Segue a novela: Apple quer que INPI invalide registro da marca “iphone” pela Gradiente

m1302133

O arranca-rabo entre Apple e Gradiente pela posse da marca “iphone” vem se desenrolando há alguns meses, conforme já foi abordado aqui, aqui, aqui e aqui também. No mais recente ato dessa ópera bufa, a revista do INPI publicada ontem afirmou que o nome pertence à Gradiente, conforme registro solicitado em 2000 e concedido em 2008.

A empresa de Cupertino havia conseguido o registro do nome para uso em artigos de vestuário, calçados e chapelaria (!!!) e tão somente; todas as demais solicitações – mais de dez – foram negadas. Como o INPI não tem poder para impedir a comercialização do iPhone – isso só ocorreria se a Gradiente entrasse com uma ação judicial, mas o mais provável é que ela tente um acordo de licenciamento do nome e ganhar uma graninha – por enquanto fica tudo como está.

Claro, a Apple não vai engolir essa. Segundo a Reuters, a empresa já solicitou ao INPI que anule o registro da marca, se valendo do recurso da “caducidade” – a Gradiente não teria utilizado o nome em nenhum produto durante os cinco anos após a concessão, que expirou em janeiro passado. Se a empresa não conseguir provar que vendeu um G Gradiente iphone que seja dentro desse período, o registro deixa de valer e a Apple não vai dever um centavo sequer.

Procuradas, nenhuma das duas empresas se pronunciou a respeito. Como isso ainda vai longe, resta-nos sentar e assistir os próximos capítulos, com certeza será divertido.

Fontes: CNET e Reuters

Relacionados: , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples