcinhas no Espaço.

Compartilhar
  • Ailson Junior

    Há tá! Essa frescura toda por mais um tablet e ainda por cima rodando windows, rapá será possível essa empresa não faz nada de relevante só cópia, e o que é pior mal feita. Tablet 16:9 é esquisito e esse sistema com esse monte de quadrado e retângulo na tela é realmente “quadrado” e ainda por cima sem pronta entrega e muito menos preço. Tá querendo criar mais um ecossistema desculpe não preciso só os incautos para aceitarem uma bomba dessas.

    • Vinícius Ribeiro

      Prazer, incauto.

    • Huahauahuha! Viu? já tá dando certo!

    • eduardo souza

      hauhauha ” esse sistema com esse monte de quadrado e retângulo na tela é realmente “quadrado” ”

      applebitch detected.

      • Ailson Junior

        Rapá na boa não sou “fanboy” de nenhuma empresa, agora ser fanboy da MShit é lamentável. Sei que o trocadilho “quadrado” foi ridículo, tão ridículo quanto esse tablet com sistemeco embutido. Vai meu filho vai ser gouche na vida.

    • Obvious troll is tedioso…

    • Nunca usou e já presume que é ruim.

      applebitch detected (x2)

  • luizalbertotj

    Excelente texto. Finalmente alguém que entendeu realmente a estratégia da Microsoft. Clap, Clap, Clap!!

    • Aliás, o Surface com x86 é e não é um MacBook Air Killer. Achei bem interessante, pois você tem um PC completamente funcional sem precisar carregar um trambolho de 2 Kg, e não é algo estilo “siga o mestre” que os ultrabooks são. E será lançado justo no momento que a Apple atualizou a linha mandou o preço dos Air lá pras cucuias, igual ou menos de R$3.000 aqui no Bananão vai vender bem.

      • Humberto Henrique

        Se for um preço decente, e não 10 mil reais (lol será q alguém compra?) c certeza tem mta chance. Veremos.

        • Cara… acredito que para “adentrar” no mercado, a estratégia de MS vai ser de preço baixo. Então pode esperar preço baixo (digo lá fora, aqui só deus sabe).

      • Rodrigo Moura

        O Surface é o melhor TABLET no momento, Hardware superior, mais conectividade, e maior porder de gerar conteudo MS OFFICE, fora o teclado fodastico!!! Em fim a MS fez algo digno do seu nome.

        • A versão x86 é um PC disfarçado de tablet. Agora a versão com processador ARM, bem, essa sim é um tablet na essência, tanto pela arquitetura quanto pelo peso reduzido.

    • Até fiquei empolgado com a MS.

    • Exato!

  • legal ver que um futuro de integração multimídia está se delineando.

  • wobwobwob

    Tanto erro junto. Core i5 quad core? Não existe i5 quad core mobile. Galaxy Tab lider dos tablets android? Nope, é o Transformer. E acham mesmo que a Apple ainda não pensou nisto? Já havia rumores de OS X em ARM há muito tempo, não haverá uma convergência deste tipo durante alguns anos. Como bónus, já há um teclado da logitech que faz o mesmo para iPad, só não tem trackpad.

    • O líder dos tablets Android é o Kindle Fire e algum Galaxy Tab, não um tablet xexelento da Asus (ou Motorola) com GPU porcaria da nVidia… ;¬)

      • o asus transformer até o lançamento do fire foi o tablet android mais vendido e se tu usar um vai ver que é o MELHOR tablet android disparado…

    • Acho uma boa a transição tecnológica computador –> tablet, em vez das tentativas de trazer tecnologia mobile aos computadores. A graça dos dispositivos móveis é que eles trazem a mobilidade a aquilo que gostamos nos computadores, e criou um nicho onde nasceu muita coisa bacana. Se tudo convergir será perfeito!

  • Melhor texto sobre a Surface que eu li. Eu fiquei ainda mais doido pela Surface Pro, acho que tem grande potencial. Espero MUITO que dê certo. E as OEM’s não tem do que reclamar: se fizer sucesso, vai ter mais gente desenvolvendo pra Windows 8 – o que vai tornar ele mais conhecido e desejado.
    Provavelmente vai ter quem não goste da Surface e/ou queira uma alternativa diferente e/ou mais barata que a MS não vai fazer, aí que entra as parceiras lá.
    Sei lá, só espero que seja vendido no Brasil. Já vou separando meu rim aqui pra comprar um…

  • Renan teixeira

    Legal que a Microsoft tenha inventado um tablet com capacidade de vim a ser no futuro um substituto do PC. O teclado faz todo o sentido para quem precisa trabalhar com textos longos( escritores , programadores e etc.). Só por esse aspecto eu espero que MS consiga moldar uma tendência. E acredito que um dos motivos de ter lançado o tablet foi a tentativa de moldar um mercado de tablet mais para o lado do desktop que a Microsoft já conseguiu sucesso , do que para o lado do celular, como ta acontecendo atualmente. Não deve ser barato , mais para muita gente vai sair mais interessante comprar esse tablet do que um computador por exemplo.

    • Acho que substituir o PC ainda vai demorar muito… pelo menos não com isso. Você ainda precisa do PC para executar programas realmente pesados, editar arquivos grandes, você precisa de um HD grande, ou seja, acho que isso não muda nada em relação a situação atual… Também falavam que os tablets iam matar os PCs, mas eles ainda estão por ai.

      • Pedro Lamarão

        Que programas realmente pesados são esses que As Pessoas(r) estão rodando?

        • Na área profissional eu digo em relação a usar Adobe Creative Suite, usar Autocad, editar fotos, vídeos etc. Mas claro, é um pedaço menor do uso.

          Mas dai entramos na questão dos vários programas que as pessoas abrem ao mesmo tempo, por exemplo, abrir navegador com várias abas, abrir player de música, ver vídeo no youtube, abrir aplicativo de messenger, etc…

          Sem contar aqueles usuários que vão querer instalar jogos, baixar músicas, etc…

          Não sei não, ele pode ser muito bom para as pessoas usarem, inclusive eu adoraria ter um. Mas é pretensão demais dizer que vai substituir o que temos hoje como computador pessoal.

          • Discutível. Tb perguntaram ao Woz por que pessoas comuns iriam querer computadores. Na época não fazia sentido, o que pode servir de atenuante. Este pode não ser o que substituirá a computação pessoal, mas acho que é o início. Mas, sim, ele pode substituir o computador de muita gente. Tem gente que usa até Positivo como substituto de computador pessoal. 😉

          • Sander Manzoli

            Esses mesmos programas rodam com processador 50x mais lentos e HDs 10x mais lentos que os que estarão no surface… i5 ivy arrebenta… e vc disse editar fotos??? rsrsrs isso até um Celeron, Atom ou qquer nojeira destas faz muito bem.

            Quero ver se terá uma gpu a parte…

          • Editar foto profissionalmente eu me refiro. Por mais ‘pro’ que seja esse Surface, quero ver ele trabalhar com photoshop editando foto em RAW ou mesmo editando qualquer porcaria em um Premiere.

            Veja bem, não estou dizendo que o Surface é ruim, ele é ótimo, ótimo computador… mas pelo preço que ele provavelmente vai vir, vai ser um produto de nicho, assim como os Macbooks são.

          • Abrir várias coisas ao mesmo tempo pode ser problema?

            Que é isso!!!

            isso é um i5 IVY BRIDGE com SSD… pelo amor de deus…

            Tão muito acostumados mesmo com Ipad…

          • Desculpe, mas tirando os jogos, eu faço o resto no meu galaxy tab (navegador com várias abas, youtube, música, torrent e messenger)

      • Renan teixeira

        Isso é fato que por enquanto não, mais os processadores estão avançando muito (principalmente a Intel que conseguiu amenizar o gráfico gasto de energia potência um trunfo sobre os ARM’s) e a proposta da Microsoft é tentar faze o tablet te atender ao máximo ,ou pelo menos isso é que entendi com o lançamento desse tablet com usb e teclado, talvez próximas versões ou se caso a concorrência também entender a direção, e tome a mesma direção teremos hardwares mais parrudos. E mais próximo da proposta do desktop.

        Para muitos já se tornou realidade uma possível substituição, por exemplo para quem é escritor ou tem tarefas que exijam pouco ou quase nada da maquina, mais não usavam tablet por seu desconforto de digitar.

        Quanto a HD. Acredito que a porta usb ajuda com esse problema e seja a melhor solução pois permite que o tablet possa ser usado como um dispositivo móvel e no caso necessite e esteja em um lugar mais preparado como uma mesa pode se usar hd externo sacrificando a mobilidade ou outros periféricos .

        • Sim, depende do uso, mas acho que ainda é muito cedo para dizer que esse tablet com teclado vai matar os computadores. Com iPad foi a mesma coisa.

      • Substituir não sei se vai, mas esse Tablet é mais forte que meu pc do trabalho, e olha que sou programador e faço tudo no bicho, acho que tem futuro, eu ao menos vou arriscar…

        • Sim, com certeza, mas depende muitos mais dos usuários em geral. Realmente é um computador muito bom 🙂

        • Humberto Henrique

          Geralmente pc trabalho = lixo, sei como é rodar eclipse nessas carroças.

      • Olha, com um Core i5 e 128GB de SSD, o único limitador como substituto do PC de uso cotidiano é o monitor (10.6″).

        • Em teoria sim, não prática não sei. Tu vai instalar um jogo hoje em dia é 10 gb. 128 parece pouco para o uso comum.

          Acho que ele é ótimo para servir como um complemento ao computador, assim como os tablets que já temos, mas não para substituir o computador, só isso.

          • Na verdade o principal aí não é substituir o “computador” mas passar a ser sinônimo. Não que desktops e notebooks deixarão de existir, mas que um bicho desses vai ser “apenas” um notebook mais portátil. Tempos atrás computador era só desktop, notebook era notebook. Hoje muita gente compra notebooks em substituição ao desktop, mas o desktop ainda é bastante utilizado. Convenhamos, quem gosta de jogar no pc sabe que mesmo um notebook só dá conta de jogos mais leves e não atuais. Mas não acho que um bicho desses vá engasgar com navegador e algumas abas + player de música aberto. Depende muito de sua memória, claro, mas i5 provavelmente vem com o chip gráfico intel integrado. Como disse, à exceção da tela e espaço em HD (tenho 250, mas com uns 90 livres), esse bicho é mais potente que meu pc atual, e faço muita coisa nele, menos jogar (só antigos). Se der pra colocar um teclado e mouse bluetooth, quando trocar de notebook vou de surface!

          • Pois é, faz sentido. Sem contar que o fato de ser SSD torna tudo mais leve, já que transfere dados muito mais rápido. Eu não sei se trocaria meu computador atualmente por isso, mas com certeza essa mobilidade é ‘tendência’, não sei dessa forma, porque ainda é mais prático usar um iPad na maioria das vezes.

          • Se existe Need 4 Speed para iPad, por que este aparelho não pode rodar um jogo? Basta que seja feito pra ele, ué.

          • Sim, mas adaptado para o iPad porque tem milhões de usuários. Jogo novo, por exemplo Diablo, não é assim tão simples de rodar. Sem contar que o fato de ter o RT e o normal… não sei como vai ficar.

          • Mas é como foi dito antes. Nenhum gamer hardcore usa um notebook qualquer. Em meu modo de pensar é que se desenvolverão jogos com boa qualidade voltado para ele. Por que? Porque é Windows e as pessoas têm enraizado que somente a plataforma Windows tem jogos decentes. Isso, ainda segundo minha visão, acabrá promovendo uma melhoria no hardwarte. Veja como eram os netbooks quando apareceram e veja hoje. As pessoas sempre quiseram fazer mais do que o hardware permitia e os fabricantes tiveram que correr atrás.

          • Pode ser mesmo. Acho que esse tipo de ferramenta ajuda bastante a grande maioria das pessoas, mas assim, não acho que esse Surface mude muito a opinião das pessoas, que provavelmente ainda vão preferir um iPad. E quem tem dinheiro para comprar um Macbook Air, será que vai querer mesmo um surface?

            Então, acho que são questões mercadológicas e etc… O fato é que isso não vai substituir o computador, talvez isso, junto com smartphones, tablets, notebooks e etc, consigam, mas não é apenas esse produto que vai mudar o futuro da tecnologia pessoal.

          • Talvez não o Surface, mas pelo ritmo das coisas, o Surface 2 ou 3 já vai ter o poder de um Desktop Top hoje (i7+nvidia+6gb Ram) <== Anotem esse comentário.

          • Sim, mas isso aí não precisa ser nenhum gênio para saber. Olha o que são os smartphone hoje que você já tem uma ideia.

            E não ser esqueça que os rumores apontam que o Surface vai ser projeto exemplar, não vai continuar como linha de produto depois.

      • Edmilson_Junior

        Estou com vontade de substituir meu notebook i7 por um tablet desses da microsoft na próxima aquisição, melhor que substituir agregar, mas você me deixou com uma dúvida, oque exatamente não rodaria em um core i5? Quando for para trabalhar com coisas realmente grandes conectar um hd externo não seria um absurdo, não acho que eu necessite de todos os meus arquivos de trabalho em estado bruto em minhas mãos, ok ok com 500GB portateis já integrados ao sistema eu abandonaria meu notebook de vez.

        • É que não depende só do processador, depende da placa de vídeo, da memória, etc. Coisas que até onde eu lembro eles não comentaram muito.

          Eu não posso falar muito, porque já faz mais de um ano que me livrei de um desktop para ter só um notebook, mas ele ainda é inferior, mesmo com configuração equivale.

          Devo lembrar que não estou falando apenas de ter um computador para abrir arquivos pesados, mas sim um computador para aguentar o Windows rodando diversas coisas pesadas depois de alguns anos de uso. Abre um navegador com algumas poucas abas, adiciona aí player de música, messenger, talvez alguns programas em background que os usuários comuns não sabe desativar, coloca o antivirus… Por aí vai, entende?

          Eu tenho meu notebook no lugar do pc e sofro muito com espaço de hd, isso que tem 320.

          E outra coisa, arquivos em hd externo é para guardar, se você vai ficar passando toda hora, com um cabo USB que não vão dar.

          Entende o que quero dizer? Muita gente vai até poder trocar seu PC pelo Surface, mas ainda está muito longe de ser um ameaça real. Obviamente que a Microsoft sabe disso

          • Edmilson_Junior

            Concordo, sofro aqui, i7, 8gb, 750gb e não roda oque o meu i3 rodava pois o vídeo Intel onboard é um sofrimento para jogos. Como 90% (número aleatório sempre usado quando se quer afirmar algo) das pessoas não usam programas tão pesados acho que ele dá conta, se ele rodar o photoshop “bem” então acho que os desk vão ficar para quem precisa mesmo de desempenho para trabalho ou é gamer hardcore de PC. Oque realmente me faz falta em notebooks e me fará no tablet será mouse para trabalho, mesmo com o pad editar coisas com ele realmente não é agradável. Agora só nos resta aguardar por mais informações detalhadas sobre memória, vídeo, velocidade de disco e etc. E se o HD externo for USB 3.0 dá pra usar sim.

        • Cara eu tenho um VAIO com i5 e SSD agility 3… não existe NADA que eu não faça MUITO BEM e MUITO RÁPIDO. Programas pesadíssimos rodam muito bem.

          O i5 que toma pau pra rodar as coisas é de um tal de macbook….

          Detalhe: meu i5 é SANDY BRIDGE.

          Esse i5 do surface é um IVY BRIDGE que é a nova geração… tudo rodará maravilhosamente melhor ainda.

          Os chatos de plantão que DIZEM precisar de algo muito muito rápido, duvido até que tenham um i7 em casa e ficam criticando.

          Mas graças a Deus, as pessoas que realmente precisam de tanto poder assim são MUITO poucas e não precisam de tanta portabilidade, pois devem trabalhar 24 hrs por dia.

          Não tenho dúvidas, mais uma vez a microsoft vai dominar o mercado. Melhor do que criar é copiar e tornar o produto em algo melhor e no caso dos tablets: ALGO REALMENTE ÚTIL.

          • Edmilson_Junior

            Michel ai roda Ghost Recon: Future Soldier? Battlefield 3? Skyrim? Deus Ex? Exigem 1GB de vídeo, tenho 8GB de ram e o note nem dedica alguns núcleos a ele, este é um problema do vídeo Intel. Comprei esta máquina em promoção por isso o i7, oque me interessava mesmo era o tamanho do HD de 750 (100GB livres).

      • Mas Dennis, a questão dos HDs grandes se resolve com os HDs Wifi que já temos por aí, por enquanto ainda caros.
        E a maioria das pessoas não usa programas realmente pesados (exceto meu Firefox que come 2GB de RAM sem motivo aparente, do nada, para abrir sites com texto que eu abriria no IE6)

        • Mas o problema não são programas pesados, é um windows normal rodando uns 15 programas. Claro, o SSD da uma força considerável para não engasgar, mas mesmo assim… Não acredito que isso seja melhor que um computador, é um complemento (e muito bom)

          • Cara, isso é um i5 quad-core. Exceto se você trabalhar com programas profissionais ou jogos extremamente pesados, isso daí substitui um notebook facinho facinho.

          • Para grande maioria das tarefas com certeza. Mas problema é o preço que vai ser. Se você for pagar preço de ultrabook fica complicado..

          • E a portabilidade? muito do preço está na portabilidade que o produto tem… para muitos a portabilidade é ESSENCIAL que é o meu caso.

          • Portabilidade? Você se refere a ser portátil? Sim,é um fator decisivo, mas depende da função, Vale mais a pena pegar um iPad, é bem mais portátil. Hehe

          • 1 polegada a mais faz o ipad ser bem mais portátil?

          • Não é só tamanho de tela, tem peso, altura, tem os ‘equipamentos’, etc. Mas é verdade, eu achei que o Surface fosse tela 13.

          • Humberto Henrique

            Cara isso não vai substituir nada, é só um complemento msm. A galera costuma sensacionalizar, como um produto mais lento e mais caro vai substituir um mais parrudo e mais barato? No fim eles querem q vc tenha os dois, um parrudo preso em casa e um móvel, e ainda q vc pague pra guardar seus dados em um servidor q vc nem sabe onde fica, nem sabe se tem segurança etc, enquanto um disco de 1 tera tá a preço de banana. O ideal na minha opinião é isso, se vc precisar tenha o móvel e guarde seus dados no seu disco em casa, de preferência para dados realmente importantes com backup na nuvem. Claro tudo isso tem um preço.

      • Fabio Zampieri

        Dennis. A ideia é que os seus arquivos sejam disponibilizados na nuvem como google drive ou algo parecido. Hoje, pago 4 dólares por mês e tenho 100 gb de espaço.
        Agora, com o conceito da memória SSD, temos muito mais velocidade que os HDs de 5400 ou 7200 rpm que na minha opinião tem uma velocidade capenga em relação a velocidade que temos de memórias e processadores.
        O processador intel I5 é rápido o suficiente para trabalharmos na maioria das aplicações existentes hoje para windows. Afinal, com os antigos core 2 duo (inferiores) já fazemos muita coisa.

        • Sim, verdade Fabio. Minha preocupação é que esse Windows Surface Pro custe uma fortuna, mais de 2-3 mil reais. Dai vale a pena ainda? Ou seja, se você vai ter tudo na nuvem, você pode comprar um desktop e um tablet e ter tudo que ele faz na melhor qualidade possível.

          Não sei. É cedo para dizer e etc, mas não fiquei tão impressionado com esse Surface

          • Pierre Lehnen

            Pra mim vale totalmente a pena. Eu sou programador e trabalho diretamente em um ambiente de dsv em um servidor, através de ssh.
            128 giga é muito, MUITO mais do que eu tenho ocupado no meu hd.

            Eu só não pagaria mais de 3 mil por isso aí pq sei que não custa isso.

          • Pois é, para o uso mais comum os 128 de HD são muita coisa mesmo, mas vai ser interessante você pensar em um outro pc ou um HD externo mesmo.
            Mas de preço, a única informação que se tem até agora é “mesmo preço de um ultrabook nos dias de hoje”, ou seja, aqui no Brasil vai custar pelo menos uns alguns mil reais, infelizmente. É como estava, falando, entre um Windows 8 e um MacBook Air, será que as pessoas vão preferir o Windows mesmo?

          • Pierre Lehnen

            lá no trabalho, MacBook Air chora pra rodar terminal + navegador + editor de texto, com o lion.

            Todos os usuários de apple de longa data que conheço culpam o lion por todos os problemas e dizem que permanecerão com o snow leopard eternamente. Eu não tive oportunidade de usar o snow leopard, então não conheço o lado bom dos macs.

            Sendo assim, eu sou 100% a favor do windows.

          • Humberto Henrique

            Tinha um macbook white 2010, mais fraco q esse air ae, com Lion, desculpa cara mas discordo, rodava qualquer coisa q eu quisesse, exceto grandes porcarias feitas em java tipo eclipse.

          • Giuliano Nascimento

            Tinha este problema no meu Mac de 2009 com Lion. Foi simples de resolver: Formatei e instalei zerado, sem ser por atualização. Ficou com a mesma performance do Leopard.

          • Pierre Lehnen

            OK, pensando melhor ele pode muito bem valer mais do que 3 mil sim.

          • Sander Manzoli

            3 mil fortuna?? Tem notebook por aí que custa 10 mil, isso sim é fortuna… 2 mil é o preço de um ultrabook lá fora.

          • Estou falando de um computador padrão, sem grandes diferenciais. Pagar 10.000 num macbook pro com retina e 750 Gb de SSD é uma coisa, pagar 3.000-4.000 em um PC com 128 de ssd, todod e plástico e etc… dai sim é é muito dinheiro. Para quem usa muito o computador, ok, mas para a grande maioria pagar 3.000 em um computador, por melhor que ele seja, não compensa.

        • Sander Manzoli

          Rápido para TODAS as aplicações, inclusive jogos rodam mais rápido no i5 que no i7 (na mesma freq de clock), pois na prática o hyperthreading mais atrapalha do que ajuda…

  • eduardo souza

    desde o começo achei a interface desse windows muito bonita e funcional, tenho um lumia e posso dizer que e’ realmente muito boa(apesar do sistema ainda ter uns defeitos.).
    O tablet e’ bonito as specs que mostraram são decentes e eu compraria só’ pela Touch Cover, ipad killer? não sei.

  • Xultz

    “Rodando Windows 8 Full, o tablet terá um processador QuadCore i5”
    Meu caneco! Eu quero um! Finalmente posso ter um tablet, porque os programas que preciso só existem prá Windows (sim, sou dessas pessoas que usa o computador para coisas além de publicar no facebook e twitar sobre a atualização)

    • Pode já ir guardando uma grana preta e se preparando parar comprar HD externo, hehe. Eles falaram em preço de ultrabook, que no Brasil custa os olhos e os rins, e que a versão Pro vai ter em 64 e 128 de HD.

  • Marcio Starke

    O que eu havia lido por aí é que se o Steve Jobs estivesse vivo estaria orgulhoso. Realmente não entendi a última frase.

    • Foi o Bill Gates que morreu: Steve Jobs preferiu levar uma vida para servir ao próximo, como todo bom altruísta… =¬) =¬D #sarcasm

  • Qndt

    Tem como conectar esse cara na TV de alguma forma? Geralmente conecto meu note na TV via HDMI para ver vídeos no Youtube ou filmes no Netflix, mas parece que não vai ter HDMI nesse tablet da MS :

    • Yep, tem HDMI, via adaptador.

      • Qndt

        Aí sim! Comprarei! hehe…

  • Realmente vai ser muuuuuuuuuito interessante. Já uso o Win 8 Release Preview em casa em um notebook e já estou me acostumando, porém sinto falta de uma interface touch para o sistema. Estava pensando em como a MS colocaria isso em um tablet, sendo que o teclado seria falta imensa. Nunca ia esperar que a MS iria fazer hadware, essa foi jogada de mestre !

    A tecnologia que a gente conhece tá pra mudar de novo. Ou as pessoas se acostumam e se adaptam ou então voltam pros tempos da caverna. Na epoca que surgiu o mouse ele foi duramente criticado, hoje em dia é acessorio indispensavel (isso está pra morrer tb).

    Enfim, MS merece uma salva de palmas por mostrar – mais uma vez – o futuro

  • Eu via o Asus Transformer TF101 com o dock de teclado de um colega meu e pensava: “Diabos, porque ninguém faz um X86 com windows com o mesmo form factor? Seria um passo a frente dos ultrabooks. O bichinho da Asus era muito interessante, mas o fato de usar Android limita muito as possibilidades. Você o usa como tablet com teclado físico e só! .

    Controlar hardware e software nós temos exemplos de que funciona maravilhosamente bem, não só com a Apple. A Microsoft tem um exemplo na própria casa, o XBOX 360 ainda continua sendo um console de ponta, mesmo tendo sido lançado em 2005-2006, o que na linguagem da informática representa quase uma geração inteira, mas a Microsoft controla o hardware e o software, e as softhouses têm que se virar pra espremer o jogo no console. Se o mercado de consoles fosse igual ao de PC’s, tínhamos que atualizar os consoles a cada verão.

  • Eu só sei que não tenho nem dinheiro pra sobreviver até o fim do mês, mas quero um bicho desses.

    • Eu estava guardando alguns centavos para um iPad de 7 polegadas: o Surface me bagunçou todo! =¬) =¬D

  • Humberto Henrique

    Mto bacana esse tablet/pc sei lá, mas vamos ver na realidade, zune tbm era mto bom mas nao vendeu nada.

    • Nao vendeu, mas nem só de vendas se vive. dele veio a interface Metro que é utilizado pelo WP, Xbox e Win8. Tb teve a experiencia de se fazer um Markert place não só de músicas como de APPs. Mesmo se o Surface não vender nada, terá deixado um gigantesco legado.

    • O Zune foi atropelado pelo iPhone, meu caro.

  • Lixo, esperem para ver o Tuxtablet, hehehehe!

  • Leonardo Carvalho

    “A Microsoft faz algo muito melhor do que TV, ela faz XBOX.”
    Eu tenho muito mais horas de Netflix/Streaming dos vídeos baixados no meu PC do que de jogo em si.

    Ótimo texto, reuniu bem explicado as informações que recebemos picadas no twitter.

  • Andre_K

    Excelente texto (sem novidades nesse sentido, aliás)!

    ______
    42

  • Preço do Surface Pro lá fora: até US$ 1000, dizem.
    Ou seja, preço do Surface Pro no Brasil: em torno de 4 mil Dilmas.
    Preparem os bolsos…

  • Well Dias

    9.3 mm de espessura? É isso mesmo Cardoso? Menos de um centímetro? No vídeo parece ser mais grosso.

    • Nove vírgula três milímetros é a espessura do modelo ARM, o Surface que rodará o Windows 8 RT: o modelo Pro, com CPU x86 (64 bits incluso), terá quatorze milímetros de espessura. 😉

  • depipes

    É Core i5 Ivy Bridge dual-core. Corrige aí.

  • Flávio Cardoso

    Mais um excelente texto… E com um toque imparcial difícil de ser atingido, embora menosprezando o android.

  • O texto é excelente, só discodo da afirmação de que NINGUÉM comprará algo pra “incrementar a tv”, todo mundo que compra AppleTV compra pra isso, eu já estou no segundo e vou pro terceiro, pq não tenho SmartTvs em casa e a maneira mais pratica e barata de converter qualquer TV numa SmartTV hoje é com um appleTV. Barato e minusculo dá pra grudar atrás da TV e sumir, tem Wifi, e HDMI, roda NetFlix, acho uma excelente opção pra qq um que queira um player de midia streaming em casa. Principalmente se vc tem outros aparelhos Apple (iphone e iPad). Fora empresas que podem e usam o AppleTV em sala de reunião pra onde vc pode jogar qualquer imagem de qualquer computador ou mobile (apple) numa reunião pra tela sem usar Cabo algum. (sei que vc falou que é legal o ATV, mas logo depois afirma que ninguém compraria pra incrementar a TV…)
    Acho um erro rodar apps Full Num tablet. Um erro se esses Apps não tiverem uma obrigação de terem uma adaptação.
    Pense. Vc quer um tablet que Rode Apps de Windows FULL, agora se responda…Pra que ? O que vc precisa usar “Na Rua” que só roda no seu DEsktop ? Vamos lá… After Effects ? Photoshop ? Q quantidade de RAM não foi divulgada, tão pouco a duração da bateria, que no PRO, pelos Specs é quase o dobro do consumo de um ipad por exemplo. Ou seja, chutaria uma duração de 4 horas. Agora somando o fato de que programas FULL não optimizados PRO TABLET vão arregaçar o processador sem dó, pode jogar essas 4 horas até pra menos, se vc estiver TRABALHANDO em algo que puxe CPU/GPU.
    Etapa 2. Vamos considerar que vc está com seu TAblet de 1Kilo na rua que a bateria dura 4 horas, e vc está rodando algo que rodaria MAIS RAPIDO e mais solto num ultrabook ou MacBook Air gastando provavelmente o mesmo ? Vc se sentiria realmente com um produto que vale a pena ? Só pelo touch ?
    Eu concordo plenamente e bato palmas pelo lançamento do modelo RT, mas o modelo PRO tenho serias duvidas se vingará. Tudo depende desses Specs e de publico. 95% das funções gerais já eliminam o uso de um PC desktop ou Applicativos Full, e pela diferença grande de preço que provavelmente o RT vai ter do PRO, começo a achar que esse PRO vai encalhar na praia. MAS, tudo pode mudar, pq há um fio inexplicado de esperança, já que até onde li o Surface PRO não rodará o Windows8 dos Desktops e sim um Windows8 Surface Edition (ou algo assim), ou seja, a MSoft pode forçar os Apps e terem uma versão ADAPTADA e OPTIMIZADA para o Hardware do Surface PRO, comendo menos bateria, controlando melhor recursos, tendo uma interface mais pensada pro uso numa tela pequena e com touch não mouse. Se simplesmente vc for usar os Apps que são do desk no SURFACE, acredito numa experiencia não muito agradável no geral. Usavel, mas não agradável.

    • Pedro Lamarão

      Resposta curta: Microsoft Office.

      • Pierre Lehnen

        Microsoft Office vai rodar na versão RT tranquilamente. Até no windows phone ele já roda perfeito.

    • Cara a ideia do Surface PRO não é sair por aí na rua usando aplicativos desktop, é usar o aparelho na rua como um tablet (utilizando os apps Metro) e em casa como um ultrabook com teclado e touchpad (aí sim, com is aplicativos desktop). É óbvio que a cada um cabe usar como e quando quiser, mas acho que o conceito é esse.

    • Pierre Lehnen

      Minha visão é bem o contrário. O que eu quero é um windows full mesmo.
      Eu raramente vou usar ele fora de uma tomada, só no ônibus/trem mesmo, então não me preocupo com bateria. O bom do formato tablet é a mobilidade dentro de casa. É algo que eu tenho com o notebook de forma limitada.
      Por exemplo: acordo num domingo de manhã e to com preguiça de sair da cama. Puxo o tablet pra cama e posso começar a trabalhar nas minhas coisas dali mesmo, usando apenas o touch. Quando a preguiça passar, levanto e vou pra algum lugar mais confortável e passo a usar o teclado e mouse.

      Eu hoje uso o meu computador pessoal também no trabalho. Com esse surface, eu economizaria muito tempo que perco ligando cabos/tomadas e ligando/desligando o pc. Além de poder continuar usando o tablet no caminho pra casa e também em casa.

  • Se depender de SO e de Hardware, digamos que a MS entendeu a coisa, mas ainda falta preço + apps, decisivos até mais que o hardware.

    Estou testando o Windows 8, estou gostando da interface metro, mas faltam apps e gostei também da compatibilidade com aplicativos windows 7 no desktop do W8, instalei vários e até agora nenhum deu pau.

    Pensei que meu note com windows 7 iria estacionar alguns anos, mas o W8 mantém a experiência antiga do W7 (que está sendo boa) e aos poucos vai mostrando uma nova experiência que funciona como um refresh em alguns conceitos já bem desgastados.

    Já estava pensando em como seria possivel trabalhar com um Ipad (já que o desktop iria para o saco de vez), para dar uma turbinada na mobilidade (3g, wifi), mas agora podemos penasr em como o Ipad pode ser usado para trabalhar como é no surface. Enfim mais possibilidades logo a frente.

    Quem ganhará com isso é o consumidor que agora terá mais opções.

  • Rafael Vieira

    Rapaz, sei não mas acho que esse post foi ÉPICO.
    Além de muito bem escrito, deixou TODOS (duvido que não) com vontade de comprar um WindowBlet.

  • Edmilson_Junior

    Amei o equipamento, amo aquelas funções acima dos números mas uma coisa me preocupou, F1~F12 morreram de vez? Não vai existir mais Press F1 for help? E os programas que usam as F? Ficam capengas? Bom agora é esperar para ver noque vai dar, mas o equipamento realmente me encantou.

  • Agora uma grande duvida é… como ele vem Windows, será que dá para formatar e instalar qualquer outro sistema? Sério, que nem um Netbook da vida…

  • Você usaria o Surface para editar vídeos e construir enormes estruturas tridimensionais no AutoCAD em alta definição? ;¬)

    P.S.: essa era para ser resposta a um outro comentarista (não lembro qual), não ao post em si. Parece que meu iPhone 4S não se dá bem com o DISQUS. =¬|

    • As ENORMES estruturas, óbvio que não. Mas um engenheiro em trabalho de campo pode precisar fazer uma alteração ou outra. Se existe versões do AutoCAD pra iPAd, pq não teria pro Surface?

      • Leonardo Bruno Lima

        O Autocad pra iPad é customizado pra ele, o Autocad pra Windows, será o mesmo usado no suface, veja, o suface nada mais é que um Windows rodando em um hardware com core i5, ponto. A propria denomincao Surface parece estar sendo usada como no caso do iPad, para denominar um conjunto. Eu acho que nao cabe, surface é a marca do tablet, mas continua sendo windows 8, o mesmo que roda aqui no meu notebook, que por sinal é menos potente que esse tablet. 🙂

        • Sim, mas aí está um ponto a ser debatido: a Microsoft desenvolveu o Win8 já pensando na integração com os tablets? Pq as tiles são estranhas num PC convencional. Minha opinião: feias e desajeitadas. Logo, não é tão mais estranho quanto o Lion ficar com jeitão de iOS. Eu acho que SO de PC é uma coisa, SO de tablet é outra. Mas o Ballmer cometeu a heresia de não ligar aqui pra casa para perguntar. 😉

        • Creio que haverá uma versão do AutoCad e outros softwares pensados para o Surface e as Tiles assim com a AutoDesk fez com o SketchBook Express, já presente no Win 8 x86 que me parece ser voltado pra telas touch.

  • Fiz um comentário hoje mais cedo, acho que foi para a moderação e caiu fora. Fiquei curioso para saber porque.

    • Porque Murphy comanda nossos destinos.

  • João Francisco Rösler Rodrigue

    Grande texto, Cardoso!

  • Saint-Clair Stockler

    “As pessoas preferem adotar Loki a adotar SmarTVs e TVs 3D.”

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, concordo em princípio, mas aqui em casa adotaram uma TV 3D (cujo 3D nunca vi usarem, reconheço).

  • Exelente trabalho da Microsoft. Vamos acompanhar.

    Texto, como sempre, muito prazeroso.

  • Pierre Lehnen

    Finalmente um texto de alguém que entendeu o surface da mesma forma que eu.
    Fala a verdade, esse surface x86 é uma tetéia. A ideia de pegar minha estação de trabalho, desplugar o monitor, colocar na mochila ainda ligado, pegar ele de volta quando entrar no ônibus e aí continuar usando meus programas até chegar em casa (onde continuarei com ele) está até agora gerando correntes de euforia por meu cérebro.
    E o teclado, a stylus… Tudo que eu sempre quis direitinho num tablet mas desisti de ter esperanças por ser o caminho contrário que as empresas seguiam. Tá tudo ali.
    <3<3<3<3

    • No Onibus? Da empresa certo?

      • Pierre Lehnen

        Haha, não 😛
        Nem todos os cantos do Brasil estão dominados pela insegurança.

        • Humberto Henrique

          Não conta então onde vc mora pra ajudar a manter essa segurança kkk

    • No ônibus tenho medo até de ler no meu Nook.

  • Depende do preço… Os ultrabooks são mais caros que o air então essa realmente é uma brecha boa para a MS.

  • drbytebr

    Se esse tablet mantiver compatibilidade com windows (intelx86) e um preço baixo vai continuar repetindo o que a microsoft é frente a apple desde sempre…
    Eu ainda acho o teclado desses tablets muito semelhante ao do meu velho sinclair zx80: uma merda…

  • OverlordBR

    Eu sou amante da tecnologia… independentemente de marca, cor, credo, raça e religião… 🙂

    Este anúncio da Microsoft me trouxe alegria (uóóónnn).

    A tal capinha Touch Cover é uma evolução, digna de estar em um produto da Apple (se tivesse para iPad, eu comprava): quem escreve longos textos num tablet sabe como ficam os dedos após algum tempo.

    Além disto, enquanto não tivermos uma Siri que entenda Português com “dialetos”, regionalismos, gírias… tudo isto, de uma maneira RÁPIDA, muito mais precisa e SEM UTILIZAR INTERNET, acredito que a entrada de dados via voz não conseguirá alcançar a velocidade de duas mãos em um teclado.
    Eu não quero ditar um texto pausadamente para a Siri entender (a rapidez da vida cotidiana não permite mais isto).

    E, pelo que li, a entrada de dados neste tal Surface pode ser feita por: teclado e trackpad, multitouch, stylus… cobrindo praticamente 99,9% dos gostos dos usuários (os 0,1 são do pessoal que curte Siri).

    Ter o poder de um notebook no corpo de um tablet, poder instalar o quê quiser e não só utilizar o tablet para consumir conteúdo, é uma maravilha para os power users!

    Se eu posso ter tudo que um notebook oferece mais a praticidade, leveza e facilidade de um tablet em um só dispositivo (mesmo que não utilize tudo), porque não?

    Agora é esperar o lançamento (e mais algum tempo) para ver como o Surface se comporta… e o preço, é claro!

    Espero que ter comprado meu novo iPad não tenha sido uma decisão errada. 🙁

  • Interrompendo imediatamente qualquer pensamento de comprar algo até o lançamento desse Surface Pro. Eu quero!

  • Para quem acompanhou o evento do lançamento, salta aos olhos o quanto a Microsoft aprendeu com a Apple. Uso e abuso de termos superlativos, descrição de sensações táteis, de emoções – o que é muito legal.

  • Pingback: Apple: será o fim do amor? | O Blogue do Janio()

  • Abner Neves de Oliveira

    Cardoso foi molestado quando criança, só pode. Te contar viu.

  • promove

    A CAPA FOI GENIALIDADE PURA!

  • “TV é lixo. Qualquer fabriqueta faz TVs em quantidades literalmente industriais, a margem de lucro é mínima e ninguém troca de TV exceto se for extremamente necessário.”
    Errado.
    Obviamente TV não é lixo, mas não compensa entrar nesse mercado.
    “Qualquer fabriqueta faz TVs”. Ao contrário, poucas fazem, depois dos LCDs.
    “margem de lucro é mínima” Sim. Porque são empresas chinesas e coreanas, com mão de obra barata e alta produtividade.
    “ninguém troca de TV”. Porque são produtos consolidados, ao contrário de smartphones, que mesmo os tops estão abaixo das expectativas.
    Não compensa Apple ou Microsoft entrar nesse mercado, aliás não compensa para nenhuma empresa entrar nesse mercado.

    • Conta, você trabalha na Samsung, LG ou Ponto Frio?

      • Pierre Lehnen

        Joga o nome no google e tu vai perceber que não errou por muito não.

  • 2×2 MIMO: finalmente algo que faz o wireless N ter sentido. E eu aqui pensando, será que algum dia a comunidade livre fará algo parecido em linux, tipo um KDEblet? Talvez por isso ainda seja necessário o capitalismo.

    • Claro, a RedHat, Apache, Mozilla, pra não citar outras, devem odiar o capitalismo né? ¬¬

  • Porra, ótimo post!

  • Ruy Acquaviva

    A Microsoft acertou em muita coisa, mas ainda tem muitas incógnitas que só um fanboy vai desprezar.

    1) Foi um erro anunciar o produto sem colocá-lo no mercado de imediato. Dará tempo para novos lançamentos da concorrência e o arrefecimento do impulso inicial, que ganha importância dependendo do item 2.

    2) Preço. O tablet ARM com preço “competitivo” significa mais um tablet top de linha para concorrer diretamente com o iPad. Sem a compatibilidade com as aplicações desktop e com menos aplicativos, quem diz que vai conseguir alguma relevância frente ao tablet da Apple? Já a versão com processador Intel deve ser como o próprio Cardoso diz “cara bagarai”. Aí ele compete com os notebooks. Em vez de ser um “Mackbook Air Killer” pode ser um natimorto. Sim, o conceito pode pegar, mas precisa ver o quanto as pessoas estão dispostas a pagar mais por um tablet hiper caro que é ao mesmo tempo um laptop meia boca… E essa versão Intel ainda depende de uma grande incógnita abordada no item 3.

    3) Bateria. O tablet intel vai ter uma autonomia compatível? É certo que o i5 utilizado será otimizado para baixo consumo, mas o quanto baixo será? Se a autonomia estiver mais para notebook do que para tablet o conceito pode não pegar.

    4) O teclado é uma excelente idéia, mas é um assessório. Até o produto estar a venda já teremos um grande número de assessórios iguais na praça. O que nos remete de novo para o item 1.

    Acho que a Microsoft tem uma boa estratégia, mas é uma jogada de risco. E nem poderia ser diferente nesse mercado nascente. Só que o risco é alto. Espero que consigam. Não para firmarem um monopólio como ocorreu no desktop, mas para serem um importante player do mercado aumentando as alternativas e a concorrência com produtos de qualidade.

  • A única questão é: O preço será competitivo?

    Quanto a tablets android: O mais vendido é o Kindle fire, e não o Galaxy Tab, não é isso?

  • Ricardo Lisboa

    “Ontem a Microsoft cometeu a Suprema Heresia, mas tal como um padre com boas conexões, saiu ilesa e com uma perspectiva promissora, traumatizando os menorzinhos no processo, mas assim é a vida, tanto eclesiástica quanto corporativa.” Adorei! O textos do Cardoso são o diferencial do Meio Bit.

  • Wyliam Vassoler

    Meu Deus, eu quero um desses!

  • Giuliano Nascimento

    Cardoso:

    “Você simplesmente não pode usar as Apps de seu iPad no MacBook…”

    Você não acha que a Apple está caminhando pra isto já a algum tempo?
    Lembre-se que o núcleo do iOS é o mesmo FreeBSD do MacOS, e usa até o Cocoa (reduzido) como SDK gráfico?

  • Romulopb

    Gostaria mesmo que alguém me explicasse mesmo o que (alem da cover com teclado, muito bacana) tem de magico no surface, sem essa de poder de empresa sob o consumidor…

    O hardware é o mesmo que de muito Android por ai na versão RT, so que com um número de apps brutalmente menor, sem falar em jogos… Pode não parecer mas portar jogos e apps por parte dos desenvolvedores vai demorar minimamente 1 ano.

    A outra idéia de fundir mercados parece bacana mas, o que vai fazer o Surface vender mais do que a tentativa da Asus com o seu modelo igualmente parrudo? É pesado e grosso e pelo processador não me admiraria de esquentar mais que uma TV. Pegando a Asus como margem vai ter que custar menos de 900 dolares… Mas eu ainda acho que não existe hadrware no mercado pra essa ideia ficar atraente.

    Posso não entender porque não é meu mercado de interesse, afinal me arrependo de ter comprado um tablet, onde só navego, leio e vejo vídeos. Deveria ter considerado um celular grande…

  • Pingback: Microsoft anuncia teclado e mouse para Windows 8 – Meio Bit()

  • Pingback: Tim Cook vê o Surface como um “DeLorean que flutua na água”()

  • Pingback: Microsoft divulga preços oficiais do Surface Pro, aquele com metade da bateria do RT « Meio Bit()

  • Pingback: Mozilla e Hon Hai revelam a aparência do 1º tablet com Firefox OS. E só. « Meio Bit()

  • Pingback: Apple: será o fim do amor? | O Blogue do Janio()

  • Pingback: A razão que ainda me faz rejeitar o Surface()

  • Pingback: Os Lumia serão jogados no lixo… Motivo? Windows Phone 8.()

  • Pingback: TECNOLOGIA – Microsoft Surface (tablet) | INEX blog()

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Walmart, Cupom de desconto Ricardo Eletro, Cupom de desconto Extra, Cupom de desconto Martins Fontes Paulista, Cupom de desconto Empório da Cerveja