Home » Games » Games para PC » E3 2017 — Bethesda anuncia continuações e novos conteúdos para Doom, Skyrim e Fallout 4

E3 2017 — Bethesda anuncia continuações e novos conteúdos para Doom, Skyrim e Fallout 4

E3 2017: a Bethesda apresenta continuações das séries The Evil Whitin, Wolfenstein e Dishonored a introduz novos conteúdos em seus títulos já estabelecidos.

2 anos atrás

A Bethesda teve uma noite movimentada. Entre algumas continuações esperadas apresentadas durante a E3 2017 ela também confirmou mais uma vez o cuidado que tem com seus títulos já estabelecidos, apresentando uma série de novidades para títulos como Doom, Skyrim e Fallout 4: de VR a conteúdo da comunidade, teve de tudo um pouco.

Começando por conteúdo em VR: uma das promessas que vinha circulando há algum tempo era a possibilidade de apreciar os três títulos acima com os novos dispositivos de Realidade Virtual, e ao menos Fallout 4 e Doom foram agraciados com a novidade: ambos serão relançados como Fallout 4 VR e Doom VFR e chegarão ao PC/Steam com suporte ao HTC Vive, enquanto o segundo será o único por enquanto compatível com o PlayStation VR.

Embora não sejam atualizações dos jogos pré-existentes, a Bethesda deixou bem claro que em ambos os casos não veremos apenas áreas limitadas do cenário conhecido: tratam-se das aventuras completas, totalmente re-imaginadas com novos elementos de jogabilidade, HUDs repaginados e interface totalmente adaptada. Serão modos completamente novos de se apreciar Doom e Fallout 4.

Doom VFR ainda não tem data de lançamento, já Fallout 4 VR chega em outubro aos PCs.

Ainda falando de Fallout 4, a versão normal dele e de The Elder Scrolls V: Skyrim para PC, PS4 e Xbox One receberão novos conteúdos na forma de um grupo  formado pelos desenvolvedores da Bethesda e independentes, chamada Creation Club. A ideia aqui é fornecer a ambos os games novas armas, armaduras, trajes, acessórios, opções de customização e até mesmo melhorias significativas na jogabilidade, tudo devidamente sancionado pela desenvolvedora para que os mods rodem sem problemas nos PCs e consoles, embora sempre haja o risco de seu save acabar corrompido.

De qualquer forma, a Bethesda pretende manter uma janela aberta para que novas ideias sejam implementadas em seus títulos já estabelecidos (Skyrim já está por aí há quase seis anos) de modo a prolongar sua sobrevida e mantê-los interessantes e atraentes para os jogadores; O Creation Club será introduzido em ambos os games como uma atualização gratuita, e as modificações poderão ser adquiridas com créditos que são adquiridos com dinheiro real pelo Steam, PSN ou Xbox Live (afinal, alguma grana os devs precisam fazer) e sua carteira é comum para ambos os games em uma mesma plataforma.

A Bethesda alerta que só introduzirá conteúdo original na lojinha (nada de mods requentados), mas todas as modificações compartilhadas por fora do Creation Club continuarão gratuitas; apenas não terão o selo de aprovação da desenvolvedora.

O Creation Club será introduzido neste trimestre.

Por fim há a versão de Skyrim para Nintendo Switch, que promete entregar uma nova forma de jogar o game clássico e a primeira vez que poderemos aprecia-lo em um dispositivo portátil (streaming para o NVIDIA Shield não conta). A Nintendo e a Bethesda não esclareceram até o momento se a versão é um port do título original ou da Special Edition (gostaríamos que fosse a segunda opção, mas nunca se sabe) e muito pouco foi visto até agora, mas ao menos uma novidade foi apresentada finalmente: o suporte a amiibos.

Não há informes de que Skyrim contará com bonequinhos exclusivos, o que é inevitável se pararmos para pensar (Dragonborn ficaria massa na estante) mas como é de costume o game contará com conteúdo Nintendo-only, ao conversar com o amiibo do Link para o game The Legend of Zelda: Breath of the Wild. Ao comunicar-se com o game um novo set de equipamentos é habilitado com a roupa do protagonista, a Master Sword e o Hylian Shield. Além disso o trailer mostra como o modo em primeira pessoa de Skyrim será implementado, fazendo uso dos dois Joy-cons como espada e escudo como era esperado.

Por enquanto Skyrim ainda não tem uma data para chegar ao Nintendo Switch.

https://www.youtube.com/watch?v=_7980ZPK8Dg

Os dois outros títulos baseados no mundo épico de Tamriel também receberam novidades: The Elder Scrolls Online acabou de receber a expansão Morrowind, que coroou o grande número de modificações que o título recebeu ao longo de sua vida para se tornar mais atraente, e agora a Bethesda jogou mais pílulas sobre futuros DLCs: Horns of the Reach e Clockwork City estão em desenvolvimento e deverão ser introduzidos em algum momento no futuro, mas a desenvolvedora não revelou datas.

The Elder Scrolls Legends, o Collectible Card Game que disputa um concorrido mercado com pesos pesados como Hearthstone: Heroes of Warcraft e o recente GWENT: The Witcher Card Game receberá novos conteúdos baseados em Skyrim como novas arenas, torneios e um modo história envolvendo a Dark Brotherhood; além disso o game será enfim portado para iOS e Android, já que o melhor lugar para games de cartas são mesmo os dispositivos móveis.

A expansão Skyrim Heroes será lançada dia 29 de junho; já a versões móveis serão lançadas em julho.

No campo das novidades a Bethesda se concentrou em continuações de games queridos pelos jogadores. Wolfenstein II: The New Colossus, a continuação de The New Order colocará B.J. Blazkowicz mais uma vez trucidando nazistas em uma realidade que o Terceiro Reich venceu a guerra, mas desta vez a ação deixa a Europa e se desloca para os Estados Unidos ocupados pelo regime. Para 27 de outubro.

Já a série Dishonored terá em Death of the Outsider seu primeiro spin-off. A trama se centrará em Daud and Billie Lurk, personagens que apareceram pela primeira vez na expansão Knife of Dunwall do primeiro game e abordará a missão de ambos para matar o Outsider, o indivíduo responsável por dar poderes aos protagonistas dos outros títulos.

Infelizmente a Bethesda não apresentou nada da jogabilidade, mas como o lançamento já está próximo (15 de setembro) convém imaginar que ele ao menos seguirá a qualidade dos outros games da série. Resta aguardar.

The Evil Within 2, a sequência do game criado por Shinji Mikami também deu as caras. Sem muitas explicações, apenas foi informado que a missão de Sebastian Castellanos desta vez é salvar sua filha de uma "cidade idílica", o que garantirá mais uma gama de sustos e criaturas estranhas como é de praxe da agora estabelecida franquia. O lançamento é multiplataforma (como todos os outros) e se dará conveniente no dia 13/10, uma... sexta-feira.

E por fim temos Quake Champions, a aposta da Bethesda para os eSports e que é um título exclusivo para PC/Windows, e segundo a desenvolvedora continuará assim. O trailer se concentrou grandemente no caráter competitivo do título e anunciou inclusive o campeonato mundial, que terá início em agosto e premiará o vencedor com uma gorda recompensa de US$ 1 milhão. As novidades incluem novos mapas e a introdução de B.J. Blazkowicz como um personagem jogável.

O closed beta já está disponível; as novidades devem ser introduzidas em breve.

relacionados


Comentários