Home » Hardware » ThinkPad X1: o estado da arte da Lenovo

ThinkPad X1: o estado da arte da Lenovo

Lenovo anuncia ThinkPad X1, notebook fino, leve e recheado de características inovadoras.

8 anos atrás

Existem algumas marcas no mundo da informática que são sinônimos de confiança, robustez e outros adjetivos do tipo. De cabeça, podemos citar ThinkPad, a quase mítica linha de notebooks corporativos da Lenovo.

ThinkPadCom várias "sublinhas" (X, T, Edge, L etc.), os notebooks ThinkPad têm durabilidade e confiança como características inerentes, além do visual sóbrio, tido por alguns como antiquado mas que eu, particularmente, vejo como (muito) elegante.

Recentemente tive a oportunidade de adquirir o meu primeiro ThinkPad. Na onda da contenção de gastos e aproveitando uma promoção bem agressiva, peguei o X100e, que a Lenovo insiste em chamar de notebook quando, na (dura) realidade, é no máximo um netbook fortinho, que roda vídeos em alta definição mas ainda se engasga com muita coisa sendo feita ao mesmo tempo.

Pela proposta e, principalmente, pelo preço, o X100e dá um banho na concorrência. Não é tão poderoso quanto os irmãos mais velhos, mas traz a maioria das características que fazem a fama da linha ThinkPad e tem suas pecualiridades, como o fato de ser leve e bastante pequeno, fácil de transportar.

Apesar das diversas variantes, há sempre "O" ThinkPad, o modelo-mestre, que inova em vários aspectos e serve de porta-voz de toda uma geração. O novo estado da arte da Lenovo atende pelo nome de ThinkPad X1.

Lenovo ThinkPad X1.

Há muitos predicados no X1, muitas inovações no próprio conceito de notebook. Para começar, é o ThinkPad mais fino de todos os tempos, com apenas 16 mm de espessura. A tela, LCD de 13,3", é protegida por uma camada de Gorilla Glass, da Corning, o mesmo vidro ultrarresistente que protege os smartphones mais modernos do mercado. A bateria agora é interna, aguenta 5,2h de trabalho e, com o uso de uma bateria interna que desliza na parte traseira do notebook, a autonomia dobra — 10h de uso. Ah, graças à tecnologia RapidCharge, 80% da bateria é carregada em apenas 30 minutos.

A bateria extra acoplada ao ThinkPad X1: autonomia de 10h.

A bateria extra acoplada ao ThinkPad X1: autonomia de 10h.

De resto, uma configuração topo de linha para um notebook topo de linha. Processador Intel Core i7 "Sandy Bridge" de 2,7 GHz, até 8 GB de memória DDR3, Windows 7 Professional 64 bits, SSD de até 160 GB (ou HD de 320 GB + SSD de 80 GB). Tudo isso em apenas 1,69 kg.

E ainda tem os mimos que qualquer notebook dessa categoria tem que trazer. No caso do ThinkPad X1, são eles:

  • Sistema multimídia Dolby Home Theater 4, com saída HDMI 1.4;
  • Webcam de alta definição sensível a baixa luminosidade;
  • Característico (e extremamente confortável) teclado com teclas espaçadas e retroiluminadas;
  • Leitor biométrico.

Só falta saber, mesmo, a facada o preço que a Lenovo pedirá pelo X1, bem como se o modelo chegará em terras brasileiras. Se isso acontecer, é de se esperar um valor... salgado; nos EUA já é possível comprá-lo na pré-venda, com preço inicial de US$ 1.399.

O vídeo abaixo mostra um pouco da concepção do ThinkPad X1:

relacionados


Comentários