Cala-de-pau master: China kiba um trem inteiro

tremkibado

No dia 24 de Julho um trem-bala que ligava Zhuhai a Guangzhou, na China, sofreu um acidente indesculpável. Uma perda de energia ocasionada por um raio, segundo as autoridades (eu acho que foi ráquer, ou labirintite) fez com que uma composição ficasse parada em uma ponte. O trem que vinha atrás não foi avisado, ou não teve tempo de parar e escacetou-se na traseira do outro, derrubando vários vagões de passageiros e matando pelo menos 39 pessoas.

Os fóruns locais estão apinhados de denúncias, as acusações de incompetência, corrupção e má-qualidade dos trens se acumulam.

Não são novidade. O CRH2 é (seria) um trem feito 100% com propriedade intelectual chinesa, orgulho nacional, bla bla bla. Da última vez que falaram isso foi em 2009, quando descobriu-se que o trem 100% chinês havia sido projetado pela Siemens alemã e a Alstom francesa, e que os chineses haviam violado os acordos e estavam exportando os veículos.

A bola da vez é a japonesa Kawasaki, que começou uma parceria com a China, para construção de trens, mas foi expulsa do país. A China disse que tinha know-how para projetar seus próprios trens, bons o suficientes para exportar até pro Japão.

Bem, produzir, produziram.

Este é o CRH2 chinês:

tremkibado2

 

Este é o Kawasaki japonês:

tremkibado3

A situação pegou tão mal que o governo Chinês mandou o pessoal do CSI sair da frente (espero) e chamou tratores para enterrar, no local mesmo os trens acidentados:

tremkibado4

A alegação é que não querem deixar a tecnologia cair em mãos estrangeiras. Até faria sentido se a tal tecnologia não tivesse se originado nas tais mãos estrangeiras.

Então, meninos e meninas, perceberam que kibar uma Apple Store inteira, como descobriram pouco tempo atrás, é pinto para os chineses? Quem copia sistemas ferroviários inteiros (não foi só o trem, tem toda a infra por trás) não considera uma loja ou um celular um desafio.

A China foi tão, mas tão descarada que na inauguração da nova linha Bejing-Shangai, chegaram ao cúmulo de kibar até o anime feijo pelo Japão para promover o Shinkansen, o trem bala deles:

Fonte: Sankhaku Complex

Relacionados: , , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz, Calcinhas no Espaço e Do Tempo Em Que A Pipa do Vovô Subia.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples