Home » Fotografia » JPEGmini–Startup refina de forma impressionante compressão de imagens

JPEGmini–Startup refina de forma impressionante compressão de imagens

8 anos e meio atrás

vendraminiminiO mundo dos formatos de imagem anda meio parado. Fotógrafos se casaram para sempre com o RAW, designers amam seus PNGs, designers a sério não vivem sem seus TIFFs, mães precisam de BMPs para enviar por email com seus Powerpoints e gente normal usa e abusa do JPEG.

Dá para melhorar, claro, mas convencer todo mundo a abandonar formatos antigos, instalar plugins até os navegadores se adequarem, esperar que câmeras e celulares ganhem atualizações é inviável.

Bom mesmo é o que essa tal de JPEGmini está fazendo. 

Eles criaram um algoritmo baseado na visão humana. Comprimem menos onde nós veremos artefatos com mais facilidade e comprimem mais onde eles não serão tão visíveis.

O arquivo final ainda é um JPEG normal, dentro do padrão, mas comprimido em taxas variadas. Os resultados variam, claro, mas é possível conseguir redução de quase 6 vezes no tamanho do arquivo original, mesmo este sendo um JPEG, já vindo comprimido.

No teste que fiz, usando uma imagem completamente aleatória de 939x1212 parti de um arquivo de 669KB e terminei com um JPEG otimizado de 116KB. Você pode comparar, aqui está o original e aqui o otimizado.

Pode-se achar que em tempos de banda larga e HDs maiores ainda esse tipo de otimização seria preciosismo. Eu mesmo pensei isso inicialmente, mas lembre-se: O mundo real não funciona como as maravilhosas propagandas das operadoras 3G, e cada byte conta (e é cobrado). Otimizar as imagens de um site pode render uma economia substancial de banda para quem acessa mobile. Principalmente, tornará o acesso por esses dispositivos bem mais ágil.

O serviço é gratuito. Há opção de enviar arquivos em lotes, o que facilita a vida de todo mundo.

Só esperemos que não sejam massacrados por patentes, como costuma acontecer.

Fonte: Techcrunch

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários