Vivo convida a imprensa para o lançamento do Apex FullView em junho
maio24

Vivo convida a imprensa para o lançamento do Apex FullView em junho

Smartphone-conceito apresentado pela Vivo durante a MWC 2018 pode ser lançado como um produto final; Apex FullView conta com design quase sem bordas, leitor de digitais sob a tela e câmera selfie retrátil.

Continuar Lendo...
MWC 2018 — chinesa Doogee também investe em design sem bordas, além de soluções curiosas
fev28

MWC 2018 — chinesa Doogee também investe em design sem bordas, além de soluções curiosas

O Doogee V, smartphone top da fabricante chinesa conta com bordas finas, sensor biométrico sob o display e… notch; novos modelos tentam implementar um modelo borderless de outras formas.

Continuar Lendo...
MWC 2018 — Vivo Apex, o smartphone-conceito com câmera selfie retrátil
fev27

MWC 2018 — Vivo Apex, o smartphone-conceito com câmera selfie retrátil

Vivo apresenta um novo conceito na MWC 2018: o Apex FullView possui câmera selfie retrátil e um grande leitor de digitais sob a tela, que ocupa cerca de 98% da frente do smartphone.

Continuar Lendo...
Finja surpresa: os primeiros smartphones com leitor de digitais na tela são da China
fev13

Finja surpresa: os primeiros smartphones com leitor de digitais na tela são da China

Fabricantes chinesas Vivo e Doogee são as primeiras a apresentarem smartphones com leitores de impressões digitais sob a tela; Samsung pretende introduzir o recurso globalmente através do Galaxy Note9.

Continuar Lendo...
Patente sugere solução similar à do iPhone X para leitor de digitais do Galaxy S9
out25

Patente sugere solução similar à do iPhone X para leitor de digitais do Galaxy S9

Patente vazada da Samsung dá a entender que o leitor de digitais do Galaxy S9 e S9+ voltará para a frente do aparelho, graças a uma solução adotada por Apple e Essential.

Continuar Lendo...
Nova geração de cartões com leitor de digitais da MasterCard é ridiculamente simples
abr24

Nova geração de cartões com leitor de digitais da MasterCard é ridiculamente simples

Se depender da MasterCard, seu próximo cartão de crédito utilizará sua impressão digital no lugar de uma senha; novo modelo de cartão com sensor biométrico dispensa carregamento e atualizações dos terminais.

Continuar Lendo...
EUA: corte decide que tarado deve fornecer a senha de seu iPhone à polícia
dez19

EUA: corte decide que tarado deve fornecer a senha de seu iPhone à polícia

Juiz força tarado da Flórida a fornecer a senha de seu iPhone 5 à polícia, após este ser preso por tirar fotos com o smartphone da calcinha de uma vítima.

Continuar Lendo...
Cientistas ajudando polícia a hackear biometria, por uma boa causa
out24

Cientistas ajudando polícia a hackear biometria, por uma boa causa

A velha briga polícia × biometria continua, mas desta vez os pesquisadores estão do lado da Lei.
Em Michigan uma universidade está ajudando a hackear o leitor de digitais do celular de uma vítima de homicídio.

Continuar Lendo...
Sonavation adiciona sensores biométricos ao Gorilla Glass
jul21

Sonavation adiciona sensores biométricos ao Gorilla Glass

Empresa desenvolve tecnologia que integra sensores biométricos ao vidro Gorilla Glass de smartphones; técnica pode ler digitais mesmo com os dedos sujos

Continuar Lendo...
O mistério sobre o desenvolvimento da pele humana e a Adermatoglifia: Sem digitais.
ago10

O mistério sobre o desenvolvimento da pele humana e a Adermatoglifia: Sem digitais.

A primeira vez foi lá por meados de 2007. Uma jovem Suíça, lá pelos 20 e poucos, não consegue cruzar a fronteira com os Estados Unidos dentro do aeroporto. Aliás, ela já passou por isso algumas outras vezes, em outros países também. A foto do passaporte bate com o rosto da bonitinha, todos os seus documentos parecem estar em ordem e ninguém é capaz de encontrar nada de errado em qualquer sistema de informações. Exceto, que os agentes simplesmente não conseguem tirar nem checar suas impressões digitais. Não fosse o trabalho de Peter Itin, pesquisador dermatologista do Hospital-Universidade de Basel (Suíça), a tal menina seria a candidata perfeita à Jane Bourne. Mas o que realmente acontece é que ela sofre de uma condição raríssima chamada adermatoglífia (adermatoglyphia), também apelidada por Itin como “a doença do atraso na imigração”. A descoberta da mutação genética ocorreu quando Itin e um companheiro de pesquisas, Eli Sprecher, dermatologista do Sourasky Medical Center em Tel Aviv (Israel), decidiram colher amostras de DNA de sete membros de uma mesma família cuja condição era a mesma: nenhum deles tinha impressões digitais. Aí veio o truque. A graduanda Janna Nousbeck passou dias penteando bancos de dados genéticos raros pela internet e acabou notando uma pequena sequência indistinta que se sobrepunha a uma região protéica dos genes chamada de SMARCAD1. Inicialmente, nem mesmo o mapeamento genônico em comparado com famílias cuja identidade em suas digitais fosse considerada normal foi capaz de revelar a origem da rara mutação. Isso porque a metodologia padrão de análise dos genes desconsiderava uma região não codificada da sequência genética. Alguns até a chamavam de ‘junk mail’. A região genética, não Janna, claro. Quando a equipe de pesquisadores re-sequenciou os genes, em especial o SMARCAD1, as suspeitas da aluna acabaram mesmo se comprovando. o gene mutava de fato via espectro familiar, porém apenas nos membros sem impressões digitais, não no restante dos outros integrates da mesma família. Na realidade, a mutação não é provocada por alterações no código da proteína do gene SMARCAD1, mas sim ocorre em uma quebra de chaves de ligação que evita que o SMARCAD1 se forme corretamente, manifestando-se na pele, mais especificamente na ponta dos dedos, ‘deletando’ as digitais do indivíduo. O mistério atual agora a ser enfrentado pelos pesquisadores é identificar exatamente qual o papel da SMARCAD1 na composição das impressões digitais. Terry Reed, geneticista molecular da Universidade de Indiana (EUA), que também estudou a ADG, não está convencido de que a SMARCAD1 é responsável pela perda de digitais em pessoas. Entretanto, celebrou a conquista dos colegas e disse que “é gratificante ao menos ver que o gene foi...

Continuar Lendo...